Os 7 carros com revisões mais baratas

Um carro novo inclui muitas despesas; não é só colocar combustível e rodar por aí. Listamos os custos dos planos de manutenção mais baratos

Por Fernando Miragaya 25/06/18 às 11h00
Especial para o AutoPapo
nissan new march 3 cilindros 5

Muita gente acha que o sonho do 0 km se concretiza ao tirá-lo da concessionária. Depois, é só curtir o cheirinho de carro novo… Mas a aquisição do automóvel traz a reboque outras despesas inevitáveis, entre elas as revisões obrigatórias, fundamentais para o bom funcionamento do veículo e para não comprometer a garantia de fábrica.

O AutoPapo listou os sete carros com os planos de manutenção até 60.000 km com preço fixo mais baratos do mercado. A lista leva em consideração o total das visitas à revenda com as versões de entrada de cada carro.

Listamos do mais caro para o mais barato

7° Volkswagen Polo – R$ 2.676,79

Volkswagen aumenta preço do Polo em até R$ 2.570. O hatch foi o modelo mais vendido pela fabricante em 2018. Confira os valores atualizados das versões do VW Polo.
Foto Volkswagen | Divulgação

O compacto chegou há pouco tempo com plataforma modular moderna e alinhado ao similar europeu, mas faz bonito também na manutenção, com custo total das seis revisões mais baixo que companheiros de marca mais baratos.

Quilometragem Valor
10.000 km R$ 215,47
20.000 km R$ 491,47
30.000 km R$ 425,47
40.000 km R$ 627,44
50.000 km R$ 425,47
60.000 km R$ 491,47
Total R$ 2.676,79

6° Renault Captur, Duster e Duster Oroch – R$ 2.648,00

A linha de SUVs e picape compartilha plataforma, o motor 1.6 e muitos componentes, o que resulta em um plano de visitas programadas competitivo.

Quilometragem Valor
10.000 km R$ 411,90
20.000 km R$ 391,20
30.000 km R$ 411,90
40.000 km R$ 567,80
50.000 km R$ 432,60
60.000 km R$ 432,60
Total R$ 2.648,00

5° Chery QQ – R$ 2.627,79

Foto Chery | Divulgação

O pequeno carro ainda gera desconfianças no mercado, como a maioria dos modelos de marcas chinesas, mas no pós-venda não prega sustos nas revisões de preço fixo.

Quilometragem Valor
10.000 km R$ 277,05
20.000 km R$ 521,76
30.000 km R$ 452,10
40.000 km R$ 458,61
50.000 km R$ 390,75
60.000 km R$ 527,52
Total R$ 2.627,79

4° Nissan Kicks – R$ 2.591,00

A Nissan volta a figurar com um carro barato de manter. Até os 60.000 km, o dono do SUV compacto vai desembolsar um total R$ 2.591 nas seis revisões.

Quilometragem Valor
10.000 km R$ 379,00
20.000 km R$ 430,00
30.000 km R$ 399,00
40.000 km R$ 499,00
50.000 km R$ 399,00
60.000 km R$ 485,00
Total R$ 2.591,00

3° Renault Sandero e Logan – R$ 2.383,20

Foto Renault | Divulgação

Outra linha da Renault que se destaca na manutenção. As revisões obrigatórias com preço fixo do hatch e do sedã compactos somam R$ 2.383,20, bem próximos do companheiro menor de vitrine.

Quilometragem Valor
10.000 km R$ 371,10
20.000 km R$ 350,40
30.000 km R$ 371,10
40.000 km R$ 507,00
50.000 km R$ 391,80
60.000 km R$ 391,80
Total R$ 2.383,20

2° Renault Kwid – R$ 2.336,20

O subcompacto é barato no preço e também no pós-venda. Fica atrás dos modelos da Nissan por três cafezinhos, ou exatos R$ 7,20.

Quilometragem Valor
10.000 km R$ 365,10
20.000 km R$ 344,40
30.000 km R$ 344,40
40.000 km R$ 552,10
50.000 km R$ 365,10
60.000 km R$ 365,10
Total R$ 2.336,20

1° Nissan March e Versa – R$ 2.329,00

O Nissan March é o carro com revisões mais baratas do brasil
Foto Nissan | Divulgação

No quesito revisão, não tem para ninguém. A linha compacta da marca japonesa tem o plano de revisões mais em conta do país. As seis visitas do hatch ou do sedã totalizam R$ 2.329 – e só uma delas (a de 40.000 km) ultrapassa a casa dos R$ 500.

Quilometragem Valor
10.000 km R$ 213,00
20.000 km R$ 470,00
30.000 km R$ 315,00
40.000 km R$ 546,00
50.000 km R$ 315,00
60.000 km R$ 470,00
Total R$ 2.329,00
SOBRE
14 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Gabriel 4 de maio de 2020

Levei hoje, em 2020, meu Kwid Intense 1.0 para a primeira revisão, 10.000km. A concessionária IESA Renault de Porto Alegre/RS cobra entre 800 e 1300 reais. Depende do pacote de revisão que você escolhe: básico, recomendado ou premium. É mole? Essa tabela de 300 reais é totalmente enganadora.

AutoPapo
AutoPapo 5 de maio de 2020

Olá, Gabriel.

Exija que a concessionária faça a revisão apenas dos itens previstos no manual do Kwid.

Neste site, a própria Renault informa os valores de revisões do seu carro: https://www.renault.com.br/todos-os-servicos/revisao-preco-fechado.html

O que for além do que é determinado pela montadora é “empurroterapia” da concessionária.

Obrigado e abraço

Avatar
JOE 7 de maio de 2020

Aqui no RJ todas as rnault estão cobrando o mesmo preço -levei meu kwid pra 10.000 ontem e paguei a tabela e alinhamento por fora, norml, visto que o rio é uma buraqueira com pontos de asfalto ao longo da via

Avatar
José rufino da Silva 5 de outubro de 2020

Denuncie porquê crime de estelionato e se você pagor pede ser rebolsado.

Avatar
Rinaldo de Andrade 15 de maio de 2019

Sempre tive essa impressão de que a hora na oficina de uma concessionária é BEEMM” mais caro que nas oficinas de bairro. Parece que esse prática está mudando. As concessionárias viram que tem de ganhar no volume (quantidade de revisões feitas no mês) e não no preço da mão de obra e peças. ISS chamasse economia de escala. E isso depende não só da concessionária. Dependa também da marca e da qualidade dos produtos . As fábricas fazem carros bons e confiáveis,.O público consumidor se agrada e compra mais deste carro. Enquanto isso, na concessionária tem mais carros fazendo revisão. Entrar da para voltar a falarmos de economia de escala. Aí o preço da mão de obra e peças diminui. O público consumidor, que já estava contente com a qualidade daquele carro, fica mais feliz ainda pois além de bom, aquele carro tem uma manutenção, mesmo em concessionárias, com valor acessível. Acaba comprando mais e mais carros nas concessionárias, os preços caem, o público feminino cá contente, compra mais……entendeu,? É simples, mas tem de ter certeza de que cada parte pra cesso está fazendo o seu melhor

Avatar
Joelma 30 de setembro de 2018

Olá tenho um palio fire gostaria de trocar por algum carro mais alto e com manutenção barata gostaria de ter um EcoSport

Avatar
jonas japones 24 de julho de 2018

ola gostaria de saber as opinioes de donos do ford focus apartir de 2014 tanto cambio manual como o automatico dizem k o pawerhift e problematico e verdade mesmo os fabricados na argentina grato

Avatar
Rubson 26 de junho de 2018

Só faço a revisão obrigatória exigindo pelo fabricante. Nada além. Tudo para manter a garantia.

Avatar
EDUARDO 26 de junho de 2018

Tenho um Sandero e vi na tabela apresentada para o sandero que o valor da revisão dos 30.000 km é R$371,10, na verdade eles cobram próximo de 2 mil reais, isso mesmo, A REVISÃO DOS 30.000 É APROXIMADAMENTE R$2.000,00. Perguntei porque era tão caro e a atendente alegou que com 30 mil quilômetros tem que trocas as correias diversas.

Avatar
Robison 25 de junho de 2018

Tenho um Nissan March comprado em 2016 e os valores cobrados nas revisões são exatamente esses descritos na reportagem. Nunca me cobraram nada a mais e sempre fui muito bem atendido. Sou de Juiz de Fora e penso em permanecer na marca, justamente pelo custo beneficio e honestidade da concessionária da marca.

Avatar
Mario S F Nogueira 25 de junho de 2018

É porque não viram o preço das revisões da Honda PCX 150….mais caro que as de muitos modelos citados acima….

Avatar
Antero Coelho 25 de junho de 2018

Era ótimo se as concessionarias…não arranjassem sempre, gastos extras, não cobertos pela garantia…e sempre alegando o mau uso do cliente e ameaçando problemas mais graves se não for feito o sugerido…
De minha parte…em todos os meus carros, e nunca comprei carro usado, só levo pros 10.000 km…no resto é oficina de minha confiança

Avatar
Aladiah10 25 de junho de 2018

Mecânico de concessionária deve ser graduado na NASA ,é um absurdo o custo de mão de obra,e o preço de um simples aditivo para radiador é no mínimo 100% mais caro.Não se iluda com tabelas de revisão mencionada na reportagem,vc sempre irá pagar o dobro se tiver sorte!.Fujo de concessionárias , a impressão que sempre fica é de má fé …

Avatar
Perroni 26 de junho de 2018

Eu também faço como vc, os itens cobertos pela garantia se derem defeito apresentam até os 10.000 km depois disso, é dar dinheiro a mais pra concessionária. Apartir dai, é só levar o carro ou moto num bom mecanico e fazer a manutenção de acordo com o manual do proprietário.

Avatar
Deixe um comentário