Cliente BYD sofre com falta de peças e reclamações disparam

Registros explodem no portal de defesa do consumidor Reclame Aqui, devido a falta de peças e mau atendimento nas revendas

byd tan byd han byd dolphin yuan
Com gama ampla e preços agressivos, BYD conquistou o mercado e também reclamações (Foto: BYD | Divulgação)
Por AutoPapo
Publicado em 23/02/2024 às 17h03

Quando se fala em carro elétrico no Brasil, a marca chinesa BYD se tornou referência. A fabricante caiu no gosto do consumidor ao trazer o compacto Dolphin com preço agressivo, que forçou a concorrência a rever seus preços.

VEJA TAMBÉM:

A estratégia deu certo e as vendas da BYD dispararam. O problema é que o pós-venda aparentemente não acompanhou a toada da equipe de marketing. O que não faltam são reclamações no portal Reclame Aqui.

As reclamações em sua maioria se referem a mau atendimento, assim como atrasos nas entregas e falta de peças de reposição. Em uma das reclamações mais recentes, de 22 de fevereiro, o usuário do portal relatou que deixou seu BYD na concessionária em 15 de dezembro de 2023. O último contato teria ocorrido em janeiro, via WhatsApp e depois disso ele não consegue mais falar com a empresa.

reclamações byd 01
Reclamações sobre o pós-venda da BYD disparam no Reclame Aqui (Foto: Reprodução | Reclame Aqui)

“Deixei meu carro na concessionária em dezembro. Entrei em contato em janeiro de 2024 via WhatsApp e me deram um prazo de 15 a 20 para apenas uma peça chegar. Um mês depois entrei em contato novamente e simplesmente estão me ignorando há 8 dias. Não consigo nenhuma resposta via WhatsApp ou via telefone. Não sei onde está meu carro, não consigo falar com ninguém, vou registrar um boletim de ocorrência já que aparentemente meu carro sumiu”, fecha a reclamação.

Tentamos contato com a revenda, mas o atendimento virtual derruba a ligação quando se pede para transferir nos demais setores do menu.

Bolha no pneu

Outro cliente também publicou sua indignação no Reclame Aqui. No fim de janeiro ele foi até a revenda em Ribeirão Preto, para trocar o pneu que estava com uma bolha.

A revenda alegou que o avaria não seria coberta pela garantia, uma vez que o carro poderia ter passado por um buraco. O consumidor disse que arcaria com o novo pneu e foi surpreendido com a resposta de que não tinham unidades sobressalentes em estoque.

reclamacoes byd reclame aqui
Reclamações por falta de pneus são comuns no portal de atendimento ao consumidor (Foto: Reprodução | Reclame Aqui)

O cliente conta que foi orientado a comprar um pneu “semelhante” ao dele. A sugestão dada na revenda inclusive é perigosa. Carros elétricos demandam pneus específicos devido ao peso extra da bateria e também de composto adequado para reduzir atrito para ampliar alcance, isso sem falar que o pneu comum no elétrico tem maior desgaste. Ainda segundo o consumidor, já se passaram 20 dias e até o momento não há previsão de chegada do pneu específico do modelo.

Outro consumidor conta que seu pneu estourou e ele passou a noite na estrada a espera de atendimento e quando o carro foi rebocado para a revenda, não tinha um pneu disponível.

Atendimento engrossa reclamações contra a BYD

Grande parte das reclamações dos clientes da marca se refere a falhas de atendimento. Não conseguir falar nas autorizadas se tornou um problema recorrente. E fomos conferir. Tentamos contato com algumas revendas, muitas delas a ligação não completava. Outras a chamada caia na hora de selecionar o setor no menu.

Conseguimos falar com o atendimento de autopeças de uma das lojas de São Paulo. No entanto, o atendente não foi capaz de informar sobre disponibilidade de peças pois o sistema estava fora do ar. Questionado sobre a demora na entrega das peças, o atendente disse que após o pedido confirmado, seria necessário aguardar de três semanas a um mês para a entrega do item. Mas adiantou que sua revenda não recebe peças há mais de duas semanas.

Nas redes sociais, usuários também não poupam a marca em suas postagens. As reclamações são variadas, mas sempre com foco na qualidade do atendimento e demora na expedição de peças.

reclamacoes byd portal
Atendimento da BYD é criticado também nas redes (Arte: Ernani Abrahão | AutoPapo)

Questionamos a BYD sobre as reclamações dos consumidores. Em nota a marca afirma que acompanha rotineiramente o processo logístico de peças para atender aos clientes.

A BYD conta com uma estrutura dedicada para peças de reposição desde 2021, data do início das operações no Brasil. Este tema tem sido acompanhado diariamente pelo Pós-Vendas Brasil. Nosso centro de distribuição, localizado em Cariacica (ES), possui estoque e área suficiente para armazenagem de todos os modelos que são comercializados atualmente”.

Sobre a disponibilidade do pneu, a BYD garante que a rede foi orientada sobre as opções compatíveis com cada modelo. “Com relação aos pneus, a rede de concessionárias está ciente da compatibilidade de opções disponíveis no mercado local, que atendem as especificações principais”, afirma. .

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
103 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Aloizio Barros de Souza 7 de março de 2024

Pesquisa recente no EUA, mostra que 39% dos americanos que adquiriram carros elétricos, querem voltar para o carro à combustão e 48% para os carros híbridos. Ou seja, 87% não estão satisfeitos com seus carrinhos de brinquedo à bateria. O motivo? Preço das baterias, manutenção cara, pontos de carregamento e autonomia. Resumindo, uma porcaria!

Avatar
Scala 24 de março de 2024

Na verdade, quem vai com muita sede ao pote, quebra o pote e fica com sede! Será que todos serão cobaias para os chinas????

Avatar
Aloizio Barros de Souza 25 de março de 2024

Muitos serão cobaias. É o modismo. Todos querem estar dentro da moda e o hoje a moda é o carro elétrico. Quem tem se sente engajado, fazendo parte do “seleto” grupo dos que se preocupam com a natureza, os politicamente corretos e vai por ai afora. Ainda é muito cedo para apostar tanta grana num carro elétrico. Melhor deixar os apressadinhos como você falou irem com sede ao pote e assim o mercado acomodar. Quando estiver acomodado ai sim é hora de decidir o que fazer e até lá outras opções surgirão.

Avatar
Aloizio Barros de Souza 7 de março de 2024

Esta mais para DYD: “Destroy Your Dreams”

Avatar
jorge luis bogdanov kussarev.'. 1 de março de 2024

Quero não. Já me basta o celular na tomada encarecendo minha conta de energia elétrica… Deixa ficar mais velhinho e mais barato, vamos ver quantos sobrevivem. E pós-venda é horrível em qualquer setor ! Automóvel, eletrodoméstico, imóvel…não importa ! Sempre será horrível, pois o único objetivo é VENDER !

Avatar
Aloizio Barros de Souza 7 de março de 2024

Penso o mesmo. Ainda é muito cedo para embarcar de cara nos elétricos com os preços lá em cima, pós venda ainda em montagem, baterias com preço exorbitantes e manutenção que não sabemos ainda o que fazer e pior, ONDE!

Avatar
Pedro Carlos de Faria Pinto 1 de março de 2024

O pós venda sempre foi o calcanhar de Aquiles das montadoras. Nem sempre por culpa delas mas da rede de assistência. Se você for a uma revenda comprar um carro, o tratamento é VIP. Mas se for levar o carro pra revisão, tá ferrado.

Avatar
Renato 1 de março de 2024

Acho que estão plantando noticias falsas, inclusive no site do consumidor, precisei de uma peça ultimamente no song por conta de um buraco na estrada e tudo certo. Isso está com cara de noticia comprada.

Avatar
Gabriel 1 de março de 2024

E o seu comentário está com cara de comentário comprado…

Avatar
fabricio 6 de março de 2024

kkkkk, verdade

Avatar
Aloizio Barros de Souza 7 de março de 2024

Hahahaha.

Avatar
Marcelo 1 de março de 2024

O carro elétrico hoje é como um celular tijolão dos anos 90. Caro porque é novidade e com tecnologia ainda engatinhando. É o futuro, obviamente, mas ainda falta muita tecnologia de baterias mais leves, compactas e duráveis e motores mais calibrados. Até lá as opiniões vão ser divididas como vejo nos comentários aqui. Por enquanto prefiro meu ka 20 que não custa uma fortuna, ao contrário dos “recl@ames @aqui” é um ótimo compacto, não ocupa muito espaço, paga pouco seguro e ipva, viaja de boa a 120, 130 e é econômico. Pagar caro é para quem pode. Pobre como eu tem que se virar….

Avatar
Gabriel 7 de março de 2024

O carro elétrico não vai ficar mais barato, e não irá se popularizar. Lembre-se que o carro elétrico já teve mais tempo para se desenvolver que os carros a combustão, e o mesmo serve para as baterias. O problema do carro elétrico é o fato de que baterias não armazenam eletricidade, e sim energia química. Os fabricantes tentam resolver isso colocando mais baterias, e acabam tornando os carros mais caros, impedindo a popularização.

Avatar
Claudio 1 de março de 2024

é de lascar , todo início é difícil todos sabem porém a MÍDIA que ganha DIM DIM dos concorrentes pra falar mal não ajudam… Ao invés de fomentar eles denigrem a favor dos grandes tentando influenciar os possíveis compradores ! Não adianta… Mascarar tem carrinho descartável no mercado que nem reposição tem… IPOCRITAS

Avatar
Scala 24 de março de 2024

Não seja hipócrita!!!

Avatar
DOUGLAS ALEX 29 de fevereiro de 2024

Sei não, essa matéria tem um ar manipulador. Tenho ouvido vários relatos positivos destes elétricos, pós-vendas e afins.
Continuo com o meu carro a combustão, cuspindo dióxido de carbono à revelia, fod@-se os Greenpeace e ecologistas.

Avatar
Elioricardoalves 1 de março de 2024

Infelizmente o modelo e de fora importado em lojas de usados tem aos poucos desses modelos elétricos as pessoas estão com receio de comprar motivo ? as baterias se for trocar todo o conjunto não é barato e muito caro dizem ser atenção depende do for trocado pode chegar a 50 por cento do valor do veiculo

Avatar
Paulinho 29 de fevereiro de 2024

Carro elétrico pra mim só se for senti deiz vorti pra mim liga nos bocal aqui di casa.

Avatar
Gabriel 1 de março de 2024

Dá pra carregar diversos modelos em tomadas 110v, só vai demorar pra burro…

Avatar
Gustavo 29 de fevereiro de 2024

Eu não tenho pena destes caras que compram estas porcarias e depois ficam reclamando que não presta. Já sabiam que carro chines é pura enganação, e elétrico então nem se fala, eu não compro mais nada chines, eles que fiquem com essas drogas para eles. Carro é a combustão, híbrido, americano, alemão, estão a anos luz na frente destes picaretas comunistas chineses. Mas brasileiro é assim mesmo, sabe que é bomba e continua acreditando, é que nem quem fez o L, agora aguenta o safado…

Avatar
Aloizio Barros de Souza 7 de março de 2024

Pelo visto esse chinês é o nono Lada. Agora “Lada” chinês.

Avatar
Fabricio 29 de fevereiro de 2024

Por essas e outras, estou trocando meu carro no próximo mês, mas com certeza será outro a combustão, não um elétrico.
Ainda tem muito chão pela frente até que a eletrificação dos automóveis esteja num patamar mínimo que gere confiança do consumidor no produto.
A chinezada ainda tem muito que aprender no quesito relações com o mercado.
Talvez na China seja diferente, mas um produto se destaca não apenas pela sua qualidade, mas principalmente pelo seu pós venda.

Avatar
Elioricardoalves 1 de março de 2024

Olha Fabrício já existe relatos de problemas com suporte ainda mais por ser um produto importado a ideia e boa mas deveria ser um produto genuinamente do Brasil mas tem seus problemas com as baterias sistema de carregadores tem que adquirir por fora e não é pechincha e suporte de onde carregar nas ruas ainda vou de fiat idéia por um bom tempo,não sou contra isso mais tem que melhorar e muito

Avatar
Rogerio 29 de fevereiro de 2024

Muito marketing chinês para desovar um carro duvidosamente ecológico e sem Aftermarket decente ! Carro elétrico é para quem roda muito taxista ou Uberista , só assim se paga ( espero) e não para riquinhos Fan boys que tem dinheiro para desfilar de motorzinho de dentista pela rua !

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 29 de fevereiro de 2024

O Lada chinês! Viva o bom e velho carro à combustão, americano ou alemão, não importa. Chinês é lixo!

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 29 de fevereiro de 2024

Outro dia encontrei com um BYD na estrada, parado, faróis acesos, pisca ligado e a motorista desesperada. Por sorte eu a conheço, aliás, conheci o carro, pois é o único de minha pequena cidade. Parei para socorre-la e ela nervosa não sabia o que fazer, para dar partida no carro que simplesmente parou e pronto. A bateria mostrava acima da metade de carga e o carro aparentemente deu uma pane. Tentei desligar os faróis (para economizar não sei o que) e nada obedecia. Tentamos de tudo e nada. Acionamos o guincho do seguro dela e agora ela está sem carro e andando com o bom e velho carro do marido que à combustão. Há, ela perdeu a consulta médica que tinha naquele dia.

Avatar
Gabriel 1 de março de 2024

Isso mostra que o software de gerenciamento de tempo real do carro tem problemas, e isso é extremamente perigoso.

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 2 de março de 2024

Creio que sim. Ela ainda não obteve um diagnóstico do que aconteceu. O carro está na autorizada há mais de 15 dias e nenhuma resposta até o momento.

Avatar
Santiago 26 de fevereiro de 2024

A BYD é nova no mercado, e todos os seus modelos são importados (assim como todas as peças e componentes dos seus veículos). Qualquer marca que opere somente com importados têm esses perrengues, inclusive aquelas marcas premium mais antigas e já conhecidas.
Independente disso eu não sou fã de veículos elétricos a bateria, não me passam confiança alguma. Ainda mais por ser algo que se tenta impor no curto prazo, na base de discursos pseudo-ecologicos, de modismos e de muita midia. Querem nos convencer de que isso seja o futuro, mas não convencem.

Avatar
Diego 26 de fevereiro de 2024

A eletricidade faz parte do futuro do automóvel, não há dúvida. O que não acredito é essa guinada repentina para elétricos puros no presente. Até a GM, que é uma gigante, já voltou atrás. O veículo a combustão demorou mais de 120 anos pra chegar no estágio de evolução que está. Imagina o elétrico, o quanto falta ainda. Provavelmente haverá uma virada muito grande quando as baterias sólidas serão implantas nos veículos e seu custo for viável nessa indústria. Mas, até lá, tá difícil. Quanto aos problemas, já era esperado. O que eu não esperava é pesquisas demonstrarem que o veículo elétrico apresenta mais problemas que o veículo à combustão. A teoria do Boris não está se provando aqui.

Avatar
Gabriel 1 de março de 2024

A tração primária elétrica já está pronta desde meados do seculo 19, e sempre teve melhor desempenho e eficiência se comparada aos motores a combustão de cada época. O único problema real da tração primária elétrica é a alimentação. Baterias não armazenam energia elétrica, mas sim energia quimica, e esse simples fato torna as baterias inadequadas para o perfil de carga e descarga de um veículo plug-in. Os fabricantes estão tentando resolver esse problema da mesma forma que tentaram no início do século 20 e nos anos de 1970 e 1990: Enchendo os carros de baterias, colocando motores cada vez mais potentes para arrastar essas baterias, e bugigangas tecnológicas cada vez mais complexas para compensar o alto preço dos carros. Sempre que isso aconteceu, o carro elétrico se tornou um produto para um nicho de mercado cada vez menor e então desapareceu por mais algumas décadas. Agora parece haver pessoas ricas em volume suficiente para comprá-los, mas a popularização e a adoção em massa seguem impossíveis.

Avatar
Rafales 26 de fevereiro de 2024

Só o tempo dirá se o elétrico vai ser oque promete. Não torço contra mas acredito que quando precisar vender vai ser um pouco difícil devido ao preço da bateria. Cada um sabe oque faz com o seu dinheiro.

Avatar
Jair 25 de fevereiro de 2024

A história do Lada se repete após 30 anos, BYD, bye bye dream

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 29 de fevereiro de 2024

Concordo plenamente! Viva o bom e velho carro americano ou alemão!

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 7 de março de 2024

Boa! Esta mais para DYD: “Destroy Your Dreams”

Avatar
Alencar costa 25 de fevereiro de 2024

Passo longe de carro elétrico!

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 29 de fevereiro de 2024

Idem!

Avatar
RPD 7 de março de 2024

Idem.

Avatar
Carlos 25 de fevereiro de 2024

As montadoras nacionais mandaram produzir esta matéria para denegrir as chinesas.

Deveriam ir pedir para seu presidente do amor pra baixar os impostos e ter preços competitivos.

Mas não, sabe o que elas fizeram, pediram ao seu presidente do amor para voltar com imposto de importação.

Onde esta o discurso de proteção ao meio ambiente que este governo propaga ?

Avatar
Emilio 29 de fevereiro de 2024

Esse Desgoverno da Narrativa nao estah nem ai pro meio ambiente haja vista as queimadas na Amazonia qye agora estao imensas e ele nao destina 1 centavo para combate-las mas para seu partido e fundao eleitoral ele destina bilhoes pelo poder que tenta a qualquer custo ou seja meio ambiente pra lula e nads eh nada

Avatar
RPD 7 de março de 2024

Ô gado inocente, deixa de ser estúpido! Você também acha que carro elétrico beneficia meio ambiente, animal? De onde e como você acha que surgem as baterias e a energia elétrica que alimenta as mesmas? Você acha mesmo que mineração pra produzir bateria é benéfica pro meio ambiente? Acha que o país sobrevive sem apagão se ligar toda a frota “na tomada”? Somos um país altivo e soberano, e não vamos cair na esparrela de carro elétrico para agradar país de primeiro mundo que não tem petróleo disponível. Justo agora que os BRICS agregam grandes produtores, acha que vamos ceder pra modinha de carro elétrico? Acorda!!!

Avatar
Carlos 11 de março de 2024

cara, vai com calma. Cada um tem seu ponto de vista aqui nos comentários, procure não tentar fazer ofensas gratuitas.

Avatar
WCM 25 de fevereiro de 2024

Matéria que parece ter sido comprada pelas concorrentes que entregam produtos inferiores e mais caros. Por é só olhar o reclame aqui que tem milhares dd reclamações das 4 principais montadoras que estão no Brasil a anos e sempre produziram o que tinham de pior no mundo aqui no Brasil e sempre venderam tudo muito caro.

Avatar
Tobias 25 de fevereiro de 2024

Tem reclamações? Tem. O que importa mais é a maneira que vão resolver e com agilidade. Todas marcas estão no reclame aqui, as de combustão também. Eu aguardarei mais alguns anos para pegar um elétrico, isso se vingar. Mas eu defendo concorrência para que preços baixem.

Avatar
João Batista Campos 25 de fevereiro de 2024

Compramos um Dolphin e ele supera em muito os veículo em sua categoria de preço. Observo comentários onde o ressentimento é visível e tão pueril quanto os dos carroceiros quando da invenção do automóvel. Minha única crítica é a disponibilidade de mais postos para recarga. Um veículo que me fez alguns outros como verdadeiras latas com rodinhas. Parabéns a BYD.

Avatar
Irlan 25 de fevereiro de 2024

Então o “reclame aqui” está inventando reclamações? Pois lá está cheio de reclamações sobre o mau atendimento e falta de peças

Avatar
Emilio 29 de fevereiro de 2024

Teclsma aqui mostra a realidade do que se passa mas tem aqueles que por ideologia querem passar pano portsnto bem vindo a narrativa hipocrita

Avatar
Gabriel 7 de março de 2024

O problema não é a quantidade de postos de recarga nem a autonomia dos carros. O problema está no fato de que baterias não armazenam eletricidade, e sim energia química. Como consequência, o carro demora para carregar, e os fabricantes aumentam cada vez mais a autonomia, deixando o carro cada vez mais caro. O carro elétrico existe desde o final do seculo 19, mas nunca conseguiram popularizar, justamente por causa disso.

Avatar
Alexandre 24 de fevereiro de 2024

Quem compra um Honda, jamais vai comprar esse lixoooo

Avatar
Tobias 25 de fevereiro de 2024

Grande coisa. Kkkkk

Avatar
Alexandre 24 de fevereiro de 2024

Eu falei desde o início kkk isso.e a maior furada, quem vai comprar de segunda mão???
Na Europa está tudo encalhado.
Tem que todos entrar com uma ação conjunta e fazer eles comprar os carros de novo. Se vc pegar a metade de volta entrega essa bosta e paga promessa.

Avatar
Waslon 24 de fevereiro de 2024

Pobre nunca vai pagar R$ 150 mil num carro. Quem está comprando tem bala na agulha para um eventual prejuízo.

Avatar
Monique 24 de fevereiro de 2024

Quem comprou kkk comprou pra aparecer então bem feito agora liga na tomada pra ligar o rádio kkkk que palhaçada é os trouxas caíram no papinho

Avatar
Emilio 29 de fevereiro de 2024

Exatamente isso kkkkkkm Parabens

Avatar
Monique 24 de fevereiro de 2024

Quem comprou kkk comprou pra aparecer então bem feito agora liga na tomada pra ligar o rádio kkkk que palhaçada é os trouxas caíram

Avatar
Carlos bauer 25 de fevereiro de 2024

Voce se lembra de televisao a valvula preto e branco hoje voce tem 8 k se liga nos carros vai ser a mesma coisa

Avatar
Edu Rocha 24 de fevereiro de 2024

Faltou apenas uma relação isenta de jeton, que seria um comparativo de desempenho com uma vw ou Fiat, as duas com décadas de brasil já estão tomando pau no reclame aqui também.

Avatar
Luís Fernando Machado de Oliveira 24 de fevereiro de 2024

Quando se nasce já se sabe que também se morre e nem por isso se deixa de viver. Se não tiver dinheiro pra comprar outro carro em alguns anos não se arrisque continue com o que tem .

Avatar
Nelson martins 24 de fevereiro de 2024

Veja como é a imprensa, ontem tinha uma matéria sobre esse carro que é uma .maravilha, depois uma falando da garantia do carro que tem muitas regras que o consumidor pode perder e agora essa, onde anda o pessoal de marketing da empresa???

Avatar
Bruno 24 de fevereiro de 2024

Antes das chinesas entrarem aqui, vi kwid eletrico por volta de 170 mil, hj já caiu 70 mil, descontao ? Não só mostrou que somos descaradamente surupiados pelas montadoras, e o governo faz o que ? Só ri da nossa cara por que o imposto eles recebem de boa, agora ainda têm gente que reclama do progresso… quero ver agora um carro chinês de 50 mil para sacudir o mercado quero ver os mobi/c3/onix/208/kwid… darem desconto de 20 mil nos carros encalhados e ainda veremos gente reclamando…

Avatar
Azelino F B Lima 24 de fevereiro de 2024

Mal atendimento e falta de peças é algo comum nas concessionárias, de forma geral! Isso não é exclusividade da BYD. Portanto, isso me parece uma matéria tendenciosa, de quem não está conseguindo acompanhar as chinesas…

PS: “Mau é o antônimo de bom, sendo, portanto, um adjetivo. Mal é o antônimo de bem e pode ser uma conjunção, um advérbio ou um substantivo comum”

Veja mais sobre “Mau ou mal?” em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/mau-ou-mal.htm

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 29 de fevereiro de 2024

Viva a boa e velha VW. Peça em cada esquina.

Avatar
Jorge Nicolau 24 de fevereiro de 2024

Depois de 5 ou 6 anos de uso, a única vantagem do carro elétrico é que ele é bem mais pesado e vale mais no ferro velho, afinal lá eles pagam pelo peso. Tá balato, complem

Avatar
Lucas V. Araújo 25 de fevereiro de 2024

Kkkkkkkkk

Que matéria comprada e tendenciosa! Chega a ser de uma falta de ética inenarrável. Então meu senhor, me mostre MONTADORA, que não possui nenhuma reclamação no reclame aqui e que não tenha entregado um carro com defeitos de fabricação.

Outras pessoas vibrando com a materia:

“Passo longe de carro eletrico”; “mete seu carro na tomada e vai ouvir radio”; “carro eletrico é mais pesado, vale mais no ferro velho”..

Comentários de um bando de recalcados, proprietários de Fiat 147, Verona, dentre outras antiguidades má conservadas, e que NÃO POSSUEI CACIFE pra comprarem um eletrico.

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 29 de fevereiro de 2024

Pelo comentário suponho ser um feliz dono de um Porsche Taycan 2024. Continuo com meu bom e confiável T-Cross 2020. Peça de reposição em cada esquina e até no buteco do portuga.

Avatar
Lucas v. Araújo 29 de fevereiro de 2024

Se sentiu ofendido Aloizio Barros? Entendo.. não precisava justificar teu carro para se sentir justificar algum complexo de inferioridade.

Felizmente tenho um carro interessante, porém não é um elétrico. Mas para matar a tua curiosidade, o EX30 está nos meus planos.

Avatar
Alencar Costa 1 de março de 2024

Passo longe …: BMW 320i 2023(zero) tá bom pra você?

Avatar
Lucas v. Araújo 2 de março de 2024

Alencar Costa, deixa de ser mentiroso!!! Kkkk

Avatar
Daniel F Oliveira 1 de março de 2024

kkkkkk

Avatar
Manuel Ferreira 24 de fevereiro de 2024

Não quero ser pessimista, mas eu não compraria um BYD usado, muito menos de sua compatriota Chery. Era absolutamente previsível que isto fosse acontecer. Para não dizerem que falo sem propriedade, estudei várias marcas de elétricos e híbridos. Fiquei com o bom e velho Jeep Compass, em sua versão 4xE híbrida. Desejo que logo a BYD abra a sua fábrica no Brasil e reverta esta situação com os clientes. Obrigado.

Avatar
Luiz 24 de fevereiro de 2024

Cara vê só eu assim que li essa matéria fui no site reclame aqui a respeito do Dolohin e tudo o que eu vi foram reclamações de atendimento e das funcionalidades da central multimídia, mas nada a respeito de peças, eu conheço uma pessoa que tem um Dolohin e ele diz está super satisfeito com o carro e que foi a melhor compra que ele fez na vida, eu entendo que esse lance de carro elétrico é ainda muito recente e que de fato só o tempo é que vai dizer se a compra que ele fez foi boa ou ruim, mas em linhas gerais quer os entusiastas de carros a combustão queiram ou não o carro elétrico é uma realidade inquestionável e o futuro da indústria automobilística.

Avatar
Manuel Ferreira 24 de fevereiro de 2024

Você deve estar de má fé ou ignorância aos fatos. Basta entrar no Reclame aqui e ver centenas de reclamações, muitas mencionando falhas no atendimento e outras tantas sobre atraso na reposição de peças. Não estou dizendo que a empresa não seja idônea ou que não busque a solução. Aliás, ela tem uma boa taxa de respostas aos clientes deste canal.

Avatar
Luiz Penzo 24 de fevereiro de 2024

Muita reportagem com viés. E essa é uma delas. Do mesmo modo em que influencers que jogam confete para algumas marcas, e ganham pra isso; há repostagem que – claramente – são enviesadas para atacar. O equilíbrio sempre é o melhor caminho. Quanto a falta de peças pode ser um problema; porém, na prática ainda não vejo isso acontecendo no meio que convivo. Sou de Curitiba e não conheço proprietários de marcas chinesas como GWM e BYD reclamarem, MAs, quem compra, deve imaginar que isso possa ser um risco.

Avatar
Antônio Fernandes 24 de fevereiro de 2024

Amigo Luís carro elétrico não será o futuro pois não há reservas de lítio para produzir tantas baterias.

Avatar
Bruno 24 de fevereiro de 2024

Nada é para sempre, tudo deverá tem um substituto, assim como a gasolina, o lítio também deverá ter um substituto, na verdade já tem e só dá um Google que as pesquisas já estam entrando em fase de testes para novas fontes nas baterias “solidas”…

Avatar
Daniel 1 de março de 2024

Concordo, e mesmo que se tivesse lítio, quem vai gerar a eletricidade geradores a Diesel ou termoelétrica a carvão.

Avatar
João Paulo 24 de fevereiro de 2024

Já…?!?!? Tomara que resolvam logo essa situação.

Avatar
BYD 24 de fevereiro de 2024

Acredita quem quer, quase não tem jogo de interesses no mercado em geral, o quanto o mercado foi impactado em 2023 com a chegada do Dolphin. Muito inocente quem simplesmente acredita nestas fake news sem fazer uma pesquisa a fundo se tem fundamento. Este site é um veiculo de desinformação, parabéns pela ignorância dos que acreditam cegamente.

Avatar
Kratos 24 de fevereiro de 2024

Imagina quem comprou essa BOMBA XING LING… Na garantia essa dor de cabeça… Depois de 5 anos de dor de cabeça é deixar ele Jogado na Garagem pra jogar TETRIS e rezar para a Bateria ainda ter carga para iluminar a tela kkkk… Quem comprou se fude.u pois ninguém vai querer essa bomba usada… Prefiro um MAREA 2.4 16V

Avatar
Ronaldo 24 de fevereiro de 2024

Hahahahahau boa tétrico, Spice invadir

Avatar
Blabla 24 de fevereiro de 2024

É.. A tentativa de destruição da reputação da byd pelas atuais marcas “grandes” daqui já começou.. Querem continuar vendendo porcarias jurássicas do como City, yaris, corolla, onix, cronos, virtus e tantos outros por 120..150..200 mil reais.. Um corolla cross hj de míseros 120cv e com desempenho inferior a um palio 1.6 1997 custa + de 200k.. Aí vem a byd e gwm e te entrega carros espetsculares com 200..300 até 500cv custando entre 150k e 290k.. Não se enganem pessoal.. O cartel das montadoras está aí.. Querem continuar vendendo sucatas p cá.. Eu tinha bmw e fui trocar a minha e resolvi comprar um byd seal no lugar.. Paguei 298k nele.. A mesma bmw p manter potência e equipamentos me cobraria no mínimo 600k (teria q ser uma m340i.. Q ainda é inferior em potência, espaço e outras tecnologias).. Ipva do meu carro é grátis.. Consumo 0 (elétrico e tenho fotovoltaica em casa).. Revisões 0 (ganhei grátis por muitos anos).. Agora pergunte o custo de manutenção de um bmw de quase 600k.. Abram os olhos para as mentiras! O q a montadora tem a ver com um animal q cai num buraco e estoura pneu? Kkk

Avatar
Anderson 24 de fevereiro de 2024

A turma do Pálio 98 enlouquece porque não consegue comprar um. Ponto.

Avatar
Kratos 24 de fevereiro de 2024

Palio 98 vende… Essa porcaria xing ling não vai servir nem para jogar TETRIS pois é jogar na garagem pra juntar mosquitos kkkk chupaaa essa manga 😉

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 29 de fevereiro de 2024

Boa! Esse é o “Lada” chinês.

Avatar
Roberto 24 de fevereiro de 2024

Praticamente tudo resolvido

Avatar
Fernando 24 de fevereiro de 2024

… muito estranho que não publiquem reclamações de proprietário de BMW e Mercedes, onde é comum os pneus fazerem bolhas, e não estamos falando de carros elétricos, mais pesados…assim como é comum injeção com problemas , no caso elétricos estão livres disso, não tenho um chinês, mas acho que estão incomodando muito, e já começam as matérias pagas para denegrir um produto q outras montadoras não conseguem acompanhar, tanto no preço, como na qualidade.
Triste mídia de manipulação…

Avatar
Carlos 24 de fevereiro de 2024

É só comprar um chinês e ser feliz no reclameaqui depois.

Avatar
Fernando 24 de fevereiro de 2024

Isso é líquido e certo, me diga vc oq temos no mercado, sem ser chinês com o : preço, tecnologia, desempenho, eficiência, q não seja igual, mas ao menos perto do Haval H6 GT, e prometo q vou olhar com interesse…kkkk

Avatar
Ronaldo 24 de fevereiro de 2024

Não é matéria paga é realidade o Boris não é uma pessoa que denigre imagem de nada e apenas sincero

Avatar
Antônio Martins 24 de fevereiro de 2024

Tenho.um.Tiggo 8 Founders edition 2023 com 27000 km e um Mercedes GLC 43AMG 2020, digo com clareza que estou muito satisfeito com o carro chinês e pesando atendimento e peças de reposição o Chinês me surpreendeu muito com.a rapidez e atendimento da revenda Barigui, pois me.atenderam rápido e super bem para repor a borracha do teto que foi cortada na instalação da película. A Mercdrs já me deu muito mais trabalho.

Avatar
Fernando 24 de fevereiro de 2024

…. parabéns pelas aquisições, então, não tenho dúvidas q as grandes cias chinesas irão atender aí mercado de maneira melhor do q temos agora,nenhuma concessionária tem atendimento condizente com seu público, tanto veículos populares quanto Premium, sempre houve reclamações de todas, muito diferente do atendimento em países desenvolvidos… é a grande chance dos chineses dominarem mais esse mercado…

Avatar
Antônio Martins 24 de fevereiro de 2024

Tenho.um.Tiggo 8 Founders edition 2023 com 27000 km e um Mercedes GLC 43AMG 2020, digo com clareza que estou muito satisfeito com o carro chinês e pesando atendimento e peças de reposição o Chinês me surpreendeu muito com.a rapidez e atendimento da revenda Barigui, pois me.atenderam rápido e super bem para repor a borracha do teto que foi cortada na instalação da película. A Mercdrs já me deu muito mais trabalho.

Avatar
ALOIZIO BARROS DE SOUZA 29 de fevereiro de 2024

Tenho um Fusca edition 68 e uma Mercedes 1113 78 e não troco os dois por nada.

Avatar
ROMUALDO GARBOS 24 de fevereiro de 2024

Tenho Mercedes faz 4 anos, não tenho nada a reclamar, pelo contrário.

Avatar
Marcio 24 de fevereiro de 2024

Isso é só o começo, são bons carros mas a estrutura organizacional montada não foi suficiente para atender o grande volume de vendas, outra coisa é a desvalorização desses elétricos após 5 anos de uso, teremos um grande cemitério de sucatas, haja visto que o preço de uma bateria nova mais a depreciação do veículo o tornará incrivelmente barato., se o preço da bateria cair 50%, já dá para ser mais otimista.

Avatar
Willian 24 de fevereiro de 2024

Negada gosta de queimar, Brasil ne já sabe como é.

Avatar
Nilcas Castro 24 de fevereiro de 2024

Depois a Peugeot Citroën que levam a fama! Hahaha comple mais comple!

Avatar
Fabio 23 de fevereiro de 2024

Tenho um, melhor coisa que eu fiz…. no reclame aqui, tem mais de 80% resolvido. Cara de notícia fake. Hahahahahahha… chega a ser engraçado…

Avatar
Georges 24 de fevereiro de 2024

A Cherry/Caoa também começou assim. Tomara que se alinhem rápido para não queimar a imagem. E Haval? Seria bom termos uma avaliação. Agora, que esses elétricos fizeram os concorrentes chorarem mais uma mãozinha do governo e, misteriosamente, encontrarem um jeito de baixar seus preços…somos é uns otarios que todo mundo faz de besta.

Avatar
Augusto 23 de fevereiro de 2024

Complou polque quis!!! Agola o cholo é livle

Avatar
Rodrigo 23 de fevereiro de 2024

O barato sai caro…

Avatar
CantizaniJunior 24 de fevereiro de 2024

Infelizmente a matéria é realidade no Brasil que empresa chinesa chegar aqui os preço do carro nas alturas para pobre comprar um carro no primeiro acidente o carro ficar na oficina 10 meses ou mais por falta de peças e o pobre a pé .

Avatar
Airplane 23 de fevereiro de 2024

The dream is over !

Avatar
Deixe um comentário