Nossa gasolina – quem diria – entre as melhores do mundo

A gasolina brasileira já foi tão ruim que as fábricas alteravam o motor dos carros importados para o nosso mercado

Por Boris Feldman 03/08/19 às 09h00
combustivel

A gasolina brasileira tem um inexplicável histórico de trapalhadas, distorções e variações de padrão e qualidade. Ela era achincalhada, comparada com as piores do mundo e provocava problemas nos motores, pois tinha tudo ao contrário: baixa octanagem, elevado teor de enxofre e densidade variável.

No passado, carros importados para o Brasil eram tropicalizados: as fábricas reduziam a taxa de compressão para permitir a convivência dos motores com a gasolina brasileira, reduzindo desempenho e aumentando o consumo. A “melhorzinha” na época era a “azul” (a normal era a “amarela”), com valor ligeiramente superior de octanas.

Melhorias na gasolina

A octanagem (ou poder antidetonante) da gasolina era obtida com a adição de chumbo tetraetila, um aditivo que provoca lesões no organismo e proibido, hoje, em quase todos os países. No Brasil, foi substituído pela adição de álcool.

Outra conquista que contribuiu para um salto de qualidade da gasolina nacional foi a recente redução do teor de enxofre, de 800 para 50 ppm. Ela subiu de patamar, mesmo com a exagerada proporção de álcool (começou com 12% em 1982 mas já atingiu hoje absurdos 27,5%) que aumenta o consumo por ter menor poder energético.

A rigor, sua venda no Brasil é uma prática desonesta pois paga-se por gasolina mas recebe-se mais de 25% de álcool, com menor poder calorifico. Nos EUA existe a gasolina com 10% de álcool, mas o freguês é informado de ser outro produto, chamado gasohol.

A ANP tentou, há três anos, aditivar a gasolina brasileira na fonte, para reduzir a carbonização dos motores. Tentativa frustrada para subir mais um degrau de qualidade: não conseguiu “peitar” a poderosa Petrobrás que alegou dificuldades técnicas e ficou tudo por isso mesmo

Além dos problemas naturais da gasolina nacional, ela ainda sofre “batismos” em postos desonestos, que, pela fiscalização ineficiente, se sentem à vontade para adulterá-la adicionando mais álcool ou misturando solventes ou outros compostos orgânicos, prejudiciais ao rendimento e durabilidade do motor.

Falo sobre a gasolina adultera. Confira!

Hoje, a gasolina brasileira tem octanagem é alta e o teor de enxofre é baixo, mas ela ainda tem o problema da densidade (relação entre massa e volume) variável. Está no entorno de 0,75 kg por litro, mas não existe a obrigatoriedade de um valor mínimo.

Densidade de um combustível é determinante no rendimento de um motor: quanto maior, mais energia liberada em sua combustão. A ANP estabeleceu octanagem mínima e teor máximo de enxofre, mas enfrentava dificuldades para padronizar a densidade pois a Petrobras reagia, alegando variações no petróleo e na tecnologia de suas refinarias.

A densidade da gasolina no país varia por três motivos:

  1. Empresas independentes importam cerca de 15% do volume comercializado. E, quanto “mais leve” (menor densidade), menor o custo;
  2. A adulteração é feita com solventes, o que reduz a densidade;
  3. A própria Petrobras não tem uma densidade padronizada entre suas diversas refinarias.

A falta de um valor mínimo obrigatório enlouquece os engenheiros das fábricas, forçados a ajustar seus motores para uma densidade variável, o que prejudica sua eficiência.

Além disso, o fabricante também se vê em apuros ao declarar um consumo que poderá não ser obtido pelo motorista, pois também depende da densidade da gasolina no tanque.

A ANP acaba de anunciar que prepara uma resolução que estabelecerá um padrão para a densidade da gasolina (e aproveita para sugerir que a octanagem seja expressa em RON, como na Europa).

A Petrobras concordou com a proposta, pois investiu n a tecnologia do refino, aumentando sua qualidade. Além disso, está em processo de se desfazer das refinarias e se concentrar na extração e venda do petróleo. Mas os importadores já chiaram com a possibilidade de uma densidade mínima, alegando elevação de custos. O que não deixa de ser bom sinal.

Seja lá como for, com padrões de octanagem, enxofre e densidade se equivalendo a índices internacionais, nossa  gasolina passará a figurar entre as melhores do mundo.

Foto Marcello Casal Jr | Agência Brasil
Foto Marcello Casal Jr | Agência Brasil
SOBRE
14 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Nilton paz 25 de fevereiro de 2021

Kkkkkkkkkk gostei da piada!!!!

Avatar
Adriano Melchior Cardoso Cerdeirinha 24 de fevereiro de 2021

Piada mesmo. Ele mesmo disse que tem 27,5 % de etanol. Você continua sendo enganado

Avatar
Luiz 18 de agosto de 2020

nos comentários aqui tem vários brasileiros que não conseguem reconhecer nada de bom que seu próprio país faz… e ainda querem que a gente vá pra frente

Avatar
Guilherme 7 de fevereiro de 2020

Mijolina.

Avatar
João 26 de janeiro de 2020

Mas pelo menos MG tem estádio de futebol padrão fifa

Avatar
Mister Gasosa 5 de agosto de 2019

O que queima o Brasil é a fiscalização precária da qualidade da gasolina nos postos de combustível. O dono do posto, o gerente e até os frentistas deviam ser presos por vender gasolina adulterada, sendo que hoje apenas o gerente é preso (laranja).

Avatar
Luis Alex Dornelles Gomes de Freitas 15 de agosto de 2019

Aqui em Atlanta GA (USA), paguei US$ 31.31
Por 13,61 galões.

US$ 31.31 = R$ 128,00
13,61 Galões = 64 litros

Avatar
Rondinelli 4 de agosto de 2019

Que piada né?! Dizer que a gasolina vendida no Brasil é boa, nunca foi, essa gasolina sempre foi essa porcaria. “Nossa”, aliás, a gasolina que é vendida no Brasil é um lixo. A fiscalização, se é que ela existe, não é eficiente.
Os postos vendem qualquer coisa menos combustível de qualidade, sem falar no preço que estar longe de ser justo, mas afinal o que esperar não é mesmo? Estamos no Brasil e aqui é normal, isso mesmo, normal vender coisas que não tenham qualidade sem se importar nem um pouco com o que pensamos. Mas por outro lado o povo aceita qualquer porcaria então se ninguém reclama por que mudar não é mesmo? Aqui é Brasil.

Avatar
Ninguém 4 de agosto de 2019

São um câmbio de ladrões corruptos desonesto fraudulentos é uma perda dentro das outras,
Isso não é gasolina é medalina com um monte de baboseiras é o pior é que pagamos caro neste poicaria ,
É nem um governo faz nada a não ser encher seus bossos com nosso dinheiro
Cambada de ladrões

Avatar
BRUNO HENRIQUE 4 de agosto de 2019

Em Fortaleza CE, etanol R$ 3,77 e Gasolina comum R$ 4,79

Avatar
George 4 de agosto de 2019

E absurdo o preço do combustível, no Brasil

Avatar
edimar 4 de agosto de 2019

Gasolina mais cara do mundo

Avatar
Fabio 3 de agosto de 2019

Curto e grosso. O petróleo é nosso. Sim, a afirmação é correta, para quem roubou e quebrou a Petrobras na era recente. Por isso sempre pagamos caro, e agora, pagamos caro novamente, para pagar seu altíssimo endividamento. Por isso estão vendendo todas suas subsidiárias apressadamente. Se houvesse realmente concorrência, a empresa teria mais eficiência e o mercado determinaria seu real tamanho.Lamentavel é ver quem roubou a empresa, fazer delação e aproveitar o dinheiro que roubou. E nós pagaríamos o valor correto.

Avatar
THIAGO 3 de agosto de 2019

É MENTIRA, A GASOLINA DO BRASIL, É MAIS CARA DO MUNDO, ENQUANTO NA CAPITAL PAULISTA, O PREÇO DO ÁLCOOL ESTAR R$ 2,29, ENQUANTO O PREÇO DO ÁLCOOL NO SUL DE MINAS, CUSTANDO R$ 3,10, NÃO VI NENHUMA DIMINUIÇÃO, SIGNIFICATIVA NO PREÇO DA GASOLINA, NO ESTADO DE MINAS GERAIS, OS PREÇOS DA GASOLINA ESTÃO QUASE MESMO PREÇOS, POSTO 1 R$ 4,69, POSTO 2 R$ 4,86,POSTO 3 R$ 4,79, POSTO 4 R$ 4,75, POSTO 5 R$ 4,59, O POSTO NUMERO 5, ESTAR BARATO NO GRITO, O NOSSO PODER DE COMPRAS ESTAR CADA VEZ MAIS DIMINUINDO E NOSSO DINHEIRO CADA VEZ MAIS, ESTAR PERDENDO VALOR, AOS CAROS LEITORES, DIVULGUEM O PREÇO DA GASOLINA E DO ÁLCOOL NA SUA CIDADE, NO POSTO NUMERO 5, O PREÇO DO ÁLCOOL ESTAR R$ 2,79.
NA NOTA FISCAL, VEM OS TRIBUTOS DO ESTADO E FEDERAL, OS TRIBUTOS APROXIMADOS, SÃO R$ 6,72 (13,44%) PARA GOVERNO FEDERAL, NO ESTADO DE MINAS GERAIS O TRIBUTO ESTADUAL SÃO DE 14,50 (29,00%), QUANTOS TRIBUTO SÃO ARRECADO AO DIA, PRINCIPALMENTE EM MINAS GERAIS,OS TRIBUTOS COBRADOS NO COMEÇO DO ANO, AO ABASTECER NOS POSTOS, ERAM R$ 9,41 PARA O GOVERNO FEDERAL, PARA ESTADO DE MINAS GERIAS ERAM DE R$ 20,30 PARA GOVERNO ESTADUAL, PRINCIPALMENTE PARA O ESTADO DE MINAS GERAIS, QUANTOS MILHÕES, SÓ DE IMPOSTO ESTADUAL DO GOVERNO DE MINAS, ARRECADAVA NESSE VALOR DE IMPOSTO DE R$ 20,30 EM UM DIA, AOS CAROS LEITORES, DIVULGUEM O VALOR DO IMPOSTO FEDERAL E ESTADUAL,QUE VEM NA NOTA FISCAL, APÓS ABASTECER SEU CARRO, VAMOS MOSTRAR O POVO NÃO É BOBO, NEM TONTO, NÃO TEVE UMA DIMINUIÇÃO, SIGNIFICATIVA NA GASOLINA.

Avatar
Deixe um comentário