Flagra: novo Jeep Compass estreia motor turboflex em meados de 2021

SUV reestilizado exibe camuflagem mais leve em testes de rodagem; novidades marcam a chegada da linha 2022 do SUV

Por Alexandre Carneiro 01/02/21 às 18h00
novo jeep compass 2022 reestilizado lateral
Modelo passará pela primeira reestilização no mercado brasileiro (foto: Alexandre Carneiro | AutoPapo)

Já lançado em outros mercados mundiais, o novo Jeep Compass segue em testes de rodagem no Brasil. Em vez da pesada camuflagem preta com enchimentos, o SUV já roda com disfarce zebrado, mais leve. O lançamento está previsto para meados de 2021, na estreia da linha 2022.

VEJA TAMBÉM:

A camuflagem esconde uma reestilização, que vai alterar, principalmente, a dianteira. Para-choques e faróis têm novo desenho. A grade dianteira mantém as sete tomadas de ar, que são características do fabricante, mas também foi reestilizada.

Porém, a maior novidade está sob o capô. O novo Jeep Compass será movido pelo inédito motor 1.3 FireFly turboflex, com quatro válvulas por cilindro e injeção direta. Os dados técnicos ainda são desconhecidos, mas espera-se que a potência fique na casa dos 170 cv.

Associado ao novo motor turbo, haverá uma transmissão automática do tipo CVT. Esse conjunto será oferecido não só no Compass mas também no Renegade e no inédito SUV de 7 lugares que a Jeep está desenvolvendo. As versões com motorização turbodiesel e tração 4×4 serão mantidas.

Jeep Compass terá novo interior

Por dentro, há um novo painel, que inclui uma central multimídia de com tela de 10 polegadas. O quadro de instrumentos também será digital. A Jeep aproveitou ainda para projetar a um novo volante para o Compass. Ainda não há informações sobre preços.

Já testamos o Jeep Compass Limited a diesel: assista ao vídeo!

Fotos: Alexandre Carneiro | AutoPapo

3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Ricardo o Grande 2 de fevereiro de 2021

Que matéria mais chula. Não trouxe nada de novidade.

Avatar
Cmoura 1 de fevereiro de 2021

Há motores rendendo 150cv/litro. Nessa razão o 1.3 firefly poderia ter 195cv. O VW é que está defasado nessa “corrida” do dowsizing.

Avatar
OpalaSemCaneco 1 de fevereiro de 2021

Engraçado que o 1.3 firefly da Fiat deve render 170cv enquanto o 1.4 tsi da volks rende 150

Avatar
Deixe um comentário