Barras de proteção lateral podem finalmente virar obrigação

Projeto de Lei do Senado que trata do tema foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e vai à Câmara

Por AutoPapo 27/02/20 às 18h17
Com Agência Senado
ford ka latin ncap

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania aprovou, em decisão final, o Projeto de Lei do Senado (PLS) que altera o Código de Trânsito Brasileiro para estabelecer as barras de proteção lateral como itens obrigatórios nos veículos.

O PLS 81/2018 é de autoria do senador Ciro Nogueira (PP-PI) e recebeu voto favorável do relator, senador Fabiano Contarato (Rede-ES).

LEIA MAIS

De acordo com Ciro, estudos realizados na Suécia concluíram que a presença da estrutura de proteção de impacto lateral reduz em 54% a ocorrência de lesões de gravidade moderada ou superior nos ocupantes. Quando aliado a airbags frontais, a redução chega a 61%, ampliando-se para 72% com airbags frontais e laterais combinados.

O autor da proposta observa ainda que as colisões laterais são o segundo tipo mais grave de acidente automobilístico, perdendo apenas para as colisões frontais. E ressalta que algumas montadoras já incluem o dispositivo de segurança na fabricação dos automóveis, enquanto outras continuam a fabricar veículos sem as barras de proteção lateral.

Projeto de Lei do Senado que quer a obrigatoriedade das barras de proteção lateral em veículos é aprovado e enviado à Câmara.
Ford Ka brasileiro apresentou melhora nos testes de impacto lateral do Latin Ncap, mas estrutura ainda é inferior à das unidades europeias

Para Contarato, é de fundamental importância que os veículos que circulem nas vias brasileiras sejam dotados, sempre que possível, de todas as tecnologias e equipamentos destinados a aumentar a segurança de seus ocupantes.

Obrigatoriedade das barras de proteção lateral

O Senado Federal aprovou, em 2014, o PLS nº 307, que também trata do assunto. Acontece que o texto final remetido à Câmara dos Deputados substituiu a expressão “barras de proteção lateral” por “dispositivos de proteção contra impactos laterais”.

De acordo com senador Ciro Nogueira, “essa expressão mais genérica pode gerar a interpretação de que os airbags laterais cumpram esta determinação. Portanto, faz-se necessário apresentar este PLS para exigir a instalação específica das barras de proteção lateral nos veículos novos”.

Tramitação

Como é terminativo, o PLS 81/2018 será enviado direto à Câmara dos Deputados. Se publicada, a Lei entra em vigor em 360 dias.

Foto Latin Ncap | Divulgação

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário