Fiat 500 reestilizado pode vir para o Brasil

Lote do compacto acabou, mas pode voltar com o novo visual, apresentado na Europa em 2015, mas que nunca veio para o Brasil

Por AutoPapo 12/03/18 às 17h30
150703 fiat nuova 500 06

A Fiat deixou de vender o 500 no Brasil, mais uma vez. A oferta do compacto havia sido interrompida em 2015, mas voltou em agosto passado. Agora, o último lote, importado do México, chegou ao fim. Nossos parceiros do Autos Segredos, entretanto, descobriram que há possibilidade de o Fiat 500 reestilizado, vendido na Europa, seja o próximo a vir para o Brasil.

fiat 500 reestilizado vendido no mercado europeu desde 2015
Fiat 500 com a reestilização que recebeu em 2015, na Europa. Remodelagem nunca chegou ao Brasil.

O 500 continua disponível no site site da Fiat, mas só por lá. O Autos Segredos confirmou junto à fabricante que não há unidades do compacto disponíveis no país. Segundo a publicação, entretanto, a italiana está estudando seu retorno ao mercado, e uma das possibilidade é que o hatch volte com design reestilizado.

Procurada pelo AutoPapo, a Fiat confirma que o modelo está passando por análises. “Em 2017, tivemos um lote do Fiat 5OO que foi comercializado durante o segundo semestre. No momento, estamos estudando o modelo e sua possível nova oferta”, informa a fabricante, que não confirmou a vinda da reestilização.

Da última vez em que foi vendido, o 500 estava sendo oferecido em versão única, a Cult, com motor 1.4 EVO e preço sugerido de R$61.396. Na Europa, o pequenino recebeu uma reestilização em 2015 que, no entanto, nunca apareceu por aqui. Também foram lançadas, no “velho mundo”, diversas versões que nunca chegaram ao Brasil.

Na Europa, o Fiat 500 reestilizado conta com uma grade dianteira diferente, com elementos cromados e faróis redesenhados. Molduras cromadas acompanham as janelas na lateral. Na traseira, as diferenças são ainda mais chamativas, com lanternas modernas no formato de uma letra “O”.

Há ainda a versão 500C, com teto solar, a 500L, na configuração estendida de perua, e até mesmo a 500X, versão SUV. As configurações também estão sendo vendidas na linha Mirror, que equipa os veículos com um sistema de infotenimento mais moderno, o Uconnect, que se faz o espelhamento de smartphones, entre outros recursos.

Este ano, no Salão de Genebra, a Fiat introduziu ainda o 500 Collezione, com pintura em dois tons, elementos cromados na grade dianteira e teto solar.

O pequeno 500 foi inicialmente produzido em 1957 e logo se tornou um símbolo cultural, à maneira dos Mini, hoje vendidos pela BMW em versões modernizadas. Com projeto original da fabricante italiana, o compacto foi lançado como um City Car, ou “carro de cidade”, em tradução direta.

O modelo foi vendido por 18 anos, até passar por uma modernização a partir do conceito Trepiùno, apresentado em 2004. O 500, como o conhecemos hoje, começou a ser vendido em 2007.

Fotos Fiat | Divulgação

SOBRE
22 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
HARRY FRANÇÓIA 26 de novembro de 2019

Estou procurando um 500 automático com baixa quilometragem mas não acho. Tive um Abarth que adorava e acabei vendendo para um amigo. Gostaria que fosse automático, mas para o Brasil só vieram os mecânicos. Encontrei alguns acima de 30.000 kms mas quero com menos. Se alguém quiser vender e não achar que vale muito, me procure.

Avatar
Irahy 7 de dezembro de 2019

Tem quantos bancos?

Avatar
karla 4 de outubro de 2019

Eu comprei o meu em 2012 e foi paixão a primeira vista. Decidi vendê-lo em 2017, e sinceramente me arrependo muito, além de ter vendido barato quando comparo com os que estão a venda. Não a toa que to olhando para ver se ele volta. O FIAT TRAZ NOSSO PEQUENO GRANDE CARRO DE VOLTA, POR FAVOR!!!

Avatar
sergio 11 de agosto de 2019

Lamentável que a Fiat só faça besteira no Brasil. Tenho um 500 sport air, automático, 2013-2014 e não vendo por dinheiro nenhum e só troco se for por outro Fiat 500 automático. É relíquia da família. Depois que a Fiat deixou de trazer o 500, não entrei mais em uma concessionária Fiat. Não tem nenhum modelo que vale apena ir ver.

Avatar
osvaldo faria 6 de março de 2019

a fiat pisou na bola deixando de importar o fiat 500. ou!!!! acorda !!!!!

A

Avatar
Ary 25 de janeiro de 2019

Tenho um Cult 2014, não troco e não vendo. É um caro conceito para ficar na familia.

Avatar
jair rozendo da silva 16 de janeiro de 2019

tenho um 2012 cult pretendo esperar ele chegar o meu não vendo e só troco se for por um okm

Avatar
Raquel 31 de janeiro de 2019

Raquel koch – Tubarão Santa Catarina
Eu também tenho um, 2013cult. Adoro, só troco por outro mais novo. Meu câmbio mecânico. Agora quero um automático.

Avatar
Banda 12 de dezembro de 2018

O Fiat 500 é o carro perfeito para mulheres continuem a fábricar o pequeno tão querido e bom preciso comprar um do mesmo.nunca fui tão feliz dentro do 500 agradecida

Avatar
V Rabelo 20 de outubro de 2018

Que pena, queria trocar o meu por outro Novo. Não troco por nada.

Avatar
Ana Claudia 8 de setembro de 2018

Poxa… Eu esperando minha filha ter idade para não precisar mais da cadeirinha e caber num Fiat 500. Meu sonho de consumo é trocar minha IX35 por um compacto. Agora, descubro que não temos mais o Fiat 500. O jeito é aguardar mais um pouco.

Avatar
Sérgio 16 de agosto de 2018

A Fiat nesse caso erro feio…mesmo que nem todo mundo goste no Brasil podia evitar de vendelo só com motor aborto 1.4 16 v. Que só chupa gasolina e não anda nada. Na Itália Fiat 500 com esse motor não tem mercado..com razão

Avatar
Susi 4 de agosto de 2018

Tenho um 500 Cult 2014, sou apaixonada por ele, acho uma sacanagem não ser mais vendido no Brasil!!!! Fiat por fvr volte a vende-lo! Ah se alguém tiver dica de mecânico, como tmb de empresa especializada em troca do couro do volante me avisem! Obrigada

Avatar
Joao Leite 9 de julho de 2018

Tenho um cabrio 2014, excelente custo beneficio, ótimo carro, a Fiat tem que criar vergonha e continuar fabricando no México e importar este mito para nós brasileiros.

Avatar
icaro 15 de junho de 2018

Demoraram muito, gostava do fiat 500, mas comprei uma tucson, agora não saio tão cedo da hyundai, muita qualidade com preço justo.

Avatar
sergio 12 de junho de 2018

Uma pena. A Fiat não dá uma dentro. O Fiat 500 é o meu carro a mais de 6 anos. Atualmente tenho um sport air, automático, 2014, e gostaria muito de troca-lo por um zero. Só não troquei por um abarth porque não tinha automático. Uma pena. Se não for automático, NÃO compro. Pelo jeito vou partir para um mini cooper. Fazer o que.

Avatar
Marisa Aparecida Bonafé 22 de julho de 2018

Por favor, se você souber de notícias recentes sobre a venda novamente no Brasil você poderia me dar um toque?

Avatar
Marisa Aparecida Bonafé 22 de julho de 2018

Por favor, se souber de notícias recentes sobre a venda novamente no Brasil, poderia me dar um toque?

Avatar
Cotando Carro 13 de março de 2018

Demorou… Trocarei meu FIAT500 1.4EVO Cult Dualogic por um Picanto GT

Avatar
colé 30 de setembro de 2018

Trocou um balde de fezes por um balde de catarro

Avatar
LV 23 de dezembro de 2018

Ainda bem que ninguém te perguntou nada.

Avatar
Luciana 21 de março de 2019

Deve ser um pobre que tem no maximo um carro todo arrebentado.

Avatar
Deixe um comentário