Self-service proibido

Você faz ideia do por que você mesmo não pode abastecer seu carro no posto de gasolina através do sistema self-service? Explico aqui!

Por Andre Willis15/10/20 às 21h31

Qual a dificuldade para que os postos no Brasil, assim como em outros países, tenham o sistema self-service? Nele, o próprio motorista abastece o carro e depois vai pagar no caixa.

Evidente que é mais prático e ainda barateia o custo do combustível.

Pois então perguntem ao então deputado Aldo Rebelo que, em 2000, apresentou um Projeto de Lei proibindo as bombas self-service e ao então presidente Fernando Henrique Cardoso, que sancionou essa lei.

O motivo alegado?

Foi para proteger a saúde dos motoristas e evitar o desemprego nos postos. Faz lembrar o final do século XIX no Rio de Janeiro, quando houve um protesto geral dos acendedores de lampiões a gás nas, pois ‘iam perder o emprego’ com a chegada da iluminação elétrica.

Mulher abastecendo o próprio carro no posto de combustível abastecer
Existe uma Lei no Brasil que proíbe as pessoas de elas mesmas abastecerem seus carros (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
181 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    ENIVALDO GONZAGA DA SILVA 21 de outubro de 2020

    O que vai ter de gente colocando fogo em posto não e vai ser brincadeira . Esqueceu que aqui é Brasil né ? População toda despreparada pra abastecer um carro

  • Avatar
    Ricardo araujo 19 de outubro de 2020

    Isto vai acontecer e uma questão apenas de tempo. Hipocrisia dizer que vai prejudicar a saúde dos motoristas pois em países como EUA e Japão não prejudicou aqui vai .Isto é desculpa de sindicatos que querem ganhar sem trabalhar . O país precisa evoluir .

  • Avatar
    Chrystian Krone 17 de outubro de 2020

    Provavelmente houve pressão de algum sindicato que apoia os frentistas, se houvesse redução nas bombas eu até apoiava, esse discurso de desonesto e uma falácia pois não são a maioria, não que tenha espertinhos mas hoje com um monte de câmeras era só colocar uma cancela e já dificultaria a ação dos espertinhos.

  • Avatar
    Faria 17 de outubro de 2020

    O sistema de auto atendimento, primeiro você paga e depois abastece, semelhante ao sistema pré pago de telefonia, isto será inevitável em breve, na minha casa uso gás encanado (GNV), a cia. Mandou instalar um dispositivo eletrônico que faz a leitura automaticamente do consumo do gás, a conta não vem mais em papel, vem por email e celular, o preço não baixou, mas foi eliminado a pessoa que fazia a leitura mensal. Lembrem -se bem, o preço é sempre determinado pela lei da oferta e da procura, exceto o combustível da Petrobras, então o consumo caia, o petróleo baixava no mundo inteiro, a Petrobras subia os preços, porque eles sabem que são os únicos a produzir combustíveis, o que não pode é os sindicatos das categorias ficarem por trás forçando aumento de preços, principalmente o sindicato dos combustíveis e derivados, todos esses mafiosos tem que ser detidos.

  • Avatar
    Sidney 17 de outubro de 2020

    Se nao vai diminuir o preco do combustível, pq vou ter o trabalho de descer do carro e abastecer, se tem uma pessoa pra fazer pra mim. Qual a logica disso. Quem vai lucrar sao os postos , alias que ja lucram muito.

  • Avatar
    CLAUDEMIR 17 de outubro de 2020

    Em qualquer lugar do mundo, o preço do combustível não iria ficar mais barato se houvesse o sef sevice. O custo da mão de obra é diluído no custo do produto, que se torna irrisório. O que realmente faria diferença é a diminuição dos valores cobrados de impostos e o lucro que os postos aplicam sobre a venda. Agora pensando em segurança, se acontecesse o transbordo de combustível no momento de encher o tanque, a pessoa saberia como agir? Tem algumas pessoas que fumam, entrariam no posto com o cigarro acesso, será que teriam o senso de responsabilidade? Se acontecesse um acdente no posto a responsabilidade seria de quem? Acredito que os frentistas estão preparadas para as eventualidades de segurança. Os frentistas sabem dos perigos, por exemplo, ficar a uma distância segura durante o abastecimento. Agora falando de desemprego, temos hoje aproximadamente 14% da mão de obra desempregada. Imagine se o posto tenha 8 pessoas trabalhando, vamos mandar 50% embora. São 4 mais desempregados, multiplicando pelo número de postos = mais desempregados no país. Estes desempregados iriam precisar do bolsa família e outros programdas do governo. De onde saí este dinheiro? IMPOSTOS. O que representa o maior custo no combustível? IMPOSTOS. Quem paga os impostos? Quem trabalha. A conta fecha em todos que estão trabalhando, não nos donos do posto de combustível, das usinas de álcool, das petrolíferas, pois todo o custo é repassado para o consumidor.

  • Avatar
    Edilson pierre 17 de outubro de 2020

    Morei em Portugal e Espanha muitos anos esse método mais que funciona. E pelo que se pensa não desemprega frentista como estão dizendo só redireciona ele para outra função q aqui no Brasil não existe traria comodidade e praticidade ao funcionário e
    Não desemprega
    E ao clientes seria fácil se adaptar em uma nova rotina quando se fala em redução do preço do combustível

  • Avatar
    Fernando verlan gonçalves 17 de outubro de 2020

    É para derubar.
    Gazolina forra do carro melhor ou roubar melhor ….
    Ou não vemos a bomba roubar …

  • Avatar
    César campos 17 de outubro de 2020

    PORQUE BRASILEIRO É DESONESTO, TANTO POR PARTE DOS POSTOS OPERAR A MANIPULAÇÃO DE QUANTIDADE DE COMBUSTÍVEL QUE PASSA PELA BOMBA,MARCANDO A MAIS, E QUANTO O MOTORISTA FUGIR SEM PAGAR.

  • Avatar
    RENATO SANTOS DA SILVA 17 de outubro de 2020

    Kkkk imagine vc, aqui se furta até bala em mercado….como seria isso?

    • Avatar
      Ailton peteirpereira a 17 de outubro de 2020

      O Brasileiro não é desonesto! O Brasileiro cempre foi roubado é acusado de ladrão, de espertalhão! Isso não é verdade! Basta olhar os equipamentos agrícolas que possuem os países asiáticos por exemplo é os que nos temos aqui ! Essa ideia foi plantada no nosso povo para que nos senticemos inferiores
      e indignos ,tomamos as minorias por maioria e os poucos maus exemplos por referência ! Em quanto o povo não mudar esse conceito continuaremos escravos é meros serviçais dos países desenvolvidos .

      • Avatar
        Neide 17 de outubro de 2020

        Concordo plenamente.precisamos mudar nosso conceito, somos um povo guerreiro, inteligente e amoroso com o proximo.

  • Avatar
    Alberto 17 de outubro de 2020

    Do jeito que o brasileiro é lerdo demoraria dez vezes mais pra abastecer um carro imagine o tamanho da fila ,nossa sorte que aqui não tem terremoto ou furacão ,somos muitos despreparados e sem disciplina

    • Avatar
      Nico Almeida 17 de outubro de 2020

      Discordo de tu Alberto.
      Sou brasileiro, moro na Grã Bretanha, e aqui nós motoristas / proprietários de veículos que , aplicamos o abastecimento de combustível em nossos veículos.

      O sistema é automatizado, tu abastece o seu respectivo veículo, de acordo com a sua necessidade, efetua o pagamento, e na sequência retira o veículo da bomba.

      Essas realizações de servicios dura em média 6 minutos.
      Não tem complicação , e sim honestidade.

    • Avatar
      Elvecio Valentim 17 de outubro de 2020

      Concordo 100% com vc na questão desonesto e indiciplinados.
      Acrecento aí a falta da educação, e não é falta de escolaridade, é cultura mesmo.
      Relembre o caso do médico no restaurante em SP.
      Imagina a arrogancia do dinheiro somada aos fatores comentados?
      Deicha como esta, deste jeito a indiciina, a má educação e arrogancia financeira não tem vez, é esperar e ponto.

  • Avatar
    Afranio Franciosi 16 de outubro de 2020

    O brasileiro adora imitar os povos dos países desenvolvidos. Mas, esquece que nesses países, ou o povo é supereducado, ou as leis são muito rígidas, ou as duas opções juntas. Se permitirem autoatendimento em postos de combustíveis, vai ter sem noção abastecendo seu veículo enquanto troca mensagens no celular e com cigarro na boca. Liberdade requer responsabilidade. Quem discorda, experimente passar uma temporada nos EUA e faça lá o que faz aqui.

  • Avatar
    GUSTAVO YAMAMOTO 16 de outubro de 2020

    No japao tem os dois tipo de posto . Acho q seria uma boa ideia .
    Mas acho q brasileiro vai dar um jeito para não pagar.

    • Avatar
      Rogério 17 de outubro de 2020

      Gustavo você está certo. Acho porém que com tanta tecnologia, já é possível sim fazer algo desta natureza sem ter que contar com o fator surpresa – no caso de o motorista ser desonesto e não querer pagar. Muito simples seria uma opção pré paga onde o cliente poderia adquirir cartões pré-pagos de determinada bandeira de postos de combustíveis e então se dirigir a qualquer posto da dita rede e aí efetuar o auto abastecimento.

  • Avatar
    Alex 16 de outubro de 2020

    Ñ devemos acabar c os frentistas. Isso só vai aumentar o desemprego e ñ vai baratear o combustível. Quanto maior o desemprego pior fica a economia. Mais desempregados menos gente comprando. Um exemplo q ñ barateia coisa nenhuma foi a saída de boa parte dos cobradores de ônibus e pelo contrário as passagens aumentaram. Os motoristas passaram a exercer dupla função atrapalhando o trânsito e colocando a vida de todos em risco

  • Avatar
    Paulo Fabiano Barbosa 16 de outubro de 2020

    Boa noite, se cada motorista abastecesse seu carro teríamos na verdade um menor número de frentista doentes.
    Pois o motorista ficaia exposto ao Benzeno uma vez por semana,risco mínimo, já o Frentista abastece cerca de 400 automóveis por dia, risco altíssimo.
    Desinformado inventa outra desculpa 🤔🤔.
    Desemprego? Vai atender troca Óleo, lavar Carro, atender loja de conveniência, etc

    • Avatar
      Marcos Vinicius 16 de outubro de 2020

      #alem de ficar exposto ao Benzeno, agora o povo brasileiro engere tbm o Benzeno,Como assim?? (Benzeno e cancerígeno…)
      Panelas anti aderência, contém benzeno…

      • Avatar
        jscosta 16 de outubro de 2020

        benzeno..neh aquele gesto feito, qdo jogador entra no campo…deve ser bom neh….kkkkkk

    • Avatar
      Eduardo Augusto 17 de outubro de 2020

      Brasileiro não tem paciência, e muito menos educação, ia um entrar na frente do outro em pequenos postos que tem poucas bombas, só ia dar briga e até morte! Aqui onde moro msm, é cidade bem pequena, posto pequeno, com frentista, tem vezes que a gente espera um tempão, e só tem duas bombas, uma com gasolina e álcool, e outra de diesel…

  • Avatar
    Clecio Souza 16 de outubro de 2020

    Antes d td isso seria melhor colocar inteligência nas mangueiras p avaliar qntdds e qldds, caso contrário estaríamos nos enganando e sendo explorados p tal!

  • Avatar
    Antonio Pinto 16 de outubro de 2020

    É simples assim: vão mandar vários frentistas embora c/drsculpa de baixar o preço do combustível e não vai baixar coisissima nenhuma,aqui no Brasil está cheio de proprietarios de posto de combustível picareta, vagabundos, até adulterar o combustível eles adulteram.

  • Avatar
    Francílio 16 de outubro de 2020

    Seria bem legal até pq se tivesse um incêndio ou um acidente daria tempo pras pessoas saírem do local sem se ferir até evitar furto de combustível pq assim o cliente tem que pagar primeiro pra liberar a bomba de combustível

    • Avatar
      Lucas 16 de outubro de 2020

      Primeiro funciona muito bem em outros países a bomba assim que detecta que não tem um carro ela desliga por conta é questão de pagamento é só colocar ou uma só saída com um caixa para pagar ou uma máquina de créditos que você coloca dinheiro

  • Avatar
    Márcio Rodrigues 16 de outubro de 2020

    Pq aq o motorista abasteceria e dava no pé kkkkkk

    • Avatar
      José Scalassara 17 de outubro de 2020

      Bombas funcionam com cartão de credito e débito. Dar no pé como?

  • Avatar
    Marcelo 16 de outubro de 2020

    Só quem acredita em papai noel,acredita que o preço do combustível vai abaixarcom este sistema de auto abastecimento…

  • Avatar
    Antony 16 de outubro de 2020

    Boa noite! Sou frentista e tenho certeza que não daria certo, pois os clientes não descem do carro nem pra passar o cartão ou assinar a nota quando é a prazo, não teriam coragem de abastecer, até porque o risco é muito grande, e muitas famílias são sustentadas com esse emprego, vamos deixar do jeito que está

    • Avatar
      Edy 16 de outubro de 2020

      Ah tá. Não ia descer. Ia dar calote. Entendi.

    • Avatar
      Pedro 16 de outubro de 2020

      Mais um acendedor de lampião kkkk
      Amigo usaria o serviço quem quisesse e quem precisar pagar menos, frentista seria luxo, ninguém perderia o emprego, pelo contrário a gasolina mais barata geraria muito mais empregos.

      • Avatar
        João Ricardo messias 16 de outubro de 2020

        Não se enganem, o combustível não ficaria mais barato.
        Os bancos colocaram caixas eletrônicos e apps que fazem quase todo serviço e mesmo assim as taxas e os juros não baixaram.
        A maioria dos empresários são mercenários.
        Então essa desculpa não cola, porém sou a favor, mas não por esse motivo.
        Simplesmente porque sou a favor da tecnologia para melhorar o produto ou serviço.

      • Avatar
        valeria 16 de outubro de 2020

        Concordo! O mercado tecnológico vai engolir muitos empregos, desnecessário lutar contra. A modernidade vai mudar cada vez mais a mão de obra.. resta o trabalhador se especializar em outras atividades

    • Avatar
      Anderson de oliveira 16 de outubro de 2020

      Besteira nos outros países funciona assim,aqui a pessoa não sai porque tem quem faz,se não tiver o motorista sai e abastece,simples assim.

  • Avatar
    ANESIO SANTOS 16 de outubro de 2020

    Imagina você abastecendo o seu veículo, de repente, “perdeu, perdeu” no Brasil não tem segurança, enquanto você vai pagar com cartão pode ser assaltado numa rapidinho, se paga no caixa fica sem o veículo.

    • Avatar
      Gustavo 16 de outubro de 2020

      E desde quando o frentista impede esse tipo de ação?? Ele fica assistindo, muitas vezes acha bom que o “rico metido a besta” sofra um pouco

    • Avatar
      Marcos 16 de outubro de 2020

      É so usa o aplicativo e vc corre riaco der ser assaltado dentro o fora do carro a nao ser que o seu awja brindadi

  • Avatar
    Antonio Marcio Xavier Dos Santos 16 de outubro de 2020

    Acho que por aqui não funciona self-service nas nós postos de gasolina não, pois basta estar em um posto e olhar do outro lado e veja o calibrador que é o próprio motorista que calibra os seus pneus, pois é ,quando não tá quebrado tá a mangueira largada ou mal enrolada (embolada) e olhe que o serviço é gratuito. Imagino eu tendo que pagar e ainda ter que fazer o trabalho … Acho que o proprietário seria o próprio a não deixar seu patrimônio ao cuidados de quem quer que seja: loucos, ignorantes, protestantes , vândalos e até bêbados. Isso sem falar que pra exercício da profissão é preciso ter qualificação, pois não é um restaurante que chegamos e nos abastecemos de qualquer maneira como queremos.

    • Avatar
      Sérgio 16 de outubro de 2020

      Moro em um país q há muitos anos existem os self service nós postos de gasolina, é simples é eficiente e não tem dificuldade alguma em o próprio condutor abastecer seu próprio veículo… simples e além disso sempre tem um atendente para o caso daqueles q precisarem de ajuda ou não querem ” sujar” as mãos….

    • Avatar
      Ronaldo de Souza Bis 16 de outubro de 2020

      Concordo com seu ponto de vista louvável, porém oque falta em nosso país é conhecimento pois hoje chegamos a um restaurante e nos servimos….embora um louco um bêbado causaria constrangimento até mesmo ali então teremos que evoluir ou continuaremos tenso que ter alguém para acender lampiões com medo da energia elétrica chegar pois se ela chegar até nos oque séria dos responsáveis pelo acendimento, talvez ficariam sem emprego.ou se clalificariam para outras, tão dignas quanto as mesmas que exerssem, ou voltaríamos ao século xix

      • Avatar
        Trettas 16 de outubro de 2020

        Pois é. Só quero ver quando os carros forem todos elétricos. Só isso.

    • Avatar
      Jacob Mandlate 16 de outubro de 2020

      Pois eh caro. Mangueira bagunçada é parte da educação do motorista. Em outros países civilizados, vc não vê isso…. enquanto no Brasil e África…. kkkkkkkkkk

    • Avatar
      Marcos 16 de outubro de 2020

      Vo resumir nao funciona pq o brasileiro e burro

    • Avatar
      Felipe 16 de outubro de 2020

      O anta, carro sem combustível não anda, duvido que todas as vezes que você para pra abastecer você manda ou desce pra calibrar o pneu. Como vc me compara preguiça de calibrar com preguiça pra abastecer, se tiver preguiça pra abastecer uma hora você será obrigado a abastecer. Pelo amor de deus né parça

      • Avatar
        Flor 16 de outubro de 2020

        Kkkkk….só observo

  • Avatar
    Paulo 16 de outubro de 2020

    Sou frentista à 23 anos
    Hoje o povo não desce do cardo nem pra pagar ?? Imagina abrir o tanque e abastecer??
    E tem mais
    Nem tira o olho do celular kkkkkk

  • Avatar
    Jose Luiz Afonso 16 de outubro de 2020

    Na época foi importante a lei do self-service pois a maioria dos revendedores não tinha condições de instalar a automatização e as cias iriam dominar o mercado. Hoje poderia ter o self-service e com isso o preço na bomba cairia bastante o custo da mão de obra encarece muito O preço final. Cadê os caixas de bancos foram mais de 300 mil desempregados e ninguém fez lei para protege-los ,fica a opinião de um revendedor de mais de 40 anos na revenda de combustível.

    • Avatar
      Rafael 16 de outubro de 2020

      Embora eu acho a ideia do self service valida, no Brasil duvido muito que o preço do combustível iria baixar, oq economizaria com a mao de obra em vez de repassar ao consumidor em preços mais baixos só faria aumentar o lucro pois certamente o preço do combustivel continuaria alto com ou sem frentista.

      • Avatar
        Thiago 16 de outubro de 2020

        Só li verdades! Se e pra aumentar o lucro do dono… Deixa os frentistas trabalharem!

  • Avatar
    Laucenir Benedito 16 de outubro de 2020

    Na minha opinião, isso não pega no Brasil por um motivo muito simples.
    Quanto mais empregos o governo manter, maís ele arrecada.
    Não se trata de ser contra o emprego dos frentistas, pois eu mesmo já fui um.
    Nas contas do governo constam diversos impostos e taxas, além da contribuição previdenciária.
    Portanto um sistema “Self Service” neste caso não interessa ao governo.
    Engana-se quem pensa que o governo está preocupado com o emprego desses trabalhadores.
    Nós E.U.A o governo não visa arrecadação deste modo, como aqui por exemplo.

  • Avatar
    luan cunha 16 de outubro de 2020

    Ola eu sou frentista e ja pensei em self service aqui em sao paulo a fila no posto onde eu trabalho e enorme, imagina nesse novo sistema, nos nao apenas abastecemos mas controlamos a seguranca nos postos de combustivel para que muitos retardados nao fumem dentro nao usem celular aferimos tambem a qualidade do combistivel quando chega verificamos oleo agua coisa que muita gente nao sabe e tambem aceleramos o tempo do cliente no posto para nao aumentar ainda mais as filas , nao estou defendendo so porque e o meu trabalho. Agradeco a DEUS por este servico mas nao pretendo faze lo para sempre, agradeco a todos.

  • Avatar
    Moacir Da matta 16 de outubro de 2020

    Acho que no Brasil não daria certo .muito ladrão eles leva até as bombas de combustível

  • Avatar
    Leandro 16 de outubro de 2020

    Infelizmente, neste país,absolutamente nada será feito para benefício da população.

  • Avatar
    Bueno Carvalho 16 de outubro de 2020

    Quem fica com problema de saúde são os frentistas.Perder emprego até quem consertava máquina de escrever perdeu, operador de telex tbm e muitos outros. É só manter um frentista,e o mesmo receberia os pagamentos enquanto abastece alguém que não queira sair do carro.

  • Avatar
    Norberto 16 de outubro de 2020

    Perguntaram se a maioria das mulheres motoristas brasileiras aceitam executar esta tarefa?

    • Avatar
      Carla 16 de outubro de 2020

      Machista.

    • Avatar
      Melo 16 de outubro de 2020

      Sua colocação rasa não faz o menor sentido.

  • Avatar
    Benedetti 16 de outubro de 2020

    Infelizmente o preço dos combustíveis no Brasil não iriam cair por esse motivo, entao que mantém os empregos.

  • Avatar
    Silvio Saiki 16 de outubro de 2020

    Nos EUA gde parte das cidades vc paga na própria bomba com cartão de crédito para liberar a qtde de Litros na bomba e com a confirmação do pgto pelo cartão a bomba destrava e vc aciona o gatilho. Simples assim.

  • Avatar
    José Renato de Souza e Silva 16 de outubro de 2020

    É muito fácil! É só bolarem um sistema q o combustível só sairia da bomba para o tanque do automóvel, se o consumidor pagasse antes. Pronto, simples assim.

  • Avatar
    Diogo 16 de outubro de 2020

    Na vdd o que poderia ser feito para se assegurar de receber seria pagar antes de abastecer, tipo um cartão pré pago, por na máquina e só libera quando terminar de abastecer e digitar a senha concluindo o pagamento, assim os brasileiros não iriam conseguir aplicar a lei de Gérson! Rsrss… Mas ao faria sentido se abaixar o preço significativamente.

  • Avatar
    Ricardo 16 de outubro de 2020

    Seria uma excelente ideia acabar com os frentistas, aqui no RJ o atendimento é péssimo, se você pedir para o frentista calibrar seus pneus eles te olham com a pior cara possível como se você estivesse pedindo algo absurdo.

    • Avatar
      Tiago Gomes 16 de outubro de 2020

      So voce decer e calibrar vc mesmo pq frentista e pra abastecer e nao calibrar pneus aqui na Europa cada um abastece seu carro e se quizer calibrar os pneu dece e faz isso !!! Kkkkk

      • Avatar
        Ancelmo Souza pinto 16 de outubro de 2020

        Amigo belas palavras agora vc ver quanto essa pessoa é hipócrita desejar desemprego
        Para um pai ou mãe de família por um simples motivo calibrar seu próprio pneus

    • Avatar
      Marcelo 16 de outubro de 2020

      Acredito que é absurdo mesmo,porque você mesmo não levanta a sua bunda e vai calibrar seu pneu?
      Ou você tá morto e esqueceu de enterrar.

    • Avatar
      Ancelmo Souza pinto 16 de outubro de 2020

      Frentista já tem o nome e não calibrador agora te garanto se vc pedisse é agradecesse ai sim vcs cariocas são muitos folgados falo por experiência sou frentista é sei bem como vcs são

    • Avatar
      Edivaldo 16 de outubro de 2020

      Calibra você mesmo, o carro é seu ou do frentista ? Vai quebrar sua mão, vc levantar sua bunda gorda do banco e ir la pra calibrar, ou vai estragar suas cutículas… bando de folgados !!!

    • Avatar
      RAFAEL MARQUES DOS SANTOS LIMA 16 de outubro de 2020

      Pelas respostas ao seu comentário vejo que tem razão!

  • Avatar
    Osvaldo Magon Junior 16 de outubro de 2020

    Em países do primeiro mundo não há frentistas há muito tempo. Pelos comentários sobre essa matéria, vamos ser terceiro mundo ainda por muuuuiiiitttooo tempo!
    Povo ignorante!!!!

  • Avatar
    Warrington 16 de outubro de 2020

    Vc esqueceu do Congresso Nacional, que aprovou o PL, é considero uma boa lei de geração de empregos, saiba que em viagens pelo mundo, durante a crise de 2014, cheguei a essa conclusão.

  • Avatar
    josé antonio pereira lourenço 16 de outubro de 2020

    Se a justificativa é preservar o emprego de milhares, eu concordo. Até porque não vai baratear coisa nenhuma, isso já é manjado. Vide o exemplo dos contadores que perderam o seu emprego e as passagens não foram corrigidas. Tô cheio de ser enganado.Outra coisa, o que teria de vagabundo enchendo o tanque e não pagando, não está no gibi!

    • Avatar
      josé antonio pereira lourenço 16 de outubro de 2020

      Eu escrevi cobradores e não contadores. Esse Google é um saco!

    • Avatar
      Gildo 16 de outubro de 2020

      Comentário perfeito

  • Avatar
    José da Silva Bispo 16 de outubro de 2020

    Lembro que antigamente nós ônibus tinha motorista e cobrador eles tiraram o cobrador e o motorista passou a exercer dupla função, o preço da passagem não baixou o motorista continuo recebendo a mesma coisa e milhares de cobradores ficaram desempregado ou seja o preço do combustível não irá baixar e nós vamos trabalhar de graça prós postos de combustíveis

    • Avatar
      Sergio Luiz Orofino 16 de outubro de 2020

      Concordo plenamente. Aqui no Brasil as Leis de Mercado são singulares.

    • Avatar
      Aécio Alves de Oliveira 16 de outubro de 2020

      Corretíssimo! Maior lucro para os donos, sim.

    • Avatar
      Daniel 16 de outubro de 2020

      E isso mesmo num país com uma super população mas desemprego pra que se não é repassado ao consumidor final estou na Europa e vemos muito bem como os empresários brasileiro se portão diante da situação de exploração sem respeitar limites

  • Avatar
    Bruno R. Soa 16 de outubro de 2020

    Pra da certo só se fizessem igual aquela cabina de casa de câmbio, “só sai depois que estiver tudo ok e confirmado.”

  • Avatar
    Bruno R. Soa 16 de outubro de 2020

    Assim pagaria a um frentista pra não ficar inalando benzeno. Sem contar que essa prática até aumentasse o custo dos combustíveis, tal como mercados que incluem no markup o custo de furto de produtos que é múltiplas vezes superior ao custo de um segurança por corredor.
    Brasil caso a parte.

  • Avatar
    Eliézer 16 de outubro de 2020

    Já faz algum tempo que vinha pensando sobre esse assunto e acabei me deparando com a matéria. Não sabia que era lei essa questão de você mesmo abastecer seu veículo, seria uma boa se isso refletisse no preço do combustível, o que eu acho pouco provável.

  • Avatar
    Serafim Malagoli Neto 16 de outubro de 2020

    Em um país onde impera a ignorância, tal benefício seria inviável. Conta-se nos dedos, motoristas capazes de abastecerem
    seus veículos sozinhos. Pessoas com dificuldade seria possivelmente auxiliada por um funcionário. Cabe ao próximo aguardar com paciência, se possível.
    Além do mais, tenho dúvidas se o benefício seria revertido na queda dos preços do combustível. Temos coisas mais importantes e urgentes a serem feitas, que como sempre dependem dos famigerados políticos.

  • Avatar
    Giba 16 de outubro de 2020

    É piada, infelizmente o Brasileiro, só quer levar vantagem em tudo, iam roubar até a bomba!!

  • Avatar
    Carlos Cesar Herman 16 de outubro de 2020

    Forma bem antidemocrática de impor ao povo uma situação sem perguntar se é o que queremos

  • Avatar
    Valdir da silva 16 de outubro de 2020

    O povo já tá saindo sem paga com o frentista imagine sem kkkk

  • Avatar
    CARLOS ALBERTO 16 de outubro de 2020

    Até parece que se o self service fosse implantado no Brasil o preço dos combustíveis ia baixar. Ia baixar igual baixou as passagens aéreas com a cobrança das bagagens. Eles iam no mínimo manter os preços e alegariam que o preço subiu e com os frentistas subiria ainda mais. Brasil gente…

    • Avatar
      Gildo 16 de outubro de 2020

      Perfeito

    • Avatar
      Euzinho 16 de outubro de 2020

      Uma grande parte dos comentários aqui demonstram a falta que o ensino médio de qualidade faz. Entre 1999 até a aprovação do PL em 2000, uma grande quantidade de postos chegaram a operar no sistema self-service. Para aqueles que acreditam que todo o brasileiro é ladrão e nada funciona aqui, o sistema de pagamento funcionava da seguinte forma; o cliente se dirigia à loja, pagava o valor que desejava abastecer e voltava ao veículo para completar a operação. No caso de pagamento com cartão de crédito, poderia fazê-lo diretamente na bomba. Observava-se uma diferença pequena de preços entre os postos com o auto-serviço e os tradicionais com frentistas. Um detalhe interessante; a frequência maior de mulheres abasteciam em postos com atendimento de frentistas. Mas isso se chama livre mercado. O exemplo de cobradores de ônibus é estúpido e e demonstra desconhecimento do assunto. Transporte público é uma concessão e recebe subsídio do município para operar. A redução de custos com a retirada dos cobradores significa que a prefeitura terá que gastar menos do seu orçamento (leia-se o imposto que você paga). De qualquer maneira, proibir o auto serviço com a desculpa de geração de empregos é um absurdo. Aqueles que concordam com isso deveriam demandar em suas reuniões de condomínio a contratação de ascensoristas para todos os elevadores em seus prédios; a proibição da vigilância virtual e a contratação de segurança física e a obrigatoriedade de porteiros 24 horas em suas residências. O direito de escolha deve prevalecer. A lei de mercado só existe se tivermos o direito de escolha.

  • Avatar
    Claudio José Koetz. 16 de outubro de 2020

    Dói chegar perto de um frentista e perceber que ele está como que enxarcado de gasolina de tão forte é seu cheiro. Isso, sim, é prejudicial para a saúde.

  • Avatar
    Wendell 16 de outubro de 2020

    Brasileiro doido abastecendo seu próprio carro com rabo cheio de cachaça. Todo dia um posto queimado. Brasileiro não maturidade pra isso não gente acorda

    • Avatar
      Artuzinho 16 de outubro de 2020

      Kkkkk com frentista alguma enche o tanque e sai correndo imagine no self service

    • Avatar
      Wallan 16 de outubro de 2020

      Concordo!

  • Avatar
    Marcio emilio da costa 16 de outubro de 2020

    É pq o Brasil é atrasado mesmo,depois pensam que vai ser o primeiro mundo kkkk

  • Avatar
    Christian france 16 de outubro de 2020

    Porque o brasileiro não sabe onde fica o bocal do tanque

  • Avatar
    Odontofix 06038094000174 Bethaville 16 de outubro de 2020

    É óbvio que este deputado e os que o apoiam nessa imbecilidade não querem o progresso do país. Querem uma dependência eterna ao sistema inoperante e improdutivo desse país.
    Pois se houvesse a possibilidade de abastecer sem o frentista seria ótimo, para os donos dispostos e dos clientes e ainda não haveria desemprego….

  • Avatar
    Ricardo s jesus 16 de outubro de 2020

    Aldo Rebelo e fhc dois safados, para não baratear os combustíveis , sem falar nos expertos que irão sair sem pagar a gasolina kkkk

    • Avatar
      Jose anisio de Oliveira 16 de outubro de 2020

      O sistema seria de forma que não tem como sair sem pagar. No próprio sistema você insere o cartão coloca quanto quer abastecer, é cobrado antecipado a bomba libera exatamente o que vocês pagou. É como salvar dinheiro no caixa eletrônico

    • Avatar
      Ulisses Garcia 16 de outubro de 2020

      Psr abastecer, primeiro tem que colocar o cartão de crédito. Se não tiver limite, não abastece.

  • Avatar
    Antonio 16 de outubro de 2020

    Se o motorista não é capaz de abastecer o carro, certamente não tem competência para dirigir um veículo.
    Proteger a saúde dos motoristas??? Então o frentista deve ser imune aos gases exalados e pode assar horas por dia numa condição que prejudicaria o motorista exposto apenas alguns minutos por semana.
    Esse Aldo Rebelo é uma piada mesmo.

  • Avatar
    Luciano Dourado 16 de outubro de 2020

    Que materia pobre…

  • Avatar
    Luiz Fabiano 16 de outubro de 2020

    Isso é uma coisa tão normal lá fora so aqui esses políticos corruptos inventao moda o que poderia fazer eles tinham que fazer uma lei para cortar todas as mordomias que eles têm ai sim esse Brasil ia pra frente.

  • Avatar
    PAULO RENI CAMARGO DA SILVA 16 de outubro de 2020

    O Brasil não tem patamar para um sistema assim pois a educação aqui e tão precária quanto os serviços prestados tem que acabar e os tributos pagos por todos nós isso seria o melhor a se fazer

    • Avatar
      Wendel Lopes 16 de outubro de 2020

      Paulo Reni, falou tudo, em poucas palavras!

  • Avatar
    Marcelo Aragão 16 de outubro de 2020

    Na era dos aplicativos,acredito que num futuro próximo o abastecimento será realizado pelo próprio motorista, será como crédito de celular que o motorista paga por uma quantidade de combustível no aplicativo depois é só digitar um código e a bomba libera a quantidade de combustível paga no aplicativo

    • Avatar
      Henrique Martins 16 de outubro de 2020

      O pagamento com o sem parar já é assim.

  • Avatar
    Edson 16 de outubro de 2020

    So quem ganha com isto e dono de posto.

  • Avatar
    Nataniel Marques 16 de outubro de 2020

    Sério que a matéria é só isso? Que falta de conteúdo, achei que seria uma matéria completa pra lermos.

  • Avatar
    Mário 16 de outubro de 2020

    O Brasil e um país q adora andar pra traz.
    E ensiste em políticos corruptos no sistema.

  • Avatar
    SAVIO ALVES TAVAREZ 16 de outubro de 2020

    Tem que acabar os bancos Itaú, Santander etc…,acabar com todos tudo digital sem agências físicas olha que lindo .

    • Avatar
      Wagner 16 de outubro de 2020

      Quero ver sacar dinheiro digital . Kkkkkkk

  • Avatar
    NOILTON LIMA DOS SANTOS 16 de outubro de 2020

    Já que eles tem esse pensamento,porquê eles não pensaram em proibir a chegada do Uber aqui no Brasil, pois iriam tirar os empregos dos taxistas.

    • Avatar
      JOSENILDO Santana de ANDRADE 16 de outubro de 2020

      Isso não aconteceu meu caro.

      • Avatar
        Anônimo 16 de outubro de 2020

        Conhece ironia ?

  • Avatar
    Adriano 16 de outubro de 2020

    Eu morei no Japão 16 anos e lá tinha posto com auto service e sem . O preço era o mesmo em qualquer um. Eu sempre ia naqueles que tem funcionários . Falar que vai baratear o valor do litro é mentira deslavada .

    • Avatar
      EURICO XAVIER DA SILVA 16 de outubro de 2020

      Na Itália todos postos que vi não tinham frentista assim como nos pedágios não tem cobrador num pedágio na Itália a cancela sem parar não abriu o ônibus teve q gastar pra ir em outro ninguém pra ajudar

  • Avatar
    Miguel Luiz Giacomelli 16 de outubro de 2020

    Gente!Temos que parar com esse negócio de modernização excessiva em tudo. Em nome dessa modernização desenfreada, eliminamos milhares de Empregos, necessários à população menos favorecida pela Sociedade. Queremos, sem pensar, que tudo vire Máquina, que tudo se automatize para favorecer o nosso bem estar. Afastamos as pessoas do nosso convívio diário e mais, prejudicamos pessoas inocentes e necessitadas, tudo em nome da modernidade. Que voltem os Empregos dos Cobradores de Ônibus, dos Guardas Noturnos, dos Varredores de Rua e outros tantos, que Nós, “pessoas inteligentes” conseguimos destruir em nome dessa Modernidade Hipócrita.

    • Avatar
      Marcelo Borges 16 de outubro de 2020

      Fala isso para o governo que aprovou a reforma trabalhista em tempo recorde com sessões no congresso até de madrugada, fala isso para a classe empresarial que exerce força e pressão no governo, deixe de ser ingênua,vc vive no Brasil, quem manda são os poderosos de gravata…

    • Avatar
      Gerson 16 de outubro de 2020

      Parabéns Miguel Luiz.Pensando no próximo.Deus se agrada.

    • Avatar
      Marcílio 16 de outubro de 2020

      Sem isso ,já estou desde 2011desempregado e aprendi trabalhar de pedreiro graças por essa oportunidade e montei meu próprio negócio , hoje somos uma equipe e fazemos tudo com perfeição.

    • Avatar
      Wellington 16 de outubro de 2020

      Sabe porque muitas funções estão sendo automatizadas?

      1 – máquinas não ficam doentes;
      2 – máquinas não saem de férias;
      3 – máquinas não recebem 13 salário;
      Máquinas não te sindicato pra pressionar o empregador?
      4 – máquinas nao recebe hora extra;
      5 – máquinas não falam mau de chefes ou da empresa.
      6 – máquinas não pede mais direitos ou aumento de salario;
      7 – máquinas não retrucam com o gestores;
      8 – máquinas não alegam ter ficado doente por causa do trabalho;
      9 – máquinas não causam discordias no avise te de trabalho.
      10 – máquinas não processam a empresa.

  • Avatar
    José Góes 16 de outubro de 2020

    Morei em bradenton na florida e lá o sistema funciona self service até hoje isso foi em 2003 só não funciona aqui Kkkkkk

  • Avatar
    Wellington Vilhena 16 de outubro de 2020

    Se fosse ao contrário aos países de primeiro mundo, se aqui fosse self service e lá tivessem frentistas iram dizer: “Está vendo como é país de primeiro mundo, lá não você quem coloca sua gasolina tem alguém que coloca para você!” e o outro responde: “Só aqui mesmo, onde se viu você ter que fazer isso… vou embora para lá e arruma um emprego desse!”. Kkkkkkkkkkkkkk

    Não é isso que encarrese a gasolina, poderiam copiar os tributos praticados por lá também, acho que seria muito mais interessante.

  • Avatar
    Alexandre 16 de outubro de 2020

    Se dê ao trabalho de procurar vídeos de acidentes em postos de autosserviço nos EUA. A manipulação de combustíveis apresenta risco ao operador e demais pessoas no entorno. Num país como nosso, onde a população é sub-educada e o sistema de saúde é público, o autosserviço certamente acarretará em acidentes e prejuízo ao erário e a terceiros.

  • Avatar
    Emerson 16 de outubro de 2020

    O povo já tá sofrendo com desemprego e ainda estão querendo cortar mais ?

  • Avatar
    Lucas lucena 16 de outubro de 2020

    Tem coisas no Brasil que não se tem explicação nada a ver uma coisa com a outra com isso aumenta o valor do combustível.

  • Avatar
    Germes 16 de outubro de 2020

    No Brasil não da certo porque tem muito ladrão, dai a pessoa abastece e sai com o carro sem pagar

    • Avatar
      Rodrigo Santos 16 de outubro de 2020

      Primeiro paga,depois é que abastece.

      • Avatar
        Dyorgenis 16 de outubro de 2020

        Mas e quem vai “completar” o tanque?

      • Avatar
        Nelson Meireles 16 de outubro de 2020

        No Estados unidos as bombas são numeradas,e todos os postos tem loja de conveniência se vc quer abastecer com dinheiro vc desce do carro vai ao cx da loja e diz quantos dollares vc quer de gasolina e diz o número da bomba que vc quer abastecer daí quando vc volta pra abastecer a bomba já liberou aquele valor que vc comprou,se vc comprou mais gasolina do que cabe no tanque vc volta lá no cx e recebe a diferença, agora se vc quiser usar o cartão é só introduzir o cartão pra bomba liberar a gasolina e no final quando terminar a bomba de da o recibo, portanto não tem como dar calote

    • Avatar
      ELISANDRO DUTRA PIVETA 16 de outubro de 2020

      Q burrice, pagamos antes né.

    • Avatar
      JOÃO 16 de outubro de 2020

      A bomba só libera após pagamento, não simplesmente colocar no carro e já era

  • Avatar
    Fábio Alexandre Gomes Pinto 16 de outubro de 2020

    Estava na Suiça uns anos atrás onde a própria bomba de combustível tinha onde inserir o cartão de débito e crédito, só digitava a senha e abastecia quando terminava era debitado o valor que vc colocou no carro.

  • Avatar
    Marcelo Aragão 16 de outubro de 2020

    ACREDITO QUE UM DIA NÃO HAVERÁ MAIS FRENTISTA E QUE O ABASTECIMENTO SERÁ COMO CRÉDITO DE CELULAR, A PESSOA RECARREGA POR UM APLICATIVO E AO CHEGAR NO POSTO, O MOTORISTA DIGITA UM CÓDIGO NA BOMBA E ESTA LIBERA A QUANTIDADE DE COMBUSTÍVEL PAGO COM O PRÓPRIO MOTORISTA ABASTECENDO…
    OS APLICATIVOS ESTÃO DOMINANDO TODAS AS ÁREAS,SEGMENTOS,E ESTE SERÁ O PRÓXIMO…

  • Avatar
    Anderson Costa 16 de outubro de 2020

    Babaquice essa coisa de self service em tudo!
    Já pararam pra pensar nos milhões de desempregos que isso acarreta!
    Vai procurar assuntos mais importantes pra por em discussão!

    • Avatar
      Rij 16 de outubro de 2020

      E se esse povo deixasse de ter filhos que não conseguem sustentar, seria perfeito! Acabaria o desemprego…

  • Avatar
    Rodrigo Santos 16 de outubro de 2020

    Eu trabalheir em uma usina de açúcar em Alagoas que o posto de combustível já era automatizado, todos os motoristas abastecia os seus veículos com um sistema de transponder e funcionava 100%.

  • Avatar
    Afonso Henrique Pereira e Silva 16 de outubro de 2020

    Infelizmente vivemos num país que se o motorista abastecer seu próprio carro como eu tive experiência na Europa,o motorista brasileiro, vai abastecer e sair fora sem pagar, aqui dão nó até em pingo d’água.

  • Avatar
    Fabiano Duarte 16 de outubro de 2020

    Bom dia, o único comentário é que, no início, a introdução da matéria, utiliza o ” por que” de forma equivocada.
    No caso o “porquê” seria o mais indicado.

  • Avatar
    Vinicius 16 de outubro de 2020

    Esse papo de tirar frentista para ter combustível barato é conversa para boi dormir. Tiraram os agentes de bordo dos ônibus e a passagem ficou barata?

    • Avatar
      Marcio 16 de outubro de 2020

      É verdade Vinicius , falou tudo .

  • Avatar
    ronald 16 de outubro de 2020

    o cara não sai do carro mais pra passar o cartão, imagina pra abastecer…

  • Avatar
    Gualter Silva 16 de outubro de 2020

    To mais interessado em um sistema que analise a qualidade e quantidade de combustível que foi para dentro do tanque. Além dos postos por na nota fiscal dados da composição do combustível que foi vendido.

  • Avatar
    Epertuliano 16 de outubro de 2020

    Justificativa plausível, já imaginou a quantidade de acidentes que se evitou nesses 20 anos?

    • Avatar
      Carlos Leite 16 de outubro de 2020

      Então você quer dizer que o resto do mundo está errado e só nos estamos certo, ou que o brasileiro é burro demais para saber como abastecer o próprio carro.
      Proteger o motorista dos efeito nocivos quando abastece esporadicamente, mas expor um funcionário constantemente a esse mesmo rico pode.
      Entendi Einstein.

  • Avatar
    Roberto Lopes Brandão 16 de outubro de 2020

    Tudo na vida é aprendizado. Afirmar que a população não vai saber é de uma infelicidade… Provavelmente os frentistas são pós graduados em abastecimento. Mantenha um funcionário em caso cliente preferir. Empregos sempre deixarão de existir em algum setor.

    • Avatar
      Cláudio dos Santos Silva 16 de outubro de 2020

      Realmente, se existe em outros países o porque aqui seria diferente??
      Será que somos tão inúteis assim, há ponto de não se adaptar as mudanças??
      Concordo com seu comentário, pena que grande parte da população é acomodada e tem medo das mudanças!

  • Avatar
    Carlos Roberto Fidencio 16 de outubro de 2020

    Bom dia! Na minha opinião as mangueiras de abastecimentos tem que ser transparente somos roubados. Aqui em Guarulhos fui abastecer 60 reais só caiu ar se eu nao tivesse o costume de acompanhar tinha tomado um prejuízo. Não gosto que os frentistas ficam apertando a bomba reclamei para os orgaos competentes disseram que fiscalizaram e nao encontraram nenhuma irregularidades. No Brasil os empresários fazem o que quer e nada acontece sao eles quem financiam esses montes de politicos corruptos que estão no poder a muitas decadas. Quero deixar um protesto as mangueiras de abastecimantos tem que ser transparente. Obrigado.

  • Avatar
    Webert Antônio de Oliveira Silva 16 de outubro de 2020

    Bom dia a todos.

    Está está na hora de acabar com esse pensamento dos dinossauros. Por isso que nosso país não evolui. Vamos fomentar a revogação desta lei. Tem umas ideias de umas pessoas que é fora do normal é só Brasil para ter isso.

  • Avatar
    Cleso Paleari Junior 16 de outubro de 2020

    Bom dia.

    Nós 52 estados do Estados Unidos funciona assim os postos de combustível ou seja, o dono do veículo abastece o seu próprio veículo. Por que aqui não funcionária ?

    • Avatar
      Mula brasileira 16 de outubro de 2020

      O problema é q os brasileiros querem der os primeiros em tudo nao tem respeito pelo proximo ese fosse liberado iria dar mais confuçao do que ja da no trânsito

    • Avatar
      Sandro 16 de outubro de 2020

      Vc acha que os corruptos iriam deixar dar certo, nunca. No Brasil esquece, a cultura das pessoas é levar vantagem em tudo.

  • Avatar
    Marcelo Ferreira Kawatoko 16 de outubro de 2020

    FHC e o Aldo acertaram, quem quer abastecer com as próprias mãos para ganhar centavos de desconto, aumentar a fila, correr risco com pessoas que andarão com seus tanquinhos de gasolina no carro para tocar fogo em alguém, fumante abastecendo, motorista ao celular enquanto abastece.
    Deixem os frentistas com seus empregos.

  • Avatar
    Anderson Marcos Loro 16 de outubro de 2020

    Tem brasileiro que nao sabe nem votar, imagina abastecer um carro então.,..

    • Avatar
      Jose 16 de outubro de 2020

      Vai uma mulher lá abastecer ainda é bem capaz de colocar fogo no carro e no posto também!!!

      • Avatar
        Ana paula 16 de outubro de 2020

        Machista do carvalho, FDP…

      • Avatar
        Norberto 16 de outubro de 2020

        Perguntaram se a maioria das mulheres motoristas brasileiras querem executar esta tarefa?

  • Avatar
    Alex 16 de outubro de 2020

    Minha visão e que, para Países pobres ou emergentes, do ponto de vista social, essa foi uma boa atitude…muitas famílias dependem desse tipo de trabalho braçal…comum em nosso Pais, pois nosso nível acadêmico escolar em muito baixo comparado aos Países que tem o sistema self-service. E preciso analisar a coisa com a percepção de um estadista e governante para o POVO…

    • Avatar
      Cláudio dos Santos Silva 16 de outubro de 2020

      As palavras são até boas, porém temos que pensar também que já não se colhe cana com facão, milhares perderam empregos com a chegada das máquinas, mais não foi por isso que continuaram desempregados.

      • Avatar
        Milton coelho da silva 16 de outubro de 2020

        Vc já se pensou que a agricultura está acabando no Brasil , justamente porque são pensamento de pessoas como vc , a idéia de um país capitalista .

  • Avatar
    José Henrique Martins 16 de outubro de 2020

    Olá, morei nos Estados Unidos, lá é ser service. Poderia sim funcionar aqui, a gasolina prejudica a saúde sim.
    Deram a desculpa mas, o frentista que paga o pato de abastecer, e o desemprego também.
    Então, os funcionários que procurem se gualificar e, bem vindo ao século 21.

  • Avatar
    Eduardo 16 de outubro de 2020

    Deveria pelo menos existir a opção de self-service. Aí usa quem quer…

  • Avatar
    Fernando B. 16 de outubro de 2020

    Creio que a comparação não foi boa. Abastecer o carro, por incrível que pareça, exige alguma habilidade. Brasileiro, em boa parte, mal consegue calibrar os pneus. Só pra ilustrar, abasteço o carro em posto que fica dentro de hipermercado. Para pagar, 3 dos 5 caixas são “auto-atendimento” no qual vc coloca o cartão de abastecimento na máquina, coloca a forma de pagamento e paga de forma autônoma, esse procedimento leva no máximo 90 segundos… e o que tem de zé ruela que fica 5 minutos (ou mais) e ainda precisa chamar ajuda, não é brincadeira, não.

    • Avatar
      Joao joaquim 16 de outubro de 2020

      Trabalhei de frentista 07 anos e afirmo que nao da certo no brasil pois mais da metade é burro e a outra preguiçosa..tem gente que nao sabe nem calibrar outros preguiça de sair do carro.

  • Avatar
    Khallew Bezerra 16 de outubro de 2020

    Também tem o fato de que muita gente não tem a menor noção de segurança. O que iria ter de gente fumantes e bêbados abastecendo, ia colocar em risco as vidas de muitos

    • Avatar
      Flavio Henrique Uik 16 de outubro de 2020

      Muito bem a sua colocação… parabéns

    • Avatar
      Jose 16 de outubro de 2020

      Concordo plenamente, vai um besta lá é perigoso explodir o posto! Tem brasileiro que é verdadeiro animal

  • Avatar
    Vf 16 de outubro de 2020

    Ainda há o problema de você estar dirigindo grande tempo sob o Sol e ter acumulado estática e ao abastecer correr o risco de explodir tudo.

  • Avatar
    jorgi 16 de outubro de 2020

    acho que os donos de posto devem ter a liberdade de optar como querem gerir seus negocios

  • Avatar
    Wellington 16 de outubro de 2020

    Essa conversa de perder emprego é balela , sempre vai ter areas a se explorar e crescer profissionalmente , mas concordo que muita gente precisa de um frentista pra ajudar a abastecer então bastaria um em cada posto e estaria tudo certo , mas somente se houvesse um abatimento considerável no preço do combustível pelo contrário é melhor como está

  • Avatar
    Paulo 16 de outubro de 2020

    Pois fizeram muito bem Aldo Rebelo e FHC. Outro dia fui abastecer e a frentista em treinamento, que era uma senhorinha, deu um banho de gasolina no meu carro e no posto inteiro (apertou o gatilho antes de enfiar no bocal do tanque). Imagine o que os motoristas inexperientes não fariam? Um perigo.

    Em tempo: triste o país onde uma senhorinha de uns 65 anos tem que buscar um emprego como frentista. Ela deveria estar em casa adulando os netos. Vcs estão se preocupando com as coisas erradas!

    • Avatar
      flavio s dias 16 de outubro de 2020

      porque não um meio termo, simples, postos com e sem frentistas você escolhe

    • Avatar
      Ricardo 16 de outubro de 2020

      Todo iniciante vai ter problemas mas logo todos saberão abastecer seus carros, ninguém nasce sabendo, somos ensinados o tempo todo, o cara que inventou o carro automático retirou o pedal da embreagem e a maioria não sabe que o pedal do freio era para ser acionado com o pé esquerdo. Ninguém faz isso, e nem por isso não deixaram de fabricar carros automáticos!

  • Avatar
    rosana lima 16 de outubro de 2020

    brasileiro não sabe nem calibrar o pneu, imagine abastecer um carro rsrsrs

    • Avatar
      flavio S Dias 16 de outubro de 2020

      sabe sim,, meu amigo qdo vc esta la fora viajando e vai abastecer, rapidinho aprende a se virar.

  • Avatar
    rodrigo 16 de outubro de 2020

    boa ideia …. se for para acabar com o emprego e baratear o custo… que acabe os frentistas, balconistas, caixas de mercados,atendentes etc… assim os preços fica mais barato e os desempregados alegres por poder imitar pais de primeiro mundo

    • Avatar
      Gilberto da Silva martins 16 de outubro de 2020

      Ei você que respondeu que deveria acabar com frentista, preste muita atenção na sua vida de repente você poderá virar o frentista do futuro porque os passos da economia está dando os três empregos vão acabar aí eu quero ver essa arrogância sua a onde vai parar.

      • Avatar
        Nevil Ribeiro 16 de outubro de 2020

        Em um país onde rico rouba energia e água para ter mais lucro nos negócios, vocês acham que esse mesmo cara vai pagar a gasolina que ele mesmo põe no carro?
        Acorda Brasil! Precisamos antes ter educação.

      • Avatar
        Sidney Oliveira 16 de outubro de 2020

        Boa tarde eles tem tirar esse menino monte impostos aí abaixa preço, deixa os frentistas, precisamos ser mais humanitário ver o próximo.Todos só vêem seu lado o outro q se lasque.

      • Avatar
        Edilson 16 de outubro de 2020

        EITA POVO BRASILEIRO!!!!

      • Avatar
        Anthony Tedesco 16 de outubro de 2020

        Eu prefiro eu mesmo abastecer meu carro até porque no primeiro clic a bomba deve ser desligada pra não estragar o canister do veículo e alguns frentistas tem o mal abito de ficar forçando enxer mais sendo que não cabe mas defendo manter o emprego deles só falta mais treinamento mesmo em postos de bandeiras onde só abasteco

Avatar
Deixe um comentário