[Vídeo] Toyota RAV4 é reprovado no ‘teste do veado’, mas cadê o recall?

'Dona' Toyota vai me desculpar, mas se ela reconheceu a falha, tanto que corrigiu o seu sistema eletrônico, o carro,  então, oferece perigo na estrada

toyota rav4 2020 brasil branco
Ao final de 2020, o Toyota RAV4 híbrido foi reprovado e considerado perigoso pelos jornalistas suecos (foto: Toyota | Divulgação)
Por Boris Feldman
21 de janeiro de 2021 18:05

Você sabe o que é o ‘Elk Test’, ou ‘teste do veado’? Esse teste simula, numa estrada com cones, a manobra brusca ao volante que o motorista faz para desviar de um obstáculo na estrada. A uma determinada velocidade, ele tem que jogar o carro para a faixa da esquerda e, imediatamente, voltar para a direita. Como é frequente, nos países nórdicos da Europa, os veados atravessarem a estrada, o teste ganhou este nome.

A revista sueca ‘Mundo Técnico’ realiza esse teste com automóveis recém-lançados. E, ao final de 2020, o Toyota RAV4 híbrido foi reprovado e considerado perigoso pelos jornalistas suecos. Como o carro já estava sendo vendido, a Toyota se preocupou com o resultado; não só pelo perigo  que representa para os usuários, mas também porque  prejudica a imagem do produto. Mas só no exterior!

Boris Feldman explica o caso em vídeo: assista e entenda!

A engenharia da Toyota no Japão pesquisou então o ESC – Sistema Eletrônico  de Estabilidade – e decidiu recalibrá-lo. Mandou outra unidade para revista, e o RAV4 híbrido foi,  finalmente, aprovado no teste. O AutoPapo  perguntou à Toyota, aqui no Brasil, que atitude a empresa pretende tomar em relação ao problema,  pois já vendeu aqui diversas unidades do RAV4.

VEJA TAMBÉM:

Ela respondeu que o carro “tinha sido aprovado  em todas as normas de segurança do mundo”. Mas, tendo em vista o teste da revista sueca, decidiu “disponibilizar a correção para todos os clientes  que assim o desejarem no primeiro trimestre de  2021; e introduzir a atualização na produção  em massa logo depois.”

‘Dona’ Toyota vai me desculpar, mas se ela reconheceu a falha, tanto que corrigiu o seu sistema eletrônico, o carro,  então, oferece perigo na estrada caso o motorista  seja obrigado a fazer uma manobra emergencial.

Cabe ao consumidor exigir atualização no ESC do Toyota RAV4

Se você tem  umRAV4 híbrido e está entre os raros motoristas que se preocupam com a segurança – e não pensa que  acidente só acontece com os outros -, fique de  olho! Ligue, reclame, bote a Boca no Trombone!  Exija da Toyota que seu carro tenha o ESC  atualizado neste primeiro trimestre, conforme  informação oficial da própria fábrica no Japão!

É  difícil entender essa atitude do Toyota: oferecer a correção do software só para quem solicitar é muito pouco! Se ela mesmo confessa que vai adotar essa recalibragem na produção em massa, por que não fazer um recall do RAV4 híbrido?

SOBRE
10 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Gilberto 25 de janeiro de 2021

Se ela vai, em suas palavras, “disponibilizar a CORREÇÃO” a quem quiser, é porque tem uma falha. Se tem uma falha, tem que fazer recall. Infelizmente, a Toyota dá mais uma vez prova de que não se preocupa com a vida dos seus clientes.

Avatar
Marcelo Santos 22 de janeiro de 2021

Revista sueca de novo ??? Só ela no mundo inteiro , só ela , só com a Toyota . Pesquise e verá, só ela .Parece uma emissora de TV que conheço, tendenciosa ao extremo.

Avatar
Jorge Nicolau 23 de janeiro de 2021

Esta revista, e não só ela, testa carros de todas as marcas. O que fazer se os Toyotas são os que tem o pior resultado? O correto seria os clientes cobrarem melhorias nos equipamentos, mas clientes Toyota aceitaram Corolla sem ESC até 2018 sendo que até populares já tinham muito antes disso e também aceitam tombilux capotalux sem recall feito no mundo inteiro menos aqui.

Avatar
Gilberto 25 de janeiro de 2021

O teste foi filmado. O problema (mais uma vez) foi identificado e demonstrado, tanto é que a Toyota confirmou e corrigiu. Agora a culpa do crime é da testemunha?

Avatar
Jorge Nicolau 22 de janeiro de 2021

O Moose Test, teste do alce passará a ser exigido até aqui no latinNcap e vai contar o seu desempenho na somatória de estrelas.
A Toyota já tinha sido reprovada no teste do alce com a hilux, famosa pelos apelidos de tombilux, capotalux etc… O pior é que fez um recall para recalibrar o ESC no restante do mundo menos na América do Sul, onde eles desprezam a vida dos seus clientes.
Em tempo, mesmo depois de recalibrado o ESC a hilux continuou com o pior resultado no teste.

Avatar
Alexandre Bento Silva 22 de janeiro de 2021

De muita utilidade esta reportagem. Tenho um Rav4 e agradeço. Auto papo fez papel bonito. Papel feio da Toyota ressaltando que é um carro de valor alto. O lucro certamente pagaria uma condução mais responsável em relação a falha do sistema. E o respeito ao comprador da marca como fica dona Toyota????

Avatar
Jorge Nicolau 22 de janeiro de 2021

Comportamento normal da Toyota em relação aos seus clientes. Eles desprezam a vida dos Sul americanos, vide o comportamento assumido com o resultado do teste do alce da hilux. Esta é uma marca que já marcou presença em minha garagem, mas que jamais voltará a frequentar.

Avatar
ABALEN ISRAEL ABIRACHED 21 de janeiro de 2021

O teste do Alce deveria ser uma exigência de segurança em todo o mundo e não somente na Suécia, e não somente para peruas ou SUVs – deveria ser geral. Um dos maiores problemas dos veículos é a perda da estabilidade com saída de frente ou traseira do carro nas curvas, logo tudo isso deveria constar dos testes de protótipo antes da fabricação em massa para tornar os veículos mais seguros… Senão muita gente vai preferir matar o Alce…

Avatar
boris 21 de janeiro de 2021

OI Abalen,

O teste não é exigido apenas na Suécia, mas a revista lá é que se notabilizou fazendo o teste…

Avatar
Motorcycle 21 de janeiro de 2021

Mais de uma reportagem aqui no site, sem contar todos sempre chamando pelo mesmo nome, TESTE DO ALCE, mas o Boris tem que fazer das suas e chamar de Teste do “veado” ..

Avatar
Deixe um comentário