50/50 é proporção ideal para misturar gasolina e etanol?

Tudo depende das pretensões e dos objetivos do motorista; abastecer com maior quantidade de um ou outro combustível traz diferentes vantagens

Por AutoPapo 01/09/18 às 09h00
bombas combustivel e1549300096328

Uma das recomendações frequentes em relação ao carro flex é misturar gasolina e etanol na proporção 50/50. Ou seja, abastecer com os dois combustíveis, metade para cada um.

Pode ou não ser a melhor opção. Antes de mais nada, é preciso deixar claro: veículos flex podem funcionar com os dois combustíveis de modo separado ou com a mistura de ambos em qualquer proporção. Portanto, não há qualquer tipo de inconveniente técnico em misturar gasolina e etanol na proporção que for da preferência do proprietário. Ou ainda ao abastecer com um ou outro isoladamente.

Para misturar gasolina e etanol, deve-se seguir proporção?
Foto Volkswagen | Divulgação

Ademais, vale lembrar também que, por força da legislação, a gasolina brasileira tem 27% de etanol em sua composição. Desse modo, o consumidor nunca abastecerá, ao menos dentro do território nacional, com gasolina pura. A mistura entre ambos é feita diretamente nas refinarias e distribuída aos postos. Por outro lado, o álcool hidratado, disponível nas bombas, não traz adição de outro tipo de combustível, mas contém 7% de água.

Vantagens e desvantagens

Etanol: Abastecer apenas com etanol confere maior desempenho ao motor. Porém, aumenta o consumo. Outra vantagem do etanol é que seu percentual de carbono é cerca de 1/3 que o da gasolina. Por isso, sua combustão praticamente não deixa depósitos carboníferos no motor. Além do mais, emite menos gases nocivos à atmosfera. Como sua fonte, a cana-de açúcar, é renovável, os benefícios ambientais acabam sendo ainda maiores.

Gasolina: Não há aumento de potência, porém o motorista perde menos tempo no posto para abastecer, pois o consumo é menor.

Se, por outro lado, o objetivo do motorista é financeiro, ou seja, obter o menor custo por km rodado, deve-se então avaliar qual combustível reduz este custo. Esse cálculo é obtido a partir de um índice que varia de 70% a 75% de diferença de consumo entre os dois combustíveis num mesmo motor.O motorista precisa fazer as contas e descobrir este índice para, então, calcular se é mais vantajoso abastecer com gasolina ou etanol.

O mercado adotou – há tempos – como padrão uma diferença mínima de 70% para que o combustível vegetal seja vantajoso em relação ao derivado do petróleo. Ou seja, se o litro de etanol custar até 70% do valor da mesma quantidade de gasolina, é melhor optar por ele. Entretanto, estudos recentes indicaram que este percentual pode variar até 75% em função dos aperfeiçoamentos dos motores flex e do próprio etanol.

Vale a pena misturar gasolina e etanol?

Esclarecidos esses pontos, destaca-se que podem existir vantagens em misturar gasolina e etanol.

50/50 é proporção ideal para misturar gasolina e etanol?
Foto Marcello Casal Jr | Agência Brasil

Em primeiro lugar, ao se adicionar 30% de gasolina no etanol, o proprietário terá mais facilidade em fazer o carro pegar em manhãs frias. Pois, quando as temperaturas estão abaixo de 15ºC, o etanol tem dificuldade em se vaporizar e dificulta a partida do motor. Nos EUA, o etanol já é comercializado com 15% de gasolina e por isso é chamado de E 85. No inverno, contudo, a proporção é aumentada para 30%.

Finalmente, quanto à dica de abastecer com partes iguais dos dois combustíveis, a ideia é de se obter um pouco mais de desempenho perdendo apenas um pouco da autonomia. Um pouco da vantagem de cada um na mistura de 50/50 de gasolina e etanol, numa posição do tipo “em cima do muro”.

SOBRE
22 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Mario 8 de março de 2021

Com o álcool na faixa de 80/85% do preço da gasolina. não adianta inventar mistura. Os usineiros embarcaram na onda da dolarização e cotação internacional de petróleo e derivados.

Avatar
Leo 19 de dezembro de 2020

Tenho um excelente New Fiesta Titanium e não importa a mistura que eu fizer, o carro responde normalmente. Quando se abastece só com álcool é recomendável vez por outra encher o tanque só com gasolina. O motor agradece e isto não é muito.

Avatar
Alexandre 24 de janeiro de 2020

Bom dia a todos! Utilizem o App GASOLETA. Ele será bem útil nessa conta sobre qual combustível. Cada carro possui seu comportamento. Não tomem como base os dados de outro veículo, até porque a conta tem que se levar conta praticamente tudo, preço, modelo do carro, seu estilo de guiar o veiculo, geografia da sua cidade etc. Utilizo esse App e me ajuda bastante. Fiz o teste de bomba e conferiu com o resultado do aplicstivo. ABS a todos!

Avatar
Claudinei Vendramini Rizzo 11 de dezembro de 2019

Bom dia. Tenho um Ford Ka 2019 flex, peguei o carro zero hoje ele está com 16 mil km, sou bem criterioso na hora de abastecer, porém meu carro não quis pegar pela manhã. O mecânico informou que o combustível estava ruim, porém sempre abasteco no mesmo posto a anos. Enfim, ele me pediu para que eu não misturasse os combustíveis ( algo que sempre fiz sem nenhum tipo de problema), pois isso confunde a sonda lambda do carro. Quando for mudar de combustível tenho que esperar chegar na reserva para aí sim colocar outro combustível diferente.
Gostaria de saber se isso procede!!

Avatar
Alysson 16 de dezembro de 2019

Isso é vdd sim, já aconteceu comigo tbm e é bem chato!

Avatar
Fernando Santos 7 de março de 2020

Olá Claudinei tudo bem ?
Vamos lá…
O comentário está correto em partes (poucas). A sonda lambda de fato é a responsável em mandar informação de queima para central eletrônica identificando o combustível ou eventuais misturas. Atualmente os carros FLEX são perfeitamente preparados para trabalhar com QUALQUER mistura ou cada combustível de forma individual. Todavia, o problema que aconteceu contigo não é de fato um problema, mas uma consequência de um procedimento que traz nos manuais das montadoras e não são explicados aos proprietários….
Funciona da seguinte forma: Quando vc abastece com combustível diferente ou mistura diferente do abastecimento anterior, é fundamental rodar alguns km e manter o motor em funcionamento por um certo tempo, pois como no próprio início comentamos que a sonda lambda precisa ter tempo hábil de detectar a mudança de combustível e avisar o módulo para alterar os sistemas de injeção e ignição do automóvel. Precisamos lembrar que nossos automóveis hj são completamente eletrônicos.
Conheci casos de pessoas que não conseguiram nem ligar o automóvel devido à este (mudança drástica de alcool para gasolina ou inverso).

Avatar
YURI M P 17 de agosto de 2019

Boa noite. Tenho uma strada 1.8 Locker 2010. Já fiz diferentes misturas e proporções de álcool e gasolina . Hoje devido ao alto custo da gasolina aqui no Rio comecei a rodar só com álcool, porém, meu carro ficou mais beberrão. Então fui misturando e anotando os consumos. Cheguei a seguinte conclusão: coloco R$40,00 de álcool ( R$3.29= 12.15 L ) e R $20,00 de gasolina ( R$ 4,69= 4.264L) proporção 74% /26% em media. Está sendo uma das melhores misturas que fiz, meu carro estava fazendo uma media aqui na cidade de 6/7 km só no álcool e 8/10 na gasolina . Agora com essa mistura ele faz uma média de 9/11 km/L. Por incrível que pareça, sendo assim obtive um menor custo pra abastecer e estou rodando mais. Espero ter ajudado alguém ai. Forte abraço.

Avatar
Fernando Viglioni 13 de outubro de 2019

Boa noite Yuri!
Pode, por gentileza, me explicar como chegou a 74% e 26%?
Meu nome é Fernando, moro em BH.
Forte abraço!

Avatar
Bruno Baptista 8 de outubro de 2020

Você soma o total de litros que ele abasteceu: 12.15 + 4.26 = 16.41, e então verifica o percentual de litros de cada combustível: 12.15/16.41= 74%, e obviamente o outro será 26%.

Avatar
Marcio 1 de maio de 2019

Tenho um carro uno flex colocava gasolina a dois dias estou colocando alcool so que ele esta demorando a pegar e demora demais as vezes nem pega o que devo fazer um amigo falou que como troquei para alcool ele nao esta reconhecendo o que faco

Avatar
Ricardo 25 de maio de 2019

Troca de a gasolina do reservatório de partida a frio. A gasolina tem média de validade de 6 meses.

Avatar
diego junio do carmo 28 de dezembro de 2018

Mistura Magica 80% Etanol 20% Gasolina e fim de papo !

Avatar
Marcos Pereira 20 de setembro de 2018

Tenho lido está coluna e sanado dúvidas. Obrigado pela seriedade. Tenho Aircross flexível uso etanol na estrada avaliando preços ele tem mostrado no computador de bordo 9km/l

Avatar
José Ricardo Almeida Paula 1 de setembro de 2018

Não vejo vantagem de se trabalhar esta proporção 50/50! O preço final a ser pago na bomba, ainda será alto e o carro ainda terá um consumo menor. Levando-se em consideração que no caso da gasolina, aproximadamente 3/4 do litro é gasolina e 1/4 é álcool, o consumidor terá que colocar mais 1/4 de álcool para se aproximar dos tais 50/50, ou 2/4 do tanque…pelo valor da gasolina e do álcool, não vejo vantagem nem financeira e muito menos de consumo. Hoje, no Rio, principalmente na região que eu moro, Grande Méier, o álcool está custando algo em torno de R$ 3,00…coloquei, na quinta-feira passada a R$ 2,87, preço promocional, no posto Shell, próximo ao Shopping Nova América, enquanto a gasolina, está com um preço médio de R$ 4,75, tendo uma razão média de 0,63…e o consumo no álcool, andando sempre na cidade, gira entre 6,5 a 7,5 km/l e na gasolina 8,5 a 10 km/l, resolvi usar o álcool.

Avatar
Josue Ferreira dos Santos 3 de setembro de 2018

Concordo com vc Ricardo, na escolha do combustivel, tb optei pelo Etanol 9aqui em SP está em torno de 60 % da Gasolina).

Porém como aqui o clima é mais frio, sempre adiciono 20 % de gasolina para facilitar a partida e funcionamento com o motor frio.

Avatar
ChicoFerreira 5 de dezembro de 2018

Também concordo com você José Ricardo. Porém me apavora a estória de que o etanol causa mais desgaste no motor que a gasolina. Especialmente com referência à produzir gomas dos acúcares e também pelos 7% de água. Porém mantém motor e óleo muito mais limpos; E só sentiremos esses desgastes após muitos anos… Quanto a gasolina, embora com preços mais altos, aparentemente sua queima provoca apenas o escurecimento das partes da combustão das peças e do óleo. Assim a gasolina não provoca grandes danos ao motor. Mas a economia é essencial. O carro é flex e é permitido rodar até com os dois combustíveis conjuntamente. A pergunta é: qual o melhor percentual de etanol e gasolina para se usar nos carros flex diariamente? Essa respota, se de fato for comprovável e verdadeira, talvez valha um milhão de dólares… Né?

Avatar
Samarone 1 de setembro de 2018

Mas, se a gasolina já tem 27% de Etanol, ao abastecer 50/50 teoricamente teremos mais Etanol que Gasolina.

Avatar
Erley Rodrigues 3 de setembro de 2018

Basta descontar do volume a ser abastecido com álcool a porcentagem existente na gasolina. Aí você tem a proporção 50/50.

Avatar
ChicoFerreira 5 de dezembro de 2018

Então você estará no exemplo: 100litrosE + (73litrosG + 27litrosE). Isto é: Na proporção 50E/50G, você na verdade está usando 127E/73G. A minha pergunta é: Comprobatoriamente, como chegaram à essa conclusão que 50/50 é a melhor proporção?

Avatar
Joelino pessoa de oliveira 1 de setembro de 2018

Bom dia tenho um carro Chevrolet a gosolina 1.8 ingecao não e flex posso misturar álcool na gasolina ??

AutoPapo
AutoPapo 2 de setembro de 2018

Olá, Joelino

Não! Se o seu carro é a gasolina, ele terá problemas de detonação (batida de pino) se misturar álcool à gasolina. Além disso, o álcool vendido na bomba tem 7% de água, o que vai prejudicar o sistema de alimentação do automóvel.

Avatar
Campos 7 de agosto de 2020

Pode sim!

Avatar
Deixe um comentário