O que significa o 200 TSI e outras siglas que a VW adotou?

Siglas TSI 200, TSI 250, TSI 350 e MSI estão presentes em praticamente toda a linha atual da marca alemã. Saiba o que elas querem dizer

Por AutoPapo 12/09/18 às 08h29

Tudo começou com o lançamento do Polo, no ano passado. As versões mais caras do modelo, equipadas com propulsor 1.0 turbo, trazem um emblema com os dizeres 200 TSI na traseira. Depois vieram Virtus, Golf reestilizado e Tiguan, todos com nomenclaturas de motores semelhantes. No caso dos dois últimos, a oferta de mais opções de motorização fez com que surgissem duas novas siglas: 250 TSI e 350 TSI. Mas, afinal, o que significam essas letras e números?

Vamos por partes: TSI é a abreviatura de Turbocharged Stratified Injection (turbo com injeção estratificada, ou direta, em uma tradução livre). Já os números indicam o torque gerado pelo motor em Nm (Newton/metro), e não em kgfm (quilograma-força/metro), como é mais usual no Brasil. No caso do 200 TSI, por exemplo, são 200 Nm, ou 20,4 kgfm, tanto com gasolina quanto com etanol.

Emblema 200 TSI do Virtus Highline: O que significam as atuais nomenclaturas de motores VW?

A história é exatamente a mesma com o 250 TSI e o 350 TSI. O primeiro, 1.4 turbo, desenvolve 25,5 kgfm (com gasolina ou etanol), enquanto no segundo são 35,7 kgfm (apenas com o derivado do petróleo). Tratam-se, portanto, de nomenclaturas de motores lógicas, embora incomuns. É que a maioria dos fabricantes costuma fazer referência apenas à cilindrada ou à presença do turbo.

Tecnologia aumenta a eficiência

A quebra desse padrão adotada pela Volkswagen é um reflexo das novas tecnologias que vêm sendo adotadas pela indústria. É que, até pouco tempo atrás, crescer a cilindrada era o recurso mais comum para aumentar potência e torque. Por isso, era comum ver carros ostentando emblemas 2.0 ou até maiores em suas traseiras. Ocorre que os tempos estão mudando com a popularização do turbo e da injeção direta.

Esses recursos fazem com que propulsores pequenos tenham alto rendimento. Um motor 1.4 turbo, por exemplo, geralmente é mais potente que um 2.0 de aspiração natural (sem turbo ou “aspirados). O mesmo pode acontecer com um 1.0 turbo em relação a um 1.6 aspirado. Além de mais potentes, os motores menores gastam menos combustível e emitem menor quantidade de poluentes. É justamente por isso que os fabricantes têm reduzido a cilindrada sem perder desempenho, tendência chamada de downsizing.

Motivo do 200 TSI é por marketing

O consumidor brasileiro ainda é apegado à cilindrada do motor. Muitos ainda torcem o nariz para um motor 1.0 turbo, mesmo que ele seja mais eficiente (mais potência e menor consumo) do que motores maiores. A própria Volkswagen percebeu uma reação do consumidor, perguntando, “eu vou pagar R$ 60 mil ou R$ 70 mil em um carro com um motorzinho 1.0?”.

Por isso, a marca alemã adotou a nomenclatura 200 TSI, para que o cliente, mesmo que de maneira inconsciente, se impressione.

Nomenclaturas de motores aspirados

A quebra do padrão de nomenclaturas de motores não para por aí. As unidades de aspiração natural da Volkswagen também têm siglas próprias: MPI e MSI. Nenhuma das duas é como a denominação 200 TSI (ou outra que combine números e letras).

A primeira, MPI, significa Multipoint Fuel Injection (injeção de combustível multiponto, que é do tipo indireto e bastante comum). Ela é utilizada nos propulsores de até 100 cv de potência. Como a marca alemã só tem um motor com esse tipo de característica no Brasil – no caso, o 1.0 de três cilindros que equipa Up!, Polo e Gol – a abreviatura e utilizada apenas por ele.

Já MSI é a abreviatura de Multipoint Sequencial Injection, um sistema um pouco mais sofisticado, mas ainda indireto. Utilizada pela Volkswagen para designar motores aspirados de mais de 100 cv, essa nomenclatura é aplicada a dois propulsores: um 1.6 de 8 válvulas e um 1.6 16 válvulas. Situação, nesse caso, polêmica, uma vez que a mesma sigla denomina dois propulsores diferentes.

Motor 1.0 TSI: o que significam as atuais nomenclaturas de motores VW?

Fotos Alexandre Carneiro | AutoPapo

75 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Marcelo 16 de julho de 2020

    Os motores msi sao comprovadamente problemáticos com ineficiente sistema de lubrificação .

  • Avatar
    Júlio César 7 de julho de 2020

    A melhor opção para os proprietários de vw turbo TSI ou MSI é acordar pra vida, deixar de serem fanboys de uma marca que já ferrou muita gente no Brasil .
    #volkslixo

  • Avatar
    Branco 3 de abril de 2020

    Satisfeito com o meu polo 1.0 MPI 84cv, muito econômico e andador… 16km com 1lt de gasolina.
    Acho que pagamos muito caro nesses carros mesmo, mas não temos opção!
    Não estou satisfeito com preço, mas estou satisfeito com o carro! Valeu.

  • Avatar
    José 12 de março de 2020

    A vw já imitava a Mercedes lá nos anos 2003/04 qdo lançou o polo copiando a frente de 4 faróis redondos das Mercedes. Agora copia a nomenclatura dos motores, 200, 250, 350… só falta conseguir copiar a qualidade de fabricação da MB, mas aí já é querer demais…

  • Avatar
    Lucas Cintra 11 de março de 2020

    É tão bonitinho agente vê essa gente toda falando TSI e outras nomeclaturas, porém esquecem que a VW já veio com promessas revolucionárias e era tudo enganação, basta pesquisar sobre o escândalo da VW. Fora isso mim diverte ver vcs brigando por marca essa marca aquela enquanto elas nem tá se lixando pra vcs só pra o dinheiro e vcs vendendo carros de graça com essas baboseiras de que o meu é melhor o teu pior etc. E detalhe da matéria: esse torque máximo é atingido a altos giros do motor 4rpm coisa assim. Vai fazendo isso no teu Jetta ou golf nas cidades brasileiras onde a maior parte do tempo é anda e para que depois tu vai vê, o resultado do teu motor TSI, pois esse torque em uai severo do motor vai ferrar tudo depois do besta que compra esse carro usado é quem vai realmente vê se é bom ou não o motor.

    • Avatar
      Thunder Tank 13 de março de 2020

      Saí daí, falando asneira, vai tu te informar. O motor 250tsi por exemplo o torque máximo é a 1400rpm. Mentecapto. Facebook e vídeo de whatsapp não é fonte se informações. Tonto!

    • Avatar
      japa verde 18 de junho de 2020

      sabe de nada mané. vai estudar.

    • Avatar
      japa verde 18 de junho de 2020

      sabe de nada mané.

  • Avatar
    Fabiano Negreiros 1 de março de 2020

    Questão de marketing mesmo, colocar na traseira de um suposto “carrão” o emblema 1.0 ou 1.4 “pega mal”, colocar o torque é mais pomposo, 200, 250, 350, dá aos mais leigos várias interpretações como eu mesmo já ouvi de que esse número é a velocidade máxima, olha a criatividade do brasileiro e a esperteza da VW…

  • Avatar
    MARCO ANTÔNIO ZAMBELLE FIERBIEN ANTUNES 24 de janeiro de 2020

    Rapaz, eu tou vendo que essas discussões aqui só vão é me confundir mais! Vou fazer igual eu fiz da primeira vez, vou lá na concessionária, compro o que eu escolher, e pronto!

    • Avatar
      Marcos San 12 de julho de 2020

      Melhor amigo, farei o mesmo rs

  • Avatar
    Juliano 14 de dezembro de 2019

    Rapaziada só para responder a um comentário o cara chamou todo carro 1.0 TSI de bosta e falou que tem um Jetta Variant me sinto bem confortável no meu carro e se eu vender hoje meu carro bosta compro dois montes de merda que deve ser no máximo 2010 kkkkk respeite o patrimônio do outro

  • Avatar
    Luiz Parra 12 de dezembro de 2019

    Querendo ou não, a tendência é veículos turbo com injeção direta , isso não que seja o melhor e ou que a marca VW seja.
    Mas já estamos vendo outras marcas também lançando veículos com mesma tecnologia e outras já se preparando para tal .
    Com o tempo teremos a resposta o quanto é confiável e ou durável .

  • Avatar
    Fabiano 20 de outubro de 2019

    Tenho um Passat variant 2.0 tsi isso sim é carro e da pra confiar nos números e nas letras agora ( 170 tsi que é 105cv e 200tsi rica bosta e só pra enganar as pessoas

    • Avatar
      Juvenil 20 de dezembro de 2019

      Então, eu tenho um Jetta TSI 2.0 com 211 vc. 28 torque. Apaixonante. Comprei para minha filha um polo 1.0 TSI com 128 vc é 20 de torque. Não se pode comparar os dois carros, de forma alguma, mas percebe-se que o motor do polo TSI 200. É bem interessante. Falando de autonomia, com o Jetta eu consigo no mesmo trajeto, mas a velocidade, gasolina 14 km/litro e com o polo 12,5 km/ Litro.acredito que o polo deve melhorar, pois está com apenas 2.500 km. Agora, o sonho seria o polo ou golf com motor do Jetta CLI……tenho muita confiança na Volkswagen, estou no quarto Jetta, sendo os três últimos TSI. Antes tinha golf 1.6, e 2.0.

      • Avatar
        Wagner Jatczak 24 de janeiro de 2020

        Meu querido quando você adquirir um golf 1.4 tsi alemão ou mexicano você irá gostar excelente carro econômico e rápido .

    • Avatar
      Fabiano Negreiros 1 de março de 2020

      Caro xará ricão, que bom você tem um belo Passat, se todos pudessem obviamente escolheriam um ao invés do Virtus, a sus comparação é tão injusta como descabida. Os dois são carros com propostas diferentes e distintas, óbvio que o Passat é mais carro, se colocar os dois lado a lado qualquer um vê isso. Mas a reportagem serve para ilustrar a tendência de marketing da VW, o seu carro por exemplo teria um logo bem ostensivo, se for o Passat 2.0 TSI 2020 seria algo como 420 TSI, em alusão ao seu torque de pouco mais de 42,00 kgfm… Seria bonitão hein?

  • Avatar
    Julio 12 de outubro de 2019

    A VW fez isso pensando no futuro, pois os carros com motor elétrico são medidos assim em Nm.

  • Avatar
    Julio 12 de outubro de 2019

    A VW fez isso pensando no futuro, pois os carros com motor elétrico são medidos assim em Mm.

  • Avatar
    Luiz Bram 4 de outubro de 2019

    … cuto mesmo meu corsa wind 2p ano 2000 faz 13 km/l na cidade… fuiiiii

  • Avatar
    victor Hugo 7 de agosto de 2019

    Bom dia o que significa a sigla

    tsi
    msi
    mpi

    a final não temos uma resposta direta em português claro

  • Avatar
    victor 7 de agosto de 2019

    Bom dia o que significa a sigla

    tsi
    msi
    mpi

    a final não temos uma resposta direta em português claro

  • Avatar
    SERGIO 3 de abril de 2019

    O mais complicado de tudo é o preço……pagar R$65.000 num carro 1.0, seja turbo ou não, só no Brasil.
    Com U$20.000 dólares compra-se BMW em outros países mais serios. É por isso que pagamos R$120.000
    num Jetta aqui, para que o alemão possa comprar seu Jetta lá por U$30.000. Simples assim.

  • Avatar
    Saulo Borges 10 de março de 2019

    BMW e Mercedes também fizeram algo similar. Os números dos modelos não são mais a indicação da cilindrada do motor. Se indicar que tem modelos com motores 1.6 tem cara que sai correndo…

  • Avatar
    Rhafael 21 de janeiro de 2019

    porque meu comentário não foi publicado?

  • Avatar
    Rhafael 21 de janeiro de 2019

    “…A própria Volkswagen percebeu uma reação do consumidor, perguntando, “eu vou pagar R$ 60 mil ou R$ 70 mil em um carro com um motorzinho 1.0?”.
    Por isso, a marca alemã adotou a nomenclatura 200 TSI, para que o cliente, mesmo que de maneira inconsciente, se impressione…”

    Em resumo estelionato puro; capt do Art. 171 do Código Penal.

    Lamentável haver consumidor que se diz satisfeito pela compra; Pessoal O custo de fabricação de um automóvel com motor pequeno é muito baixo, ou seja, seria viável a compra desde que essa diferença à menor do valor fosse repassado ao consumidor.

    Não sei quem é pior: A montadora que faz o consumidor de besta ou o próprio consumidor que nao valoriza seu dinheiro.

    • Avatar
      Tony 18 de dezembro de 2019

      Bem observado, esse é o ”pulo do gato” para pegar o consumidor trouxa, sempre fiquei com um pé atrás quanto a isso, você resumiu bem, estelionato puro.

      • Avatar
        rafael dos santos 9 de julho de 2020

        poxa vei mas eles nao tao enganando ninguem so tao trocando uma abreviaçao pela troca de sistema ,como diz no artigo a potencia nao sera mais medida em cilindrada porque a potencia nao vem mais dos aumentos de centimetros cubicos e sim diminuido ou no caso de extrema potencia mantida no caso um 2.0 no maximo com turbo compressor que ira dar potencia em forma nao de cc e sim de kgfm faz sentido a troca da descriçao nos emblemas dos carro ,infelizmente o problema é o brasileiro que nao tem inteligencia suficiente para entender e só julga atraves de numero no caso vc preferia comprar um carro 1.0 turbo ou um 2.0 aspirado quem entende sabe que os 2 sao em media a msm potencia em torque (QUASE)

  • Avatar
    Márcio Duarte 19 de janeiro de 2019

    Não troco meu jetta 2010 2.5 170cv por nada por tecnologia nemhuma.. a manutenção não é a mais barata mas o conforto e ultrapassagens no “S” me encanta.. vrummm abraços

  • Avatar
    Antonio Donizeti Martins 16 de janeiro de 2019

    Eu ainda vou esperar para ver. A mim me parece que esses 1.0 TSI não passam de cavalos paraguaios.

  • Avatar
    flavio 30 de dezembro de 2018

    Motores 1.0 e turbo trabalham em rotacoes muito maiores pra produzir potencia superior…. Altas rotacoes, maiores desgastes menor durabilidade.

    • Avatar
      Murillo 30 de janeiro de 2019

      Errado amigo, como a arquitetura do motor é outra, as peças são feitas especificamente para aguentarem estas rotações. É diferente do que ocorria lá nos anos 80/90 que se pegava um motor aspirado e o transformava em Turbo.
      Isto é tecnologia “Downsize (Menor tamanho e maior potencia) e não tem volta, ano que vem a Fiat trará seus motores turbo para seus veículos (Argo, Cronos, Jeep), a ford já usa na linha ecoboost.

    • Avatar
      Carlos 8 de fevereiro de 2019

      O up 1.0 TSI não trabalha em alta rotação como os 1.0 aspirados. Muito pelo contrário! A 2900 giros, anda a 120 km/h.

    • Avatar
      Lucas 8 de maio de 2019

      Concordo se a estrutura for de mesmas proporções e os materiais os mesmos… Porém não é isso que acontece… Os motores foram redimensionados para este tipo de relação entre tamanho e potência… Como comparativo pode ser usar o 1.6 do Fusca com o 1.0 do up, você realmente acha que o do Fusca vai durar mais???? E também os antigos V8 com um ap 2.0 mais atual que duravam fácil quase 500 mil km…o que está dizendo vai contra o desenvolvimento da tecnologia de fabricação…

  • Avatar
    Maycon 28 de novembro de 2018

    Essa história de TSI = turbo stratified injection é no mínimo suspeita, visto que no ano de 1998 foi lançado aqui no brasil o Gol e Saveiro TSI que tinham como propulsor o motor ap 2.0 aspirado (sem turbo). Vão me dizer que a mesma sigla TSI da mesma montadora teve dois significados diferentes?

    • Avatar
      Pablo Henrique 4 de dezembro de 2018

      Justo aspirado sem turbo hj vem com turbina. Não são aspirados. E tenho uma Parati 1.0 turbo 2001. A diferença dos turbos antigos pro TSI pelo q li é o sistema de injeção. Só.

    • Avatar
      Tiago 14 de dezembro de 2018

      Se não engano, naquela época, a sigla TSI significava Touring Sport Injection, ou algo assim. Tinha sempre a ver com o tipo de acabamento e acessórios que acompanhavam o carro. Era a versão “esportiva” como alternativa ao GTI, que era muito caro.

      • Avatar
        JULLES WILSON PIRES 14 de janeiro de 2020

        Sim, exatamente isso em 1996 meu irmão comprou um Gol Tsi Vermelho com uma roupa um pouco inferior ou Gti.

  • Avatar
    Marcos Castro Alves 13 de setembro de 2018

    Tenho um Up! Move TSI 1.0 e estou satisfeitíssimo, tenho desempenho de um 1.8, o carrinho arranca lado a lado com as motos no semáforo, ultrapassa sem dificuldade alguma, 0 a 100 em 9.8s, forte em subidas e ainda é um dos mais econômicos do Brasil, quase 18km/litro com gasolina na estrada, só vou trocar ele daqui um tempo por um Polo TSI.

    • Avatar
      Marcelo 14 de março de 2019

      Se o carrinho está tão bom, pra que vai trocar daqui um tempo?
      Faz um favor pra gente, fica com ele usando dessa forma que você relatou até a primeira quebra do motor, daí compara com qualquer outro aspirado que você já teve e posta aqui um comentário comparativo em relação a AUTONOMIA DE VIDA ÚTIL DOS MOTORES, tanto do “foguetinho turbo” quanto do antiquado aspirado.
      Valeu!?

      • Avatar
        Marcelo 30 de julho de 2019

        Dor nos cotovelos

  • Avatar
    Julio 13 de setembro de 2018

    E o antigo Santana 2000 qual era o por que?

    • Avatar
      Marcelo 23 de setembro de 2018

      Volume do motor, 2000 equivale a 2.0 sendo que o primeiro está representado em mililitros e o segundo em litros.

  • Avatar
    Estevao S Brasil 13 de setembro de 2018

    Faltou falar do 170 TSI do UP. Inclusive, eu acho que a VW errou no timming de usar o torque na sigla do motor muito atrasado.
    Se a VWB tivesse feito isso com a chegada do Up TSI em 2015 a aceitação do modelo com motor turbo poderia ser melhor e o Polo 200 TSI já séria introduzido em um mercado relativamente já desmistificado.
    Falo isso porque dirijo uma Saveiro que tem seus 15.5 kg.f/m

  • Avatar
    Wilmar 13 de setembro de 2018

    E o TSI do UP ficou como?

  • Avatar
    Celso Pires 13 de setembro de 2018

    Permita-me uma correção. Não é 200 ou 20,4 N/metro ou 20,4 kgf/m e sim 20 N.m (20 Nm) ou 20,4 kgf.m (20,4 kgfm). Torque é aplicação de uma determinada força vezes um determinado braço. Por isto as unidades são multiplicativas.
    Um outro ponto é que o Brasil como os países europeus adotam o SI (Sistema Internacional de Unidades). Neste sistema, a unidade de força é o Newton que equivale a aproximadamente 0,1 kgf.

    • Avatar
      Estevao S Brasil 13 de setembro de 2018

      Cara, não seria N/m e kg.f/m assim como o nosso km/h?
      Que é diferente do MPH (miles per hour)

      • Avatar
        Antonio Santos 19 de novembro de 2018

        Não, o correto é kgf.m ou N.m, porque o conceito de torque é força x distância do braço de aplicação dessa força..

    • Avatar
      Leandro 29 de novembro de 2018

      Correção da correção…. Em relação a unidade está certo, o torque é multiplicativo portanto é N.m e Kgf.m só que 200 é 200N.m mesmo exatamente pelo motivo que citou… como 1N é igual a aproximadamente 0,1 Kgf então 200N são iguais a 20,4Kgf

  • Avatar
    Otto Santos 12 de setembro de 2018

    Matéria interessante. Certamente veremos outras montadoras adotando novas nomenclaturas pra “tentar confundir” o usuário.

    • Avatar
      Adriano Camargo 28 de outubro de 2019

      Não sei não, so vejo a Volkswagen usando isso, ela esta tentando reobter o espaço que ela perdeu no mundo inteiro, O GOLF que era o queridinho do mundo esta perdendo muito espaço e a VW no Brasil ja nao ocupa mais as primeiras posições em venda como era normal ate alguns anos atras.

      Mercedes e BMW que gostam de usar números ainda nao vi uma relação entre potências x numero(modelo)

  • Avatar
    Dirso pinheiro 12 de setembro de 2018

    Por experiência própria posso afirmar. Tenho o Virtus high line, pelo que já viajei não deixa nada a desejar e pelo contrário surpeende. se alguém não conhece essas novas tecnologias não julgue. Faça o teste e depois tire suas próprias conclusões.

  • Avatar
    Tiago 12 de setembro de 2018

    Acredito que até a vinda dos carros elétricos serem mais popularizado no Brasil, os fabricantes como consciência na natureza vem a evitar o alto consumo dos veículos, sem diminuir a potência. Mas a Volks já sabe como são Brasileiros, são iraizados em seus conceitos de que carro forte tem que ter motor grande, mas os engenheiros estão estudando para nos provar que potência não se resume em tamanho, mas sim em tecnologia.

  • Avatar
    André Br 12 de setembro de 2018

    Podem colocar o nome que for, 1.0 será sempre 1.0,ou seja uma lesma, e não importa a maquiagem que coloquem, 1.0 nunca mais.

    • Avatar
      Gabriel 12 de setembro de 2018

      Esse 1.0 TURBO entrega mais torque e mais cedo do que a maioria dos 2.0 ASPIRADOS que temos no mercado, além de oferecer desempenho melhor.

      • Avatar
        Dirso pinheiro 12 de setembro de 2018

        Por experiência própria posso afirmar. Tenho o Virtus high line, pelo que já viajei não deixa nada a desejar e pelo contrário surpeende. se alguém não conhece essas novas tecnologias não julgue. Faça o teste e depois tire suas próprias conclusões.

      • Avatar
        Luciercio 15 de julho de 2019

        Concordo com o seu comentário.
        Tenho um Virtus MSI automático com todos os opcionais da série, e confesso, eu me surpreendi com a tecnologia desse carro.
        PS.: é o meu primeiro VW. Pra quem dizia que jamais compraria um VW, então foi uma virada da aguápro vinho. Só pra constar: o carro é espetacular.

      • Avatar
        Luciercio 15 de julho de 2019

        Concordo com o seu comentário.
        Tenho um Virtus MSI automático com todos os opcionais da série, e confesso, eu me surpreendi com a tecnologia desse carro.
        PS.: é o meu primeiro VW. Pra quem dizia que jamais compraria um VW, então foi uma virada da aguá pro vinho. Só pra constar: o carro é espetacular.

      • Avatar
        Estevao S Brasil 13 de setembro de 2018

        Em um mercado repleto de esportivos e aventureiros de adesivo é até compreensível que ainda exista pessoas que nunca dirigiram um Up 170TSI ter essa mentalidade.
        Só pra dar um exemplo restrito à marca VW, um Up TSI dá uma venha surreal naquele Golf 1.6 MSI e no Jetta 2.0 aspirado.

        Os proprietários mais satisfeitos são os donos de Up TSI.

      • Avatar
        Marcelo 23 de setembro de 2018

        Tá, mas por quanto tempo? Esses carrinhos com motores turbo de baixa cilindrada, que trabalham no limite, são uma beleza pra quem troca de carro todo ano. Vamos ver daqui um tempinho a vida útil desses “foguetinhos”, pois os antigos 2.0 aspirados rodavam mais de 300 Mil Km amigo, os taxistas que o digam dos super Santanas.

      • Avatar
        Marcelo Soares 19 de maio de 2019

        Concordo. Tudo tem um preço.

      • Avatar
        PABLO HENRIQUE 4 de dezembro de 2018

        Olha tenho uma Parati 2001 turbo original da VW. E falo com precisão q ela cola os 220 do painel. E outro detalhe.na rodovia andando bem Cam o carro cheio fazendo média de 120/140 fez 14km por litro. Então não acredito q depois de quase 20 anos fossem fazer algo ruim em relação aos turbo original.

      • Avatar
        Marcelo 14 de março de 2019

        Amigo Pablo, eu tenho um Ford Focus com motor Duratec 2.0 que entrega parâmetros similares aos seus de desempenho e autonomia, a diferença é que a sua Parati está se matando na estrada, enquanto o meu Focus está tranquilo em passos largos. A conclusão que eu chego é clara, não existe milagre tecnológico, uma hora a conta chega para esses motores que trabalham no limite.
        OBS: Eu não sou contra motores turbo, apenas concordo que os turbo-compressores venham equipando carros de maiores cilindradas, pois se for pra compra um carro 1.0 turbo pra sair por aí esgoelando o motor, sinceramente prefiro comprar um carro 1.6 aspirado mesmo.

      • Avatar
        Girlei Sengik 8 de dezembro de 2019

        Prezado Marcelo,
        O motor 200 TSI do POLO, não anda esgoelado, e muito menos no seu limite. Tenho dois do modelo CONFORTLINE, de uso dos filhos, e meu amigo, o carro na estrada a 140km/hr anda em giro baixo e performando um consumo de 14,7km/lt e, se apertares o acelerador mesmo nesta velociidade ele responde muito rápido. Não vejo que o resultado de todo o desempenho esteja somente no propulsor, mas o conjunto Powertrain foi muito bem equilibrado.

    • Avatar
      Marcelo 23 de setembro de 2018

      Concordo em gênero, número e grau!

    • Avatar
      murillo 30 de janeiro de 2019

      Não tem nada haver amigo, a arquitetura do Motor turbo 1.0(TSI) é completamente diferente do Motor 1.0(convencional) . Os dados estão aí é só comparar, ou fazer um test drive, anda bem mais que o 1.6 por exemplo. Procura no youtube o programa acelerados, vai ver que o Polo TSi poe mais de 1 segundo (na mesma pista) no Argo 1.8(Aspirado).
      A tendência de downsize(Motor menor com mais potência) não tem mais volta, ano que vem a Fiat trará os motores turbo para seus carros, a Ford já usa também (Ecoboost).
      De acordo com seu pensamento um Fusca(Antigo 1.3 ou 1.5) andaria mais que um carro 1.0 o que claro não é verdade, pois a tecnologia evolui

    • Avatar
      Lula 4 de fevereiro de 2019

      Mané… deve ter andado de celta 1.0

    • Avatar
      Renata Trevizan 13 de fevereiro de 2019

      O up anda muito, se for TSI ainda mais.

    • Avatar
      Paulo 17 de março de 2019

      Primeiro anda em um Up!TSI.

      • Avatar
        Paporero 17 de março de 2019

        Nossa, essa eu passo,lixo de carro e acabamento pior Aída, kkkkk só retardado compra esse tipo de carro, ass: Bmw 320i

      • Avatar
        João Marcos 4 de junho de 2019

        O seu uso tsi equivale a 1.8 aspirado… Agora vc imagina essa potência em um carro pqno e sem peso… Isso esplica TD, o msm acontece com gol quadrado.

    • Avatar
      STACKE 1 de junho de 2019

      Coitado tão atrasado, já dei pau em muito 2.0 com meu upzinho tsi

      • Avatar
        Juliano 14 de dezembro de 2019

        Stake somos dois alguns 2.0 passam mau que dá até vontade de ligar para um guincho pra ajudar os cartas sinistros de 2.0 kkkkkkkkk
        Tenho dois up um move normal e um move TSI os dois andam muito

      • Avatar
        Paulo 16 de dezembro de 2019

        Kkkkkkkkkkk tadinho quero fer fazer isso contra o meu 2.0, quer quantos km de frente amigo?

  • Avatar
    Marcio silva 12 de setembro de 2018

    O que vale é o dinheiro pra abastecer.

Avatar
Deixe um comentário