Óleo da caixa CVT do Honda HR-V: troca de filtro é picaretagem

Oficinas encarecem troca do óleo da caixa CVT, com substituição dos filtros, mas fabricante tem recomendação bem diferente

honda hr v 2021 visto de frente rodando em estrada
Honda HR-V de primeira e segunda gerações contam com caixa do tipo CVT, que demandam troca periódica do fluido (Foto: Honda | Divulgação)
Por Marcelo Jabulas
Publicado em 22/03/2024 às 08h03

Troca de óleo é algo sério e que o dono do carro não pode dar bobeira. Mas muita gente não sabe que também é preciso trocar o óleo da caixa, o lubrificante da transmissão. Nos carros manuais essa troca é feita em quilometragens muito elevadas, mas em modelos automáticos, como as caixas do tipo CVT, a troca ocorre em intervalos menores. É o caso do Honda HR-V.

VEJA TAMBÉM:

O Honda HR-V, tanto da primeira quanto na segunda geração, conta com transmissão automática do tipo CVT. Essa caixa demanda substituição do lubrificante a cada 40 mil km ou 36 meses, o que ocorrer primeiro.

caixa marchas automatica fluido oleo transmissao shutterstock
Troca do óleo de caixa CVT deve ser por abertura do bujão da transmissão, com escoamento pela gravidade, segundo a Honda (Foto: Shutterstock)

Ao contrário da troca do lubrificante do motor, o preço da substituição do fluido HCF-2 chama atenção por ser mais cara. Na rede autorizada o preço gira em torno de R$ 750 a R$ 800.

Valores que assustam à primeira vista e fazem com que consumidores busquem alternativas mais baratas em oficinas e auto-centers. E é nessa hora que surge o golpe.

Filtros além do óleo de caixa do HR-V

Isso porque muitas oficinas incluem no orçamento, a necessidade de troca dos filtros da transmissão. Os dois ficam alojados na estrutura da caixa, o primeiro junto ao trocador de calor (um pequeno radiador para arrefecer o fluido) e o segundo junto ao cárter da caixa.

Um leitor do AutoPapo nos procurou intrigado com dois orçamentos que recebeu de duas oficinas, uma delas uma conceituada empresa de troca de óleos em atividade há mais de 50 anos. O leitor precisava levar seu HR-V para a segunda substituição do óleo de caixa de seu HR-V, ano 2017, com pouco mais de 50 mil km.

A primeira oficina enviou um orçamento de R$ 1.540, incluindo oito litros do lubrificante (da marca Mobil), junta do cárter (da transmissão), mão de obra e os dois filtros. Procuramos a oficina e questionamos sobre a necessidade da troca desses filtros e o atendente foi categórico com necessidade de troca dos filtros.

Já na segunda loja passou para nosso leitor um orçamento de R$ 2.280 por sete litros de fluido Honda HCF-2, a R$ 225 cada litro, os dois filtros por R$ 620 e a junta do cárter da transmissão por R$ 85. Caso o cliente optasse pelo fluido Lubrax CVTF, cada litro sairia por R$ 150 e o preço final ficaria em R$ 1.755.

O que diz o fabricante?

Procuramos a Honda para entender sobre essa necessidade da troca dos filtros, uma vez que não consta no manual do proprietário. A recomendação consta apenas a verificação do nível do fluido na rede autorizada e substituição do lubrificante de acordo com o cronograma de manutenção.

oleo de caixa honda hr v manual
Manual do Honda HR-V não orienta troca dos filtros (Foto: Honda | Divulgação)

A única observação categórica do documento é que nunca pode ser misturado outro fluido com o HCF-2. Ou seja, não se pode completar o nível com outro lubrificante sob risco de contaminação e perda das propriedades do óleo.

Em nota, a Honda foi categórica em afirmar que a abertura da caixa só deve acontecer em caso de defeito da transmissão, nunca para troca dos filtros, nem mesmo quando foi trocar o óleo de caixa do HR-V.

A Honda esclarece que não existe a necessidade de troca de filtros das transmissões como forma preventiva. O método de troca do fluído da transmissão automática recomendado pela Honda consiste na abertura do bujão do dreno para o escoamento por gravidade. A Honda não recomenda a utilização de qualquer outro método de troca dos fluidos de transmissão ATF ou CVTF”, fecha a nota.

Ou seja, muitas oficinas ainda oferecem a troca por sucção, por todos conectados na tubulação do trocador de calor e no bujão. No entanto, segundo a Honda, basta deixar que a Lei de Newton escorra o fluido apenas com a abertura do bujão.

honda hr v 2021 na estrada 4
Honda orienta que nível do óleo da caixa CVT deve ser verificado a cada manutenção programada na rede autorizada (Foto: Honda | Divulgação)

Com a orientação do fabricante, o leitor procurou duas concessionárias Honda e perguntou sobre a caixa e a suposta necessidade da troca dos filtros. Nos dois casos a resposta foi a mesma, em que não era necessário substituir os filtros de óleo da caixa CVT do HR-V, apenas a substituição do fluido.

Assim, no frigir dos ovos, nosso leitor gastaria no mínimo R$ 1.540 por um serviço que custa menos de R$ 800. Isso para trocar sem necessidade peças que não demandam substituição, além da abertura desnecessária do cárter da transmissão.

Não é preciso nem chamar o Boris para dizer que isso é picaretagem. Fique atento.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
15 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Maicon Medieroa 3 de abril de 2024

Costumo fazer as trocas de fluído da transmissão completas, o filtro sempre substitui o que vai atrás do trocador de calor. Esse filtro e do tipo refil, ou seja de papelão, tem um custo relativamente barato, pela garantia que vou ter em não saturar e comprometer a transmissão.

Avatar
Luis 24 de março de 2024

É simples de ver a diferença do valor da concessionária para uma oficina especializada que vai fazer a troca total e a troca dos 2 filtros.a concessionária só faz troca parcial e ainda assim por ser uma troca parcial o valor ja é muito caro.agora falar que n precisa substituir o filtro ja me deixa uma duvida grande.se tem o filtro que pode ser substituído pra que eu vou deixar de fazer a troca e correr o risco desse filtro saturar e acabar entupindo?eu acho que a manutenção preventiva esta ai pra quem quer fazer, e hoje temos diversas informações sobre esse assunto circulando por ai..minha opinião é que esse texto trouxe a duvida sobre o valor,mais não trouxe a diferença dos serviços realizados e os benefícios caso efetuem a troca total do óleo e dos filtros em prevenção já que da pra ser feito…lembrando é minha opinião somente

Avatar
Elder Reis 23 de março de 2024

Levei meu CR-V 2014 com 120 mil km para troca de óleo do câmbio na concessionária: trocaram 3 litros e uma junta….cada litro ficou em R$ 130 .

Avatar
Renato Machado 23 de março de 2024

Fiz troca do óleo CVT Civic paguei 1200 porém a primeira troca da feito na Honda só usaram 4 litros troca parcial) e quando a km é maior que 100 mil eles fazem a total por isso existem diferença de preços

Avatar
Wagner 23 de março de 2024

Excelente matéria, obrigado!!!

Avatar
Gilson Soares 22 de março de 2024

Tenho HRV 2018 e ja fiz troca do fluido do câmbio, o custo foi exato R$820,00 na autorizada Ivel Motors em Ji-Parana/Ro.

Avatar
José Ricardo Zani 22 de março de 2024

Ótima matéria! Excelente esclarecimento.

Avatar
Freitas 22 de março de 2024

Fiz a troca do óleo do CVT Honda fit com 106.000 km. Paguei 820,00, sem troca de filtro pois levei no local que só trabalha com marca japonesa.
Fui informado que tem que fazer a troca em 40.000 km.
Fiquei na dúvida o carro andou até 100.00 e o câmbio está ótimo… Sendo que peguei esse carro com 72.000 km.

Avatar
Alexandre magno 23 de março de 2024

Freitas não existe um estudo correto de que a troca que ser feita em 40 ou 50 ou 60 mil km o mercado parece que estipulou essa km tenho um peugeot 408 ano 2014 câmbio aisin 6 marchas está com 210 mil km, primeira troca fiz com 100 mil a segunda agora com 200 mil câmbio continua saudável sem Trancos ou trepidações.

Avatar
Jose 26 de março de 2024

O seu câmbio é de conversor de torque. Normalmente a troca de óleo é acima de 150.000Km. Para os CVT costuma-se trocar entre 40.000 e 80.000Km, dependendo da tecnologia empregada…

Avatar
Mariza 22 de março de 2024

Já ví relato de um mecânico que fez o serviço e teve que trocar uma bomba de óleo, com a troca do filtro foi parar um pedaço de plástico entre as engrenágens e quebrou a bomba.

Avatar
Marcelo Gomes 22 de março de 2024

É só dar um “Google” sobre “troca parcial e “troca “total” do fluído cvt” que a gente já vê a diferença entre esses dois procedimentos. A Honda recomenda (e só realiza) a troca “parcial”, com aproximadamente 4 litros originais de fluido cvt. É simples, retira-se pelo bujão essa mesma quantidade e repõe com fluido novo. Não trocam filtros pois não abrem o cárter do cvt. O valor sai por volta de R$ 800,00. A troca “total”, a qual muitas oficinas especializadas realizam esse serviço, fica na faixa de R$ 1.500,00, dependendo da marca do fluido, bem como trocam os filtros (o de papelão costuma estar bem saturado depois dos 100.000 km). Já fiz isso num Nissan Sentra que tive, nunca tive problemas. No meu Honda Fit só fiz a “parcial” na Concessionária pois o carro estava com 80.000 km. É isso.

Avatar
Marco Gentil 22 de março de 2024

Em Macaé -RJ hoje ao nível de Dubai custa 1800 reais. Kkkk piada!

Avatar
Jorge 22 de março de 2024

Tenho um HR-V 2016 que só trocou o óleo da transmissão aos 90k…
E não foi por falta de revisão… TODAS às revisões que fiz até essa quilometragem foram realizadas em concessionária em São Paulo… Foi nessa quilometragem, uma vez que o serviço da concessionária estava ficando com uma qualidade péssima, levei em um mecânico de confiança que me alertou e perguntou se já tinha trocado… Olhei em todas as notas que mantenho e nada… nenhuma troca em concessionárias da Honda…
Acabei trocando com esse mecânico (sem a necessidade de abrir ou de trocar os filtros) e as revisões seguintes fiz com ele.
Essa recomendação “da fábrica” me pareceu bem estranha…

Avatar
Tobias 22 de março de 2024

A média de preço de troca de fluido automático é de 110 reais por litro, com mão de obra inclusa, aqui na região. Mais de 1000 reais pra este serviço completo é abuso e cara de pau!

Avatar
Deixe um comentário