Placas Mercosul: confira preços, histórico e características

Explicamos quando será necessário trocar as chapas para o novo padrão e documentamos todo o conturbado processo até que a adoção fosse obrigatória

Por Laurie Andrade 16/01/20 às 10h28
Matéria atualizada em 03 de fevereiro de 2020, às 11h39
Contran confirma alterações para placas Mercosul e adia adoção das novas chapas, marcada para o dia 30 de junho. Carros antigos não precisarão instalá-las.

Idealizadas em 1994, as placas Mercosul são obrigatórias no Brasil desde janeiro de 2020. Veja o que diz a Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), como foi o processo de adoção do novo padrão, assim como o valor médio das chapas estampadas.

Quando é preciso usar a placa Mercosul?

Os veículos brasileiros devem adotar a placa Mercosul nos seguintes casos:

  • Primeiro emplacamento;
  • Mudança de categoria do veículo;
  • Roubo, furto, extravio ou dano da placa;
  • Mudança de unidade federativa;
  • Instalação de segunda placa traseira.

Vale lembrar que os proprietários que queiram – por vontade própria – utilizar as novas placas podem fazê-lo. Para saber como ficaria a sua placa no novo padrão, clique aqui.

VEJA TAMBÉM:

Contran confirma alterações para placas Mercosul e adia adoção das novas chapas, marcada para o dia 30 de junho. Carros antigos não precisarão instalá-las.

Além dos carros, caminhões, ônibus e motocicletas, devem adotar as placas Mercosul:

  • reboques;
  • semirreboques;
  • triciclos;
  • motonetas;
  • ciclos elétricos;
  • quadriciclos;
  • ciclomotores;
  • tratores; e
  • guindastes.

Placas Mercosul Acre

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Acre começou a emplacar com o novo padrão em 20 de janeiro de 2020. Para saber quais são as empresas credenciadas no estado, basta acessar o site do órgão de trânsito.

O preço médio das placas Mercosul no Acre é de R$ 260. O valor anterior era de R$ 190. Para motos, o preço varia entre R$ 140 a R$ 150.

No Detran AC, a taxa de primeiro emplacamento custa R$ 153,40 e a vistoria R$ 54,47.

Placas Mercosul Alagoas

As novas Placas de Identificação Veicular (PIV) entraram em vigor em Alagoas no dia 17 de fevereiro. O Detran disponibilizou, por meio do site, a lista de empresas credenciadas para estampar as novas placas Mercosul.

Placas Mercosul Amapá

O Detran AP criou  um passo a passo para orientar os proprietários de veículos que devem adotar as placas Mercosul no estado. Para ter acesso ao material, clique aqui.

O valor médio cobrado pelas no Amapá é de R$ 250. A informação foi veiculada pela mídia local.

Placas Mercosul Amazonas

O serviço para mudança da placa cinza para o padrão Mercosul passou a vigorar no estado do Amazonas no dia 10 de dezembro de 2018.

Etapas para adoção de placas Mercosul no Amazonas

  • Realizar agendamento para este serviço no site do Detran-AM
  • No dia agendado, serão entregue as taxas do serviço, mais as taxas de colocação e compra de placa, mediante a apresentação dos documentos exigíveis;
  • O pagamento deverá ser efetuado no mesmo dia da emissão das guias, as quais deverão ser pagas no Banco Bradesco ou terminais de auto-atendimento e aplicativos do referido banco;
  • Para emissão das taxas do serviço, será necessário realização de agendamento para os seguintes locais: Detran Sede ou Shopping Cidade Leste no site detran.am.gov.br, com exceção das pessoas com atendimento prioritário , estabelecido nas leis nº 10.048 e 10.741 de 2003.
  • O prazo para recebimento do CRV/CRLV é de sete dias úteis. Este prazo pode ser estendido, tendo em vista a necessidade de autorização via sistema pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para emissão do documento;
  • Caso seu local de atendimento tenha sido o Shopping Cidade Leste, observar disponibilidade de agendamento para recebimento do mesmo;
  • A colocação da placa é realizada no Posto de Vistoria do Detran-AM.

Documentação necessária

  • Certificado de Registro de Veículo (CRV) original

Se proprietário for pessoa física

  • Original e cópia do CPF, RG ou documento oficial equivalente CNH (Carteira Nacional de Habilitação, Passaporte, Carteira de Trabalho e Previdência Social(CTPS) e Carteira de Conselhos;
  • Original e cópia do Comprovante de Residência Atualizado (últimos 3 meses) do proprietário. Comprovantes aceitos: Conta da Águas de Manaus,  Amazonas Energia, Conta de Telefone Fixo, Carnê do IPTU,  Fatura de Cartão de Crédito e Telefone móvel (as duas últimas somente no nome do proprietário do veículo);
  • Original e cópia da Declaração de Vida e Residência expedida por autoridade policial, caso o proprietário não possua qualquer comprovante de residência.

Se proprietário for pessoa jurídica 

  • Cópia do CNPJ;
  • Cópia autenticada do Contrato Social e alterações (se houver) ou documento equivalente (Ata, Estatuto, Portaria de nomeação, etc);
  • Procuração nos moldes da Portaria nº5046/2018, caso não seja o proprietário do veículo;
  • Quando o veículo for de categoria oficial, apresentar ofício do órgão ou entidade para o Diretor Presidente do Detran, credenciando o representante legal do órgão para que tramite o processo junto ao DETRAN-AM;
  • Original e Cópia do RG ou documento oficial equivalente CNH (Carteira Nacional de Habilitação, Passaporte, Carteira de Trabalho e Previdência Social(CTPS) e Carteira de Conselhos).do representante legal da empresa.

Placas Mercosul Bahia

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran BA) disponibiliza a relação das empresas estampadoras de placas Mercosul cadastradas no órgão.

Em Salvador, o primeiro emplacamento é feito na Central de Atendimento do Detran, na SAC do Shopping da Bahia, mediante o pagamento da taxa de R$ 221,95, do IPVA e seguro DPVAT proporcionais.

O cidadão deve apresentar um documento de identidade, CPF, comprovante de residência, nota fiscal do veículo com o mesmo endereço informado e decalque do chassi.

Em seguida, ele tem que solicitar a confecção das placas a um estampador de sua escolha e retornar à Central para concluir o procedimento e receber a documentação do registro veicular. O serviço pode ser agendado pelo site sacdigital.ba.gov.br.

O valor das placas Mercosul na Bahia varia entre R$ 195 e R$ 240.

Placas Mercosul Ceará

O Detran CE está emplacando com o novo padrão desde o dia 03 de fevereiro de 2020.

Placas Mercosul Distrito Federal

A partir de 1º de fevereiro de 2020, os veículos emplacados no Distrito Federal (DF) utilizarão as placas padrão Mercosul.

Para utilizar o novo modelo, o Detran-DF vai credenciar, entre os dias 27 de janeiro e 20 de março, empresas estampadoras e fabricantes de placas semiacabadas.

As regras foram definidas na Instrução nº 1537, de 11 de dezembro de 2019 e na Instrução nº 08, de 9 janeiro de 2020, respectivamente, publicadas no Diário Oficial do DF nº 7 do dia 10 de janeiro.

De acordo com o Detran-DF, a substituição da placa custará, em média, R$ 128.

Placas Mercosul Espírito Santo

O Detran ES deu início à implantação do novo modelo de placa no padrão Mercosul no dia 10 de dezembro de 2018. Em 2019, 35 empresas estampadoras de placas já estavam aptas a realizar o serviço no estado e algumas outras em processo de credenciamento junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Passo a passo para solicitar a placa Mercosul no ES

Para realizar o serviço com a mudança da placa, o proprietário do veículo deve se dirigir à unidade do Detran ES e abrir um processo.

Depois, o órgão faz a auditoria da documentação. Feito isso, registra a solicitação no sistema da Base Nacional. Paralelamente, o interessado deverá pagar as taxas referentes ao serviço do Órgão.

Após o pagamento, será enviado ao interessado um SMS com o código autorizador do emplacamento.

O cidadão deverá escolher a empresa estampadora para que ela confeccione e instale a placa.

Concluído o serviço, a estampadora comunica ao Detran ES e o interessado deverá retirar seu novo documento do veículo na unidade do órgão.

Se o proprietário do veículo optar por contratar um despachante credenciado ao Detran ES, todos os passos serão executados por esse profissional que, ao final do processo, solicitará a afixação da placa por uma estampadora.

No Espírito Santo, o valor das placas Mercosul variam entre R$ 180 e R$ 280.

Placas Mercosul Goiás

A partir do dia 31 de janeiro, os modelos emplacados em Goiás utilizarão o novo padrão.

O Departamento Estadual de Trânsito do estado (Detran-GO) publicou no dia 10 de janeiro a portaria 12/2020, que regulamenta o credenciamento e atuação de empresas estampadoras e fabricantes devidamente certificadas junto ao Denatran para realizar a confecção de placas de identificação veicular.

A implantação das placas Mercosul segue com base na Resolução n° 780/2019 do Contran – com todas as alterações previstas.

Ainda não há perspectivas de valor da PIV em Goiás.

Placas Mercosul Maranhão

O Detran-MA registrou, no primeiro mês de implantação da placa Mercosul, o total de 13.888 emplacamentos com a nova PIV. No Maranhão, a mudança iniciou no dia 3 de fevereiro.

O Detran dispõe de 22 postos que oferecem o serviço de emplacamento aos usuários. Nesse total, além da sede, estão incluídas as 15 Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) e mais seis Postos Avançados de Atendimento:

  • Calhau Shopping;
  • Paço do Lumiar;
  • Posto da BR-135;
  • Itapecuru;
  • Estreito e Lago da Pedra.

Placas Mercosul Mato Grosso

De acordo com o Detran do Mato Grosso, as alterações sistêmicas necessárias para a implantação do novo modelo de emplacamento estão prontas. O órgão aguarda a gestão por parte do Denatran para que o estado passe a utilizar as placas Mercosul. O prazo estimado para a adesão é de 60 dias, a partir do dia 31 de janeiro.

Valor

O valor da placa no novo modelo não deverá sofrer reajustes.

Placas Mercosul Mato Grosso do Sul

Em Mato Grosso do Sul, as placas Mercosul foram adotadas no dia 03 de fevereiro. No estado há sete empresas credenciadas disponíveis para o processo de estampagem das placas.

Placas Mercosul Minas Gerais

O novo padrão foi adotado em Minas Gerais no dia 17 de fevereiro de 2020. De acordo com o despachante Cristiano Vanderlúcio, o valor das placas Mercosul em Belo Horizonte é de aproximadamente R$ 170.

O preço varia de acordo com a cidade. Em Contagem, na região metropolitana da capital, por exemplo, o valor é, em média, R$ 250.

Placas Mercosul Pará

O Detran PA passou a aderir aos novos modelos de placas veiculares no dia 31 de janeiro.

Placas Mercosul Paraíba

A Paraíba aderiu o modelo de placas padrão Mercosul em novembro de 2019. O Detran PB foi o nono órgão do país a adotar a nova estampa, a exemplo do Rio de Janeiro, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Piauí.

O superintendente do órgão, Agamenon Vieira, reuniu os representantes da categoria de despachantes para discutir e sanar dúvidas sobre a implantação das placas do padrão Mercosul para o primeiro emplacamento.

Ficou acertado com o Sindicato dos Despachantes Documentalistas da Paraíba (Sinddesp) e o Conselho Regional de Despachantes Documentalistas da Paraíba (CRDD) que a empresa estampadora ficará responsável pelo envio das placas para as concessionárias, a fim de evitar que os despachantes precisem dar várias viagens para concluir o processo.

Placas Mercosul Paraná

Em outubro de 2019, houve uma polêmica no estado do Paraná envolvendo as placas Mercosul.

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná decidiu, por meio da publicação de um mandado de segurança com pedido de liminar, que o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran PR) devia alterar a sistemática da emissão das PIV.

Com a mudança, a expectativa era de que o preço das placas Mercosul caísse pela metade.

O juiz Rogério Ribas considerou ilegal o rodízio entre fabricantes de chapas realizado pelo Detran e abriu livre concorrência entre as 270 empresas credenciadas pelo departamento para prestarem o serviço de fabricação e estampamento de placas.

De acordo com o jornal O Paraná, o preço do par das placas Mercosul no Paraná passaria de R$ 300 para um valor entre R$ 100 e R$ 150.

A decisão foi tomada a partir do pedido da Metal placas Indústria de Comércio. A crítica da empresa era que pelo sistema de rodízio, as estampadoras de placas recebiam encomendas em iguais quantidades. Sem competição, a situação era a seguinte: todas as instituições cobravam dos proprietários de veículo o preço máximo da tabela determinada pelo próprio Detran na forma judicial.

Placas Mercosul Pernambuco

De acordo com a assessoria de imprensa do Detran PE, existe um ofício da Associação Nacional dos Detrans (AND) para adiamento do processo de implantação das novas Placas de Identificação Veicular. Caso o pedido seja atendido pelo Denatran, o estado vai acompanhar a dilatação do prazo.

Ainda segundo o Detran PE, o estado está com a Portaria que trata do tema pronta para e edição e publicação.

Quanto aos valores a serem cobrados, o órgão afirmou que orienta que seja o mais baixo possível, evitando abusos perante a população.

O Ministério da Infraestrutura esclareceu ao AutoPapo que o prazo para adesão dos Estados ao sistema para implantação da nova Placa de Identificação Veicular (PIV) está mantido (31 de janeiro de 2020) e não há expectativas de novo adiamento.

O ministério, por meio do Denatran, foi indagado pela Associação Nacional dos Detrans (AND) para consideração sobre a prorrogação do prazo por 90 dias. No entanto, o Denatran não identificou justificativas para tal adiamento, uma vez que os Estados possuem condições técnicas para a implantação dentro do prazo determinado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e que tal adiamento poderia gerar mais transtornos e custos desnecessários aos cidadão

Placas Mercosul Piauí

As novas placas de veículo no padrão do Mercosul foram lançadas em setembro de 2019 pelo Detran PI. De acordo com o órgão, o novo modelo gera custos a mais, no entanto, se mostra válido, uma vez que o proprietário contará com um trânsito mais organizado e seguro.

O valor das placas Mercosul no Piauí varia entre R$ 220 a R$ 240.

Placas Mercosul Rio de Janeiro

O estado do Rio de Janeiro foi o primeiro a adotar as placas do Mercosul no Brasil. A mudança aconteceu ainda em 2018.

Na época, o presidente do Detran RJ, Leonardo Jacob, justificou o pioneirismo:

Queremos liderar esse processo porque somos o único estado a realizar a vistoria obrigatória, o que facilita o processo, porque os proprietários já trazem seus veículos todo ano para a nossa inspeção.

No Rio de Janeiro, o valor das placas Mercosul gira em torno de R$ 193,84 para carros e de R$ 64,61 para motocicletas.

Placas Mercosul Rio Grande do Sul

O Rio Grande do Sul (RS) começou a implementar a placa padrão Mercosul em 17 de dezembro de 2018, atendendo ao prazo previsto pela Resolução 729/2018, do Contran (agora revogada).

A resolução do Contran regulamentava a Resolução Mercosul nº 33/14, que criou o modelo único das placas para os países do bloco. Ate julho de 2019, o estado já tinha 500 mil veículos circulando com a PIV.

O valor da placa Mercosul no RS varia de R$ 190 a R$ 250.

Placas Mercosul Rio Grande do Norte

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran RN) iniciou a adoção das placas no padrão Mercosul em dezembro de 2018. No estado, o valor varia entre R$ 190 e R$ 202.

Placas Mercosul Rondônia 

As placas padrão Mercosul foram implantadas em Rondônia no dia 02 de dezembro de 2019.

Além das diferenças visuais como cor, combinação de letras e números e itens de segurança, outra novidade para o motorista é a dispensa de lacre e tarjeta, que vai gerar uma economia de R$ 54 aos donos de veículos que fizerem emplacamento.

Segundo a autarquia, ainda não há uma tabela de preços divulgada pelos estampadores. Porém, o órgão diz que os valores não devem variam muito dos praticados atualmente (próximo a R$ 270).

Placas Mercosul Roraima

A assessoria de imprensa do Detran de Roraima afirmou que o estado vai cumprir o prazo determinado pelo Contran. No entanto, nenhuma ação começou a ser desenvolvida para adoção das PIV.

O órgão também não soube apontar o valor médio das placas Mercosul em Roraima.

Placas Mercosul Santa Catarina

Em Santa Catarina, os veículos começaram a ser emplacados com as chapas do padrão Mercosul no dia 3 de fevereiro.

Placas Mercosul São Paulo

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran SP) já implementou as novas PIV.

Valor das placas Mercosul SP

No comunicado oficial, o Detran SP afirmou que procedeu a pesquisa de preço para a adoção das placas Mercosul, chegando aos seguintes valores máximos finais, que servem como referência sugerida tanto ao fornecedor, quanto ao consumidor:

  • Valor do par de placas de identificação de carros, ônibus e caminhões: R$ 138,24.
  • Valor placa avulsa ou de identificação de motocicletas: R$ 114,86.

Atendimento

Em São Paulo, em razão das mudanças significativas de processos de atendimento e sistemas de informática, as atividades de emplacamento do modelo padrão cinza somente serão realizadas para aqueles veículos que tiverem recolhido as respectivas taxas de emplacamento até o dia 24 de janeiro de 2020.

Caso não seja realizada a emissão do CRV até o dia 30 de janeiro, o proprietário deverá realizar o novo emplacamento sob as regras das placas padrão Mercosul. Arcando com seus respectivos custos.

As empresas estampadoras credenciadas pelo Detran já estão aptas a iniciar o processo de comercialização das novas placas Mercosul SP. A relação das empresas credenciadas está disponibilizada dentro do portal do Detran, na guia parceiros, empresas estampadoras de placas – PIV, Empresas credenciadas.

O proprietário de veículo de maneira voluntária também poderá realizar a troca da placa cinza para o padrão Mercosul, porém, deverá ficar atento para a obrigatoriedade de realização de vistoria veicular e para a emissão de novo CRV, com os respectivos custos de cada procedimento.

Como solicitar as placas Mercosul SP

Nas placas Mercosul SP, não haverá mais o recolhimento das taxas de emplacamento para o Detran, salvo a taxa de escolha dos caracteres alfanuméricos da placa, a qual é opcional.

O proprietário de veículo interessado em realizar o emplacamento deverá efetuar:

  • os procedimentos de emissão do CRV descritos no portal do Detran;
  • procurar uma das empresas estampadoras credenciadas pelo órgão;
  • realizar a aquisição da respectiva placa, bem como do serviço de fixação que será realizado pela mesma empresa estampadora credenciada.

Placas Mercosul Sergipe

Após solicitação do Detran/SE, o Denatran prorrogou para o dia 17 de fevereiro a data para a implantação da Placa Mercosul em Sergipe.

Placas Mercosul Tocantins

O Departamento Estadual de Trânsito  de Tocantins informou que está em contato com o Denatran e que todas as adequações necessárias estão sendo feitas para a implantação da placa Mercosul no estado.

A previsão de implementação é para o primeiro semestre de 2020, sempre seguindo prazos e prorrogações do Denatran.

Ainda de acordo com o Detran TO, uma portaria será publicada, apresentando os critérios exigidos pelo Departamento Nacional, para que seja realizado credenciamento das empresas que serão responsáveis pela fabricação das placas Mercosul no estado.

O órgão ressalta que está agindo de acordo com os termos dispostos  na resolução nº 729 do Contran.

Segurança

Segundo o Denatran, o novo modelo traz mais segurança aos motoristas, tendo em vista que os novos itens de segurança minimizam a ocorrência de fraudes e falsificações como, por exemplo, a clonagem de placas.

As placas Mercosul possuem gravação a laser, efeitos visuais, número de série criptografado e QR Code.

O novo sistema de identificação veicular também amplia o número de combinações de placas, passando dos pouco mais de 175 milhões de possibilidades da placa com três letras e quatro números para 456 milhões de possibilidades a partir da adoção da quarta letra no instrumento.

Histórico das placas Mercosul

As placas Mercosul foram criadas em 1994, durante o Governo Itamar Franco, por meio da Resolução Mercosul/GMC/RES nº 88.

Apesar do tratado assinado pelos países participantes do grupo, as chapas foram efetivadas em 2014, no governo Dilma. Isso porque Argentina e o Paraguai ansiavam pela implantação do novo padrão devido ao término das combinações alfanuméricas dos sistemas então vigentes nos países.

Quando foi firmado, o acordo previa que até 1º de dezembro de 2023 todos os veículos em solo nacional adotariam com as novas placas. A decisão foi reconsiderada e obrigatoriedade passou a valer apenas para os casos já citados.

De 2014 a 2020, o Contran adiou a adoção das placas Mercosul inúmeras vezes. Confira as datas estipuladas como prazo máximo para implementação do novo padrão:

  • janeiro de 2016
  • setembro de 2018
  • dezembro de 2018
  • junho de 2019;
  • janeiro de 2020.

Em meio a esse processo, as chapas estampadas foram inclusive suspensas. Em março de 2018 a Resolução 729 do Contran foi suspensa por 60 dias.

Parlamentares do Ministério Público Federal (MPF) do Amazonas foram os responsáveis por embargá-la. A justificativa, apresentada por meio do projeto de decreto legislativo nº 899/2018, era de que houve irregularidades no processo administrativo (favorecimento de algumas empresas que possuem tecnologia para fabricar as placas do tipo).

Em outubro de 2018, a decisão de suspendê-las foi tomada com base em uma alegação da Associação das Empresas Fabricantes e Lacradoras de Placas Automotivas do Estado de Santa Catarina (Aplasc), publicada no Diário Oficial da União (DOU).

No mesmo mês, o até então presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, deferiu um pedido da União e permitiu o emplacamento de veículos em todo o país com o modelo do Mercosul

Brasões

As chapas também sofreram algumas mudanças, como a extinção do brasão da cidade e do estado.

Em 28 de novembro de 2018, o Ministério das Cidades anunciou que os símbolos não constariam mais nas placas Mercosul. A presença dos brasões causou indignação em alguns órgãos, como o Observatório Nacional de Segurança Viária, e consumidores. Isso porque encareceriam as chapas.

Ao mudar de município, por exemplo, os proprietários de veículos teriam que trocar as placas apenas em razão do símbolo da cidade. Os brasões também fugiam ao padrão adotados nos demais países do bloco econômico.

Outro percalço no histórico das placas Mercosul foi a promessa do presidente Jair Bolsonaro de anular o novo padrão. Em uma entrada ao vivo feita pelas redes sociais, em março de 2019, ele afirmou:

Vamos, com o nosso ministro Tarcísio (de Freitas, do Ministério da Infraestrutura), ver se a gente consegue anular essa placa do Mercosul. Porque não tem o município… não traz, no meu entender, benefício para o Brasil essa placa do Mercosul. É um constrangimento, uma despesa a mais.

Em outro momento da transmissão, Bolsonaro voltou a afirmar que ia colocar fim na adoção das chapas:

Estamos tentando uma maneira legal, acho que dá para encontrar, para acabar com essa placa do Mercosul.

Características da placa Mercosul

O tamanho das placas padrão Mercosul era um dos poucos itens que ainda não tinha sido questionado. Eis que o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) autorizou que as dimensões das novas chapas sejam alteradas caso não caibam em determinados veículos.

A redução de até 15% do comprimento das novas placas deve ser aprovada pelos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans). A medida garante que o tamanho das placas padrão Mercosul seja capaz de encaixar corretamente em todos os modelos comercializados no Brasil.

Vale ressaltar que, ao contrário das dimensões das chapas para motocicletas, que aumentaram, o tamanho das placas de carro não foi alterado.

As placas metálicas, assim como as placas padrão Mercosul, possuem 40 centímetros de comprimento e 13 de altura.

A solicitação não será tão simples. Para conseguir a placa menor, as fabricantes ou importadoras precisarão justificar a necessidade da medida reduzida.

Apesar de aceitar a diminuição de alguns centímetros no comprimento, as chapas devem manter a altura dos caracteres e o espaço destinado a eles. A posição do QR Code e a sigla BR poderão ser alteradas.

Placas para motocicletas

Antes do novo padrão, as chapas para moto mediam 20 centímetros de comprimento e 17 de altura. Agora, a medida adotada pelas placas padrão Mercosul é de 20x20cm.

Cores das placas Mercosul

As combinações de cores das novas PIV se diferem do padrão anterior. As famosas “placas pretas”, por exemplo, passam a ser cinza prata e branco.

Cores Categoria
Preto e branco Veículo particular
Azul e branco Oficial
Vermelho e branco Comercial
Verde e branco Especial
Dourado e branco Diplomático
Cinza prata e branco Colecionador

Foto Alexandre Carneiro | AutoPapo

190 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    André Melo 20 de julho de 2020

    Assim como fizeram com o kit de primeiros socorros, com o extintor, com a mudanças de limite de velocidade nas estradas sem que o condutor seja informado disso. Estou renovando minha CNH e adicionando o EAR (exerce atividade remunerada ) vou ter que pagar praticamente 250 reais, só de clinicas, pros médicos olharem pra minha cara e pensarem: pode ir otário deixa o teu dinheiro suado na minha conta, mais 150 reais do duda de renovação. Eu que nem plano de saúde tenho, nem ao menos grana pra pagar um exame médico nem se for a preço popular, tenho que pagar o valor de um exame de clínica de classe média pra poder ser liberado pra tentar trabalhar de motorista. Vergonha, revoltante, sem falar que nem estacionamento público gratuito nós temos aqui no RIO, fora as estradas todas ferradas, que quebram nossos carros e o sistema não está nem aí pro dinheiro que gastamos pra consertar nossos carros, fora o combustível caríssimo.

    BRASIL VAMOS SOLTAR NOSSO GRITO DE REVOLTA, SE NÃO VAMOS MORRER SUFOCADOS, POR ESSE SISTEMA CORRUPTO E LADRÃO.

  • Avatar
    SILVANA VAZ DA SILVA 15 de junho de 2020

    NÃO ESTOU ENTENDENDO. Na reportagem está escrito que o preço a ser pago pela nova placa no carro em São Paulo é de R$138,24, acabei de ligar em algum ladrão porque me cobro R$ 215,00kkkk

    • Avatar
      Paulo 26 de junho de 2020

      PREÇO MÁXIMO DE R$ 138,24 “O PAR”!!!
      KKKKK KKKKK KKKK e só em fabricantes “AUTORIZADOS/HOMOLAGADOS PELO DETRAN!!!
      “PULO DO GATO” É TABELADO A PARTIR DE …….. …. acho que é a famosa situação de interpretação de texto!!!
      NA pratica o limite de R$ 138,24 CADA PLACA!!! ….. HÁ ALGUMA FISCALIZAÇÃO???

  • Avatar
    Antonio nogueira da Silva 23 de abril de 2020

    Um estampador aqui no sia me cobrou 350 no par de placas Mercosul.

  • Avatar
    JOSÉ EUSTAQUIO BATISTA 11 de março de 2020

    Os preços cobrados por estamparia de placas é um absurdo. Isto para mim é um roubo, um acinte, uma canalhice e cartelização.
    Porque nós brasileiros temos que ser roubados pelo poder público e ainda pelo setor privado em conluio com o setor público?

  • Avatar
    PAULO EDUARDO TEIXEIRA 11 de março de 2020

    Achei um absurdo pagar 270reais por um par de placas o Bolsonaro tinha que olhar isto e tabelar o preço pois tem gente faturando alto com isto é deve ser muita gente.

  • Avatar
    Florencio 9 de fevereiro de 2020

    Gostei muito da nova placa! Muito bonita! Pena que só vou ter se comprar um carro novo!

  • Avatar
    Daniela ferreira 8 de fevereiro de 2020

    Afinal e ou nao obrigada a troca a placa

    • AutoPapo
      Laurie Andrade 6 de março de 2020

      Daniela,
      As placas Mercosul são obrigatórias nos seguintes casos:

      Primeiro emplacamento;
      Mudança de categoria do veículo;
      Roubo, furto, extravio ou dano da placa;
      Mudança de unidade federativa; e
      Instalação de segunda placa traseira.

      Abraços,

      • Avatar
        João Carlos Eltz 16 de abril de 2020

        Onde posso mandar fazer as placas mercosul para meu carro, já que as minhas placas foram roubadas, tenho B.O.

    • Avatar
      ronney 13 de julho de 2020

      não é obrigatorio

  • Avatar
    fabio martines lopes 7 de fevereiro de 2020

    Estão muito enganados em São Paulo a placa Mercosul custa 215,00 e não 138,00

  • Avatar
    Júliana da Silva Diniz 7 de fevereiro de 2020

    Boa noite sou de São Luís comprei uma moto já paguei tudo que tinha que pagar para o Detran agora estou esperando essa definição do DETRAN do Maranhão pq tenho que emplacar a minha moto até agora estou esperando não posso sair com ela porquê não está ainda emplacada aí não sei quanto vai ser essa nova placar com os valores pior que o DETRAN não dá informações ao consumidor maranhense

  • Avatar
    Paulo 7 de fevereiro de 2020

    No Esp.Santo. Cariacica eu paguei 120,00 A semana passada no jogo de placas Mercosul.

  • Avatar
    Neuza Perez 29 de janeiro de 2020

    Quero trocar as letras da placa do meu carro, posso aproveitar essa mudança, ou na nova placa continuam as mesmas letras?

    • Avatar
      Leonardo Sanches Vieira 29 de janeiro de 2020

      Continuam as mesmas letras, o que muda é que no lugar do segundo algarismo entra uma letra.

  • Avatar
    RAUL MACHADO CARVALHO 23 de janeiro de 2020

    E se o governo brasileiro decidir sair do Mercosul? Como ficam as placas? O contribuinte terá que pagar novamente por outra placa?

  • Avatar
    Marco 19 de janeiro de 2020

    Não vi nenhum comentário a favor da placa qual motivo da mudança.
    Placa não terá mais lacre vai ser favorável aos ladrões podendo tirar a placa para cometer seus assaltos

  • Avatar
    americo 19 de janeiro de 2020

    entao que as dividas fossem anistiada e carros com condicoes de roda recebecembplacas do merco sul ate porque nos vamos paga por isso

  • Avatar
    Roberto 19 de janeiro de 2020

    Sou do Paraná.
    Recentemente troquei de carro, comprando um novo e, com ele recebi as novas ridículas placas ditas do Mercosul que nem informam a cidade do licenciamento. No lugar onde deveria constar o município, consta o nome do país, como se quase todo brasileiro viajasse por vários países do Mercosul com bastante frequência.
    Apesar da reportagem informar que para segurança “As placas Mercosul possuem gravação a laser, efeitos visuais, número de série criptografado e QR Code”, tenho algumas dúvidas.
    Aqui no Paraná, tenho visto muitas placas do Mercosul, pois aqui já vem sendo adotado já ha algum tempo.
    O problema é que tenho observado várias diferenças na qualidade destas placas.
    1 – Algumas são reflexivas (a minha não). Não é só a minha, de muitos outros também;
    2 – Baixei alguns aplicativos e percebi que o QRCode da minha placa é ilegível, diferente de alguns outros que consegui ler;
    3 – Número de série criptografado. Isto não percebi ou não consegui observar, nem comparado com placas de outros veículos;
    4 – As minhas placas diferentemente de algumas outras que observei. não tem efeitos visuais que mudam conforme de onde se observa.
    5 – As novas placas do Mercosul não são lacradas (não tem aqueles lacres com arames que prendem as placas traseiras antigas).

  • Avatar
    Joseb 19 de janeiro de 2020

    Eles não cansam de inventar burocracia não? O pior é ver carniças politizadas defendendo DPVAT, IPVA e outros impostos ABSURDOS que são cobrados indevidamente nesse país

  • Avatar
    dandi 19 de janeiro de 2020

    Safadeza do inferno, só pra arrecadar como sempre

  • Avatar
    Adriano pedro 18 de janeiro de 2020

    Maneira roubar mais rápido o povo brasileiro!
    Polícia carniceiros !!

  • Avatar
    clovis andrade 18 de janeiro de 2020

    Olá!Eu acho que deveria ser opcional,se eu não viajo pra outros Pises não vejo motivo nenhum pra colocar essa placa merco sul…

  • Avatar
    Rogerio S M 18 de janeiro de 2020

    Acho que as placas deveriam ser totalmente de cor preta. Porque? Só para continuar o LUTO dos Brasileiros que são assassinados diariamente com essa porrada de roubos.

  • Avatar
    Solange 18 de janeiro de 2020

    Não aguento mais governos criando mudanças a nível de leis em que nosso bolso é sempre afetado sem a contrapartida devida. Tudo pensado com o intuito de enriquecer os bandidos do poder. O povo tem que acordar e não aceitar pacificamente todas as determinações que nos são impostas. A conta do prejuízo é sempre nossa.

  • Avatar
    Adair Felippe 18 de janeiro de 2020

    Verdadeiro lixo …

  • Avatar
    marcio 18 de janeiro de 2020

    uma vergonha ter de pagar por um serviço que foi pago anteriormente.
    basta o ipva que é um assalto

  • Avatar
    Alessandro Rodrigues 18 de janeiro de 2020

    Desnecessario essa implementacao…. nada mais do que sugar o dinheiro (que ja eh pouco), do trabalhador brasileiro.

  • Avatar
    Natividade Lucena Barros 18 de janeiro de 2020

    No mínimo eles estão querendo levantar algum dinheiro. E a gente que se ferra. É pra acabar. O que mais irão inventar. Primeiro inventaram primeiro socorros, instituir e agora esse raio de placa. Aff

    • Avatar
      Alessandro Rodrigues 18 de janeiro de 2020

      Sem contar q o salario dos bombeiros e funcionarios dos correios, nos eh q agora pagamos, tendo em vista esse abuso de poder c as taxas d bombeiros e correios… país de bandidos,onde quem se ferra eh so o trabalhador.

      • Avatar
        Joseb 19 de janeiro de 2020

        Nós pagamos o salário de todos os funcionários públicos, amigo, isso não é de hoje. O que me irrita são essas “leis” criadas por deputados soberbos, impostos atrás de impostos sem lógica nenhuma, rodovias e estradas de péssima qualidade, massa asfáltica de políticos nojentos e ainda ter que ver patetas defendendo impostos como dpvat e ipva, completamente desnecessário é de um ódio e revolta imensos

  • Avatar
    Izaías 18 de janeiro de 2020

    Comprei uma moto no final do ano de 2019 porque não veio a placa nova ???

    • Avatar
      Albert 19 de janeiro de 2020

      Sabe ler? É só a partir de 1 de fevereiro

    • Avatar
      Leonardo Sanches Vieira 23 de janeiro de 2020

      Depende em qual Estado você comprou. A placa Mercosul atualmente está disponível em apenas 10 Estados brasileiros.

  • Avatar
    Kamilalauer@hotmail.com 18 de janeiro de 2020

    Azul é cor da Argentina.

    Brasil teria que ser Verde Amarelo.

    Azul é cor predominante da Argentina. Unica cor que não tem nada a ver com o Brasil é azul.

    • Avatar
      Emerson 18 de janeiro de 2020

      Azul é a cor do Mercosul, não foi tomado partido. Imagina uma placa colorida em cada país, seria uma lástima.

      • Avatar
        Albert 19 de janeiro de 2020

        Tinha que ser azul escuro né, não azul claro

    • Avatar
      Gabriel Souza 19 de janeiro de 2020

      Pergunta do primário: Quais são as cores da bandeira do Brasil??

      Resposta: verde, amarela, AZUL, e branca.

      N entendo sua declaração infundada.

  • Avatar
    Anderson Felipe Zamai Pereira 18 de janeiro de 2020

    Uma vergonha,deveriam se preocupar com outras coisas,mas como sempre onde o governo não fatura,infelizmente eles tem que mexer.

  • Avatar
    Norival de Almeida 18 de janeiro de 2020

    As placas tem que manter o nome da cidade que a pessoa reside,essa placa Mercosul só te Brasil,aí vc não sabe de onde veio aquela família,então tem que ter o nome da cidade,Santos S.P.onde eu resido.Fora Placa Mercosul.Obgado

  • Avatar
    Maria da Glória mgcanci@hotmail.com 18 de janeiro de 2020

    Bom dia.

    Por favor, gostaria de saber o custo, desta troca de Placa. Pois com certeza, terá que sair do Bolso do Contribuinte, mais uma vez.

  • Avatar
    RODRIGO ACASSIO TAVARES 18 de janeiro de 2020

    Mais uma forma de roubar o povo brasileiro nao basta os impostos altissimo que ja pagamos. Agora somos obrigados a pagar uma nova placa e mas a sua colocacao fora a borocracia de fica correndo que nem besta pagando taxas em bancos.presidente bolsonaro nos ajude pelo amor de Deus

  • Avatar
    Luiz Carlos de toni 18 de janeiro de 2020

    Agora queria saber…pq Paraguai e Argentina tem as placas do Mercosul diferente da nossa ? Não era para serem todas iguais?

    • Avatar
      Fpb 18 de janeiro de 2020

      O formato pode ser diferente.
      O que vale é o registro no Mercosul..

  • Avatar
    José Jairo Ferreira Junior 18 de janeiro de 2020

    E quanto a qualidade das placas? Tenho observado alguns veículos com a placa toda riscada pelo seu uso na estrada, como ficará a situação, quando a placa ficar ilegível?

  • Avatar
    MAX FRAGA FILHO 18 de janeiro de 2020

    Podem me multar mais eu não vou colocar essa placa azul e branca no meu carro nunca ou fazem uma preta e branca ou fodas. AQUI É GALO!!!!!!

  • Avatar
    Mario 18 de janeiro de 2020

    Queria muito saber qual o real motivo datroca da placa?? Brasil País que o Governo Destrói!! Tá bom mesmo é de Acabar com esses canalhas.. já tenho a minha placa por acaso o governo vai fornecer outra??

  • Avatar
    Alex 18 de janeiro de 2020

    Primeiro ele libera 500reais do FGTS.
    Daí vem e rasta a metade.kkk
    Isso sim que é um absurdo.
    Valeu senhor Bolsonaro#parabens?????

  • Avatar
    Guilherme 18 de janeiro de 2020

    Olá, uma dúvida. Como proceder caso esteja em viagem em outro estado da federação e ocorra a perda ou avaria da placa modelo antigo?

  • Avatar
    Aldari 18 de janeiro de 2020

    Palhaçada o Brasil numa crise dessa e é obrigado a colocar uma placa feia dessa sendo que o presidente falou que não precisava a corrupção está acima da lei Brasil terra sem lei

    • Avatar
      Sérgio Henrique Nogueira 18 de janeiro de 2020

      GOVERNO DE LADRÕES VAGABUNDOS-$–#–$- INVENTANDO LEIzinhas Todo o Tempo p/ FERRAR c/ a POPULAÇÃO…!!!!!

    • Avatar
      Alessandro Rodrigues 18 de janeiro de 2020

      Se o Presidente realmente nao quisesse, ele faria por onde. Sem mais.

      • Avatar
        Tiago 18 de janeiro de 2020

        Nem tudo neste país o presidente faz e é lei meu amigo, as coisas aqui dependem de votação pra ser aprovado, ele até tentou, mais como os ladrões q ainda estão aí no poder, votarão contra o cancelamento da placa, agora agente vai ter de trocar.
        Então não coloque culpa no presidente sem pesquisar antes

      • Avatar
        Albert 19 de janeiro de 2020

        Infelizmente o presidente não pode decidir tudo sozinho, tem os deputados, senadores, e o STF pra atrapalhar suas decisões

  • Avatar
    SANDOR LETT 18 de janeiro de 2020

    Isso está parecendo o que o Lula fez com o padrão de tomadas Brasileiro… Serve pra porcaria nenhuma e só o povo dar lucro exorbitante para essas empresas, pois já que será obrigatório, uma hora teremos que troca-las…
    Péssima atitude, mesmo porque eu não irei sair do Brasil com meu carro…

  • Avatar
    Fernando 18 de janeiro de 2020

    Pelo que entendi, a mudança não será a princípio obrigatório para todos, só em alguns casos específicos, como diz não matéria. Sobre o valor das novas placas, a meu ver teria que abrir para todas as estamparias fazerem essas placas cada uma com seu credenciamento claro, mais livre concorrência de preços, e um órgão regulador tipo o procon pra ficar de olho nos preços abusivos, acho que um par de placas desse não poderia passar de 100 reais. Tô pensando em comprar uma carroça se ainda não for obrigado a emplaca-la TB. Kkkk.. boa noite amigos, fiquem na Paz do Criador (Yah) em nome do Messias Jesus Cristo (Yeshua) ou (Yahushua)

  • Avatar
    Gelci de Lurdes schuster 18 de janeiro de 2020

    Eu não sei porque trocar placa de mercosul sem o nome da cidade origem. Fica muito difícil de saber de onde vem o carro, não vejo necessidade de fazer essa troca. São só gastos que as pessoas não para pagar.

    • Avatar
      Alguém qualquer 18 de janeiro de 2020

      Mas sabia que é uma questão de privacidade, você n tem que ficar se preocupando de onde o carro de outra pessoa que você não conhece,temos que cuidar cada um de nossas próprias vidas,o seu carro você sabe da onde é,e o meu eu sei.Não precisa mais que isso.”aí,mas éais fácil da polícia identificar”, sério que o policial vai ficar procurando umas letrinhas miúdas quando tem 3 letras e 4 números enormes.

      • Avatar
        Henrique de Matos 10 de março de 2020

        Concordo em parte cada um cuida do que é seu principalmente a vida, o Sr. deve ser um privilegiado em morar ou residir numa cidade tranquila e pacata, onde andar de carro ou carroça não faz diferença alguma, mais eu que moro numa cidade grande bastante policiada e a própria policia busca filtrar meliantes por seus veículos e supostas cidades, essa nova placa não vai me informar se o carro é de minha cidade ou da região metropolitana de onde vem muito mala ruim roubar e assaltar, se parar em frente a minha loja já fico esperto e posso repassar aos demais comerciantes do bairro, carro suspeito de cidade onde só tem bandido Baixada Fluminense Belforoxo e outras tantas mais, espero que vc não tenha a mesma sorte de muitos…

  • Avatar
    Luis Ernesto Farinelli 18 de janeiro de 2020

    Fiz a transferência do meu carro de São Paulo capital para o interior este mês, paguei para mudar a placa , substituíram a placa toda,..
    Agora vou ser obrigado a pagar de novo pra mudar para a nova placa. Acho um descaso total , trabalho pra ganhar dinheiro pra gastar com a falta de bom senso de gestores que não sabem o que fazem , não se decidem.
    Uma hora é extintor obrigatório, outra kit de primeiros socorros.
    Precisei substituir a planaca toda por outra igual por que simplesmente não substituem mais apenas a targeta.
    Agora essa. Decidem que será preciso por placa Mercosul.
    Enquanto brincam de fazer regras e leis . Nós brasileiros pagamos o pato.
    Curioso pra saber qual será a próxima porcaria que vão inventar para nos obrigar a gastar mais um pouco.
    Me ajuda aí poxa

    • Avatar
      Alguém qualquer 18 de janeiro de 2020

      Na verdade, a placa será obrigatória apenas haja a necessidade substituição da placa ou emplacamento de carro novo,quem está com a placa antiga n vai ter que mudar, poderá usa-lá normalmente

      • Avatar
        Alexandre 18 de janeiro de 2020

        Olá amigo então isso não será obrigatório …tipo todos os carros de são Paulo tem até tal data e mês para a substituição da placa ??

      • Avatar
        Emerson 18 de janeiro de 2020

        Não amigo, e mais… se você continuar com o carro pelo resto da vida não vai ser obrigado a trocar. O Governo tirou a obrigatoriedade, mas tem a regras, no caso de mudança de domicílio aí não tem jeito.

    • Avatar
      Sérgio Henrique Nogueira 18 de janeiro de 2020

      Resumindo…….:
      • CAMBADA DE BANDIDOS INVENTANDO Leizinhas de VAGABUNDOS =÷–÷=
      — Kit “‘1°s BOSTORROS'”
      — ExtintoROUBOS
      — Inspeção ROUBO’Lar
      * Denatran – DETRAN $#$ MÁFIA de INCAPAZES

  • Avatar
    Almir Dantas 17 de janeiro de 2020

    Se o brasileiro quiser mudar as coisas no Brasil precisa fazer uso do que ele tem de mais poderoso, seu número. Saiam às ruas, se mobilizem, encham as ruas com os carros assim como fizeram os caminhoneiros e exijam seus direitos, nada de IPVA, seguro obrigatório e impostos sobre impostos em tudo que se vê no consumo. Quero ver resolver quando virem as vias todas tomadas de veículos desligados, abaixem os preços dos combustíveis, diminuam os pilantras no Congresso e que seja conferido ao povo o direito de demitir sumariamente políticos corruptos pois é o povo que paga essa conta.

  • Avatar
    Simoni Correa Ramos de carvalho 17 de janeiro de 2020

    esta ideia de mudança e muito boa

  • Avatar
    Carlos F 17 de janeiro de 2020

    Isso é o que se chama MARACUTAIA CONTINENTAL!!
    O Brasil é um país continental, a quase TOTALIDADE dos veículos do país circulam em suas cidades ou dentro das nossas fronteiras nacionais. Na placa só tem coisas óbvias: bandeirinha do Brasil… Lógico! Estamos no Brasil; a palavra “Brasil”, mais redundante ainda! E as letras BR!… que quer dizer… Brasil.
    Desse jeito vai ser difícil a gente esquecer que está no Brasil. Mas não saberemos de que estado é o veículo, de qual cidade. Macaquice tem limite! Só porque na Europa tem algo parecido, ou nos Estados Unidos, temos que copiar??!! O nosso sistema antigo é um dos mais inteligentes e funcionais do mundo!
    Mas aí tem tramóia!! E da grossa!
    E o Bolsonaro não garganteou que iria acabar com esse abuso??!!
    É o fim!

  • Avatar
    Jamil aparecido Galeni 17 de janeiro de 2020

    A placa de colecionador(Preta) continuará sendo fundo preto.

    • AutoPapo
      AutoPapo 17 de janeiro de 2020

      Olá, Jamil.

      O fundo será igual ao das outras placas e as letras serão prateadas.

      Obrigado e abraço

  • Avatar
    Carlos 17 de janeiro de 2020

    Isso é o que se chama MARACUTAIA CONTINENTAL!!
    O Brasil é um país continental, a quase TOTALIDADE dos veículos do país circulam em suas cidades ou dentro das nossas fronteiras nacionais. Na placa só tem coisas óbvias: bandeirinha do Brasil… Lógico! Estamos no Brasil; a palavra “Brasil”, mais redundante ainda! E as letras BR!… que quer dizer… Brasil.
    Desse jeito vai ser difícil a gente esquecer que está no Brasil. Mas não saberemos de que estado é o veículo, de qual cidade. Macaquice tem limite! Só porque na Europa tem algo parecido, ou nos Estados Unidos, temos que copiar??!! O nosso sistema antigo é um dos mais inteligentes e funcionais do mundo!
    Mas aí tem tramóia!! E da grossa!
    E o Bolsonaro não garganteou que iria acabar com esse abuso??!!
    É o fim!

  • Avatar
    Raul William Fernandez Marambio 17 de janeiro de 2020

    Mas aqui não fala nada de valores ne

    • AutoPapo
      AutoPapo 17 de janeiro de 2020

      Olá, William

      Só não tem os valores dos estados dos quais os Detrans locais não responderam.

      Obrigado

      • Avatar
        Rafael 18 de janeiro de 2020

        Isso e notícia velha, tem mais o que fazer não? E faz um título parecendo que todos tem que trocar…. sensacionalista barato

  • Avatar
    E só 17 de janeiro de 2020

    E só o povo não pagar pelas placas mais tem que ser todos sem excessao aí eu quero ver

  • Avatar
    Marcelo rubens 17 de janeiro de 2020

    é pura arrecadação de dinheiro,não traz beneficio nenhu para os motoristas, agora aqueles motoristas que fizerem barbeiragem no trânsito não vai ter com aaber de onde ele é, o povo brasileiro tem que parar de aceitar tudo o que o governo inventa para tirar o pouco que ganhamos, vamos acordar!

  • Avatar
    Julio Cordeiro 17 de janeiro de 2020

    Simples…o padrão LLL-NNNN estava chegando ao de nlq das combinações possíveis, a adoção de um novo sistema era inevitável, adotamos um que já tinha previsão, sistemática, tudo definido. Quanto ao fato de não conter nome ou estado, na Europa também é assim, países vizinhoa idem…EUA tem sistema estadual, mas também não exiqbe cidade

    • Avatar
      Geraldo Ramos 17 de janeiro de 2020

      E agora fica mais fácil para os bandidos que podem clonar o carro em qualquer parte do Brasil pois não consta nem o Estado e nem município que porcaria.

      • Avatar
        Rhalff 18 de janeiro de 2020

        Veja a quantidade de itens de segurança presentes na placa antes de dizer que ela vai ser clonada!

  • Avatar
    Carlos Alberto 17 de janeiro de 2020

    Uma verdadeira palhaçada, e ainda obrigam o proprietário a pagar , estão sempre querendo se dar bem as custas do povo.

  • Avatar
    Luzia Lucimar Monteiro de Souza 17 de janeiro de 2020

    Pois é ,emplaquei o carro zero k depois do dia 10 de janeiro e já deviam ter colocado dessa placa não puseram, colocaram placa de modelo antigo, até pensei que já ia sair dessas novas!

    • Avatar
      Almir Dantas 17 de janeiro de 2020

      Não tem problema Luzia, sua placa será permanente, você não terá que pagar pela nova nem mesmo ser obrigada a trocar a não ser que ocorra dano à placa atual que você instalou em seu veículo. Caso mude de estado ou município, daí sim, terá que requisitar as novas placas.

    • Avatar
      Leonardo Sanches Vieira 23 de janeiro de 2020

      É óbvio que se você mora em um dos Estados que ainda NÃO adotaram a placa Mercosul a placa tem que sersercinza mesmo. Sonente 10 Estados já adotaram a nova placa.

  • Avatar
    Luis fernando kingeski 17 de janeiro de 2020

    Boa tarde !
    Fui pagar hoje pela manha na agencia loterica da cxa em gravatai meu ipva total , me disseram que nao podetia pagar pois o sistema nao estava fazendo a leitura das placas novas com letras, procede ?

    • Avatar
      Albert 19 de janeiro de 2020

      Não procede

  • Avatar
    Marcelo feitosa da silva 17 de janeiro de 2020

    Verdadeira boca di robo meu Deus qui vergonha nao sabi o qui enventa p tira dinheiro di quem traballha.

  • Avatar
    Cleiton 17 de janeiro de 2020

    Q idiotice essas placas o governo finge q abaixa impostos da com uma mao toma com a outra e o cidadão palhaço ainda fica contente!

  • Avatar
    Rodrigo 17 de janeiro de 2020

    Foi mudado pra placas luminosa refletivel pra ter mais visibilidade pra ganhar multa agora issó daqui a pouco o que mais vão acha de inventar pra ganhar dinheiro

  • Avatar
    Maria Aparecida 17 de janeiro de 2020

    Ta faltando o que fazer esses cara ficanm inventando moda nunca será sem por cento seguro sem contar que alem de ter que.pagar para atualizar a placa é muito feia affeeee???

    • Avatar
      Candida 17 de janeiro de 2020

      Placa horrível,facilitou muito para os ladrões, não tem como saber qual cidade ou Estado.

  • Avatar
    rhonny 17 de janeiro de 2020

    so mais um motivo de roubar a nacao com esta porcaria de placa,comi identificar estado o municipio,se pode no pais tem de 3 a 4 veiculos com mesma placa,o pq digo isto fato simples como meu celular que tem entre 3 a 4 estado,fora que esta placa e como se fizéssemos parte de bolivia,venezuela e cuba,minha opiniao facil clonagem e roubo e outros.

  • Avatar
    Marlene de Souza Pego da Silva 17 de janeiro de 2020

    Vai ser gratuito o único obstáculos para fazer se chama falta de dinheiro tem que ser gratuito.

  • Avatar
    Luiz 17 de janeiro de 2020

    Mais uma vez o brasileiro tem que realizar mudanças em sua rotina que na verdade são somente para colocar dinheiro no bolso de meia dúzia de já milionários, lamentável !!!!!

  • Avatar
    José Carneiro de Oliveira 17 de janeiro de 2020

    Eita governo que adora pegar
    dinheiro do povo…., tem pouco tempo que trocou a placa antiga pela refletiva, agora quer mais trocar a refletiva pela padrão Mercosul???, porque não trocou a antiga pela padrão Mercosul, não demora muito o governo inventa outra modelo de placa para pegar mais dinheiro nosso, pois,nós aceitamos….. gostaria de perguntar aos governantes porque não fizeram a substituição da antiga pela padrão Mercosul ???…. esses governantes o qual confiamos só quer encher os bolsos deles…..deixa eles quando eles morrem vai levar todo esse dinheiro que tá acumulado….. Sem comentários,………

  • Avatar
    Uenes 17 de janeiro de 2020

    Esse Brazil só tem sautiadores e corupetos jesus Cristo já está voltando prepare em conto e tempo .

  • Avatar
    Mauriço Oliveira Ferreira 17 de janeiro de 2020

    Gostaria de saber se é possível ter placas do Mercosul gratuita.

    • Avatar
      Miguel 17 de janeiro de 2020

      Nunca vie falar de placa gratis

    • Avatar
      Thomás Turbando 18 de janeiro de 2020

      Grátis somente para quem levar o carro até a cidade de Ushuaia. Daí fica só por um cafezinho pro cara que troca elas pra você

  • Avatar
    Augusto Carlos Gomes dos Santos 17 de janeiro de 2020

    Quem será o fabricante dessas placas, aí tem

  • Avatar
    Carlos 17 de janeiro de 2020

    O nome certo é: Do Tocantins

  • Avatar
    Fernando Policarpo 17 de janeiro de 2020

    Bom, primeiro foram aqueles adesivos nos anos 90 que precisávamos comprar todo mês para poder viajar. Depois o golpe dos kits de primeiro socorros.Veio também a obrigação do uso do extintor de incêndio e logo em seguida, a extinção, deixando muitos empresários endividados. Aí inventaram que por medida de segurança, precisaríamos andar com os faróis ligados nas brs durante o dia. Mas isso na verdade é apenas para os radares terem um foco melhor e chega a 70% a eficiência deles. Nos EUA e na Europa com as auto bans, pistas com velocidade alta; 140, 150, 160 km por hora, não se anda com farol aceso. Agora mais essa com as placas do Mercosul que deixaremos de saber a origem dos carros, pois havia como saber de onde veio o carro e poderíamos comprar o carro sabendo disso.
    Mas como dizia o Gerson em uma propaganda antiga: “todo brasileiro gosta de levar vantagem, certo?” Só que essa vantagem é exclusiva dos políticos e das autoridades desse país.

  • Avatar
    Paulo Henrique 17 de janeiro de 2020

    Gente parem de fazer essas chamadas sensacionalistas, eu entendo a necessidade de chamar a atenção do leitor para o texto mas o título é mentiroso, não é obrigado a trocar placa sem motivo, como está dito no texto somente em caso para o registro de veículo 0 km, para transferência de município ou de propriedade, ou quando houver a necessidade de substituição das placas, o Brasil não precisa de mais gente espalhando desinformação.

    • Avatar
      Jonas 17 de janeiro de 2020

      Concordo em.genero, número e grau!! Ao invés de informação, confusão desnecessária

    • AutoPapo
      AutoPapo 17 de janeiro de 2020

      Olá, Paulo Henrique. Tudo bem?

      Deixamos claro, logo no início da matéria, as situações que obrigarão a adoção da nova placa

      “Quando é preciso usar a placa Mercosul?
      Os veículos brasileiros devem adotar a placa Mercosul nos seguintes casos:

      Primeiro emplacamento;
      Mudança de categoria do veículo;
      Roubo, furto, extravio ou dano da placa;
      Mudança de unidade federativa;
      Instalação de segunda placa traseira.”

      Obrigado e abraço

  • Avatar
    Carlos Maurício Pinheiro 17 de janeiro de 2020

    Já não basta o valor do IPVA agora mais essa lamentável Brasil cada vez pior somos escravos do sistema tirar da boca de nossa família pra pagar em uma placa isso tinha que ser gratuito com tanto imposto que já pagamos se eu pudesse sumia do Brasil pais de ladrão

  • Avatar
    Welber Ferreira 17 de janeiro de 2020

    Afinal de contas , quando será efetivada a troca de placas na cidade do Rio de Janeiro ? Uns dizem que não é obrigatório fazê-lo agora e sim quando for transferir de propriedade . Tem data para quem não vai vender o carro tão cedo ?

  • Avatar
    Danilo 17 de janeiro de 2020

    Se o contra diz que troca a placa quando muda a unidade federativa ou seja estado, porque são Paulo tem que trocar quando muda de município.
    Eita governador Zinho, fala muito mas é igual aos anteriores

  • Avatar
    Girlando Alves Vieira 17 de janeiro de 2020

    Nosso governo mais uma vez aproveitando para furar o nosso bolso.
    Porque não cuidar das áreas Saúde, Educação,. Segurança Pública e Trabalho.
    Não fica arrumado gastos desnecessário.
    E a nossa placa atual é mais bonita que essa placa Mercosul horrível e feia.

  • Avatar
    Rogerio Domingues Goncalves 17 de janeiro de 2020

    Não entendo e não conheço o sistema de fabricação deste tipo de placa , mas pra mim isso vai ajudar muito na fabricação de multas, essas placas tem códigos impressos que facilmente serão capotados pelos radares e outros equipamentos.

    • Avatar
      Paulo motoboy 17 de janeiro de 2020

      ISSO foi tudo mentira , as placas são simples, não tem nada de moderna , já estão falsificandos era tudo MENTIRAS DESSES LADRÕES.

  • Avatar
    Luciano 17 de janeiro de 2020

    O que tem a ver placa de Mercosul para proprietário de veículos que estão longe das fronteiras e mais longe ainda de viajar pelos países vizinhos? Há condutores que nunca saem sequer da pequena cidade que mora. Pra mim isso é o Brasil sendo Brasil mais uma vez e quem paga a conta somos nós.

  • Avatar
    Diana arruda 17 de janeiro de 2020

    Pra que isso agora so pra tirar mais dinheiro porque concerteza nao vai ser de graça ne

  • Avatar
    Alessandra Costa 17 de janeiro de 2020

    Eu só queria entender o motivo, pra quê isso agora?
    É muita falta do que que fazer e muita vontade de tirar dinheiro do povo!

    • Avatar
      margarida teixeira 17 de janeiro de 2020

      Pro
      PRIMEIRO FOI ESTOJO DE PRIMEIROS PRIMEIRO FORAM OS ESTOJOS DE PRIMEIROS
      SOCORROS DEPOIS EXTINTOR AGORA PLACAS…. O QUE MAIS IRÃO INVENTAT?

  • Avatar
    Fiore Sergio Costa 17 de janeiro de 2020

    Daqui a pouco o Brasil sai do mercosul e então teremos que trocar novamente as placas.Agora pagar R$ 200,00 por um par de placas é um roubo.Será que das florestas tropicais não vai surgir um Robin Wood para nos salvar dos opressores?

  • Avatar
    Wagner 17 de janeiro de 2020

    Isso e um roubo ter que pagar pra trocar a placa só esse ano vou ter q pagar 500 rs de impostos do meu carro pro governo ai eles obriga a trocar a placa e sem dizer que antes disso ja foram la e subiram o valor

  • Avatar
    Altemar 17 de janeiro de 2020

    Esse país não tem mais jeito, inventam de tudo pra ferrar o pobre. Não concordo com tantas taxas em cima de um veículo. Se já pagamos o IPVA que já é caro. Porque pagar algo mais, deveria estar tudo encruzo e além disso pagar todo ano é muita sacanagem. Alguém está ganhado com isso quem será…..

    • Avatar
      Aldori 17 de janeiro de 2020

      Isso tá uma bagunça por que o governo fazer isso e tão bom agente olhar uma placa e vê de que cidade e e com essa placa merico sul e uma bosta tudo e do Brasil senhores governo parem com isso além de fazer o povo gastar dinheiro atoa já ganhamos pouco a ainda paga 250 pila pra fazer essas desgraça

  • Avatar
    Eder 17 de janeiro de 2020

    Engraçado que fiz o emplacamento agr e continuou sendo modelo antigo.

    • Avatar
      Leonardo Sanches Vieira 23 de janeiro de 2020

      Se o seu Estado não é um dos 10 que já adotaram a nova placa, é ÓBVIO que tem que ser instalada a placa antiga!!!

  • Avatar
    Aguinel Evangelista Lourenço 17 de janeiro de 2020

    Esso não merece comentários

  • Avatar
    Jean 17 de janeiro de 2020

    Essa reportagem está errada quanto aos valores no ES. Fiz um emplacamento no final de dezembro de 2018 e paguei 100,00.

  • Avatar
    Edneia da Silva Santos 17 de janeiro de 2020

    Não concordo com essas placas justamente por ser fácil de tiralas e não ter nome de cidade e vai facilitar para pessoas fazer roubos sem serem descobertos e ainda mais gastar mais um dinheiro desnecessário qm será q ganha com isso a pessoa ter q tirar da boca dos filhos pra pagar já é sacrifício conquista carro no Brasil e ainda o combustível caro agora essa placa horrível pra por

  • Avatar
    Alexferreira 17 de janeiro de 2020

    Ola pq inventar mais essa tem tanta coisa para verem . Querem obrigar a colocar uma placa para ficar padram , pardarm di q . Nada aver mas isso é brasil parabéns.

  • Avatar
    Théo 17 de janeiro de 2020

    Votei e pensei que tu mudaria pra melhor nosso país, portanto,deixo aqui minha indignação para contigo meu Presidente. 4 anos passa tão rápido que tu nem percebes. Obrigado por destruir os sonhos e conquistas de cada um pobre trabalhador desse país maís corrupto do universo. Sinceramente…pensei que mudaria nosso “estado de ser”. Pensei errado. Mas é errando que se aprende. Que Deus abençoe á todos nós!

    • Avatar
      Albert 19 de janeiro de 2020

      Ô calma lá, o presidente não manda no país, há burocracia, deputados e senadores

  • Avatar
    Daniel 17 de janeiro de 2020

    #queremosplacamercosulgratis

    • Avatar
      Macwillians Fernandes 17 de janeiro de 2020

      EU CONCORDO QUE A PLACA TEM QUE SER GRÁTIS

  • Avatar
    Adriano José da Paixão 17 de janeiro de 2020

    Paguei 220 nessa placa e ao mudar pra São Paulo em janeiro de 2019 tive que mudar para o município daqui. Paguei pra trocar pela atual de SP. Agora tenho que colocar novamente?
    Isso é fazer o povo de otário mesmo. E agora perco meus 220 mais 140 e poucos que paguei para tirar?

    • Avatar
      Angelo 17 de janeiro de 2020

      Isso mesmo, Adriano.. vc foi feito de trouxa pelo governo!

    • Avatar
      Albert 19 de janeiro de 2020

      Não precisa trocar nesse momento, só se fizer uma nova mudança de domicílio a partir de agora

  • Avatar
    Sérgio 17 de janeiro de 2020

    É muita palhaçada, não identifica de onde é o veículo, e se eles querem que mude que seja grátis.

  • Avatar
    John Kennedy Saldanha Pereira 17 de janeiro de 2020

    Um absurdo….

    • Avatar
      Luzinete 17 de janeiro de 2020

      Concordo, alem disso e mais uma estratégia para as redes credenciadas lucrarem com essa troca. A exemplo, temos aquelas tais tomadas tres pinos que disseram ser padrao, otima estrategia tambem para os fabricantes lucrarem. Se ta funcionando bem com as placas…pra que trocar?

  • Avatar
    Leonardo Shimanoe 16 de janeiro de 2020

    Até acho válido a troca da placa, mas não é possível um par de pedaços de chapas estampadas custarem 200 reais!

    • Avatar
      Glauco Tonon 17 de janeiro de 2020

      O problema é que são políticos os donos das estamparias de placas,por isso tão caro,e o Bolsonaro quietinho não fala nada,sendo que ele era contra as placas mas se abrir o bico o Flávio pode ser processado.

  • Avatar
    Nelson 16 de janeiro de 2020

    Extintores,faróis e agora placas, seguro dpvat, combustíveis com preços abusrdo,estradas cheias de buracos parecendo queijo suíço e fumo no povo e ninguém deles se entende..

    • Avatar
      Marcio sdrait 17 de janeiro de 2020

      Já que querem q mudem a placa tem q ser de graça, eu tô bem com minha placa antiga

    • Avatar
      Sérgio Henrique Nogueira 18 de janeiro de 2020

      Esqueci do FAROL Durante o DIA –=$=–
      *** Denatran — DETRAN =÷= CAMBADA DE LADRÕES • MAFIOSOS • CORRUPTOS…!!!!!

  • Avatar
    Antony 16 de janeiro de 2020

    Falta emdetificasao de sidade e estado chega um carro de salvador em Serrinha niguem sabe de onde e como pode ser jente direito pode ser Bandido e nao tem emdetificasao nem uma. So o nome Brasil isso e um abi surdo

    • Avatar
      Elisvander Feu Feitoza 16 de janeiro de 2020

      Vamos para a escolinha.

      Identificação
      Cidade
      Absurdo
      Gente
      Ninguém

      • Avatar
        Ricardo 17 de janeiro de 2020

        Deixa o cara falar do jeito que ele sabe, se vc teve oportunidade de estudar não fique corrigindo a vida alheia,.. Fique na sua

      • Avatar
        Sandra 17 de janeiro de 2020

        Boa

      • Avatar
        Ozório 17 de janeiro de 2020

        É isso ai,!!

      • Avatar
        Angelo 17 de janeiro de 2020

        Olhem! Os pseudo intelectuais de plantão!

    • Avatar
      Edson Lau 17 de janeiro de 2020

      Antony: vai ter que voltar para a Escola!

    • Avatar
      James 17 de janeiro de 2020

      É só baixar o aplicativo Sinesp que você tem todas as identificações do veiculo.

      • Avatar
        Albert 19 de janeiro de 2020

        Odeio esses caras do “só baixar aplicativo” disso e daquilo, meu celular não tem memória pra ficar baixando mil e um aplicativos porque o governo taxa os celulares e eu não consigo comprar um celular de ponta

    • Avatar
      Luiz Muniz 17 de janeiro de 2020

      Acho que o país deveria parar com essas alterações que só geram lucros para uns poucos e gastos para tantos. Melhor seria investir na volta do MOBRAL.

    • Avatar
      Long 18 de janeiro de 2020

      Meu Deus quanto erro de ortografia acabou com o português.

  • Avatar
    Celso Gabriel Vale Filho 16 de janeiro de 2020

    Bom. Uma única seguradora,administra todo dinheiro do DPVAT. Diga-se de passagem. O dono da mesma é um político. Para confecção milhonárias destas placas, talvez não seja diferente.
    Lembra do Kit de primeiros socorros? Tinha político no meio também. Eles nos roubam de todas as maneiras.

  • Avatar
    CLEBERTI APARECIDO ELOY 16 de janeiro de 2020

    Acho que falta a informação na placa pelo menos as bandeiras estado e cidade. De origem do respectivo veículo. Acho que o governo tem que se conscientizar a esse respeito.

  • Avatar
    Marcos Medeiros 16 de janeiro de 2020

    Kkkkkkk só beneficia quem está errado, quando houverUma merda ninguém vai ajudar a polícia a localizar o bandido,a placa só tem Brasil kkkkk quem votou nessa placa tem algo a responder a população

  • Avatar
    Thiago 16 de janeiro de 2020

    ESSAS PLACAS DO MERCOSUL,ERA SOMENTE PARA QUEM COMPROU UM CARRO ZERO OU SOMENTE PARA QUEM MUDOU DE ESTADO OU DE CIDADE, ISSO ESTAR PARECENDO MAIS UM LOBBY, PARA OS DONOS QUE FABRICAM AS PLACAS, TEM QUE FAZER, COMO O DPVAT, TEVE QUASE 300 COMENTÁRIOS, SOBRE O DPVAT, COM CERTEZA, O PESSOAL LEU, OS COMENTÁRIOS, DIMINUIU O VALOR DO DPVAT, O BRASILEIRO, NÃO AGUENTA TANTA MARACUTAIA, AINDA QUE TIRAR O COURO DOS BRASILEIROS, COM ESSA PLACA DO MERCOSUL, TEM VÍDEOS NO YOU TUBE, JOGOU, AGUA NA PLACA DO MERCOSUL, JÁ SAI, NA HORA A TINTA, AOS CAROS, LEITORES, MANDAREM OS EMAILS PARA SEUS DEPUTADOS E SENADORES, O BRASILEIRO, NÃO AGUENTA MAIS DE TIRAR O COURO, ISSO, CHAMA, QUERER, GANHAR O DINHEIRO, EU TENHO, A PLACA REFLETIVA, AINDA, VOU GASTAR PARA COLOCAR UMA PLACA DO MERCOSUL, O DENATRAN E OS DETRAN, DEVERIA INVESTIR MAIS EDUCAÇÃO DO TRANSITO, TER MAIS TRANSPARÊNCIA COM O DINHEIRO.

    • Avatar
      Rogério 16 de janeiro de 2020

      Deveria acabar com esse IPVA isso sim seria uma política seria para com o contribuinte

    • Avatar
      Antonio Oliveira 16 de janeiro de 2020

      Eu acho uma palhaçada se já mudou pra placa refretiva pra que essa agora de Mercosul.
      Somente mesmo pra tirar dinheiro do povo e depois roubar pra eles
      Isso aqu está uma vergonha
      Cada vez mais eu tomo nojo desse pais só aqui tem dessas falcatruas.

      • Avatar
        Edson Lau 17 de janeiro de 2020

        Não é só no Brasil, é para todo o Mercosul! E eles já estão bem mais adiantados, em relação ao Brasil! Argentina, Uruguai, Paraguai e acho que obChile também, já estão usando a mais tempo que nós, Brasileiros! Nas placas deles também não tem especificações da cidade ou algo parecido com os nossos Estados!

    • Avatar
      Alexferreira 17 de janeiro de 2020

      Verdade parabéns falo tudo

    • Avatar
      Carlos 17 de janeiro de 2020

      É Thiago estamos num país de corruptos e vagabundos e o povo só levando ferro. Temos um presidente sem palavras um dia fala uma coisa e no outro volta atrás e por falar nesta seguradora lider. É mais uma corrupta em nosso pais.paguei a mais pelo seguro e agora na hora de pedir a restituiçao. Me informaram que os meus dados não correspodem com o veiculo. Esses órgãos são todos uma furada para o povo brasileiro.

  • Avatar
    João 16 de janeiro de 2020

    Já desvalorizaram o passaporte Brasil com passaporte Mercosul agora as placas dos veículos melhor vender o país todo ou já venderam só estão esperando formalizar para o povo ?
    Brasil está sem moral nenhuma vergonha de ser brasileiro!

    • Avatar
      Marcio sdrait 17 de janeiro de 2020

      Já que querem q mudem a placa tem q ser de graça, eu tô bem com minha placa antiga

  • Avatar
    depul games 16 de janeiro de 2020

    Tem que divulgar os nomes dos proprietários das firmas e seus sócios que vão ganhar fabulade de dinheiro com essas placas.

  • Avatar
    Pedro Antônio 16 de janeiro de 2020

    Esses malas sem alça só querem arrecadar o dinheiro do povo tudo pilantragem

  • Avatar
    Eugénio Cláudio Fernandes da Silva 16 de janeiro de 2020

    Deveria ser custo zero,não vejo nada ultiu

  • Avatar
    Oswaldo Ursolino Rocha 16 de janeiro de 2020

    Tudo para TIRAR o dinheiro do Pobre, alguém GANHOU ou vai GANHAR em cina do massacrado povo brasileiro, É O FINAL DOS TEMPOS.

  • Avatar
    Marconi 16 de janeiro de 2020

    O povo brasileiro tem que aprender a lutar pelo seus direitos, se todos opinar por não mudar, não tem espaço para todos os veículos no depósito ou seja vai ficar por isso mesmo.

  • Avatar
    Lucidio 16 de janeiro de 2020

    Não sei pra quê essas palhaçada. Se quer fazer essas mudanças que façam sem custo ao cidadão.

  • Avatar
    Fernando 16 de janeiro de 2020

    Mais dinheiro nos Bolsos desses FDP.
    É PAÍS REGASSADO

  • Avatar
    ALDO PASCOAL DE OLIVEIRA FILHO 16 de janeiro de 2020

    Eu concordo com essa mudança.
    Mas tenho minha opinião sobre modelo . Nessa placa deveria constar a bandeira do estado ou região identificando o estado .
    Estou esperando a resposta do Governo estado ceará.
    Quando começara ?

    • Avatar
      James 17 de janeiro de 2020

      Baixa o aplicativo Sinesp.
      La vc coloca a placa do veiculo e te da o modelo, ano, local do emplacamento e chassi do veiculo.
      Dá para fazer a consulta com placas antigas e do modelo novo.
      E se o veiculo for roubado vai dar um sinal de alerta

  • Avatar
    Laedson 16 de janeiro de 2020

    Acho isso tudo safadeza para tirar dinheiro da população pois em tudo tem esquema ou fraude, e os únicos que pagam por isso é os donos de carro pq pagamos multas altas ipvas caros e ainda temos que ter um seguro para não perdemos para os ladrões #issoéabsurdo#

    • Avatar
      Emerson Romeiro 16 de janeiro de 2020

      Concordo em gênero número e grau

    • Avatar
      Lorete 16 de janeiro de 2020

      Exatamente, que paga a conta sempre é o povo, porquê inventam está de mudar a placa???
      Não tem como indentificar de onde é o carro, a cidade e estado…. Isso é mais um roubo para encher os bolsos dos malandros…. Porque não se preocupam em consertar as estradas??? Alguém está ganhando com está mudança….

  • Avatar
    Esfolado 16 de janeiro de 2020

    Vou colocar ratoeiras no bolso, assim que o governo meter a mão crau!

  • Avatar
    CLAUDIO CAMARGO NIELSEN 16 de janeiro de 2020

    E como está a situação atual no Paraná? Baixou o preço ou ainda está lá em cima, na tabela?

  • Avatar
    Fernando 16 de janeiro de 2020

    Segurança nada. Os caras ficam vendendo na rua essas placas…
    …só mais gastos a toa pro povão…

  • Avatar
    Marcos 16 de janeiro de 2020

    Vão mudar as placas pra termos mais gastos, só pra isso mesmo, e ainda pra completar vai ter que retirar a 2° via do documento do veículo, outra despesa , pra quem trabalha nada vem de graça…

  • Avatar
    Helio Honorio 16 de janeiro de 2020

    No meu ponto de vista, é mais uma forma de beneficiar alguem, pois se está acabando as placas com 3 letras e 4 numeros, é so acrescentar mais uma letra e continuar com o nome de cada cidade e estado. Aconteceu comigo. Um carro com placa de minha cidade atropelou minha moto estacionada. E foi identificado por nao ser da mercosul. E se for um atropelamento com morte??? Como localizar sem nome da cidade?

  • Avatar
    Wilker Neves 16 de janeiro de 2020

    Isso é só mais uma estratégia do governo arrecadar dinheiro, isso é uma mudança sem lógica pois não vai fazer diferença nenhuma se mudarmos as placas normais para essas placas Mercosul, aí eles vem com ladainha dizendo que é pra proteger de clonagem de veículos, aff até quando o governo vai continuar roubando o brasileiro à olho nu…

    • Avatar
      Moisés Barbosa Andrade 16 de janeiro de 2020

      Isso é verdade, isso não vai mudar nada, os cara está sempre um paço na frente eles arruma jeito pra tudo.

    • Avatar
      Divalete 17 de janeiro de 2020

      Se o governo, deputados etc tivessem que viver se sustentar e sustentar sua família com um salário mínimo hoje R$ 1.035 ou dois no máximo, talvez eles dessem valor ao povo brasileiro e paravam de ficar inventando coisa pra roubar o dinheiro de quem pouco tem e ainda tem que trabalhar de domingo a domingo, isso eles não sabem o que é.

    • Avatar
      Alexferreira 17 de janeiro de 2020

      Sempre tem alguém de dentro para repassar as informações para clonagem. N adianta os caras sam mais espertos.

  • Avatar
    Helder 16 de janeiro de 2020

    Os caras só arruma meios pra ferrar com o povo. Gastar dinheiro com uma porcaria que não serve pra nada!

  • Avatar
    Leonardo Sanches Vieira 16 de janeiro de 2020

    É um absurdo total a implantação dessa porcaria de placa. Espero que seja suspensa definitivamente.

    • Avatar
      Timóteo 16 de janeiro de 2020

      Aqui em Aracaju acabei de mudar de estado e não tem placa Mercosul. Mais um meio de roubar.

      • Avatar
        Rodrigo 16 de janeiro de 2020

        Patifaria isso que o governo faz com a população brasileira, eles ja não tem por onde mais arrancar dinheiro do povo e fican inventado isso inventando aquilo pelo amor de Deus, o povo ja não aguenta mais pagar tanto imposto

      • Avatar
        ildefonsobernardi58@gmail.com 16 de janeiro de 2020

        Isso e um abuso com o povo,e mais um cheiro deles ganhar dinheiro .o pobre só se ferra quando vai acabar as robalheiras.

      • Avatar
        João R. 17 de janeiro de 2020

        Pessoal não adianta ficar postando comentários no celular que não levam a nada, o melhor é ir para as ruas de seus Estados e fazer valer seus direitos de cidadoes, aí pode ser que funcione, porque do contrário nada resolverá ficar dedilhando no celular. E isso tem que acontecer no país inteiro. Outra coisa que tem de fazer é procurar fazer o máximo de esforço para reduzir o uso do veiculo, aí sim é protestar, porque reclamar e não agir da mesma forma não adianta. Desculpem, mas é oque penso. Isso não é crítica específica a alguém.

      • Avatar
        Diniz 17 de janeiro de 2020

        Brasileiros só para quando tem na rua fluxo quando tem carnaval quando e para direito de tudo mundo ninguém vai por isto que nosso governantes inventao muito imposto e taxa porque nos não pensamos igual a eles .o caso dos caminhoneiros lutando pelos direitos deles inferta sol e chuva e como nós tratamos saindo com o carro e pagando gasolina a 10.00 o litro ao invés de ficar em casa vai para rua e o nosso povo não serve nem para ajudar a si mesmo

      • Avatar
        Sueli 17 de janeiro de 2020

        Qdo o brasileiro se concientizar que é escravo daqueles que o povo coloca no poder.Rancar o pouco de dignidade que resta o país vai melhorar.

Avatar
Deixe um comentário