Câmbio automatizado foi um completo fracasso: por que?

O câmbio automatizado teve várias denominações entre as marcas, mas nunca vingou e hoje está presente em apenas um carro no Brasil

Por Boris Feldman11/02/20 às 08h30

Está chegando ao final a fracassada tentativa das fábricas de implantar o câmbio automatizado. Porque ele funcionava aparentemente como um automático de verdade, sem pedal da embreagem, sem necessidade da alavanca para passar as marchas.

Era um câmbio manual com um sistema computadorizado que passava as marchas sem interferência do motorista. Foi chamado de Dualogic  (e GSR) na Fiat, EasyTronic na GM, iMotion na Volkswagen, Easy’R na Renault. E foi um fracasso principalmente porque ele cambiava as marchas meio que aos soluços e aos trancos.

E foi desaparecendo até que ficou apenas em três modelos da Fiat, mas acaba de ser eliminado em dois deles: o Argo e o Mobi. E hoje ele ainda equipa somente o Cronos 1.3.

cambio automatizado gsr da Fiat
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
12 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    William 27 de junho de 2020

    Na minha agência nem aceito essas bombas automatizadas mas sempre aparece uns manés querendo fazer negócio, ainda pedem valor de tabela kkkkkk, já jogo que pago 30% da Fipe por ser automatizado justamente pro cara tirar logo aquele lixo dali.
    Só quem se ferrou comprando Dualogic, easytronic, imotion e powershift é que fala bem.
    LIXO

  • Avatar
    Rafael 23 de abril de 2020

    Tive um gran Siena duallogic por 5 anos – vendi com 265 000 km rodados e nunca tive problemas. Muito melhor que manual. Vc tem que entender o câmbio que vc tem em mãos e aproveitar ao máximo a lógica que foi pensada pelos engenheiros. Isso começa lendo o manual para entender a máquina. Temos que evoluir culturalmente no Brasil .

    • Avatar
      Mateus de Souza 26 de julho de 2020

      Ainda hoje tenho dúvidas se o problema daqui é o câmbio ou o nosso povo, alheio a qualquer coisa que signifique conhecimento ou leitura.

  • Avatar
    Lázaro 12 de fevereiro de 2020

    Pelo contrário, deu muito certo pra Volkswagen… só quem usa sabe o quanto é bom e barato… Automatizado VW é excelente por um custo baixo e benefício alto… Ex: Fox, Polo, UP.

  • Avatar
    Humberto 12 de fevereiro de 2020

    Que matéria pobre; horror de jornalismo

  • Avatar
    AMARILDO 11 de fevereiro de 2020

    Carro Fiat nunca mais. Prinipalmente com esse câmbio duall tive dois Punto o último Black motion só dor de cabeça acabei vendendo quase de graça

    • Avatar
      Rogério 12 de fevereiro de 2020

      ” fiête ” NUNCA MAIS….nem de graça.

  • Avatar
    AMARILDO 11 de fevereiro de 2020

    Carro Fiat nunca mais. Principalmente com esse câmbio duall

  • Avatar
    Ade 11 de fevereiro de 2020

    Câmbios DSG, Volkswagen, Audi, etc… tive um Jetta.. muito bom..

  • Avatar
    Eliseu Moulin Mendes 11 de fevereiro de 2020

    Deixaram de mencionar que este tipo de câmbio equipa o Tiggo 5X, que usa dupla embreagem, sendo assim, é um câmbio automatizado.

  • Avatar
    ROGER JORGE LUCAS 11 de fevereiro de 2020

    Tive dois FIAT Punto com câmbio automatizado, Dialógica, em ambos rodei cerca de 80.000 km em cada. Nunca tive qualquer problema.

    • Avatar
      Sandro Ll 11 de fevereiro de 2020

      O Sr. deve ser literalmente manco do pé esquerdo, pra usar esse lixo de câmbio. Fui a uma concessionária Volkswagen certa vez, e o próprio vendedor me desaconselhou a comprar um carro com esse tipo de câmbio.

Avatar
Deixe um comentário