Ranger Black é o primeiro lançamento da Ford após fechamento de fábricas

Versão especial da picape da Ford chega ao mercado neste mês com visual diferenciado e mais conectividade; o preço? R$179.900

ford ranger black vista de frente em estrada
Suspensão da Ranger Black foi calibrada para rodar com mais conforto em perímetros urbanos (Foto: Ford | Divulgação)
Por AutoPapo
26 de março de 2021 18:13

A Ford inicia este mês a venda da Ranger Black, nova versão da picape para uso urbano que conta com diferenciais tecnológicos e de design. Configuração equipada com o motor 2.2 Diesel, transmissão automática e tração 4×2 passou por ajustes na suspensão.

LEIA MAIS

Preço da Ranger Black

A picape com visual monocromático preto no exterior e cabine tem preço sugerido de R$179.900.

Como oferta especial de lançamento, a Ford vai oferecer para os cem primeiros clientes da Ranger Black um kit de acessórios composto por protetor de caçamba, capota rígida elétrica e rede porta-objetos. Esses itens, que somam R$10.000, também poderão ser adquiridos separadamente nas revendas.

Equipamentos de série

Santantônio, rack de teto, estribo lateral, faróis com máscara escura, grade dianteira e rodas de liga leve de 18 polegadas fazem parte dos itens de série da picape. A lista de equipamentos inclui ainda sete airbags, ar-condicionado de dupla zona, piloto automático, controle de tração e estabilidade, controle adaptativo de carga, sistema anticapotamento, sistema de controle de reboque e assistente de partida em rampa.

A central multimídia da Ranger Black é a SYNC 3 com tela touch de 8 polegadas, comandos de voz e acesso a Apple CarPlay e Android Auto. O sistema de conectividade FordPassTM Connect, com modem embarcado, permite controlar pelo celular funções como travamento e destravamento, partida remota com climatização da cabine, agendamento de partida, odômetro, autonomia e localização do veículo, além de receber alertas de alarme e de funcionamento.

Design

A Ranger Black foi apresentada pela primeira vez como conceito no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018. Seu tema preto monocromático combina peças com acabamento fosco e brilhante, faróis e lanternas com máscara escura e rodas de 18 polegadas com design exclusivo.

As maçanetas, retrovisores, rack de teto, estribo e grade lateral são apresentadas preto fosco, enquanto os bancos são de couro.

Segurança na Ford Ranger Black 

A Ranger Black vem com sete airbags, freios ABS nas quatro rodas com EBD e também traz o controle eletrônico de estabilidade e tração AdvanceTrac. Além dos controles anticapotamento, adaptativo de carga e de oscilação de reboque, ele inclui assistência de partida em rampa e de frenagem de emergência.

ranger black passando por trecho alagado
Ford Ranger Black tem capacidade de imersão de 80mm

A capacidade de imersão de 800 mm – a maior da categoria – é outro diferencial.

Desempenho

A Ford Ranger Black é equipada com o conjunto motriz com motor Duratorq 2.2, que se destaca pelo alto torque em baixas rotações – as mais usadas no trânsito. A 1.600 rpm ele já desenvolve o torque máximo de 39,2 kgfm. O conjunto funciona junto à transmissão automática de seis velocidades.

Fotos: Ford | Divulgação

SOBRE
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Flavio 27 de março de 2021

Não tem reposição de peças nem quando a fábrica estava aqui no Brasil. Imagina agora. Várias concessionárias irão fechar problemas com peças…… tô fora….

Avatar
Sir.Alves 28 de março de 2021

Olá amigo, também não gosto mais da Ford, mais tenho que discordar num ponto,… a Ranger sempre foi fabricada na Argentina, e as peças sempre vieram de lá, nisso, não vai alterar em nada… abraço.

Avatar
Rodrigo Carvalho Viana 27 de março de 2021

Para mim, a Ranger sempre foi a picape mais bonita da categoria, porém, se nem a Ford acredita mais no Brasil, por que comprar um carro da marca????????

Avatar
Fernando James Gonçalves de Assis 26 de março de 2021

O golpe tá aí só cai quem quiser.kkk

Avatar
César 26 de março de 2021

Fábrica produziu carros por décadas por aqui. Quando a situação ficou feia, fechou as portas e deu tchau, e o povo vai ficar ainda consumindo seus carros? A picape é linda, ótima, mas tem concorrentes a altura que respeitam mais o país e principalmente o povo que consome seus veículos.

Avatar
Carlos 26 de março de 2021

Só quero ver como fica o pós venda com as peças de reposição. nem dos que acabaram de ser fabricados aqui a Ford se preocupa em atender. Eu fugiria dessa!

Avatar
Deixe um comentário