Como cair em um buraco: dicas para essa situação indesejada

Os buracos nas vias são uma constante na vida dos brasileiros. O melhor a se fazer é desviar deles, mas existem vezes que isso é impossível

shutterstock volkswagen golf passa por buraco com a roda traseira
Época de chuvas faz aumentar a quantidade de buracos nas ruas (Foto: Shutterstock)
Por Eduardo Rodrigues
04 de dezembro de 2021 11:03

A legislação — e o bom senso — dizem para ficar sempre atento ao trânsito, com o fim de evitar acidentes. Mas no Brasil a atenção precisa ser redobrada para não passar com o carro por um buraco. Mas e se não for possível desviar e o impacto da roda com o buraco for inevitável?

O AutoPapo separou alguma dicas para você lidar com essa situação desagradável que pode acontecer com qualquer um. E não pense que está imune por ter um SUV ou uma picape, até esses carros mais altos podem sofrer com o impacto das crateras viárias do dia-a-dia.

VEJA TAMBÉM:

O que fazer ao volante quando for acertar um buraco

shutterstock ford pampa cai dentro de buraco
Se o buraco for desse tamanho, não tem muito o que ser feito (Foto: Shutterstock)

Antes é importante lembrar que carros vendidos no Brasil, principalmente os fabricados por aqui, recebem suspensão mais apta a sofrer impactos. No kit de tropicalização dos fabricantes entra uma altura em relação ao solo maior, amortecedor com batente hidráulico e componentes mais robustos.

A nossa primeira dica é a de não seguir o instinto de pisar no freio, apenas solte o acelerador. Se frear, a dianteira do carro irá afundar, comprimindo a suspensão. A roda cai no buraco e depois precisa voltar, mas com a suspensão em fim de curso não terá como absorver esse impacto e quem sofrerá o choque será todo o carro.

Na chuva, rode mais devagar que o costume. A água pode esconder buracos, sem contar com a diminuição da aderência causada pelo piso molhado.

Depois do impacto

shutterstock opel astra passa por buraco em rua
Rodas grandes com pneus de perfil fino são mais sensíveis aos impactos (Foto: Shutterstock)

Caso o carro continue rodando normalmente, sem puxar a direção para algum lado ou aparecer alguma trepidação nova, siga o seu caminho. Quando chegar ao destino cheque os pneus por dentro e por fora atrás de bolhas, verifique também se as rodas trincaram (se forem de liga leve) ou amassaram (se forem de aço estampado).

Se o impacto causar alguma trepidação ou desalinhamento, pare o carro imediatamente e procure uma oficina. Um carro desalinhado tem sua estabilidade comprometida, aumenta o consumo de combustível e também o desgaste dos pneus.

Os danos às rodas e pneus

As bolhas nos pneus são causadas por impactos fortes a ponto de romper sua estrutura interna. Não existe reparo para essas bolhas, o mais seguro e trocar o pneu por um novo.

Uma trinca em uma roda de liga leve condena essa peça também. Existem oficinas que fazem reparos, o que sai por um preço atrativo perto do valor de uma roda nova, mas fuja dessa picaretagem. O reparo fica visualmente parecendo bom, mas pode existir trincas internas detectáveis apenas com um sofisticado aparelho de ultrassom possuídos apenas pelas fábricas.

E na hora de trocar por uma roda nova, tome cuidado com réplicas e dê preferência a uma original. Rodas de baixa qualidade possuem material mais poroso e menos resistente.

Rodas de aço estampado possuem a vantagem de poderem ser desamassadas. A atenção que esse tipo de roda precisa é para o balanceamento, que pode ser necessário após o reparo.

  • Vídeo mostra a diferença entre uma roda original e uma réplica na hora de encarar um buraco:

A suspensão é quem mais sofre com os buracos

O trabalho da suspensão é de receber impactos e, como já dissemos, os carros vendidos aqui recebem reforços para isso. Mas isso não significa que ela é blindada contra os buracos, os impactos acumulados podem reduzir a vida útil de seus componentes.

Se o carro não tiver batente hidráulico, será ouvido uma batida seca quando o amortecedor chegar ao final do curso. Esse tipo de batente foi criado no Brasil para acabar com as batidas secas de final de curso, tão comuns em nosso asfalto crocante.

Com o tempo pode aparecer desgaste acentuado nos pivôs e terminais da suspensão. O amortecedor de um carro que passa por muitos buracos também gasta mais rápido e exige trocas mais frequentes.

É possível preparar o carro para lidar melhor com buracos?

Um item bastante comum nos carros modernos são as rodas de diâmetro grande e com pneus de perfil fino. Apesar de deixarem o carro mais bonito e na moda, esse conjunto de roda e pneu é mais sensível a buracos.

Trocar as rodas por outras de diâmetro menor com pneus de perfil mais alto (sempre respeitando o diâmetro total do conjunto) trará um aumento em conforto, já que o flanco maior do pneu também irá ajudar a suspensão na absorção de impactos.

Na suspensão não existe muito o que se fazer. No mercado existem molas mais altas para carros com GNV e acessórios instalados entre os elos das molas que prometem deixar o carro mais alto. Esses itens irão alterar o funcionamento da suspensão e poderá deixar o carro menos seguro.

O mais seguro é sempre trocar as peças de desgaste por outras de marcas confiáveis ou recomendadas pelo fabricante. Manter o pneu sempre calibrado de acordo com o manual também ajuda na hora de absorver os impactos.

O Boris ensina a pedir um reembolso dos danos causados por um buraco:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Luís Gomes 10 de dezembro de 2021

Há algum tempo, vi em um forum o reparo de rodas de liga com solda, deveria ser na India. Questionei a qualidade do serviço e a segurança posterior. Os indianos acharam um absurdo eu nao gostar desse tipo de conserto, que não tinha problema algum. Reparem que tudo é uma questão de ponto de vi$ta.

Avatar
Deixe um comentário