Pneu careca gera graves riscos, inclusive em pista seca: conheça 5 deles

Circular com pneus em más condições resulta em problemas que alguns motoristas nem imaginam: especialista enumera quais são eles

pneu careca crédito Alexandre Carneiro | AutoPapo
Motorista não deve subestimar os riscos de circular com pneus carecas (Foto: Alexandre Carneiro | AutoPapo)
Por Alexandre Carneiro
03 de maio de 2022 10:04

Talvez por desconhecimento, alguns motororistas subestimam os riscos do pneu muito desgastado, ou careca, como se diz popularmente. Se você está entre esses condutores, é melhor repensar a própria postura e correr para providenciar a troca. Afinal, quando estão no fim da vida útil, os pneus comprometem seriamente a dirigibilidade do veículo, inclusive em pista seca.

Primeiramente, cabe explicar em que momento os pneus ficam carecas: isso ocorre quando o TWI (sigla de tread wear indicator), um ressalto perpendicular aos sulcos do componente, iguala-se à espessura da banda de rodagem. Nesse momento, a profundidade dos sulcos já atingiu o nível mínimo de 1,6 mm: esse limite é estabelecido pela resolução 558 do Conselho Nacional do Trânsito (Contran). Então, o proprietário deve substituí-los imediatamente.

Boris Feldman explica como identificar TWI em vídeo: assista!

VEJA TAMBÉM:

De acordo com Roberto Ayala, Gerente Sênior de Engenharia de Vendas da Bridgestone, o pneu é desenvolvido para entregar o máximo de performance até o TWI.  Ele esclarece que:

Quando se ultrapassa este limite, todas as características trabalhadas durante a fase de desenvolvimento ficam comprometidas (desenho, composto, estrutura da carcaça, etc.)”

Riscos de rodar com o pneu careca

A pedido do AutoPapo, Ayala enumerou os principais problemas que os pneus carecas oferecem ao motorista. Confira os riscos apontados pelo Gerente Sênior de Engenharia de Vendas da Bridgestone:

1. Pneu careca prejudica a frenagem

Carro freia travando rodas
Mesmo em pista seca, pneus carecas aumentam o espaço de frenagem (Foto: Shutterstock)

Se os pneus estiverem carecas e for necessário frear o veículo repentinamente, ele percorrerá um espaço maior e vai demorar mais que o normal até parar: pode ser aquela diferença entre sofrer, ou não, um acidente. Segundo Ayala, isso ocorre porque, quando estão muito desgastados, esses componentes apresentam  menor aderência com o solo.

2. Pneu careca reduz a estabilidade

O especialista da Bridgestone destaca que, justamente devido à redução de aderência, o pneu careca prejudica toda a dirigibilidade. Isso inclui, além do poder de frenagem, também a estabilidade direcional. “A ‘pegada’ do componente fica comprometida, mudando significativamente a dinâmica do veículo, principalmente em altas velocidades”, salienta.

3. Maior propensão a estourar

Pois é: além de comprometer a dirigibilidade, o pneu careca também fica mais vulnerável a estourar em um buraco ou mesmo em uma emenda mais acentuada na pista. “Dependendo do nível do desgaste, as lonas de aço (que compõem a estrutura do componente) podem ficar expostas e sofrer oxidação causada pela humidade. Essa oxidação pode causar a separação das lonas estabilizadoras, trazendo grande risco de acidente”, adverte Ayala.

4. Maior vulnerabilidade a furos

É uma questão de lógica, como esclarece o porta-voz da Bridgestone: “como um pneu careca já perdeu quase toda a sua massa, o esforço que o objeto precisa fazer para penetrá-lo diminui”. Ele lembra que é relativamente comum ver pequenos parafusos cravados na banda de rodagem de um componente novo ou seminovo, mas sem atravessar a carcaça. “O mesmo parafuso certamente atravessaria a carcaça (de um componente gasto), em função da menor espessura”, conclui.

5. Pneu careca é muito suscetível à aquaplanagem

carros andando em pista molhada aquaplanagem
Em pistas molhadas, pode ocorrer a perigosa aquaplanagem

Lembra-se de todos os riscos que um pneu careca traz à dirigibilidade em pista seca? Pois saiba que eles tornam-se muito maiores sob chuva, quando a via fica molhada. Isso porque os sulcos localizados na banda de rodagem, responsáveis pela drenagem da água, não possuem mais a profundidade suficiente para exercer essa primordial função. Assim, perdem o contato com o solo com extrema facilidade.

O resultado é que o veículo pode ficar sem controle até mesmo em situações corriqueiras, sem que o motorista faça manobras bruscas ou atinja altas velocidades. Ayala aproveita para acrescentar que inclusive pneus em boas condições podem sofrer com a aquaplanagem em determinadas situações. “Por isso, é sempre importante reduzir a velocidade em caso de chuvas fortes”, alerta.

Bônus 1: desconforto ao rodar

Essa questão entra como bônus porque não está diretamente ligada à segurança. Mas o caso é que os pneus carecas impõem outro problema ao carro: o rodar mais desconfortável. É que os pneus, em conjunto com o sistema de suspensão, ajudam a amortecer as irregularidades do solo. Quando estão desgastados, tornam-se incapazes de exercer também essa função.

Bônus 2: pneu careca dá multa

Se nem os riscos ou o desconforto forem capazes de sensibilizar o motorista, há uma última – e boa – razão para não rodar com pneus carecas: essa prática é ilegal e dá multa. É o que prevê o Inciso XVIII do Artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

Conduzir o veículo:

  • em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, ou reprovado na avaliação de inspeção de segurança e de emissão de poluentes e ruído”

De acordo com o CTB, trata-se de uma infração de natureza grave: as punições incluem multa de R$ 195,23, subtração de 5 pontos no prontuário do condutor e remoção do veículo. Vale aclarar que, se o estepe estiver em más condições, o motorista também poderá ser autuado.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
8 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Rodrigo MARTINIANO 4 de maio de 2022

Acredito que valha a pena esclarecer: um pneu careca, i.e., um pneu no final de sua vida útil NÃO TEM NADA A VER COM UM PNEU “CARECA” (entre aspas) DAQUELES USADOS NA FÓRMULA 1, por exemplo.
Os pneus sem sulcos empregados em competições são chamados SLICK, cuja banda de rodagem macia e sem sulcos visam lhes potencializar ao máximo o poder de tracionar, de transmitir potência (e torque) ao solo.
Eles são empregados preferencialmente em solo seco.
Infelizmente para todos que transitam de carro, uma boa parcela dos motoristas (proprietários de veículos) usa os pneus não apenas até os mesmos ficarem carecas (perderem a vida útil), sim até os cordonéis da carcaça do pneu surgirem na banda de rodagem.
Mais um conselho geral, sobretudo às senhoras e senhoritas que dirigem caminhonetes GIGANTESCAS – e vira-e-mexe batem nas guias – é, caso ao bater na guia – quebrar o talão do pneu, seu borracheiro de confiança irá lhe mostrar a mancada: daí, TALÃO QUEBRADO NÃO TEM CONSERTO!
Seu borracheiro de confiança vai lhe explicar o que é talão…
Espero que vá !!!

Avatar
Andre Rocha 5 de maio de 2022

Sem contar que o tipo de borracha utilizada nos pneus slik são totalmente diferentes das utilizadas em pneus “de rua”

Avatar
Rodrigo MARTINIANO 5 de maio de 2022

É mesmo, tanto assim que eu comentei este aspecto:
“… são chamados SLICK, cuja banda de rodagem macia…”.

Avatar
Rodrigo MARTINIANO 5 de maio de 2022

CORRIGINDO:
“… cuja banda de rodagem macia e sem sulcos visa…”.

Avatar
Rodrigo MARTINIANO 5 de maio de 2022

CORRIGINDO:
“… – e, caso ao bater na guia quebrar o talão do pneu,…”

Avatar
Samarone 3 de maio de 2022

Bônus 3: Em caso de acidente a seguradora podera recusar alegando “agravamento de risco” devido a imprudencia e má conservação do veículo.

Avatar
Andre Rocha 5 de maio de 2022

Boa!

Avatar
Deixe um comentário