Kia Stonic: é lançado o híbrido mais barato do Brasil

A Kia está iniciando uma nova fase no Brasil com mais modelos eletrificados. O carro-chefe é o SUV compacto Stonic, com conjunto híbrido-leve

kia stonic cinza com teto amarelo frente parado
O SUV compacto traz estilo mais esportivo e se destaca pelo teto colorido (Foto: Kia | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
23 de novembro de 2021 17:24

Os carros 100% elétricos estão se popularizando nos EUA e na Europa, mas a infraestrutura para esse tipo de veículo no Brasil ainda é limitada. Por outro lado, os híbridos ainda são abastecidos nos postos de gasolina e vêm ganhando espaço no nosso país. A Kia lançou agora o seu primeiro híbrido, o SUV compacto Stonic.

O Kia Stonic compartilha a plataforma GB com o hatch Rio e possui um porte similar ao do Hyundai Creta. Ele traz um estilo esportivo e se destaca pela opção de teto colorido, como o amarelo que vemos nas fotos.

VEJA TAMBÉM:

O Stonic é apenas o primeiro híbrido da Kia no país, que promete trazer outros. José Luiz Gandini, presidente da Kia Brasil, diz que esse modelo é o início de uma nova fase da marca no país. Junto dele virá um aumento no portfólio de veículos eletrificados.

Preço do Kia Stonic

O Stonic vem em versão única, a SX, e possui preço de R$ 149.990. Os únicos opcionais são as pinturas metílicas e perolizadas, por R$ 2.5000, ou a pintura em dois tons, por R$ 4.300. São seis opções de cores em ton único e mais sete opções de pintura bicolor, uma oferta bastante generosa de opções para o consumidor que quer sair da mesmice.

Por esse valor o SUV híbrido traz ar condicionado digital com uma zona; faróis de neblina em LED; rodas de liga leve aro 17; chave presencial; sensor de pressão dos pneus; central multimídia com tela de 8 polegadas; Android Auto e Apple Car Play com fio; seis airbags; assistente de partida em rampa; controle de tração e estabilidade; e câmera de ré.

Trem de força híbrido e consumo

kia stonic cinza com teto amarelo traseira em movimento
Graças ao sistema híbrido, o consumo urbano é levemente menor que o rodoviário

Para mover esse SUV compacto está o motor 1.0 turbo com injeção direta que já equipa a linha nacional da Hyundai. Auxiliando o motor está um conjunto híbrido leve de 48 volts. O 1.o turbo sozinho produz 118 cv e 17,1 kgfm, a força combinada é de 120 cv e 20,4 kgfm. O cambio é de dupla embreagem com sete velocidades.

Esse sistema híbrido é mais simples, leve e barato que o usado pelo Toyota Corolla. Ele pode desligar o motor à combustão completamente no modo velejar, que é ativado em situações de baixo esforço como manter velocidade em vias planas. O sistema híbrido auxilia o motor 1.0 turbo quando é exigido mais força ou em descidas.

Com esse auxílio do sistema híbrido o Kia Stonic consome menos combustível na cidade que na estrada: são 13,3 km/l no ciclo urbano e 13,2 km/l no ciclo rodoviário segundo o teste padronizado do Inmetro. O tanque de combustível é de 45 litros.

Medidas do Kia Stonic

kia stonic cinza com teto amarelo detalhe do teto
A pintura bicolor traz uma divisão diferenciada no teto

O estilo esportivo do Stonic cobra seu preço nas medidas que interessam aos compradores interessados no espaço interno. O entre-eixos é de 2,58 m, 3 cm menor que o do Hyundai Creta. Uma diferença pequena que pode impactar no espaço para as pernas no banco traseiro.

Mas a maior perda é no porta-malas: são apenas 325 litros de capacidade. São quase 100 litros a menos que o Creta. Com o banco traseiro rebatido o volume total é de 1.103 litros. O peso do Stonic é de 1.256 kg, mostrando o trunfo da leveza desse tipo de sistema híbrido.

Fotos: Kia | Divulgação

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
10 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
João Paulo 30 de novembro de 2021

Um híbrido que faz 13km/l com motor 1.0 por 150k? Não obrigado….
Meu Fusion Hybrid 2.0 de 190cv 24,5kgfm na potência combinada, além de muito mais completo que esse projeto de carro, muito mais potente e faz 16.5km/l em média. Se eu pego estrada indo de boa entre 90 e 100 faz fácil 19-20km/l…
Hoje, até os 200k, o único híbrido que tô vendo como vantagem em trocar o fusion é o Corolla… Depois só o Volvo XC40 PHEV que aí sim tem equipamentos equiparaveis ao fusion mas passa dos 250k…

Avatar
Alex 28 de novembro de 2021

Pensei que carros que tivessem a característica de híbrido fossem mais económicos, fazendo perto de 20Km/L. Tem vários a combustão que são bem mais económicos que esse, e são menos caros, ofertando muito mais conforto e equipamentos de série.
Sei não!…

Avatar
Ricardo 28 de novembro de 2021

Híbrido leve…com autônomia de carro 1.0… isso só pode ser uma piada, uma falta de respeito ao brasileiro. Meu Toyota prius faz 23km/litro, isso sim é híbrido de verdade…o resto é pra enganar trouxa.

Avatar
benedito 28 de novembro de 2021

estão achando que no Brasil so tem milionário, versões mais fraca e muito muito caras.
híbrido tem que fazer no mínimo o dobro de um carro so combustão, então 20 a 25km no mínimo.
o lobby do petróleo não vai deixa esses carros entra fácil no Brasil com precos competitivo e motor de consumo melhor, principalmente impostos e taxas e impostos de mão de obra.

Avatar
Mauro 25 de novembro de 2021

Consumo altíssimo!! Nem parece híbrido!! O meu Ka 1.0 3cil. Faz 15km/l na cidade, para começar a valer a pena tem que fazer acima de 20km/lt

Avatar
Junior 25 de novembro de 2021

Kkk econômico isso, da onde

Avatar
Gabriel 24 de novembro de 2021

13km na cidade é tão baixo. Meu yaris 1.5 faz 14 na cidade andando em. Baixa rotação. Por ser híbrido deveria fazer pelo menos uns 15 a 16km na cidade. Péssimos números

Avatar
Maluco B 24 de novembro de 2021

Números do Inmetro. Se vc considerar que seu Yaris no Inmetro faz 9,9 km/l com gasolina na cidade, o Stonic é muito mais econômico. Provavelmente com sua maneira de conduzir vc conseguira uma média muito melhor.

Avatar
Rogério 24 de novembro de 2021

Fui ver o Stonic, como sempre a ganância em primeiro lugar..nem retrovisor fotocromico tem, além de ser plástico duro em toda cabine, banco parcialmente couro..além do que, conforme dito pelo vendedor, o preço anunciado é mera sugestão…preço ofertado real é 160mil

Avatar
Christiano Chaddad 24 de novembro de 2021

Para variar tudo que vem para o Brasil vem “piorado”…

Avatar
Deixe um comentário