Aprenda como fazer o emplacamento de carro ou moto

Listamos os documentos e processos necessários para o registro e emplacamento de um veículo 0km; valor varia de acordo com a região do proprietário

mão com luva usa chave de fenda para instalar placa de identificação veicular em automóvel
Só é permitido circular com o veículo sem placa do local da compra até o endereço de emplacamento (Foto: Shutterstock)
Por Laurie Andrade
29 de outubro de 2018 15:50
Matéria atualizada em 23 de novembro de 2021

De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), mais de 2,8 milhões de veículos novos foram emplacados no Brasil até outubro de 2021. Para auxiliar os proprietários de automóveis a realizar o processo de emplacamento de carro e moto sem contratar um despachante, explicamos o passo a passo detalhadamente.

LEIA MAIS

É preciso considerar que os emplacamentos são de responsabilidade do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e que, por essa razão, variam em cada estado. Antes de dar início ao pagamento das taxas, entre no site do Detran (link abaixo) e confira o detalhamento para a sua região.

Vale lembrar que devem ser registrados e emplacados os veículos tipo:

  • automóvel, camioneta e utilitário;
  • motocicleta, motoneta, ciclomotor e triciclo;
  • ônibus e micro-ônibus;
  • caminhonete, caminhão e caminhão trator; e
  • reboque e semirreboque.

No geral, não há mistério. Ao comprar o automóvel, retire os documentos na concessionária (nota fiscal do veículo e decalque do número do chassi). Depois, para realizar o emplacamento de carro, é preciso registrar o veículo. Os consumidores têm até 30 dias depois da emissão da nota fiscal para conseguir o documento.

Atenção! O primeiro registro não assegura o direito de transitar sem identificação.

O emplacamento deve ser imediato, porém, de acordo com a Resolução 04/1998 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), com redação dada pelas Resoluções 554/2015 e 698/2017, existem exceções. Se o veículo zero quilômetro não for adquirido no município ou estado onde será emplacado, o proprietário poderá se deslocar até o local onde o emplacamento será realizado em até 15 dias após a data de saída constante na nota fiscal.

Depois desse prazo, a ausência de identificação é considerada infração gravíssima com multa e apreensão do veículo.

Registro feito, é preciso procurar o Detran ou a Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) para dar início ao processo de emplacamento de carro ou moto.

Documentos necessários para emplacamento

  • Documento de identidade atualizado com CPF (original e cópia);
  • Ficha de Cadastro devidamente preenchida e assinada pelo proprietário do veículo;
  • Nota Fiscal do veículo (original);
  • Nota fiscal de aquisição das placas (original); e
  • Documento de Arrecadação Estadual pago.

Preencha o formulário do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), pague as taxas do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e do Seguro do Trânsito – Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).

Boletos pagos, basta se dirigir ao setor responsável pela emissão de Certificado de Registro do Veículo (CRV). Por fim, vá até um dos pontos de emplacamento do Detran mais próximo.

Valor do emplacamento de carros e motos

Desde a implementação das placas padrão Mercosul ou Placas de Identificação Veicular (PIV), não há regulamentação de preços cobrados pelas empresas estampadoras, sendo de livre escolha do proprietário do veículo se dirigir àquela de sua preferência. Antes de efetuar a compra das chapas, o motorista poderá pesquisar os valores cobrados pelas estampadoras.

Caso se sinta lesado pela cobrança de preços abusivos das novas placas, o proprietário do veículo deve procurar o Serviço de Proteção ao Consumidor (Procon) para registrar uma reclamação e obter orientações de como proceder.

O valor de todas as taxas e obrigações legais do Detran (listadas a seguir) pode ser pesquisado na Delegacia de Trânsito ou no site do Detran.

Pode-se dizer, então, que o valor do emplacamento de veículos depende da região em que é realizado. São taxas obrigatórias no processo de emplacamento de veículo:

  • Primeiro Registro do Veículo no Estado;
  • Taxa referente ao emplacamento (Em Minas Gerais, o valor é de R$ 193,26);
  • chapas padrão Mercosul;
  • IPVA; e
  • Personalização de placas (opcional).

Entenda melhor o registro de veículo 0km em seu estado

Você viu? O CTB sofreu algumas alterações! Boris comenta as mais importantes:

Foto Shutterstock | Reprodução

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Maria janailda dos santos souza 31 de agosto de 2021

Já fiz tudo direitinho no Detran, levei a documentação necessária pro emplacamento da moto, em quantos dias chega o documento da moto pra poder emplacar?

Avatar
Rosilene pereira Bonfim 1 de maio de 2021

Quero emplacar minha moto como faço

Avatar
Vandacelia 20 de agosto de 2020

Precisa abrir uma firma para emplaca moto

Avatar
João Alves sobrinho neto 28 de janeiro de 2021

Quero emplacar uma moto ela nunca foi emplacada

Avatar
José Amaral Silva Martins 28 de novembro de 2021

Quero emplacar uma moto ela nunca foi emplacada

Avatar
Deixe um comentário