Chevrolet Trailblazer 2021 chega em setembro com mudanças da S10

SUV de 7 lugares adota a novo visual e incorpora internet a bordo e motor turbodiesel recalibrado, além dos reforços estruturais

chevrolet trailblazer 2021 4
Chevrolet Trailblazer 2021 (Foto: Chevrolet |Divulgaçãpo)
Por AutoPapo
24 de agosto de 2020 17:51

A Chevrolet lançou a linha 2021 do Traiblazer, que chega às concessionárias da marca em setembro: o SUV de 7 lugares da Chevrolet recebe as mesmas atualizações que S10 2021: visual, mudanças mecânicas e estruturais, além mais equipamentos de série, como o Wi-Fi nativo e o sistema de frenagem autônoma de emergência auxiliado pelo assistente de frenagem inteligente.

O Traiblazer 2021 será vendido apenas na versão Premier 2.8 TD AT6 4×4. A principal mudança visual é a adoção da grade com a “gravatinha” deslocada do centro para o canto. Mas, ao contrário da S10 2021 High Country, onde ela é toda preta, no SUV de 7 lugares ela tem as barras cromadas. O Trailblazer 2021 tem preço de R$ 269.850

VEJA TAMBÉM:

O  farol é de LED e o para-choque também foi modificado e passa a contar com aplique central em cor diferenciada e uma moldura na parte inferior, projetada para melhorar o ângulo de ataque. O posicionamento mais elevado dos novos faróis auxiliares proporcionam maior proteção às lâmpadas e melhor poder de iluminação em determinadas situações.

De acordo com a Chevrolet, a câmera de ré também foi melhorada. O item, que já contava com alerta de tráfego cruzado, passa a projetar imagens de alta definição. Outra inovação é a função de engate com linha-guia específica, zoom para facilitar a operação de acoplamento e a possibilidade de acionamento temporário da câmera traseira em plena viagem para uma checagem da situação do reboque.

Como na picape S10, o Trailblazer 2021 conta com controle eletrônico de oscilação do trailer. Este sistema é capaz de identificar alguma instabilidade dinâmica da carreta e acionar seletivamente os freios do SUV para minimizar o efeito.

Equipamentos

Como era de se esperar, o Traiblazer 2021 está equipado com o Wi-Fi nativo com conexão para até sete dispositivos, incorporada na última geração do multimídia MyLink. A novidade é a projeção sem fio para Android Auto e Apple Car Play.

O Trailblazer já oferecia itens como seis airbags, alerta de colisão frontal, alerta de saída involuntária de faixa, alerta de ponto cego e controle eletrônico avançado de estabilidade e de tração. Na linha 2021, há a disponibilidade do sistema de frenagem autônoma de emergência, que freia o veículo automaticamente ao identificar uma situação de risco envolvendo o veículo à frente ou um pedestre que esteja cruzando a dianteira.

Além disso, ele ganhou reforços estruturais.

Este recurso funciona de 8 km/h a 80 km/h e pode mitigar ou mesmo evitar um acidente. Ele entra em ação quando percebe que o condutor está distraído ou que o veículo logo à frente realizou uma manobra abrupta.

O Trailblazer utiliza também a câmera deste sistema, localizada no alto do para-brisa, para ajudar o condutor numa frenagem de emergência.Imagina a cena: o motorista está na estrada, percebe uma situação de perigo, e freia. Mas caso o sistema entenda que a pressão aplicada no pedal não será suficiente, o carro intensifica a força de frenagem automaticamente.

Lista de itens de série do Trailblazer Premier 2021: acabamento interno premium, sistema de áudio de alta fidelidade, banco do motorista com regulagem elétrica, sensor de chuva e crepuscular, sistema de controle em declives, assistente de partida em aclives, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, entre outros.

O veículo acomoda até sete ocupantes em três fileiras de assentos em diferentes níveis de altura; a terceira fila de bancos tem sistema de climatização individual e ajustável. O porta-malas tem capacidade que vai de 205 litros a 1.830 litros.

Motor com nova turbina e recalibrado

O Chevrolet Trailblazer 2021 é equipado com um motor 2.8 turbo diesel que recebeu uma nova turbina e atualização do software da central eletrônica que deixam as acelerações mais progressivas, reduzindo o efeito turbo lag. Para a integração da nova turbina, a engenharia trabalhou numa nova calibração para o motor de 200 cavalos de potência e 51 kgfm de força.

Fotos: Chevrolet | Divulgação

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
16 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Robério 25 de setembro de 2020

Ótimo carro, vou comprar a 2021. Só sabe o que é 51 Kgf de força nas rodas é quem já teve uma. O motor depois do modelo 2018 quando colocaram o CPA nem parece que o motor é diesel de tão macio. Freio a disco nas quatro rodas lhe trazem mais segurança. O sistema de ar baixa a temperatura muito rápido, digo isso por que moro em Teresina. Motor e suspensão não dá problema. O carro muito pesado lhe trazendo segurança em grandes viagens sem gastos exagerados de consumo. Viajando a 160 km/h ( velocidade que é muito fácil de alcançar ), e nem se percebe que está a essa velocidade, faz em média 9km/l. Meu melhor carro que já tive foi um Ford Edge 2011, mas a Trailblazer foi a que gostei pelo o tamanho e os 7 lugares ( tenho família grande ).

Avatar
wilsonluizgonçalves 1 de setembro de 2020

devria oferecer opção gasolina,quem copra não esta preocupado com consumo e sim conforto e segurança e este motor vibra e faz barulho demais, alem disso não regula o volante em profundidade alem das laterais das portas não ter forração e muito plastico duro ruim ao toque.

Avatar
Ubirajara Carvalho 25 de agosto de 2020

Bom dia, e esse fundo ridículo continua

Avatar
Edilson 25 de agosto de 2020

A Trailblazer e a S10 High Country são gêmeas em estrutura, motor e recursos. Em razão da necessidade da caçamba para transporte de carga, optamos pela S10. O motor turbo diesel de 200 CV arranca de 0 a 100 km/hora em 10 segundos e faz em torno de 12 a 14 km/litro na estrada. Outra razão para optar pela Chevrolet, além da capilaridade com 600 concessionárias, é o fato dela ser fabricada no Brasil. As demais, Ranger, Hilux, Amarok e Nissan, vêm da Argentina. É a terceira que compro em vários anos e vou esperar a próxima geração, desenvolvida em conjunto com a Colorado americana, para comprar a quarta.

Avatar
ANTONIO FONSECA CERQUEIRA 24 de agosto de 2020

Usaram a frente range rover e a traseira hrv, crv

Avatar
Newton 24 de agosto de 2020

Eu tenho uma 2016, ótimo carro, conforto, potência, carro com muitas funcionalidade (Ex. Encara qualquer terreno), custo de seguro razoável e etc. A 2018 pra frente achei bem mais silenciosa que a minha e a única coisa que vejo q não orna no carro e o volante, tradicional e parece gigante, mas se usassem um idêntico o da Silverado americana resolveria o problema.
O maior problema do carro está na revenda, carro perde muito valor é muito difícil de revender.

Avatar
Marcos lima 24 de agosto de 2020

Esse carro tem dois defeitos: o fundo dele é feio e o outro defeito é eu não ter um…kkkkk o resto agente ajeita!!!

Avatar
Marcelo 24 de agosto de 2020

A todos que desdenham e falam mal: também não tenho dinheiro pra comprar uma!

Avatar
Márcio 24 de agosto de 2020

Design da Trailblazer é top. Espaço interno sem comentários. Terceira fila de bancos cabe adultos com as pernas normais, sem ficar para o alto, com mesmo conforto da segunda fila. Essa mudança do CarPlay sem fio é legal, pois entrar e não ter que conectar fio é bem melhor. Deixo o meu fio conectado na usb do console entre os bancos, mas na correria para sair logo, às vezes não conecto. O que sinto falta na minha é chave presencial e carregamento de celular wireless. Um carro nesse valor merece esses mimos.

Avatar
Paulo 24 de agosto de 2020

Pagar 270 mil em um suv que não oferece nada de novo, só se for piada. 100 mil a menos vc compra Tiggo 8 bem mais requintado e sofisticado. Pena que vem da China.

Avatar
antonio jnior 24 de agosto de 2020

E vai continuar com estofamento cinza horrivel e painel antigasso??????

Avatar
Gustavo Ferraz Ribeiro 24 de agosto de 2020

Antigo pa carai !

Avatar
Marcio 24 de agosto de 2020

Antigo? Tenha a primeira e depois comente. Ande em qualquer carrinho que vc acha moderninho e depois em uma Trailblazer, motor 200cv, torque de 51Kgf que nos semáforos dá dó dos carrinhos “modernos”. Esse carro me atende em tudo. Viagem com e sem família, pouca ou muita mala, terra ou asfalto. Detalhe, defeito zero.

Avatar
Newton 24 de agosto de 2020

Nas arrancadas passa raiva até nas motos de médio porte. Carro tem pegada né Márcio???

Avatar
Marcio 24 de agosto de 2020

Estofamento cinza? Antônio, pelo jeito nunca entrou em uma Trailblazer. Já estou na minha segunda 17/18 e esperando a nova com facelift chegar para trocar. O estofamento desse carro é espetacular, um dos charmes do carro. Não tem nada de cinza, é marrom com preto.

Avatar
jorge 24 de agosto de 2020

antigaço

Avatar
Deixe um comentário