Novo Captur turbo é lançado na Rússia antes de chegar ao Brasil

Modelo nacional, previsto para chegar no ano que vem, seguirá os mesmos passos, mas terá algumas exclusividades

novo renault captur turbo lancado na russia
Por AutoPapo
16 de março de 2020 19:30

Já aguardado no Brasil, o motor 1.3 turbo da Renault acaba de chegar ao novo Captur… Na Rússia! Por lá, o SUV tem nome ligeiramente diferente: é chamado de Kaptur, com “K”. A novidade veio acompanhada de uma leve reestilização, que alterou a grade dianteira e as rodas. Já os faróis mantiveram o formato atual, mas ganharam iluminação full-LED.

VEJA TAMBÉM:

No mercado russo, essa inédita opção de motorização desenvolve 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque. Ela é acoplada a um câmbio CVT: esse conjunto substitui a velha dupla formada por propulsor 2.0 e caixa automática de quatro marchas.

novo renault captur turbo lancado na russia

Por aqui, acontecerá exatamente o mesmo. O motor 1.3 vai entrar no lugar do 2.0, que equipa a versão top de linha Intense. As demais configurações seguem com a unidade 1.6. A estreia do novo Captur no Brasil ainda vai demorar um pouco e só deve acontecer no primeiro semestre de 2021.

Novo Captur nacional terá exclusividades

Se, no Brasil, o SUV da Renault vai chegar atrasado, pelo menos trará algumas exclusividades. De acordo com o site Autos Segredos, a reestilização será um pouco mais ampla e envolverá os para-choques dianteiro e traseiro. No interior, é esperada uma melhora no acabamento.

novo renault captur turbo lancado russia interior
Bancos dianteiros e traseiros do novo Renault Captur russo (foto: reprodução)

Na parte mecânica, a maior mudança é que o motor 1.3 turbo ganhará sistema flex, para consumir também etanol. Assim, potência e torque podem aumentar um pouco. Por outro lado, o novo Captur nacional terá apenas tração dianteira, enquanto o Kaptur russo tem as quatro rodas motrizes. Esse recurso é fundamental para rodar nas congeladas vias locais.

Além do novo Captur, o motor 1.3 turbo deve equipar também o Duster, que acaba de passar por uma reformulação. Nesse caso, porém, ele será acompanhado da tração 4×4, que era oferecida na antiga geração, associada ao propulsor 2.0 e a um câmbio manual de seis marchas.

SOBRE
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário