Ar-condicionado na potência máxima aumenta o consumo?

Ouvinte pergunta: "se eu deixar o ar-condicionado do carro sempre no máximo, vai haver um aumento de consumo?"

Por Boris Feldman 24/06/18 às 22h30
ar condicionado shutterstock 641799625
Motorista do carro ligando o sistema de ar-condicionado do automóvel (Foto: Shutterstock)

Que o ar-condicionado ligado aumenta o consumo, isso já é sabido de muitos. Mas, será que se ele estiver na potência máxima esse consumo irá se manter ou vai aumentar?

A pergunta do leitor do AutoPapo é: “se eu deixar o ar-condicionado do carro sempre no máximo”, que eu entendi na temperatura mínima, “vai haver um aumento de consumo?”. E a resposta é positiva, porque, como dizem os economistas não tem almoço de graça: quanto maior o conforto, maior o pagamento.

Quanto mais frio o interior do carro, mais o ar-condicionado vai ter que trabalhar, para isso o seu compressor vai ficar ligado no máximo direto. E de onde o compressor tira energia? Do motor.

Então quanto mais o compressor trabalha, mais energia ele exige do motor, e, para isso, maior o consumo de combustível. A melhor temperatura para se regular o ar é entre 22ºC e 23ºC, mantendo-se o clima agradável, sem exigir excessivamente do compressor e também sem provocar um exagerado consumo de combustível.

Sistema de ar-condicionado automotivo com as teclas em detalhe
Ligar o ar-condicionado do carro e colocá-lo na ventilação máxima influi no consumo de combustível (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
12 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Adriano Jorge 21 de novembro de 2020

Pelos comentários abaixo vê-se que o Brasileiro não gosta de estudar exatas, a conta é simples, na natureza a energia é trasformada, diminuir a energia térmica de um ambiente tem um custo energético, quanto menor a temperatura, maior esse custo, pode até ser pouco perceptível, mas existe, queira você ou não, é simples física. Não fiquem dando views para motores perpétuos no Youtube, peguem um bom livro de física e leiam, estudem antes de vir aqui falar m…

Avatar
Lourival Pereira da Silva 13 de outubro de 2018

Que é isso gente. Quando você liga o ar condicionado do carro o consumo não varia, o compressor é accionado pelo motor do carro, o compressor do carro não consome energia da bateria, a única energia que ele consome é do acoplamento magnético ao motor do carro, o compressor vai consumir parte da potencia do motor, para gerar o frio. O compressor vai sofrer as variações do motor do carro, e mesmo na marcha lenta ele já gera o frio. O que faz alterar a quantidade de ar frio dentro do carro e somente a variação de um ventilador elétrico dentro do painel do carro. Uma mistura de um pouquinho de ar quente e uns 85 por cento ou mais de ar frio. Então c o ventilador no máximo ou no mínimo o peso do compressor no motor do carro não muda. Ja existe carros c ar inteligente c termostato, exe sim altera o peseo no motor do carro. Mas existe outros sistemas que desligam o compressor numa subida longa ou ingreme, adotando um mecanis mo de variação de nível, do carro,isto e quando o nível inclina muito na subida aciona um sensor que desacopla o compressor, voltando a acoplar quando o carro esteja na g
Horizontal ou declínio.

Avatar
jose 27 de junho de 2018

Eu acho q esse texto é pra carro com condicionador de ar inteligente; pq o ar comum, me desculpe o texto aí…tem nada a ver não…

Avatar
Antonio 26 de junho de 2018

O ar automotivo com raras excecoes nao possui diferenca no consumo do max pro min. A diferenca de velocidade do ventilador altera o consumo do alternador. Mas a diferenca eh minima.
O controle de temperatura tanto no digital quanto no convencional eh feito sob liberacao do ar quente. O mix entre o ar frio do evaporador e o ar quente do sistema.
O texto esta errado.
Num ar condicionado residencial SIM. Existe diferenca.

Avatar
Auto Elétrica Zero e Ar Condicionado - Jaru/RO 26 de junho de 2018

Caro Rodrigo precisa aprender um pouco mais sobre ar automotivo, pois o sistema de ar condicionado automotivo não possui válvula eletrica, válvula torre de controle, e muito menos termostato, o compressor e acionado através do atracamento de um dispositivo magnético. O controle de temperatura e feito com a liberação do ar quente.

Avatar
Rodrigo 25 de junho de 2018

Caro amigo técnico da protec,,,vc está equivocado com seu diagnóstico,ar condicionado em sua potência máxima exige mais tempo do compressor ativado para q ele chegue em sua temperatura ideal para o desarmamento do compressor pela válvula elétrica, válvula torre de controle ou termostato!¡!mas si o ar condicionado estiver no mínimo ele desligará com menor tempo de funcionamento, consequentemente reduzindo o consumo de combustível

Avatar
Auto Elétrica Zero e Ar Condicionado - Jaru/RO 26 de junho de 2018

Caro Rodrigo precisa aprender um pouco mais sobre ar automotivo, pois o sistema de ar condicionado automotivo não possui válvula eletrica, válvula torre de controle, e muito menos termostato, o compressor e acionado através do atracamento de um dispositivo magnético. O controle de temperatura e feito com a liberação do ar quente.

Avatar
Kennedy Anderson 23 de março de 2019

ele está correto em afirmar isso, o ac automotivo tem um sensor na frente do evaporador dentro do painel para que evite o congelamento do evaporador, assim que esse sensor detecta tal temperatura, ele desarma o compressor, isso conforme a temperatura escolhida no painel do veículo!

Avatar
jorge 25 de junho de 2018

Isso so ocorre nos condicionadores de ar digital que controla a temperatura ligando e desligando o compressor, no caso da maioria dos carros que tem condicionador comum nada muda porque ele não controla desligando o compressor.

Avatar
Jeferson 25 de junho de 2018

Olá bom dia isso de deixar o ar condicionado no máximo ou no mínimo e mito pois qaundo o mesmo chega na sua baixa temperatura e desliga e qundo sobe 1 ou 3 graus positivo ele volta a ligar então o consumo fica o mesmo geralmente o gasto de conbustivel e de 15% então fica a dica sou técnico de ar condicionado na Protec

Avatar
Jeferson 25 de junho de 2018

Olá Boa tarde isso de deixar o ar condicionado no máximo ou no mínimo e mito pois qundo o mesmo chega na sua baixa temperatura e desliga e qundo sobe 1 ou 3 graus positivo ele volta a ligar então o consumo fica o mesmo geralmente o gasto de conbustivel e de 15% então fica a dica sou técnico de ar condicionado na Protec Ar condicionado

Avatar
Hugo 25 de junho de 2018

Ok. Mais e se o carro não tiver o marcador de temperatura digital ? Como irei saber onde está a temperatura de 22° e 23° c ?

Avatar
Deixe um comentário