[Vídeo] E agora? Cadê as peças de reposição para o meu Ford?

"Eu tenho certeza que se você, hoje, tem um Ford, Ka, Fiesta, EcoSport, qualquer um, manutenção não será problema"

Por Boris Feldman 14/01/21 às 18h02
ford focus em elevador de oficina fazendo manutencao
Com o fechamento das fábricas, como fica a manutenção? (Foto: Shutterstock)

Olha, a caixa de correio aqui do AutoPapo apareceu  cheia. E a  maioria das perguntas se refere a quê? “Como é que vai ficar o meu Ford Ka, ou Fiesta, ou EcoSport, agora que a fábrica da Ford está fechada? Nenhum problema! O carro vai desvalorizar? É a primeira pergunta. A segunda: como ficam as peças, quem vai dar manutenção no meu Ford?

Boris Feldman explica em vídeo! Assista:

Então, em primeiro lugar, desvalorizar, vai. Mas não porque a Ford está fechando suas fábricas no Brasil: qualquer carro que sai de linha, porque envelheceu, porque veio um modelo novo para substituí-lo, perde mesmo o valor de mercado. Isso é normal, sempre aconteceu e sempre acontecerá. Não precisa de fechar a fábrica para isso: é só mudar a geração de um modelo.

VEJA TAMBÉM:

Em  segundo lugar, a manutenção. Como é que fica? Ora, a concessionária, hoje, dá manutenção no seu Ford, não é? Mas ela não vai fechar as portas: ela vai continuar vendendo carros importados em vez de produzidos no Brasil. E a sua seção de  manutenção, oficina, vai continuar normalmente.

Não só as oficinas da rede autorizada, como  também as oficinas independentes, que muita gente usa. Os mecânicos vão continuar dando manutenção no seu Ford.

Como ficam as peças de reposição da Ford?

“Ah, mas tem o problema da peça de  reposição.” Isso poderia mesmo ser um problema, mas você está se esquecendo que a fábrica aqui  no Brasil é chamada de montadora: sabe por quê? A maioria das peças colocadas no automóvel da Ford ou de qualquer outra marca, não é produzida por ela.

A fábrica encomenda de dezenas de fábricas de  autopeças, fornecedoras, outras empresas, às vezes  até importa as peças para montar o seu carro.  Então, se a fábrica da Ford para de produzir,  problema nenhum. As fornecedoras vão continuar  fornecendo para Ford, para as concessionárias,  para as lojas de peças, isso não é dificuldade  para ninguém!

Então, eu tenho certeza que se você, hoje, tem um Ford, Ka, Fiesta, EcoSport, qualquer um, manutenção não será problema. Embora, cuidado com aqueles que dizem: “é obrigado a manter peças em estoque, mesmo dos carros  que deixaram de ser produzidos ou importados por  oito anos”. Essa lei não existe! Isso é conversa  para boi dormir!

O Código do Consumidor fala  outra coisa. Mas existe uma outra lei que se  chama da procure da oferta. Enquanto tiver gente  querendo comprar peças dos carros Ford, haverá  sempre alguém querendo vendê-las.

SOBRE
57 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Edivaldo 16 de janeiro de 2021

Parabéns pelas informações, as peças como de qualquer outra marca continuarão a,serem produzidas. Hoje encontra se peças de qualquer modelo fora de linha. Experimente fazer una busca no google, mercado livre. Tenho uma chevy 500 e tubo que preciso encontro

Avatar
Paulo 16 de janeiro de 2021

Sem dúvida irá desvalorizar…..qual brasileiro sabendo dessa notícia, irá investir seu dinheiro em um carro onde a montadora não está no Brasil, diminui a procura aumenta a oferta quem vender mais barato consegui vender….isto impulsionara os preços para baixo… infelizmente

Avatar
Marcos 16 de janeiro de 2021

Graças a Deus nao comprei um ford..vou de hyundai 5 anos de garantia…e nada dessa novela…toda..

Avatar
Luis 15 de janeiro de 2021

A Ford vai embora por excessivos erros de estratégia e marketing, erros esse que começaram em 1987.
Para vender somente importados, a rede de revendedores vai encolher em pelo menos 60%, trazendo grande insegurança aos proprietários que vão querer vender seus veículos o mais rápido possível.
Com o aumento da oferta e a queda da confiança na marca, a desvalorização vai ser bem elevada.

Avatar
Augusto Pereira de mattos 15 de janeiro de 2021

Ah área de peças não saiu do Brasil,tem de entender para de fazer fantasia.

Avatar
Carlos 15 de janeiro de 2021

Só porque comprei um eEcosport a 3 meses então estou “muito feliz”

Avatar
Ronário Lemos 15 de janeiro de 2021

A Ford nunca foi do Brasil estava aqui para captar royalties, comprou a única montadora nacional de verdade a Troler, essa já era, primeiro foi a Gurgel que a VW fez de tudo junto com políticos corruptos da época para exterminar.
Na minha opinião a Ford vai tarde, outras já tomaram seu espaço, no caso as asiáticas, precisamos acabar com essa idolatria a empresas estrangeiras e criar as nossas, começando a valorizar o comércio regional no próprio bairro e desenvolver uma cultura nacionalista no sentido do consumo, criar nossas patentes, ainda temos mentalidade de colonizados para exploração dando valor ao que vem de fora, precisamos acabar com essa cultura.

Avatar
Itamar 15 de janeiro de 2021

E quem acabou de comprar um Ford 2017? Imagine a “felicidade”. Eu.

Avatar
Papo reto 15 de janeiro de 2021

Alguém da Ford pagou esse cara!

Avatar
Eduardo Rodrigues Monai 15 de janeiro de 2021

Concordo que são apenas montadoras , mas e o controle de qualidade das peças originais de reposição. Os fabricantes de auto peças seguirão as mesmas normas exigidas pelas montadoras?

Avatar
Paulo Prysthon 15 de janeiro de 2021

Conversa pra boi dormir foi essa reportagem. Vai desvalorizar mais do que o normal, vai! Vai faltar peças de reposição mais do que o normal? Algumas, sim, vai!!! Ex. Para-lamas, portas, capô, etc. essas peças são exclusivas de cada modelo e são estampadas nas fábricas que fecharam.

Portanto, caro eleitor, sugestão de engenheiro automotivo por 25 anos, dos quais 15 na Ford: sugiro procurar outra marca urgente!!! Hoje a marca tem 360 concessionárias. Vão mante-las para vender meia duzia de carros importados?! Duvido muito!

Avatar
cleide veras 15 de janeiro de 2021

falou tudo

Avatar
carlos eduardo 15 de janeiro de 2021

Oi pessoal eu tenho um HONDA WR-V pense num carro que não apresenta problema algum, pra mim só existe duas marcas decentes no Brasil, HONDA e TOYOTA.

Avatar
Berenice Olga Carmesini 15 de janeiro de 2021

Tive dois Focus, 1 Fiesta e 2 New Fiesta até chegar na minha Eco Sport que amo. Os carros da Ford, pelo menos os que tive, NUNCA me deixaram na mão por problemas mecânicos. São ótimos. Por essa razão foi com muita tristeza que li sobre a saída da Ford do Brasil… Sua coluna foi um alívio para mim. Agora já sei que apesar da desvalorização que é natural que aconteça, ainda poderei usufruir da maravilha de carro que é a EcoSport. Muito obrigada mesmo!

Avatar
Sônia Cugler 15 de janeiro de 2021

Amo carros da Ford, nunca me deixaram na mão, sempre fiz revisão na oficina Ford, um Verona que fiquei por 10 anos (1990/2000) e um Ecosport por 12 anos (2006/2018), vendi com 210.000 km rodados e os amortecedores dianteiros originais, sem troca. Saí da Ford porque o Ecosport ficou muito caro e comprei um Renegade simples. Carro que também estou amando. <3

Avatar
Ivani Messina 15 de janeiro de 2021

Boa noite. Você é a Berê que trabalhou no Experimental da Lapa?

Avatar
Marco Antonio 15 de janeiro de 2021

Muito estranho!!! A pessoa quer morar em um pais capitalista, mas quer só os beneficios deste sistema.
Os males deste sistema são esses e outros mais, basta vc se acostumar e aprender a superá-los ou mudar de pais, quem sabe para uma
China ou Russia!!! Não preciso desenhar né?!!!!!

Avatar
Itamar 15 de janeiro de 2021

Falou tudo.

Avatar
Vladimir da Silva Cachator 15 de janeiro de 2021

Em um período que se fala tanto da ética, o consumidor se vê mais uma vez enganado por um grupo de pessoas que parecem entender que podem fazer o que bem entenden com as pessoas e tudo fica o dito pelo não dito. Onde está o governo, a justiça e as forças de defesa do consumidor? Não estariam elas mais uma vez envolvidas ou na frente desses negócios nogentos que engana o povo de forma descarada? Onde está as forças sociais que viralizam por conta de tantas situações? Pense nos desempregados pais e mães de família? Nas pessoas que foram enganadas? etc… Será que essa FORD, simbolo do colonialismo ainda vai continuar sacrificando como outrora fizeram levando nosso ouro, prata, madeira, minérios, etc?

Avatar
Cícero Vieira de Camargo 15 de janeiro de 2021

Fordeu, oras…

Avatar
Cesar N. Lunardi 15 de janeiro de 2021

Lamentável que o próprio Publico envenene o Mercado de Peças para reposição , aja visto que existem varios fabricantes e que a Montadora é uma simples licenciadora e nada mais de que uma montadora não fabricante . Ford deixa de Montar /fabricar veículos não esta saindo do BRASIL……

Avatar
José Gilmar Luiz dos Santos 15 de janeiro de 2021

Eu como só uso carro da marca BMW,Mercedes e Jaguar nunca tive problemas até hoje.

Avatar
Carlos Roberto Botte 15 de janeiro de 2021

Eu juro que não consigo entender esse povo brasileiro eles tem memoria curta mesmo. !!!. Para quem compra Suzuki uma marca que já foi embora do Brasil onde nem no ferro velho encontrava peças. Largaram o povo na mão . Eles voltaram com a marca e o povo continua comprando essa droga. Aqui o povo gosta de porcaria mesmo quem não se lembra do Lada ???. Aqui o brasileiro gosta de novidade, não pode ver um lançamento que corre comprar para mostrar para o seu vizinho que ele adquiriu primeiro. Ai ele serviu de cobaia pois os defeitos vão surgir na sua mão eh eh. Brasileiro é masoquista gosta de sofrer mesmo, aposto que se a Ford voltar um dia eles ainda voltam a comprar esses lixos.

Avatar
Cacca 15 de janeiro de 2021

Tive dois Focus, um da primeira geração e um da segunda geração, ambos mecânicos. Eram excelentes e muito confortáveis. Não tive problemas, mas os vendi com dois anos de uso e pouco rodados. Não sei o ué seria se tivesse ficado por muito tempo com eles e começassem a dar problema s, como todo carro usado costuma apresentar.

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Cacca, meu colega de trabalho tem um focus que pode ter sido o seu segundo (é um dos últimos da primeira geração, 2008). Ele teve vários probleminhas, mas sempre conseguiu achar as peças. Barato não foi, mas imagino que se fosse um Astra ou Vectra do mesmo ano, seria quase a mesma coisa.

Avatar
Carlos lucas 15 de janeiro de 2021

O anúncio não está muito correto. Segue o correto.
Ford DEIXA O territory, encare a transformação.

Avatar
PEDRO JOSE GARCIA 15 de janeiro de 2021

Possuo uma Pampa 1995,estou preocupado que perca valor de mercado.

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Meu querido, fique despreocupado. Sua Pampa só vai valorizar mais e mais a cada ano, principalmente se estiver bem cuidada. A Pampa é um carro colecionável, em 1992 quando ela saiu de linha pela primeira vez (de 95 a 97 voltou à linha), ela custava um pouco mais do que uma Saveiro ou Fiorino. Hoje comparada com o modelo da Fiat, vale o dobro ou até mais, pois se tornou um modelo raro e colecionável. Suas compatibilidades de peças com a linha Corcel II / Belina e Del Rey, e inclusive de mecânica com Escort / Verona, Gol / Voyage e até a então concorrente Saveiro, fazem da Pampa uma ótima picape para usar inclusive no dia a dia. Maior cuidado só com a lataria, pois estas partes já não fabricam mais há bastante tempo, se bater ou apodrecer é necessário recorrer a desmanches ou refazer artesanalmente mesmo.

Avatar
Fernando 15 de janeiro de 2021

Roberto, eu acho que ele foi irônico no comentário dele sobre a Pampa.

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Fernando, eu sei que ele foi irônico, acho que muitos dos que tiram carta hoje nunca viram uma Pampa na rua (aqui em Sorocaba dá para contar nos dedos as Pampas rodando), então escrevi o texto só para que estes mais novos tenham uma ideia…

Avatar
Felipe Toledo 15 de janeiro de 2021

Para quem ja teve Kasinski e soube se virar com peças, as peças da Ford serão molezas haha.. Excelentes carros. Fico muito triste com esta notícia.

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Vamos ver as cenas do próximo capítulo. Tem várias chinesas louquinhas por comprar as instalações de Camaçari e de Taubaté por uma pechincha. Se realmente procede a alegação de “vários anos de operações com prejuízo”, a Ford vai se livrar destas instalações bem rapidinho para cobrir os custos de sua saída (indenizações, etc). Mas de for dura nas negociações, aí tem…. Vamos ver a hora que o Brasil voltar a bater recordes de vendas se ela não vai querer voltar a vender as novas gerações da Ecosport e Ka (lembrem que ambos são produzidos na Índia, sendo o Ka com nome de Ford Figo). Mas a forma com que ela informou sua saída, arranhou bastante a sua imagem, tenho certeza que poderia ter feito de outra forma que preservasse mais sua reputação e respeitasse mais os funcionários (agora ex), consumidores e concessionários. Faltou tato, acho que fizeram curso com alguns presidentes de países da América.´

Avatar
Cesar N. Lunardi 15 de janeiro de 2021

Melhor comentário vida que segue em matéria de veiculos leves ninguém vai sair no prejuízo diferente da Linha Pesada Caminhões que ao longo dos anos a FORD sempre pecou com alterações de projeto dificultando o mercado de reposição aos seus usuários frotistas……

Avatar
RV Sammarco 15 de janeiro de 2021

A Ford assinou a sua sentença de morte no inicio dos anos 80 quando começou a corrida por eletrônica embarcada nos veículos automotores e ela começou a montar veículos com sistemas eletrônico de péssima qualidade dentre os quais a fiação dos chicotes do veículo eram e são feitos até hoje de material de revestimento plástico de péssima qualidade não resistente ao calor do compartimento do motor e do funcionamento do veículo, quem já teve um ford sabe do que estou falando com o passar de uso de 50.000 km o revestimento plástico da fiação começa a esfarelar as caixas de fusíveis começam a trincar e o carro vira uma pocilga com diversos problemas elétricos e olha que é uma coisa básica que atire a primeira pedra quem teve um FORD e não teve um problema elétrico, e sem contar na transmissão Power Shift um câmbio automatizado montado com peças encalhadas na Europa e que a montadora não conseguiu resolver, uma clara demonstração que não existia comando na Empresa ou melhor quem a administra não entende nada de automóvel e o resultado não poderia ser outro enfim, que seus clientes funcionários sejam amparados.

Avatar
Paul Muadib 15 de janeiro de 2021

O Powershift é da fabricante alemã Getrag (depois unida à Ford em 50/50) e hoje fazendo parte do grupo Magna, e equipa desde caminhões pesados da Mercedes até a série esportiva da BMW. A besteira que a Ford fez foi adaptar o ótimo PS para usar acionamento eletromecânico no lugar do eletrohidráulico original, o que provocou problemas diversos. Outros carros europeus usam o PS sem problema.

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

RV, eu já tive vários Ford, mas os problemas elétricos a que você se refere nunca tive. Já tive outros problemas, nada muito grave, mas não elétricos. Dos carros mais novos, pelo que observo os da Renault têm bastante problemas principalmente nas lanternas traseiras.

Avatar
Osvair de jesus oliveira 15 de janeiro de 2021

Osvair oliveira eu tive problema com ecosport 2013 o cambio deu pau com menos de 30000 km

Avatar
Wanderson 15 de janeiro de 2021

Tive um verona 95 e concordo contigo sobre os problemas elétricos. Desde caixa de fusível até chicote tudo apodreceu e dava um monte de problemas de funcionamento no carro, acelerava sozinho, marcha lenta oscilando, apagava e não ligava mais, bastava esperar um tempo que voltava do nada. Enfim virou uma bomba.

Avatar
Luciano 14 de janeiro de 2021

Burro vai ser o Brasileiro que comprar um Ford importado!
Tantas opções no mercado,pra que passar raiva!
Vai com Deus Ford!
Já se vai tarde!

Avatar
William 14 de janeiro de 2021

Se manutençao da FORD era um absurdo de caro antes, que dirá agora, ja tive 2 fords, excelentes carros em nivel de conforto mas a manutencao me fez desistir de ford a 5 anos!

Avatar
Paul Muadib 15 de janeiro de 2021

Não só as peças de manutenção mas também de acabamento são caras.

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Eu já tive vários Ford Ka (desde o primeiro que lançou), e várias Ecosport, as manutenções sempre foram na média de outros carros. As poucas peças que quebraram não por falta de manutenção, realmente foram bem caras, mas ainda assim nos outros carros essas peças também são caras.

Avatar
Fernando 15 de janeiro de 2021

Olha, essa é uma lenda que se tornou verdade devido a ser tão repetitiva. Pelo menos em carros populares da marca, as peças possuem preços de acordo com o segmento. Tenho um Fiesta Rocam 1.6 ano 2013 comprado zero. As peças possuem preços dentro do esperado para o mercado de reposição, especialmente quando compradas em plataforma como o Mercado Livre. Não sei se esses valores se aplicam a carros superiores (Focus, por exemplo), mas nos “de entrada” nunca achei os valores acima do praticado por outros carros do mesmo segmento.

Avatar
William 15 de janeiro de 2021

Aos amigos @Fernando e @Roberto, fico muito feliz por vocês mas a minha experiência não foi tão boa quanto e assim fica minha opnião, no Maranhao onde resido infelizmente manter um FORD é bem caro!

Avatar
Eduardo 14 de janeiro de 2021

Peça de reposição nunca irá faltar, só procurar a BorgWarner, Delphi Technologies, são as lideres em confecção de peças para estes carros.

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Eduardo, é isso mesmo, essas peças principalmente eletrônicas, na verdade são compartilhadas com diversos outros modelos inclusive de outras marcas. Há algum tempo, a borboleta da admissão da minha Eco deu problema, comprei no MercadoLivre que me entregou no mesmo dia a peça fabricada na Alemanha e na lista existia compatibilidade com vários outros carros europeus. Detalhes: paguei um terço do preço da mesma peça na concessionária Ford. O problema na peça era apenas sujeira, limpei e voltou a funcionar (eu ia vender, agora vou deixar guardada só por segurança kkk)

Avatar
RV Sammarco 15 de janeiro de 2021

Excelentes empresas, mas Borg Warner não está presente no Brasil e a Delphi só se interessa em venda a Montadoras.

Avatar
Alexandre 14 de janeiro de 2021

Falta de peças na Ford não será um problema novo. Sempre existiu. Quem já teve Focus (um excelente carro aliás) sabia que não podia bater porque peças de lataria simplesmente não existiam.
Desisti da Ford quando fiquei 6 meses esperando um parachoques e todas as concessionárias diziam que não tinham previsão nenhuma de receber. Arrumei o batido e me desfiz do carro.
Acho que a empresa foi embora tarde. Quem comprar os importados vai se arrepender, pois não vai demorar para falirem ou ao menos fecharem as lojas no Brasil.

Avatar
Luciano 14 de janeiro de 2021

Concordo plenamente
Tive um focos adquirido zero km
Com 6 meses queimou a caixa de fusíveis
Demorou 6 meses para a caixa chegar!
Depois a canopla do câmbio automático
Mais 6 meses sem carro!
Ford é lixo
Já se vai tarde!
Única parte ruim é o tanto de gente q perdeu o emprego!

Avatar
Paul Muadib 15 de janeiro de 2021

O Focus é um excelente carro, o problema é ele ser Ford…

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Alexandre, na verdade acho que o que faltava na verdade era explicar ao consumidor que o Focus era um carro importado, e que, por melhor que fosse (e é), ele tinha vendas pífias, além de ser uma carro premium. A somatória de vendas pífias, ser fabricado em outro país, e ter um nível tecnológico mais sofisticado, inevitavelmente significa falta de peças. Isso vale para qualquer carro. Veja Siena e Montana por exemplo, também vêm da Argentina mas não faltam peças, especialmente por também terem sido fabricados os semelhantes por aqui (linha Palio e linga Corsa / Agile).

Avatar
Lucio Oliveira 14 de janeiro de 2021

Ola Boris, me permita umas palavras. Vc por acaso conversou com alguem do setor de manutencao fora da concessionaria. Perguntou se eh facil encontrar pecas de reposicao para um Focus 2015 por exemplo. Deixa eu te contar amigo, eh muito dificil, carros com mais de 8 anos entao… Claro que ha fornecedores, mas a pergunta eh, eles estarao autorizados pela ford a continuar a producao destas pecas de reposicao para atender as auto pecas… Nao amigo, isso nao acontece hj, se procurar por pecas de VW e Chevrolet vc encontra tranquilamente, mas da Ford… pode ir a desmanches. Infelizmente a marca nao fez o dever de casa e nao se importou com o publico chamado classe media na hora de desenvolver carros para nosso mercado e dar a devida atencao ao mesmo. Henry Ford transformou parte da industrializacao mundial com a producao em serie de veiculos populares, para a grande massa, que atendia a necessidade da epoca, agora, a ford se esqueceu das origens e tambem dos consumidores brasileiros. Triste.

Avatar
HAF 14 de janeiro de 2021

Verdade amigo, minha família e eu estávamos quase fechando uma eco sport esse inicio de ano, e já desistimos da compra completamente, depois dessa noticia de fechamento das fabricas na BA e SP. A Ford precisa respeitar mais as pessoas que investiram seu dinheiro suado nos seus modelos, agora descontinuados e sujeitos a desvalorização além do comum. Não acho que a Ford vai se firmar vendendo modelo importado por aqui, ele não tem status de veículos premium como BMW e Jeep( não que eu valorize isso, mas o mercado sim).

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Lucio, nunca ouvi isso que você disse, que a Ford precisa autorizar os fornecedores a fabricar peças de veículos usados com mais de 8 anos? Na verdade fabricam sim, o nome destas peças costuma ser “peças paralelas”. Lógico que não vai encontrar peças paralelas sofisticadas (partes do motor, peças eletrônicas sofisticadas), mas peças normais de manuteção e até de lataria, vidros, botões, painel, acabamentos, suspensão, isso tudo já existe no mercado de peças “paralelas”, e vai continuar normalmente.

Avatar
Fernando B 14 de janeiro de 2021

Bato nessa tecla desde o primeiro minuto que ouvi que a Ford iria fechar. Quem tem carro que vendeu bem durante os anos, está tranquilo. O mercado de reposição vai manter peças por muitos anos. O duro é quem comprou o Territóry, por exemplo

Avatar
Roberto de Souza Filho 15 de janeiro de 2021

Exato, os donos de Territory devem ser os mais afetados, exceto que cumpram o discurso de que irão manter o foco nos importados, mas o Territory de todo modo nunca terá um volume expressivo para depois de alguns anos ter manutenção facilitada. Parece que a ideia original era fabricá-lo aqui na próxima geração, a Ford planejava peitar o Compass, mas agora vai dar W.O.

Avatar
Tomé Ferreira da Silva Júnior 14 de janeiro de 2021

Boris, fala com seu diretor, que existe caixa correio sim, só que agora é eletrônica! rsrsrs
Ou seja, e + mail significa: “enviar correspondências eletronicamente” – eletronic mail.
E quanto ao vídeo, está muito esclarecedor.
Obrigado por compartilhar!!!
Sou seu fã!!!
Abraços!!

Avatar
Deixe um comentário