Preço da gasolina: quase 50% do valor cobrado é imposto

A ANP passou a divulgar a composição dos preços dos combustíveis; saiba o que você paga quando enche o tanque do seu carro

Por Laurie Andrade 30/05/19 às 11h40
Matéria atualizada em 10 de fevereiro de 2020 às 14h.
iStock 18144087 LARGE 1

Explicamos, com base nas informações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a formação do preço da gasolina em cada região do Brasil. A média nacional em novembro de 2019 confirma o que já sabíamos: quase metade (44%) do preço gasolina é imposto.

Os dados consideram o preço do composto (gasolina e etanol), o custo com transporte até os postos de combustível, os impostos federais e estaduais e as margens de lucro dos distribuidores e dos revendedores.

A soma do valor dos tributos federais e estaduais é, inclusive, maior que o custo do próprio combustível.

Média nacional

O preço médio do litro da gasolina encontrado nas bombas de combustível pelo Brasil era, em março, de acordo com a ANP, de R$ 4,43. Desse total, o valor referente ao combustível puro era de apenas R$ 1,34.

Como a gasolina vendida por aqui conta com a adição de até 27% de etanol, soma-se R$ 0,57 e o preço do composto passa a ser R$ 1,91.

Isso significa que, sem os impostos e a margem de lucro das empresas que fabricam e vendem o combustível, pagaríamos R$ 1,91 pelo litro da gasolina. De assustar, não?

Considerando a média nacional, os impostos estaduais representam 28% do preço total da gasolina, o que significa algo em torno de R$ 1,24. As taxas federais, por sua vez, equivalem a R$ 0,69 (15,5%). O total de impostos embutidos no preço do combustível é, portanto, de 44% ou R$ 1,93.

O lucro dos revendedores (postos de gasolina) beira os 10%. As distribuidoras e o transporte ficam com um valor equivalente a R$ 0,17 (3,8%).

Aproximadamente 44% do preço da gasolina é imposto. O valor das taxas supera o do produto gasolina, que tem adição de 27% de etanol no Brasil.
Foto Shutterstock | Reprodução

Os números apresentados se referem a um litro de gasolina. Fizemos as contas para você ter ideia de quanto os valores significam em um tanque de 50 litros. Para enchê-lo, o gasto total é, considerando o preço médio no Brasil, de R$ 221,50. O valor dos impostos representa R$ 96,50.

Descrição do preço da gasolina em cada região:

Região Norte

Composição do preço total Valor Porcentagem
Preço da gasolina comum R$ 1,27 28,3%
Preço do etanol anidro R$ 0,58 12,8%
Custo de transporte e margem de distribuição R$0,25 5,6%
Tributos Federais R$0,69 15,2%
Tributos estaduais R$ 1,22 27%
Margem bruta de revenda R$ 0,50 11,2%
Valor total da gasolina comum ao consumidor R$4,51 100%

Preço da gasolina na região Nordeste

Composição do preço total Valor Porcentagem
Preço da gasolina comum R$ 1,24 27,7%
Preço do etanol anidro R$ 0,58 12,93%
Custo de transporte e margem de distribuição R$0,22 5%
Tributos Federais R$0,69 15,4%
Tributos estaduais R$ 1,29 28,8%
Margem bruta de revenda R$ 0,46 10,3%
Valor total da gasolina comum ao consumidor R$4,47 100%

Região Centro-Oeste

Composição do preço total Valor Porcentagem
Preço da gasolina comum R$ 1,44 32,4%
Preço do etanol anidro R$ 0,57 12,8%
Custo de transporte e margem de distribuição R$0,12 2,7%
Tributos Federais R$0,69 15,5%
Tributos estaduais R$ 1,25 28,2%
Margem bruta de revenda R$ 0,37 8,4%
Valor total da gasolina comum ao consumidor R$4,44 100%

Região Sudeste

Composição do preço total Valor Porcentagem
Preço da gasolina comum R$ 1,39 31,3%
Preço do etanol anidro R$ 0,56 12,7%
Custo de transporte e margem de distribuição R$0,13 3,0%
Tributos Federais R$0,69 15,5%
Tributos estaduais R$ 1,24 27,9%
Margem bruta de revenda R$ 0,43 9,6%
Valor total da gasolina comum ao consumidor R$4,44 100%
Aproximadamente 44% do preço da gasolina é imposto. O valor das taxas supera o do produto gasolina, que tem adição de 27% de etanol no Brasil.

Composição do preço da gasolina no Sul

Composição do preço total Valor Porcentagem
Preço da gasolina comum R$ 1,33 30,8%
Preço do etanol anidro R$ 0,56 13%
Custo de transporte e margem de distribuição R$0,15 3,6%
Tributos Federais R$0,69 15,9%
Tributos estaduais R$ 1,20 27,7%
Margem bruta de revenda R$ 0,39 9%
Valor total da gasolina comum ao consumidor R$4,32 100%

Em resumo, as regiões com os preços da gasolina mais altos são a norte e a nordeste. Em novembro de 2019, o sul se destaca pelo menor valor.

Fotos Shuttertock | Reprodução

SOBRE
21 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Bel 30 de maio de 2019

Amei o post, me ajuda muito <3 Gostei e já estou seguindo o blog <3

Avatar
CARLOS AUGUSTO DOS SANTOS 18 de abril de 2019

O preço dos combustíveis poderia ser mais barato se conseguíssemos que os impostos, taxas contribuições não fossem cumulativos.e também conseguíssemos gasolina pura sem etanol.

Avatar
mauro alves ferreira junior 21 de setembro de 2018

Concordo com você trabalho 15 anos em posto de gasolina e não é faz pagar todos as despesas com 10% de lucro !

Avatar
Tatiere 16 de setembro de 2018

Meu amigo
Você acha 10% é muito?
primeiro você tem que comprar um posto de combustível e trabalhar pra você falar uma besteira dessa
Você não sabe das despesas que um posto tem fora os impostos que pagamos também
Então fica a dica só faz comentários se você tiver conhecimento do que está falando

Avatar
Ademir Spredemann 24 de abril de 2019

Deve ser beeem complicado ser dono de posto, tem tão poucos…

Avatar
Leonardo Castro 30 de agosto de 2018

Qual a fonte dessa notícia aí? O site da Petrobras diz outra coisa, aí o maior imposto pago é o PIS/COFINS, porém o maior imposto seria o de ICMS, chegando a quase 30%. Fora que o valor da gasolina ao sair das refinarias está em 2,13, aproximadamente. No site da Petrobras tem uma lista de porcentagens, aí você faz o cálculo com base no valor de gasolina que você vê. ^^

http://www.petrobras.com.br/pt/produtos-e-servicos/composicao-de-precos-de-venda-ao-consumidor/gasolina/

Avatar
Renan Santos Filiputi 19 de novembro de 2018

Concordo, meu caro!
Inclusive eu comparei e observei essa drástica divergência.
Contudo, podemos perceber que, como sempre, os maiores cálculos de gasto vão para o Governo.

AutoPapo
Laurie Andrade 30 de maio de 2019

Leonardo, como citado na matéria, as informações são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
Caso queira conferir, acesse o link http://www.anp.gov.br/precos-e-defesa-da-concorrencia/precos/composicao-e-estruturas-de-formacao-dos-precos

Avatar
Antonio Caser 28 de junho de 2018

Refazendo: gasolina sem impostos R$ 1,16 – a gente paga R$ 4,18 = 360% … lembrando que lucros da distribuidoras e donos de postos soma-se como imposto para o consumidor final…

Avatar
Antonio Caser 28 de junho de 2018

UEPA!!! … Essa conta não está batendo… vocês dizem: “…o litro de gasolina, sem os impostos e as parcelas dos revendedores, vale apenas R$ 1,16” … faça as contas, sem impostos sai por R$ 1,10 e a gente paga R$ 4,18 … nas minha contas fica em 360% de impostos e lucros … Conta essa história direito, ou é estória da carochinha ???

Avatar
jubicleo 24 de maio de 2018

eu quero um pote de nuttelaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa *

EDITADO

Avatar
Angelo 23 de maio de 2018

Observando os números (Região Sudeste), fica claro que o problema maior esta na ineficiência do estado brasileiro, com sua maquina governamental enorme, burocrática, que precisa arrecadar para sustentar sua estrutura, e claro, desviar uma parte via corrupção, senão vejamos: A Petrobras extrai o óleo bruto das profundezas do mar, utilizando tecnologias modernas, caras e necessárias para isso, refina esse oleo bruto transformando em gasolina, paga sua mão de obra paga suas pesquisas, e tem o seu necessário lucro, por todo esse trabalho, o valor do produto corresponde a R$ 1,68 (incluindo a parcela do álcool adicionada na mistura). Pois bem, ai chegam os governos parasitários, que não prestam para coisa alguma e cobram por sua “participação” R$ 1,98 isso é ridículo eles ganham mais do que a complexa industria de extração/refino, sem fazerem absolutamente nada, e ainda esse dinheirão arrecadado se perde no cipoal de corrupção e da maquina publica, que existe para atender a ela própria, sua subsistência. A coisa chegou num ponto tão critico, que o Brasileiro trabalha 4 meses por ano só para pagar impostos, e não recebe nada que presta de volta, a saúde é bizarra, a segurança é inexistente, a educação é padrão Africano, infraestrutura é precaríssima e por ai vai…

Avatar
Diogo 28 de março de 2018

Em suma, 1L de gasolina pura R$ 1,52 e esse lixo E27 sai por R$ 1,66. Piada né?

Avatar
Eder Ribeiro 23 de julho de 2018

Tem boi na linha aí hein? Fazendo as contas, 1 litro de ethanol sai R$2,07 e 1 litro da gasolina sai R$1,50.

Avatar
Arnaldo 28 de março de 2018

Vc esta certissimo Marcos, 10% é a parte que fica com o posto, e não o seu lucro. Desses 10% o posto tem de tirar os salarios e encargos do pessoal (frentistas), impostos municipais (IPTU, ISS entre outros), manutencao das instalacoes do posto, contas de agua, luz, telefone, taxas para os bancos que cobram por utilizarem as maquininhas de debito e credito, etc etc etc. 10% realmente é pouco, uma vez que o governo tambem “morde” mais algum nesse montante…

Avatar
Marcos 27 de março de 2018

Antero, trabalho num posto e te digo, 10% é pouco, como consumidor eu entendo seu lado, eu também sou consumidor. Mas o que parece muito (10%) não é, o custo operacional está muito alto hoje, o que mais tem é posto à venda ou até mesmo fechando, a situação está bem complicada para quem trabalha dentro da lei. Vejamos por outro lado, não vejo ninguém reclamar do preço das roupas, e nas roupas o ‘lucro’ é de 250% para mais…

Avatar
Antonio Caser 28 de junho de 2018

…e na gasolina o lucro é no mínimo de 360% …

Avatar
Leonardo Castro 30 de agosto de 2018

360% Não é lucro amigo.

Avatar
Antero Coelho 24 de março de 2018

Mais uma vez…O Brasileiro simplifica as coisas…E coloca a culpa de suas desgraças…SÓ no governo….ATENÇÃO: longe de mim ficar defendendo governo, ainda mais esse que esta ai, só quero colocar as coisas em seu devido lugar…
Ontem a Globo News, falando deste assunto fez uma reportagem onde mostrou que…EM TODA A EUROPA…os impostos sobre a gasolina são maiores do que 50%…logo, esse não é um problema só nosso…
Além do mais, como mostra as tabelas acima…são varios os itens que impactam no preço final…mas PRA MIM o que mais assusta, NÃO A PARTE DO GOVERNO…
E sim o lucro dos postos….10% ?????
Só em países com a economia como a do Brasil para se ter um lucro de 10%…
A mesma coisa acontece com os automóveis…onde as fabricas brasileiras TIRAM O MAIOR LUCRO DO MUNDO…e o povo fica satisfeito em colocar a culpa dos altos preços…SÓ nos impostos…

Avatar
Tatiere 16 de setembro de 2018

Meu amigo
Você acha 10% é muito?
primeiro você tem que comprar um posto de combustível e trabalhar pra você falar uma besteira dessa
Você não sabe das despesas que um posto tem fora os impostos que pagamos também
Então fica a dica só faz comentários se você tiver conhecimento do que está falando

Avatar
Renan Santos Filiputi 19 de novembro de 2018

Não adianta…
Como sempre o Governo suga mais do que conseguem pagar!
Por referência do site da Petrobras, cerca de 44% do impostos são para o Governo. Logo que, eis a pergunta:
– Porque tantas desnecessários e custeios em cima de algo que está praticamente formalizado?
Digo portanto, sendo pouco conhecedor do assunto, que os outros 56% dos gastos, a própria empresa que abrange, como uma normalidade do seu serviço.

Avatar
Deixe um comentário