Carros que não podem usar reboque: entenda o motivo

Acessório muito procurado pelos brasileiros - muitas vezes por estética ou para 'proteção' - não pode ser usado em alguns modelos

engate embutido mopar jeep renegade
O engate foi feito apenas para rebocar (Foto: Jeep | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
Publicado em 27/10/2022 às 10h02
Atualizado em 27/10/2022 às 21h47

O engate de reboque ainda é um acessório muito popular no Brasil, mesmo com a maioria dos usuários comprando sem ter necessidade de puxar uma carretinha. Mas quem lê o manual do carro pode ter notado que em alguns modelos trazem um aviso dizendo que não podem usá-lo.

Essa recomendação existe, pois alguns carros simplesmente não foram projetados para poder rebocar. O engate vai fixado diretamente ao monobloco, isso precisa ser feito em um local apropriado e já reforçado. Em carros que é permitido a oepração existe uma indicação no manual do local onde o acessório deve ser preso.

VEJA TAMBÉM:

Os fabricantes devem informar para o Detran e no manual se o carro é homologado ou não para rebocar. Caso seja, é preciso indicar a capacidade máxima de tração. O peso bruto total da composição (carro e reboque, ambos com carga máxima) não pode passar de 3.500 kg.

Quais carros não podem usar reboque

shutterstock toyota corolla com engate de reboque
O Corolla dessa foto não deveria estar com esse engate instalado (Foto: Shutterstock)

Em geral, carros com projeto europeu costumam ser homologados para rebocar, pois viajar com um trailer é um hobby comum no continente. Já modelos com origem asiática não contam com tal capacidade. Mas isso não é regra.

Os carros da Fiat, incluindo o urbano Mobi, trazem alguma capacidade de reboque. Caminhonetes e SUVs tradicionais, aqueles que não são derivados de carros de passeio, também são homologados para ter engate.

Confira abaixo os carros que não podem rebocar segundo seus fabricantes:

  • Toyota Corolla até 2019
  • Todos os Nissan com exceção da Frontier
  • Todos os Honda
  • Volkswagen Up
  • Chevrolet Onix e Onix Plus da geração atual
  • Chevrolet Tracker da geração atual
  • Renault Kwid

Engate apenas para estética ou ‘proteção’ é perigoso

shutterstock chevrolet onix com engate de reboque
A função do para-choque está em seu nome, o engate irá passar o impacto todo para o monobloco (Foto: Shutterstock)

Existem muitos carros equipados com o engate nas ruas brasileiras, mas ver um puxando carretinha é raridade. O que popularizou o acessório foi o mito de que ele protege o para-choque de pequenos impactos ou até mesmo “assusta” o motorista que vem atrás.

Em tese, o engate realmente pode proteger o para-choque em uma batida leve, mas ele irá causar danos bem maiores. Como o engate vai preso diretamente ao monobloco (ou chassi no caso de picapes e alguns SUVs), o impacto da batida recebido pelo acessório será transmitido diretamente a estrutura do carro.

Ou seja, o para-choque não irá amassar, mas o carro poderá ter o monobloco trincado ou empenado. É preciso lembrar que a função do para-choque é justamente absorver choques para proteger o veículo.

O engate irá passar a energia do impacto para a estrutura do carro, por menor que seja. E com a repetição dos impactos, o aço irá se danificar. É só pensar em como é possível quebrar um clip de papel apenas dobrando-o repetidamente.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
17 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Reni 13 de abril de 2024 O seu comentário está aguardando moderação.

Me pararam na rs40 me multaram por ter o engate de reboque e o agente rodoviário disse que o Siena 1.0 não pode ter engate de reboque muito menos puxar carretinha oque eu faço agora?

Avatar
Marcello 25 de janeiro de 2024

Nissan Sentra pode. Errônea a afirmação da matéria que todos os NIssans exceto a Frontier> Manual do Sentra 2013 afirma na página 5-18 : “Não reboque um trailer durante os primeiros 800km (500 milhas)”. Após essa kilometragem pode.

Avatar
Wellington Lima 4 de outubro de 2023

Esse papo de que engate para estética ou proteção danifica o monobloco do carro ao tomar uma batida é mito, não procede. O engate de reboque tem uma resistência muito menor comparado a resistencia do monobloco, a espessura do aço é menor. Portanto, no caso de uma batida o que vai acontecer é o engate entornar ou quebrar, mas nada vai acontecer com o monobloco do carro. Só iria transferir a carga da batida se o engate fosse 2x mais resistente que o próprio chassis do carro, isso não existe. Isso claro, falando de uma batida pequena, obviamente um grande impacto danificaria tudo, mas isso indepentente de ter ou não engate instalado. Trabalho a 20 anos com instalação de engates e reparo para seguradoras e nunca vi nenhum carro danificado por culpa do engate, assim como nunca vi nenhuma seguradora negar seguro por conta do engate. Na minha opinião, o motivo de alguns modelos não poder ter engate se dá pelo motivo de economia na construção do carro, onde não bancam os testes devidos ou não gastam um pouco mais colocando um chassis mais preparado.

Avatar
Rafael Lazari 12 de junho de 2023

Estou querendo comprar um Corsa sedan, ele pode ter engate?
Tenho um Onix e não é permitido, porém preciso de uma carretinha para trabalhar e já vi Corsa sedan com engate.
É permitido ?
Desde já agradeço e fico no aguardo.
Obrigado e boa noite

Avatar
Artur 28 de maio de 2023

Umabsurdo o HRV da Honda , um carro de mais de 100 mil reais com um estelionato de estepe e não pode tracionar um barquinho de pesca de 250 kg , carro para idiotas enganados

Avatar
Idario Caprara 22 de maio de 2023

É mais uma pergunta. Tenho uma Blazer 1996 e não tenho o manual do veículo preciso saber se posso trafegar com o engate que foi instalado antes dessas mudanças na lei. Grato

Avatar
Alan 17 de maio de 2023

VW TAOS não aceita reboque, página 181 do manual. Estava assinando o contrato de compra quando me veio a mente
minha necessidade básica de fim de ano, levar a carretinha de acampamento. E pimba, o vendedor não sabia a informação
o gerente não sabia, o chefe de mecânica não sabia e por fim, achei no manual.

Finalmente o gerente ligou na fábrica, realmente não aceita, e lá vem ele. “Mas não tem problema não, ninguém fiscaliza isso”.

O problema é que sim, em SC fiscalizam e tem outra, é motivo mais do que suficiente para negarem a garantia de motor e
caixa de câmbio como já há algumas dezenas de jurisprudência onde o fabricante ganhou a ação por negar a garantia, justamente
por haver engate no veículo.

PÁGINA 181 DO VW TAOS.

Condução com reboque
O veículo não está liberado para condução com reboque. Não deve ser instalado posteriormente um
dispositivo de reboque.
ATENÇÃO
A montagem de um dispositivo de reboque no veículo pode ocasionar acidentes e graves ferimentos
ao conduzir o veículo.
· Nunca montar um dispositivo de reboque no veículo.

Avatar
Valmir 12 de abril de 2023

Pode acrescentar a lista a Lifan X60 de 2012 a 2016, não consta capacidade de tração no manual delas.

Avatar
Osvaldo 28 de fevereiro de 2023

O kwid já cai volante no colo do motorista,sai o eixo traseiro inteiro devido a chapa muito fina e solda mau feita agora já pensou colocar um engate vai partir no meio kkkk

Avatar
João Henrique Carinhato 24 de fevereiro de 2023

Falou, Falou e não esclareceu naaaada. Afinal pq não pode rebocar?

Avatar
Raul 17 de junho de 2023

João, sugiro que leia novamente a matéria. Se ainda assim não entender, peça para alguém ler e explicar para você. Abraços.

Avatar
David 30 de janeiro de 2023

É ridículo kkkkkkkkkk ,. um carro caixa de fósforo como o Mobi poder e o o ONix Plus não kkkkkkk ta de brincadeira , oohh GM ou vcs mudam esse conceito de “baratização” do carro ou vão perder mercado !!!!

Avatar
Artur 28 de maio de 2023

ta na cara tudo a turma do apoio as multas

Avatar
Givanildo Fernandes 28 de outubro de 2022

Interessante que o KWID não pode ter reboque e o meu peguei na concessionária com o reboque.

Avatar
JOÃO 28 de outubro de 2022

Que venha a multa.

Avatar
Marcelo 28 de outubro de 2022

Até os carros de hoje são Nutela….Brasília, passate, opala….praticamente todos os carros antigos puxavam até outro carro atrás.

Avatar
Carlos Roberto 28 de outubro de 2022

Não existe essa limitação de 3500 quilos de PBTC. Esse parágrafo ficou sem sentido. Essa limitação está vinculada a CNH B, que acaba de cair. O PBTC da.CNH B está em 6000 quilos.

Avatar
Alan 17 de maio de 2023

Acho que não, mas posso estar desatualizado.

A resolução 789 do Contran refere-se a categoria B que tem limite de PBTC de 3500 kg. Já a resolução 882/2021 aumentou a carga base para 6.000 kg com UM eixo, mas não diz nada sobre a CNH-B. Logo, se for entre 3.500 até 6.000 kg tem que ter CNH-D.

Antes havia limite de 3.500 kg para um eixo. Mas é muito raro haver carretinhas com apenas um eixo com capacidade maior que 2 tn. Em lanchas mesmo já fazem com 2 eixos para não ter problemas.

Avatar
Deixe um comentário