Amaciar motor ainda é necessário?

Para que o carro esteja ajustado com máximo desempenho e eficiência com mínimo consumo ainda é necessário amaciar o motor?

Por Boris Feldman02/06/20 às 07h30

As tecnologias avançam e as recomendações para o dono do carro vão ficando desencontradas. Um bom exemplo é o tal de amaciar o motor, que, até algumas décadas atrás, se recomendava ao dono do carro zero-quilômetro para não acelerar muito; para poupar o motor até que o carro atingisse 4.000 ou 5.000 quilômetros. E daí para frente, acelerar à vontade.

Com a evolução do projeto e da manufatura dos motores, essa história de amaciar o motor foi reduzida para 1,000, ou, no máximo, 1.500 quilômetros.

Mas ainda tem gente falando em 4.000 ou 5.000 quilômetros, eu vou explicar porque: é porque amaciar não precisa. Mas é só a partir dessa quilometragem que o motor já vai estar ajustado com máxima eficiência e mínimo consumo de combustível e de óleo lubrificante.

Três cilindros de um motor do carro que precisa de se amaciar
A prática de amaciamento do motor do carro mudou com o passar dos anos (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Paul Muadib 2 de junho de 2020

    Basta esquecer o falatório de sabichões e seguir o manual do fabricante.

  • Avatar
    laerte francisco rosolem 2 de junho de 2020

    continue assim…

Avatar
Deixe um comentário