A altitude pode alterar o consumo e a potência do motor?

Durante uma viagem, para um local acima do nível do mar, você percebe que o seu carro vai perdendo cada vez mais potência. Por que isso acontece?

ilustra altitude muda consumo
Por Boris Feldman
11 de julho de 2018 19:30

Você sai de uma região acima do nível do mar com o seu carro com destino ao litoral. Então, percebe que a potência do automóvel melhorou. O que aconteceu?

[TRANSCRIÇÃO]

A variação da altitude onde roda o carro influi na eficiência, no consumo e no desempenho? Sim, influi e muito. Para começo de conversa, os dados de consumo de um automóvel valem a nível do mar, onde o motor desenvolve também sua máxima potência. Quanto maior a altitude, mais rarefeito é o ar e há uma perda de potência de mais ou menos de 1% a cada 100 metros que se sobe.

Essa variação só não vale se o carro for turbo. Porque a turbina se encarrega de injetar o ar para dentro do motor. Mas, nos motores aspirados, se alguém sai com o carro do litoral e vai para as montanhas percebe nitidamente uma perda do desempenho. E vice versa, saiu da montanha e desceu para o litoral, o carro vai andando cada vez melhor e bebendo cada vez menos.

nível do mar
Foto Volkswagen | divulgação
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Leandro 24 de outubro de 2020

Agora eu entendi porque quando estou andando na região de Curitiba o carro gasta mais e desenvolve menos potência, porém quando desço a serra e trafego ali pela BR101 até Floripa e fico quase a nível do mar, percebo leve melhora no consumo e na potência, é quase um turbo natural rsrs. Sem falar que me sinto muito melhor a nível do mar, respirando mais oxigênio.

Avatar
Deixe um comentário