[Pinóquio de Ouro] E o prêmio vai para… O etanol aditivado

Aditivar o álcool não passa de uma bem bolada jogada de marketing que dá lucro aos postos e prejuízo aos motoristas

pinoquio de ouro etanol flex 01
Por Boris Feldman
07 de dezembro de 2019 09:00

Enquanto outros veículos de comunicação aproveitam o fim do ano para atribuir prêmios os mais variados disso ou daquilo, dos eleitos, escolhidos ou favoritos, o AutoPapo segue em outra direção e concede o troféu Pinóquio de Ouro à maior mentira do ano. É disparado o menos cobiçado título do setor automobilístico, que este ano vai para… a BR Distribuidora.

pinoquio de ouro etanol flex 01

A primeira marca a oferecer etanol aditivado foi a Shell. Ela reinou sozinha com sua mentira durante anos, até que a BR Distribuidora decidiu entrar no jogo e lançou o mesmo produto este ano. Por uma questão de gentileza, a BR poderia dividir com a Shell os louros.

Vale a pena observar que, enquanto a Petrobras deteve o controle acionário da BR, ela jamais abandonou sua postura ética e não apelou para faturar uns trocados adicionais às custas do já combalido bolso do motorista. Preferiu manter-se distante da mentira….

Por que nenhuma outra marca tem o etanol aditivado em seus postos? Por ele ser rigorosamente desnecessário.

Por que então se recomenda a gasolina aditivada?

Há uma diferença substancial entre gasolina e etanol: o combustível fóssil tem elevado teor de carbono, acima de 80%, que resulta em depósitos carboníferos durante sua combustão, dentro do motor. Já o álcool tem um reduzido teor de carbono, cerca de 1/3 da gasolina e, ao ser queimado no motor, praticamente não deixa resíduos de carbono.

Qual o problema dos depósitos carboníferos? Eles devem ser evitados pois se tornam incandescentes quando se eleva a temperatura na câmara de combustão e podem provocar a queima da mistura antes mesmo da faísca na vela. É o fenômeno da pré-ignição, uma das mais perigosas combustões irregulares. Quando ela ocorre, o motor perde potência além de aumentar consumo e emissões.

Pode eventualmente até quebrar o pistão e todo o motor. Daí a importância dos aditivos detergentes e dispersantes da gasolina: para manter a câmara de combustão limpa e livre de depósitos.

Então, é importante aditivar a gasolina mas irrelevante acrescentar aditivos ao etanol, pois ele é um combustível muito mais “limpo”. Tanto que os aditivos do etanol são anunciados principalmente como antioxidantes e lubrificantes.

Para limpar o quê?

Mas tanto a Shell como a BR Distribuidora anunciam também a presença de aditivos dispersantes e detergentes no etanol. Para limpar o quê?

O etanol aditivado é uma excelente jogada de marketing pois vai no “vácuo” da gasolina aditivada. Na cabeça do motorista, se é importante e recomenda-se a aditivação da gasolina, ele então imagina que o motor deve igualmente agradecer o etanol aditivado no tanque.

A rigor, não se está jogando dinheiro no lixo ao abastecer com ele: alguns de seus aditivos poderiam até oferecer algumas vantagens, mas não passa de um “luxo” e a mentira se caracteriza ao induzir o motorista a pensar que, assim como a gasolina, o uso do etanol sem aditivo poderá prejudicar o motor.

Mecânicos que lidam com motores afirmam que são diametralmente opostas as aparências de motores flex abertos depois de rodarem algumas dezenas de milhares de quilômetros.

É perceptível a diferença entre os que usaram gasolina sem aditivo, com aditivo ou etanol comum. Segundo eles, a limpeza da combustão do combustível verde é visível e indiscutível.

Etanol aditivado é bom para o posto e para a distribuidora. Para o carro, mal não faz, exceto para o bolso de seu proprietário!

SOBRE
22 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Andrea Carlini 12 de março de 2020

Achei essa materia interessante:
Toda a questão está no fato de que o etanol tem bem menos átomos de carbono que a gasolina e que por isso, segundo alguns, o motor que funciona com álcool não precisa dos aditivos detergentes-dispersantes da gasolina aditivada. Só que essas pessoas se esquecem de que hoje todos os motores, sejam a gasolina ou flex, têm obrigatoriamente um circuito que conduz os vapores de óleo do cárter para a admissão para evitar que cheguem à atmosfera, desse modo causando o mesmo efeito da gasolina sem esses aditivos. Ou seja, há carbonização das válvulas, câmaras de combustão e bicos injetores, embora de efeito menor quando o combustível é o etanol, mas ele existe. Outro aspecto desse álcool aditivado é ele conter, tanto quanto a gasolina aditivada, um aditivo denominado FMT, que reduz o atrito entre pistão/anéis e cilindro, deixando o motor mais livre, um efeito sempre bem-vindo. Portanto, assim como no caso da gasolina, vale a pena gastar uns reais a mais na hora de encher o tanque de etanol.

Avatar
Pedro Rogério Rodrigues 1 de março de 2020

O motor funciona melhor com etanol aditivado, só o Boris não sabe disso. Pra você Boris, vai o troféu desinformado do ano.

Avatar
Jeová 14 de dezembro de 2019

Parabéns, Boris. Há anos que acompanho seu trabalho. Desde o programa no SBT. Parabéns pela matéria. Sucesso!

Avatar
Rafael Oliveira Rocha Penna 14 de dezembro de 2019

Utilizo etanol aditivado da Shellba quase 8 mesese e posso afirmar com toda certeza que faz a diferença. O meu carro com este, melhorou o rendimento, diminui o barulho no motor, melhorou a partida a frio, parou de ter engasgos e ficou com respostas mais rápidas nas acelerações. Antes deste usava etanol comum, e o meu xarro apresentava falhas, engasgos, partida a frio péssima, e baixo rendimento. Por isso, tenho certeza que faz a diferença o etanol aditivado, é só consultar os usuários destes, que diversos pontos positivos serão relatados e reparar nas oficinas, nos diversos carros que com o tempo ficam com o bico injetor entupido, pela formação de goma prlo uso do etanol comum. Eu mesmo tive um carro que o bico entupiu e por diversas tinha que abastecer com gasolina aditivada, por falhas no motor causados pelo etanol comum, problemas que não tenho com o etanol shell v power.

Avatar
Reynaldo 3 de dezembro de 2020

Concordo…com etanol aditivada i barulhos do motor diminuiu sim

Avatar
Ivan 14 de dezembro de 2019

Só uso etanol comum. Não tenho problemas além da autonomia menor.

Avatar
Raul Machado Carvalho 13 de dezembro de 2019

Caro amigo Boris. O Prêmio Pinóquio caberia também para os inúmeros prêmios para veículos do ano eleitos por jornalistas. Tem até uma hipotética associação de jornalistas automotivos que só se reúne, ou melhor, que só existe no final do ano para “eleger” seus favoritos e faturar junto aos fabricantes alguns trocados a mais. Dessa forma muitos conseguem o “favor” das fábricas para continuar “testando” carros o ano inteiro. Grande abraço.

Avatar
Raul 12 de dezembro de 2019

Boris, no passado a Esso também vendeu alcóol aditivado aqui.

Avatar
CLaudinei FErreira 12 de dezembro de 2019

O Etanol Aditivado faz diferença sim, pelo menos nos meus carros… o Etanol Aditivado faz em Km/l exatamente igual a gasolina comum… o unico problema aqui na regiao oeste de sao paulo e osasco é encontrar um posto que nao tenha este Etanol Aditivado Batizado e o inclivel é que ninguem faz nada… nao tem fiscalização para este postos.

Avatar
Zema Santos 11 de dezembro de 2019

Nada sei tecnicamente sobre isso. Tenho um Gol 1989 a álcool e, com o etanol comum, precisava de uma limpeza de carburador a cada 6 meses. Com o etanol aditivado Shell, já está há 3 anos sem precisar. Eu não mudo.

Avatar
Julio Cesarr 11 de dezembro de 2019

O álcool leva uma certa porcentagem de água. Se o carro é flex de vez em quando vc mistura com gasolina. Mas a água do álcool não se mistura na gasolina. Vejo carros nas subidas jogando água pelos escapamentos. Essa água jogada fóra custou preço de combustível e certamente contribuiu para ferrugem por onde passou.

Avatar
teco teco 7 de janeiro de 2020

por causa disso nao tem fiscalizaçao os cara vende gasolina com alcool e alcool com agua e q se foda se o consumidor. a ANP leva tambem turma de mafiosos

Avatar
Leandro 9 de dezembro de 2019

Não sei se o álcool comum nós postos da minha cidade é muito ruin ou o aditivado é melhor, porque quando abasteço com aditivado o consumo o desempenho e o funcionamento do motor do meu carro é bem melhor tive até problema com o álcool comum e quem resolveu foi o aditivado.

Avatar
José Ricardo Vasconcelos 11 de dezembro de 2019

Meu irmão tu é o cara.
A propósito tenho uma dúvida entre um captur e o Tiago 5x qual seria o ideal se fosse vc ???.
Atualmente tenho um duster 2.0 aut. Por isso a dúvida em permanecer na marca ou pegar um Cherry.

Avatar
Josenildo Henrique 8 de dezembro de 2019

Resíduo de carbono não tem haver com a quantidade de carbono na cadeia do combustível, mas com falha na estequiometria da reação. Em qualquer reação de combustão perfeita o resultado é energia CO2 e água. Como a reação próxima da estequiometria é difícil teremos CO ( monóxido de carbono) e particulado e quanto mais antigo o veículos mais CO e particulado será emitido.

Avatar
Marcos 8 de dezembro de 2019

Pra que usa só etanol, de fato o aditivo não tem o que limpar. Mas quem intercala o etanol com gasolina (especialmente a comum), o etanol aditivado tem seu espaço já que a limpeza é progressiva e não instantânea. Só não explicam isso direito…

Avatar
Gilberto 8 de dezembro de 2019

Exatamente

Avatar
Luizo 8 de dezembro de 2019

Não né? A queima do alcool reulsta apenas em oxigenio e hidrogenio, o carbono vira pupuprina.

Avatar
Sérgio 7 de dezembro de 2019

E a tal gosma branca do etanol, como será que se limpa isso do sistema?

Avatar
Gilberto 8 de dezembro de 2019

Simples. Alterando o combustível. Uso contínuo do etanol cria gosma que se dissolve com o uso de gasolina. Uso continuo de gasolina cria carbonização que se dissolve com o uso do etanol. Ou seja, um limpa o outro. Então é só alternar entre eles de vez em quando que o motor fica mais limpo. Na prática isto está funcionando no meu carro a mais de 100.000 km

Avatar
Thiago 7 de dezembro de 2019

O TROFÉU Pinóquio de Ouro DO ANO PARA O ESTADO DE MINAS GERAIS, A GASOLINA MAIS CARA DO BRASIL,OS PREÇOS DA GASOLINA NA MINHA CIDADE, 1° POSTO R$ 5,09 GASOLINA COMUM E ADITIVADO R$ 5,19 E ÁLCOOL R$ 3,19, 2° POSTO R$ 4,99, 3° POSTO R$ 4,89, 4° POSTO R$ 4,85, 5° POSTO BARATO NO GRITO É DE R$ 4,79, ANTES DO AUMENTO ERA DE R$ 4,69, EU TIVE NA CAPITAL PAULISTA,NO MÊS DE OUTUBRO, NO DIA 29 DE OUTUBRO DE 2019, O PREÇO O PREÇO DA GASOLINA CAPITAL PAULISTA NA ZONA NORTE DE SP, NO POSTO IPIRANGA PRÓXIMO DA TIETÊ E PRÓXIMO DA ESTAÇÃO CARANDIRU, O PREÇO DE R$ 3,79 A GASOLINA COMUM, ENQUANTO NO SUL DE MINAS, O PREÇO DA GASOLINA QUASE CHEGANDO A 6 REAIS, UM LITRO DA GASOLINA, COM MÍSEROS R$ 50,00, COLOCA QUASE 10 LITROS NO GRITO, CADA VEZ MAIS, PODER DE COMPRA VEM DIMINUINDO CADA VEZ, FORA A SELVAGERIA DA BLACK FRAUDE, O VIDEO ESTAR CIRCULANDO NO YOU TUBE, NA LOJA AMERICANA EM INTERLAGOS EM SP, O POVO QUEBROU A ENTRADA DA LOJA E A QUEBRADEIRA DENTRO DA LOJA.

Avatar
JEREMIAS ANTONIO FERREIRA DA SILVA 8 de dezembro de 2019

Aqui em palmas-tocantins a distribuidora fica a 20km da cidade e ainda sim a gasolina comum é 4,80 e o álcool 3,80. Os postos Shell praticam o preço mais alto que isso, mas como o resto das bandeiras praticam esse valor tabelado então são os principais.

Avatar
Deixe um comentário