Rolo de treino: descubra o motivo de muitos ciclistas terem um

Rolo de treino é um equipamento prático que ajuda o ciclista a manter o preparo físico e conta com diferentes modelos que são utilizados por atletas

Rolo de treino
Rolo de treino é uma solução simples e prática para manter a rotina de treinos do atleta em dias que não é possível sair para pedalar na rua (Foto: Elite | Cycleops)
Por Camila Melo
04 de junho de 2022 14:03

Pedalar ao ar livre é realmente maravilhoso, porém nem sempre é possível, são vários os motivos para não conseguir pedalar na rua todos os dias, como chuva, frio, falta de segurança e tempo. E esse é um dos motivos para os rolos de treinamento estarem cada vez mais populares no Brasil.

Usar um rolo de treino para pedalar em casa pode ser uma boa forma de manter o seu condicionamento, movimentar o corpo e ainda liberar endorfina.

VEJA TAMBÉM:

O que é um rolo de treino?

O rolo de treino é um equipamento bastante prático que simula a pedalada ao ar livre, alguns modelos de forma quase real.

Com o avanço das tecnologias os rolos estão cada vez mais interativos oferecendo uma pedalada mais agradável e menos monótona.

De fato, o rolo de treino não substitui a pedalada outdoor, mas facilita a logística de treinos, não só por conta de um clima não favorável, como também por falta de tempo.

Modelos de rolo de treino

Os rolos de treinamento são basicamente encontrados em dois tipos, que se diferenciam em alguns aspectos. Conheça a seguir:

Rolo Fixo

Esse tipo de rolo existe em diversos modelos, mas a maioria se fixa à roda traseira. Também temos aqueles que não utilizam a roda traseira, encaixando-se diretamente à bike. Nestes modelos, o ciclista fica preso e, por conta disso, não trabalha o equilíbrio e não tem risco de queda.

ROLO DE TREINO FIXO PARA PEDALAR SEM SAIR DO LUGAR
Rolo de treino fixo permite que o atleta se exercite em casa (Foto: Elite | Divulgação)

Confira a seguir alguns modelos de rolo fixo:

  • Rolo Magnético: São rolos onde a resistência acontece através de imãs, a roda traseira fica fixa e a intensidade pode ser ajustada através de um regulador acoplado ao guidão. Esse modelo é um dos mais populares e mais vendidos devido seu excelente custo-benefício.
  • Fluidos: Modelos fluidos são mais caros que os magnéticos. Sua vantagem em relação aos demais é a maneira com que reproduz o efeito da pedalada: a resistência aumenta na medida em que o ciclista aumenta a velocidade. Por essa razão, são muito mais realistas. Em geral, costumam ser mais silenciosos que os magnéticos, e permitem simular pedais mais pesados.
  • Rolos de Transmissão Direta: Neste modelo o quadro da bicicleta fica fixado diretamente ao rolo sem a necessidade de usar a roda traseira oferecendo uma sensação mais realista e sem ruídos, é muito usado por equipes de ciclismo profissional, pois oferecem a possibilidade de conectar-se a softwares e aplicativos. Desta forma o monitoramento de desempenho é acompanhado com precisão.

Rolo Livre/ Equilíbrio

O rolo livre tem a vantagem de trabalhar também o equilíbrio do ciclista.

rolo de treino solto divulgacao tacx
Rolo de treino solto é uma das opções mais simples do mercado (Foto: Tacx | Divulgação)

Trata-se de um modelo mais básico e, muitas vezes, mais barato. Consiste em 3 cilindros (1 para a roda dianteira e 2 para a roda traseira) e um elástico conectando os cilindros. Neste rolo, o ciclista fica completamente livre como se estivesse, de fato, em uma esteira ou na rua. Ideal para treinar equilíbrio e frequência. Lembrando que é sempre importante entender o seu nível de pedal e qual o seu objetivo, para saber qual o modelo mais adequado para você. Principais vantagens do rolo de treinos

Existem muitos benefícios em se ter um rolo de treino em casa. Mas podemos apontar as principais vantagens deste equipamento:

  • Além de ter uma logística mais prática, o tempo necessário para treinar diariamente no rolo é menor, se comparado com o tempo de treino na rua;
  • Treinos mais específicos: pedalada de acordo com os pontos que você gostaria de melhorar, como velocidade, força ou frequência cardíaca;
  • Manutenção do treino em dia, mesmo em dias de chuva, de frio intenso ou em horários pouco seguros para se pedalar na rua;
  • Mais segurança, principalmente para quem vive em cidades grandes, com trânsito muito intenso;
  • Possibilidade de conexão com aplicativos (como, por exemplo, o Zwift).

Esse equipamento pode ser facilmente encontrado em sites de lojas especializadas em ciclismo ou nas bike shops do país.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário