Ahhh… que saudade da gasolina!

Pesquisa revelou que o carro elétrico tem sido substituído pelo veículo de motor a combustão, acredite, em busca de praticidade! Entenda:

veículos de propulsão elétrica demoram muitos mais para "abastecer" do que os carros a gasolina
veículos de propulsão elétrica demoram muitos mais para "abastecer" do que os carros a gasolina (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
13 de maio de 2021 21:30

A Califórnia é um estado norte-americano que tem uma das maiores concentrações de automóveis elétricos, até porque a Tesla é de lá. E a universidade local fez uma pesquisa com os 20% de donos de carros elétricos que mudaram de ideia e voltaram a comprar carros à gasolina.

“Por que desistiu do carro elétrico?” E a explicação de quase todos foi: “pela dificuldade em recarregar”. Pois com o carro a gasolina eu encosto no posto e em três minutos, o tanque tá cheio e eu vou embora.

VEJA TAMBÉM:

No caso do carro elétrico, ou ele fica de oito a nove horas durante a noite, em casa recarregando, ou em postos de recarga, mesmo com o supercarregador, se eu quiser uma carga completa de 100% da bateria, eu preciso esperar cerca de uma hora. Ou mais, se tiver uma fila de carros na minha frente.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
156 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Marcos Ferreira 21 de maio de 2021

Trabalho com manutenção de veículos elétricos isso já está mudando já tem carregador de alta frequência que pode ser ligado em resistência com simples instalação elétrica.
Não têm mais volta vamos nos adaptar.

Avatar
José Vieira 21 de maio de 2021

Eu tenho saudades da bicicleta.
Não poluía
Andava devagar
Não haviam acidentes.
Meus caros,ou optamos pelo fim do petróleo ou o petróleo coloca um fim à humanidade
O resto são conversas da treta.

Avatar
Eraldo Leal 21 de maio de 2021

Mas o seu amigo ex presidente, sente saudades do álcool.

Avatar
Humberto Rigotti Sodré 21 de maio de 2021

No Brasil entao, pra comprar um carro elétrico, é necessário ter muito dinheiro e muito amor prlo meio ambiente: eu nao tenho nenhum dos dois!

Avatar
Giovani Serpa de souza 20 de maio de 2021

Aqui no Brasil com gasolina a 6 conto fica ruim de sentir saudade

Avatar
Antonio Marcos 20 de maio de 2021

Além de tudo, são carros que não são acessíveis para a grande maioria em função do alto custo. Se nos Estados Unidos está difícil, imaginem aqui no Brasil. Enquanto isso vamos poluindo o meio ambiente. O ser humano é tão evoluindo, que contamina o próprio ar que respira. Sem falar da água e dos alimentos.

Avatar
Adilson Souza 20 de maio de 2021

Sentir saudades da gasolina nos Estados Unidos é fácil vem aqui sentir saudade para ver o que que é bom para tosse

Avatar
Marcelo 19 de maio de 2021

Mundo perfeito! Até poderiam fazer baterias ( autorecarregaveis) para os veículos elétrico . Más…
Acha que a indústria iria facilitar assim?

Avatar
Roberto 19 de maio de 2021

Né 😓

Avatar
Seu Osvaldo 20 de maio de 2021

Só por curiosidade: como funciona uma bateria autorecarregável? Ela se carrega por si só, sem precisar de uma fonte? É isso?

Avatar
Wellington rodriguez 20 de maio de 2021

Já têm é através de energia solar posta encima do teto do carro,o painel solar vai carregando as baterias auxiliares enquanto a principal, está em uso .

Avatar
RICARDO GOULART GALVAO 21 de maio de 2021

Sensacional!!!! Vc sabe quantos Kw/h essa solução gera? Dias nublados e à noite como é que faz? Estudar um pouquinho antes falar besteira faria muito bem.

Avatar
Roni oliver 19 de maio de 2021

A alguns anos atrás vi uma reportagem onde um engenheiro da Renault de fórmula 1 modificou um carro a gasolina na sua garagem e conseguiu fazer o carro funcionar apenas com ar comprimido em um cilindro igual de veículos a gás e o resultado da queima na descarga era oxigênio ou seja o carro limpava o ar e vc ia precisar de um compressor em casa. O prefeito de Paris na época disse q usaria na frota de táxi e ônibus essa tecnologia q custava apesas 30% a mais do carro normal. Resumo nunca mais ouvi falar devem ter comprado o projeto e arquivado. o carro elétrico ou vc vai pagar mais IPVA ou mais energia na conta, andar de carro sempre vai ser caro no mundo capitalista do cão.

Avatar
Evandro 21 de maio de 2021

Ouvi também essa história. Do motor desenvolvido para funcionar a ar comprimido, e que o carro com esse motor percorria uma distância de 400 Km com uma velocidade de 80 Km/h Max em um único abastecimento,depois de utilizado o ar comprimido o que sobrava era o oxigênio.Mas tudo isso só ficou na apresentação.igual ao computador Fesp Blue que ganhou do do Kasparov numa partida de xadrez , foi desmontado e nunca mais foi visto

Avatar
Paulo Serra 19 de maio de 2021

A melhor alternativa é a utilização de veículos movidos a biocombustíveis como o etanol, que não contribuem para aumentar o carbono na atmosfera. O motor flex é a tecnologia mais adequada, utiliza a infraestrutura de abastecimento já existente no mundo e aproveita as linhas de produção de automóveis já em produção.

Avatar
Ronaldo Bento silva 19 de maio de 2021

E claro e uma bateria, tem que esperar pra carregar, ou o próprio veículo deveria carregala, usar uma bateria Rádiotiva ai nunca iria precisar de carregar

Avatar
Edson Gade dos Santos 19 de maio de 2021

Radioativa ?
Imagine numa batida violenta ou num capotamento…xiiii : deu ruim

Avatar
Mario partenoppi 19 de maio de 2021

A Nissan tá fazendo uns carros com geradores movido a etanol em breve ficará mais fácil não vai precisar ficar esperando carregar vc andando vai carregar a bateria

Avatar
Matheus 19 de maio de 2021

Nos EUA é fácil sentir saudades da gasolina!!!!! vem aqui no Brasil pra ver o que é bom, quase R$6,00 o litro.

Avatar
Edson Gade dos Santos 19 de maio de 2021

Sim : o futuro é o elétrico. Você se lembra das baterias dos primeiros celulares ?
Pois é, daqui um tempo a bateria do carro elétrico vai ter autonomia de 50000 km e será recarregada pelo próprio veículo .

Avatar
Ronaldo 20 de maio de 2021

Aqui na cidade gasolina 6,59,ate gas foi nas alturas 4,69

Avatar
Robson 19 de maio de 2021

Sempre penso que os carros elétricos deveriam ter baterias facilmente substituíveis. O cara pararia no posto, e simplesmente trocaria as baterias descarregadas por baterias carregadas. Pra isso seria necessário unificar as tecnologias, com os carros usando padrões comuns a todos. Desta forma, o problema do tempo de espera acabaria.

Avatar
Geraldo M. Carmo 19 de maio de 2021

Ah tá, passa sua bateria zero km por uma perto da sua data de aspiração, carros elétricos deveria possuir meio de se carregar isso sim, dínamo é alternador existe desde que o mundo é mundo.

Avatar
Robson 20 de maio de 2021

As baterias não seriam fixas pra ninguém. Como se faz com os cascos de cerveja e Coca retornável. Ou com bujões de gás e galões de água. Aos postos de abastecimento caberia trocar as baterias e observar as validades delas. Seria um bom negócio pra todo mundo. Manteria os postos mais ou menos como existem hoje. Garantiria longas autonomias. Preservaram empregos.

Avatar
Marcus 20 de maio de 2021

A Renault já está testando isso. Você chega no posto e troca a bateria vazia por uma cheia, não precisa esperar carregar.

Avatar
Emanoel murilo loiola Magalhães 19 de maio de 2021

Na minha opinião prefiro carro ibrido porque nao podemos depender de um sistema que agora que ta dando seus primeiros passos.

Avatar
Nós três pelo mundo 19 de maio de 2021

Óbvio… Elétrico para nós nem pensar. Como faremos nossas viagens? Chego a rodar 1.000km num dia!

Avatar
Angiuli Angiuli 19 de maio de 2021

Compra uma extensão!

Avatar
Nós três pelo mundo 20 de maio de 2021

Adorei a ideia. hahahahaha

Avatar
Roni oliver 19 de maio de 2021

A alguns anos atrás vi uma reportagem no jornal da globo de madrugada, onde um engenheiro da Renault de fórmula 1, criou em sua oficina particular muito bem equipada por sinal, um automóvel comum a gasolina que com pequenas modificações é um cilindro semelhante a carro a gás no porta-malas, abastecia apenas com ar comprimido como encher um pneu e rodava com autonomia semelhante ao carro a gás com metro cúbico de ar e o melhor saia da descarga ar puro a um custo de 30% a mais de um veículo a gasolina. O governo francês falou q iria colocar em taxi e ônibus pela cidade. Vc ia precisar apenas de um compressor em casa, mas com certeza compraram seu projeto e arquivaram. Carro elétrico vc ou vai pagar mais IPVA para ter o carro oumais conta de energia, no fim não vai mudar nada neste mundo capitalista do cão.

Avatar
Paulo Lima 19 de maio de 2021

Uma das soluções para o abastecimento mais rápido das baterias, seria posto de recarga, onde as baterias seria substituídas rapidamente por outras já recarregadas como uns sistema como fazemos o gás butano nos postos, a bateria teria rodízio, manutenção, substituição né preço seria melhor, pois todos teriam que usar as mesmas bateria e ter o mesmo sistema de troca rápida. Creio que seria mais viável que ficar 8 ou 10 horas na tomada. Não vão copiar minha ideia vou correr para patentear kkkkkkk

Avatar
WALISON 19 de maio de 2021

Se a bateria que temos no carro a gasolina já é pesada principalmente para idosos e mulheres, imagine a bateria do carro elétrico. Ela é enorme e precisaria de local, ferramentas e mão de obra especializada por isso essa idéia é inviável.

Avatar
Reiner 19 de maio de 2021

Já existe isso no Japão… mas a ideia é demais!

Avatar
GABRIEL DE SOUZA HENRIQUES GOMES 19 de maio de 2021

Quando dar defeito na bateria que está no seu carro, como vc vai reagir se a bateria não é a sua? Vc vai comprar uma nova e trocar por outra usada depois? E se der defeito novamente com vc?

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

Colega,não é uma só bateria,é um conjunto 6 ou mais baterias enormes.enviavel a substituição rapida..

Avatar
David 20 de maio de 2021

Isto já existe, na Alemanha fizeram um posto de recarga, em que você para com o carro em determinado local do posto, ele é suspenso e braços mecânicos trocavam a bateria, tudo não durava nem 1 minuto para sair com baterias recarregadas e por um preço muito barato.

Avatar
Umberto Carlos de Araújo 19 de maio de 2021

Antigamente fizeram um sistema chamado ñ me recordo bem o nome dínamo ,usado em bicicletas para ascender a lanterna ficava mais pesado e funcionava ,a bateria dos carros elétricos tem autonomia de 100 km ,uma viagem de 300 km quanto vamos gastar em tempo e tempo é dinheiro tbm.para andarmos nas cidade ou percursos mais curto vale.

Avatar
Giovani Funari 19 de maio de 2021

Meu Amigo,o futuro será o carro a Hidrogênio. O Elétrico NÃO tem praticidade,além do que o descarte das baterias é danoso ao meio ambiente,caras e pouco duráveis. O FUTURO Será o HIDROGÊNIO.

Avatar
Vitor 21 de maio de 2021

Estás completamente errado. Ninguem quer andar com uma bomba no carro q pode explodir numa colisão e depois os carros a hidrogénio têm uma eficiência inferior aos carros a combustão, por isso o carro eléctrico com bateria dá 10 a zero a qq carro. Espere mais 5 anos e o problema das baterias estará resolvido.

Avatar
Mauricio Pinto Siqueira 17 de maio de 2021

Eu não entendo porque estes carros tem que ter tomada para recarga. A roda que não é tração, faz girar o gerador para recarregar a bendita bateria. Será que ninguém pensou nisso? Ou tem que ter tomada para sustentar empresas de energia? Alternador já faz um isso para manter a bateria do carro a combustão carregada. Pensem nisso, estudam tanto para fazer o povo de besta

Avatar
Jailson pereira 19 de maio de 2021

O consumo do veículo é maior do que ele consegue gerar.

Avatar
Evandro Gomes 19 de maio de 2021

Xeque mate

Avatar
Daniel Luiz 19 de maio de 2021

Cara se a roda que n é da tração do veículo fosse usada para recarregar a bateria ela teria um certo atrito fazendo a roda ficar mais difícil de girar seria um “peso” a mais pro carro e mesmo que usassem isso n iria ter corrente o suficiente pra carregar a bateria.
A segunda opção seria o alternador cara o alternador gera 12v olha o tamanho daquilo e o peso pra gerar 12v somente e 12v n é nem de longe suficiente pra gerar carga para uma bateria de muitos MPH n é viável amigo

Avatar
Ronaldo Dias do valle 19 de maio de 2021

Também acho que deveria ser eficiente a recarga das baterias enquanto o carro estivesse em movimento… Assim as baterias teria uma durabilidade maior da carga ou até ser auto suficiente.

Avatar
Evandro Nunes 19 de maio de 2021

Eles não querem que sua bateria dure! Querem que compre bateria de substituição, lucrando rios de dinheiro. Essas baterias são os olhos da cara…E se preparem, pois quando tiver um número considerável de carros elétricos nas ruas,vão fazer o mesmo que fizeram com o GNV…Olha a realidade do preço do M³ hoje?
Já foi barato…
A sua conta de energia vai ser altíssima.

Avatar
Isqui si 19 de maio de 2021

A energia precisa vir de algum lugar né, no caso das baterias de um carro a combustão aproveitam a energia cinética do carro que por sua vez só foi possível por causa da energia do motor a combustão. Os carros elétricos como o da tesla ganham energia quando freiam, mas não é um gerador de energia infinita, é impossível, apenas faz o carro ser mais econômico

Avatar
João Rafael 16 de maio de 2021

Bora continuar pagando 6 reais o litro da gasolina! Não vejo a hora de não gastar tanto em combustível!

Avatar
nelson 16 de maio de 2021

Eu quero ver o passivo ambiental que vai ser deixado com esses veículos elétricos.
Na minha umilde opinião a indústria perde tempo em carros elétricos AGORA!
Seria mais viável e aproveitável uma tecnologia de carros a hidrogênio.
Muito mais inteligente partindo do plano ambiental.
A hora que os bacana perceberem que as baterias são altamente inflamaveis e não existe extintores para eles.
E os primeiro morrerem, a imprensa vai começar a falar nisso.

Avatar
Rômulo Passos 17 de maio de 2021

Carro a hidrogênio já é um FAIL HOMÉRICO na história automobilística e uma das maiores imbecilidades já pensadas, em termos de eficiência energética, pra movimentar veículos. É ABSURDAMENTE mais eficiente aproveitar energia elétrica diretamente do que usá-la para converter água em hidrogênio e depois reconvertê-la (combustão ou célula) em água novamente com dupla perda. Sobre seu argumento a respeito de baterias serem inflamáveis, o hidrogênio é muito mais.

O que concordo contigo, e com todos os usuários que estão desapontando com o carro elétrico, é que “o rei está nu”: o carro elétrico ainda NÃO conseguiu substituir o carro a combustão em praticidade para o uso cotidiano.

E, mais, o motor a combustão tem ainda MUITAS cartas na manga (um sem-número de tecnologias já existentes, mas pouco exploradas em larga escala) para aumentar bastante sua eficiência energética.

Avatar
nelson 17 de maio de 2021

Opa!
Bateria de carro elétrico é extremamente inflamável e toxica.
Quero ver daqui a alguns anos o que vão fazer com esse passivo que esta se criando.
Reafirmo novamente que a saída é o Hidrogênio, pode ser em forma de alguma ligação química.
Querem continuar uma tecnologia que foi toda desenvolvida para carros a combustão.
Não acredito em carros elétricos como esses que vimos atualmente.
Para dar certo vai ter que mudar tudo no conceito do que é apresentado.
Obrigado por ter respondido e trocado ideias.
Valeuuuu!!!!!

Avatar
Vitor 21 de maio de 2021

Totalmente de acordo. O hidrogénio só serve para sustentar os lobbies actuais de producao, transporte e armazenamento. Seria o el dourado para as gasolineiras, mas isso nao vai acontecer. Em Portugal ja carregamos os carros electrico no shopping com precos acessíveis enquanto fazemos compras.

Avatar
Evandro Gomes 19 de maio de 2021

Se contar que o hidrogênio ê barato, e que nao vai ter que gastar com baterias esgotadas, com preço exorbitante! Talvez por isso nao seja interessante às industrias! Eles sempre visam o bolso deles,e não o nosso bem estar! Tudo corporativismo mundial! Vc nao percebeu como eles combatem o desenvolvimento do hidrogênio?

Avatar
Vitor 21 de maio de 2021

Você nao entende q o hidrogénio só serve para sustentar os mesmo lobbies q temos com os combustíveis fosseis. Hidrogénio tem de ser produzido, transportado, armazenado, etc. Até chegar ao consumidor já deu muito dinheiro a muitas pessoas. Depois outra coisa q as pessoas nao sabem é q o carroa a hidrogénio tem uma eficiência global inferior ao de combustão, por isso na verdade, carro a hidrogénio é um passo atrás. O futuro está no desenvolvimento das baterias q penso estar resolvido daqui a 5 anos. Essa é a espectativa daqueles senhores engenheiros q relamente entendem do assunto.

Avatar
Jorge Luiz Dos Santos Pacheco 16 de maio de 2021

A solução seria o hibrido que e mais compativel pra realidade nao.precisa esperar carregar

Avatar
José Luís S. Silva 16 de maio de 2021

Abaixo os automoveis electricos, vivam os carros de combustão, de preferência a diesel.

Avatar
Rosana 15 de maio de 2021

Fazer adaptadores de tomar as rs, no Brasil é assim, um adaptador resolve quando precisamos, ou entrar nos item básicos uma tomada para carro elétrico padrão, nas normas de construçao de casas,postos de combustiveis, hoteis, hospitais, predios pubicos etc

Avatar
Ricardo 15 de maio de 2021

Vamos voltar a era das carroças e cavalos mais baratos e são ecologicamente corretos…kkkkk

Avatar
DIOGENES DE FREITAS 15 de maio de 2021

PARA RESOLVER ESSE PROBLEMA DE CARREGAR AS BATERIAS..E SO COLOCAR PLACAS SOLARES..OU ALTERNADORES NO VEICULO P CARREGAR AS BATERIAS..MOTORES COM ALTERNADORES..

Avatar
Mario 16 de maio de 2021

Nem f…., Alguma ONG vai interferir pelos cavalos e fazer os donos puxarem as próprias carroças.

Avatar
Gabriel 17 de maio de 2021

Placas solares blz. Mas a area nao e o suficiente pra carregar bem. Em questão de alternador você iria gastar mais energia pra girar ele doque ia gerar, a menos se pegar uma tecnologia que ja existe, o proprio motor quando apertam o freio e ele gera uma parte da energia que foi gasta pra acelerar

Avatar
Candido 15 de maio de 2021

Bom deveriam sair com placas solares nós tetos estes carros e ainda deveria ter um motor a combustão de reserva p não ficar na mão.

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

Como viajariamos a noite?
Carro elétrico não tem futuro.
A solução, como ja existe em alguns paises europeus, é o transporte público .

Avatar
Fábio Dias 15 de maio de 2021

Quero ver atestar um carro a combustão em 3m com 50L… Isto se não tiver que aguardar por vez e claro ter que ir ao posto pagar.

Em casa sim.. as cargas são lentas.. mas a não ser que queira atestar o carro cada vez que para na bomba não demora mais do que 30m a ficar com pelo menos 150/200kms de autonomia. Isto nos carregadores de 50kw se for um carregador ultrarapido nos mesmos 30/40m carrega 400kms.

Depende muito da infraestrutura da cidade/país em questão.

Avatar
Arckthur 15 de maio de 2021

Finalmente estão descobrindo porque o carro elétrico foi abandonado em 1914. Já era inviável para as necessidades e as baterias duravam pouco e ficavam caras. AGORA PRECISAM ACORDAR E DESCOBRIR QUE O CÂMBIO DE ÚNICA MARCHA DYNAFLOW DE 1939( hoje chamado CVT) FOI RETIRADO DO BUICK. EXEMPLO: Se umCVT custa 1 para a montadora, o MANUAL custa 1,5 , um AUTOMATIC custa 4 e o melhor, o HIDRAMATIC custa 10. Entenderam q as montadoras só visam lucro? Por que os Porsche, Mercedes, Cadillac, BMW, RR, BENTLEY, BIGATTI. ASTON MARTIN e todos automóveis de qualidade não usam o CVT?

Avatar
João Poneis 15 de maio de 2021

Eita visão míope. Não sabe nada da história e dos fatos e ainda quer fazer comentários… De 1914 pra cá, o carro a combustão evoluiu bastante. Se não tivesse ocorrido o lobby das petrolíferas, o carro elétrico é o que teria sido adotado e hoje, mais de cem anos depois e considerando que teriam ocorridas várias pesquisas e avanços tecnológicos, os carros elétricos com certeza não teriam problema de autonomia.

Avatar
ARCKTHUR 24 de maio de 2021

Míope é você e toda família que nem sabiam que era um automóvel até poucos anos , senão fossem os portugueses e depois os americanos o Japão ainda seria feudal.. A japonesada nem sabe mais fazer carro, tem de pedir para a China fazer quase inteiro. SABE LER AO MENOS?EU ESCREVI QUE AS BATERIAS DO PASSADO ERAM INVIÁVEIS PARA OS CARROS E FICAVAM CARAS. (AGORA AINDA NÃO PERCEBEU O CUSTO DE BATERIAS SÃO ALTÍSSIMOS?) O RESTO E O MAIS IMPORTANTE, NEM CITAVA CARROS ELETRICOS, EU DESCREVIA O INTERESSE DAS MONTADORAS EM COLOCAR O PÉSSIMO E BARATO CVT EM DETRIMENTO DO MANUAL, AUTOMÁTICO E HIDRAMATIC…. EITA VISÃO MÍOPE E ORIENTAL JUAPONESA QUE NA 2ªGUERRA MATOU MILHÕES POR CAUSA DO PETRÓLEO. ACORDA JAPONÊS MÍOPE E CASCADURA. Não quero papo com quem nem soube ler e compreender meu comentário até a favor dos carros elétricos e contra o CÂMBIO CVT!

Avatar
ARCKTHUR 24 de maio de 2021

PODE XINGAR A VONTADE , NÃO RESPONDEREI A PESSOAS QUE NEM SABEM LER E INTERPRETAR UM TEXTO!

Avatar
Eliseu Bueno Correa 15 de maio de 2021

E tem gente achando que isso não vai ter custo…imagine milhões de carros elétricos carregando ao mesmo tempo…blackout total..apagão..não estarmos preparados para essa nova tecnologia…

Avatar
Claudio Aparecido da Silva Cruz 17 de maio de 2021

Foi o melhor comentário até agora parabéns falou tudo o que eu queria falar

Avatar
Edson Gade dos Santos 19 de maio de 2021

Me falaram exatamente isso , alguns anos atrás, quando eu afirmei que num futuro próximo os tel.celulares teriam bateria com cargas que teriam autonomia de meses, anos ou mais…ainda não chegou, mas tá perto. As baterias dos elétricos vão ter autonomia de 50000 km ou mais , dependendo do uso

Avatar
Waslon 15 de maio de 2021

A preço de hoje eu não compro carro elétrico.

Avatar
Edgard BERNARDO castanheira 15 de maio de 2021

EU TERIA UMA SUGESTAO DE.LEIGO…..ESSES CARROS DEVERIAM.TER UMA OU DUAS BATERIAS..COMUNS…DE SOBRA..PRA SER USADAS EM MOMENTOS DE DIFICULDADES NO TRANSITO….CASO ACABE CARGAS DAS CONVENCIONAIS…..OU…O PROPRIETARIO…TER CONCIENCIA DE QUE SEU CARRO E BOM..POREM TEM SEUS LIMITES….

Avatar
BRUNO SEREJO DOS SANTOS 15 de maio de 2021

Carro elétrico parado não gasta bateria

Avatar
Jorge 15 de maio de 2021

O solução está longe de ser carro elétrico, pois a produção de eletricidade mesmo no caso de uma hidrelétrica causa impactos enormes no meio ambiente, e uma frota de carros elétricos criariam um enorme problema de consumo elétrico que já é altíssimo. Solução mesmo são as células de hidrogênio movendo carros.

Avatar
Roberto Prado 15 de maio de 2021

Estou curioso pra saber quanto vai custar a troca da bateria dos carros elétricos.
Acho que teremos que doar o carro pro ferro velho..

Hoje , estes os carros que param no sinaleiro e desligam, dizem que custa em torno de r$ 1.800,00 a bateria..

Avatar
Wagner Moraes 15 de maio de 2021

Bom dia,
Sou revendedor Nissan e GM elétricos, e acredite, um banco de baterias do Nissan Leaf custa a bagatela de R$ 140.000,00
Nao leu errado, é isso mesmo, o carro custa 254.000 com garantia de 8 anos nas baterias.

Avatar
Roberto 15 de maio de 2021

Bom dia
Wagner

Muito obrigado pelos seus esclarecimentos..

Acho que vamos continuar com o carro a gasolina mesmo…

Avatar
Reinaldo Alves 15 de maio de 2021

Puts 😞 é muita grana são coisas que a gente não vê em matéria nenhuma de todas que já li . Só falam da autonomia . Infelizmente Viajar em um carro desse de São Paulo p Belo Horizonte hoje o cara terá dor de cabeça .Ainda acho que o Governo Brasileiro vai cair em cima para Ganhar com taxas e TB penso que as montadoras irão produzir mais veículos elétricos com menos custo .Pois a concorrência vai aumentar …ou TB monopolizar um valor x mínimo aí todo mundo toma em pé. E vai ser como está se vendo .Hj vc vale oque tem no bolso.

Avatar
Reinaldo Costa 15 de maio de 2021

Acho que se a bateria deles forem esse preço seria bem viável para a montadora vendesse o carro com bateria de reserva e não sei bem que tamanho são ou se tem como levar elas junto no carro . É complicado … Mas p quem compra um carro elétrico 1800 reais ou até mesmo 18mil não é nada .

Avatar
Gerson 17 de maio de 2021

A bateria de Leaf pesa 300 kg. Não tem mais lugar para colocar uma reserva.

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

Legal Gérson, os leigos pensam quexuma bateria de carro elétrico é igual a de um carro comum.
A diferença de tamanho e de valor é altíssimo.

Avatar
Edson Gade dos Santos 19 de maio de 2021

Se lembra quanto pesavam os primeiros computadores ? E hoje ? Quanto pesam ?
Quanto gastam ? Qual era a autonomia e quanto é hoje ? Já estou aposentado, caso contrário, eu iria entrar nessa, e resolver o problema de peso e autonomia rsss ,só uma piadinha : gente , é claro que já existem soluções para esses casos, porém , A COMBUSTÃO ainda faz e vai fazer a elite gananciosa continuar com os olhos fechados para o Planeta

Avatar
Gilvan Almeida Farias 15 de maio de 2021

Na minha opinião os sábios da tecnologia deve melhorar nó tempo de recarga dos veículos elétricos pois a demora faz desistir por exemplo um capacitor absorver a energia imediato pode se pensar como de um capasitor podem tirar a sua energia para recarregar
as bateriass.

Avatar
Julio 14 de maio de 2021

Queira ou não queiram o futuro vai ser esse é ponto, de eu pudesse ter um jamais trocaria por essas coisas a combustao

Avatar
Valter Denadai p, padroni 14 de maio de 2021

Baterias poderiam ser removíveis,padronizadas,para facilitar o processo de troca imediata por unidade previamente carregada.

Avatar
Fábio Dias 15 de maio de 2021

Isso já existe na China.

Avatar
Pedro Jorge Santos 14 de maio de 2021

A melhor opção é o carro híbrido.

Avatar
Luiz Mesquita 15 de maio de 2021

Essa seria a solução pelo menos, até que sejam desenvolvidas sistemas de carros/baterias com autonomia compatível com a realidade dos usuários e carregadores com a rapidez de carga que torne esse quesito num simples ato de ligar o veículo na tomada e deixá-lo lá enquanto almoça. Não esquecendo a estrutura de fornecimento de tomadas em todos os estacionamentos incluindo as “zonas azuis” da vida.

Avatar
João Antônio 14 de maio de 2021

E o meu pedido n 8504

Avatar
Neuton Alves Moura 14 de maio de 2021

Eu não compraria carro a combustão..compraria eletrico pois é uma questão de tempo p ter baterias que carregam em 5 minutos …a energia solar logo estoura no interior e capitais …ai quero ver álcool e gasolina e óleo deesel estão com dias contado.. a tecnologia vem se desenvolvendo cada dia que passa…

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

Tem que haver uma alternativa, pois o petróleo vai acabar,e ai?
Com um carro a gasolina vc viaja teoricamente o mês inteiro sem parar,abastece em 5 minutos e senta o paú, só troca motorista.

Avatar
Edson Gade dos Santos 19 de maio de 2021

É disso que tô falando

Avatar
Thiago Vicente 14 de maio de 2021

Mais uma postagem desnecessária. O carro elétrico é um caminho sem volta da mesma forma que o Smartphone revolucionou completamente o mercado de celulares, computadores e telefonia de uma única vez. Alguém aí tem saudade dos antigos aparelhos que no máximo tinham tons polifônicos, mas a bateria duarava vários dias? Goste você ou não, é inacreditável em pleno século 21 termos veículos soltando fumaça, com uma bomba inflamável sobre nossos traseiros e um motor que perde grande parte de sua energia em atrito e aquecimento. Sem contar o gigantesco lobby das cias de petróleo, principalmente aqui no BR tentando desesperadamente enganar o povo. Vamos repensar nossos conceitos, pois tenho certeza que em pouco tempo os veículos à combustão serão objetos de museu!

Avatar
Juvenal T.Lopes fonseca. 14 de maio de 2021

Carro movido a eletricidade é coisa relativamente nova e como tal apresenta dificuldades. Brevemente aparecerá movidos a energia nuclear. Ou mesmo movido a agua.

Avatar
Hsuaj 15 de maio de 2021

Eu espero que não pois a frota de carros mundial são enormes e os gatos com aguas tmb são e cada dia a mais estamos enfrentando épocas de estiagem e faltas de chuvas, bom quero dizer que se. Abastecermos carros com nossa água tmb estaríamos nos prejudicando e muito..

Avatar
Fábio Dias 15 de maio de 2021

Nova? Os primeiros carros eram elétricos 😂😂

Avatar
Edson Gade dos Santos 19 de maio de 2021

Negativo.
De onde vc tirou isso ?
Na antiga Roma existiu carro elétrico ?

Avatar
Leandro 14 de maio de 2021

Nada a ver essa matéria, moro aqui em Pasadena – East Califórnia Boulevard, próximo a Caltech, tenho um Tesla Model X (plaid) 2019, onde posso percorrer 340mi. O problema de alguns proprietários de carros elétricos está na vontade de se adaptar a novas tecnologias. Eu mesmo deixo ele a noite carregando em casa, qdo vou trabalhar, por conta do trânsito, eu saio mais cedo de casa. Do lado do trabalho há um posto com supercharger, e enquanto ele abastece, geralmente por 12m, é o tempo deu tomar um café. Quando chego ao trabalho, ele está completo, e mesmo qdo viajo com minha familia, a bateria dificilmente chega a consumir a metade dela. ADAPTAÇÃO esse é o real problema.

Avatar
Gerson 17 de maio de 2021

Leandro, a pesquisa é da Universidade da Califórnia e pelo que entendi aí nos EUA 70% dos americanos são consumidores monofásicos e isso faz com que eles não consigam instalar carregadores de parede. Apenas 30% dos consumidores são fornecidos em trifásico (provavelmente seu caso).

Avatar
Geraldo b S Junior 14 de maio de 2021

Eu sou proprietário de um iev20 da Jac e não voltaria a comprar um carro a combustão.

Avatar
Gilson 14 de maio de 2021

As pessoas tem necessidade diferente no carro, fico imaginando o taxista ou o Uber, o 99 e outros que precisam trabalhar e usar o carro sem ter o tempo de parar pra recarregar, como esses vão se adaptar sem uma solução mais rápida e prática.

Avatar
Geraldo b Silva Junior 14 de maio de 2021

Eu sou proprietário de um iev20 da Jac e não voltaria a comprar um carro a combustão.

Avatar
Erik 15 de maio de 2021

Pois e, se a lenda desta paixão faz sorrir ou faz chorar, o coração e quem sabe, se a lua toca no mar, ele pode nos tocar pra dizer que o amor não se acaaaaabe

Avatar
Jonas 14 de maio de 2021

Carro A GASOLINA e não À GASOLINA. Ninguém diz carro ao diesel.

Avatar
LOURIVAL L LORENZEN 14 de maio de 2021

Boa. SEMPRE Tive vontade de fazer essa crítica. Para que servem tantos anos de escola se escrevemos de qualquer jeito e as pessoas aceitam?

Avatar
Gilson 14 de maio de 2021

Porque, por que,porquê aqui a pergunta foi outra simples

Avatar
Seu 14 de maio de 2021

Quem te perguntou ?

Avatar
Milton 14 de maio de 2021

Está dificuldade na recarga das baterias já tem algumas solicitações inovadoras, só que não a muita disposição de alguns governos em viabilizar por conta dos impostos cobrados pelos governos, assim que conseguirem cobrar imposto mais caros pelo kwh próximo aos combustíveis, carros elétricos é um caminho sem volta oque é muito bom para o bolso da população e do meio ambiente.

Avatar
Emilio Rubens 14 de maio de 2021

Nada a ver com impostos de governos e sim, com a fisica. Baterias em cargas lentas duram mais do que baterias em cargas rapidas, ou seja a vida util da bateria é reduzida. É por isso que essas super cargas são em no minimo 1 hora.

Avatar
JOEL ALVES MOREIRA FILHO 14 de maio de 2021

simples solução para isto. Tenha 2 carros. Enquanto usa um o outro fica em ponto de carga.

Avatar
Valdecir Alves silva 14 de maio de 2021

O carro a combustão vai desaparecer com o tempo,a produção de combustível não acompanha o consumo que vem crescendo no mundo inteiro.

Avatar
PAULO GALEAO 14 de maio de 2021

O problema maior dos carro elétrico é o mesmo do carro à combustão: uma pessoa de 70 kg precisa de uma tonelada de lata para se deslocar. Assim como em todos os países assolados pelo RODOVIARISMO, os EUA não possui rede suficiente de transporte coletivo nem vias seguras para Veículos de Propulsão Humana.

Avatar
Osvaldo Peuckert 14 de maio de 2021

Perfeita colocaçao

Avatar
Nereu Souza 14 de maio de 2021

Falar que nós Estados Unidos a rede de transporte público é ruim, só pode ser brincadeira, além do mais americano compra carro porque lá eles são baratos, não é como no Brasil que um carro zero km 1.0 custa 60.000,00.
Não acredita, pesquisa.

Avatar
Aloisio Correa de Matos junior 14 de maio de 2021

Ainda tem o problema das baterias, o carro elétrico não polui na emissão, mas a cadeia produtiva da bateria sim…vai demorar para solucionar está conta…

Avatar
Timoteo 14 de maio de 2021

E sem falar da energia que é gerada por usinas de carvão e termoelétricas que são muito poluentes… Ou seja, é bem provável que com o aumento da solicitação de energia elétrica para veículos a poluição se faça muito maior do que é hoje… A maioria dos países não tem hidroelétricas como no Brasil, energia gerada de forma mais limpa. Mas eles simplesmente vão alegar que usam energia eólica e solar.

Avatar
LEONARDO JORGE DA ROCHA SIVA 14 de maio de 2021

O BRASIL TEM TUDO PARA SER UMA POTENCIA . MAS INFELIZMENTE NOSSOS POLITICOS SO PENSAM NO BOLSO. TEMOS MUITAS HIDRO ELETRICA, TEMOS O VENTO, O SOL, AS MARES , SO FALTA VONTADE PARA DEIXA OS SUL AMERICANOS DESENVOLVEREM.

Avatar
Ronaldo Ascânio 14 de maio de 2021

Irão resolver a questão da poluição com combustível fóssil.
Os bilhões… de baterias radioativas dos carros elétricos, a onde ficarão armazenada de forma segura os seus resíduos
De certa forma na verdade os combustíveis fósseis irão continuar e irá aparecer mais uma
tecnologia de poluição radioativa. Qual será a próxima?

Avatar
Leonardo Jorge da Rocha Silva 14 de maio de 2021

O problema não e radioatividade . E produto que feito a bateria. Niquel cadmio. Produto muito poluente. Poluição vai sempre existe . Até nos humanos poluímos respiramos oxigênio e jogamos gas carbônico, metano Quando evacuamos

Avatar
Gilson 14 de maio de 2021

Nessa vc pegou pesado, ficou meio neurótico, “até nós poluímos quando respiramos e quando evacuamos”

Avatar
João Elias 14 de maio de 2021

Bateria radioativa??? Onde?

Avatar
Tiago 16 de maio de 2021

A radiação do r@bo dele!!!

Avatar
João 16 de maio de 2021

Só se for a radiação do seu rabo!!!

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

Nunca vi falarem tanta besteiras nos comentários.
Pessoas sem noção, sem cultura fafando bobagens.

Avatar
Eduardo Martins 14 de maio de 2021

Mas tem a cadeia da energia
A carvão
A gás
Nuclear

Avatar
Paulo Kusahara 14 de maio de 2021

Boa observação, o carro elétrico ñ e poluente mas o fabrico e o descarte de baterias são altamente poluentes…temos que resolver essa equação…

Avatar
Ulisses Junior 21 de maio de 2021

Calma amigo, vão fazer igual o descarte do flúor que antes era jogado na natureza e hoje nos tomamos ele na água que sai da torneira, assim vai ser com as baterias. Eles darão um jeito de por nas refeições para comermos, ou transformalas em líquidos e colocarão na água 🙂

Avatar
Gustavo Morais 14 de maio de 2021

A história se repete, no início do veículos motorizados, eles eram problemáticos e lentos. As pessoas não trocavam um bom cavalo por um carro, o que hoje nos parece um absurdo.

Avatar
Victor Hugo Pinheiro Cunha 14 de maio de 2021

No Brasil a energia é 220v. E se você consome muito ou tem comércio pode solicitar um relógio trifásico ou seja dá pra ligar equipamentos de 660v… E ainda fica mais barato que gasolina vai gastar 30 reais por semana pra recarregar… Problema dos gringos terem rede elétrica antiga e subdimensionada…

Avatar
Scala 14 de maio de 2021

Um sistema monofásico de 220 V não se transforma em um sistema trifásico de 660 V. Não fale do que não entende…

Avatar
João Carlos Afonso Costa 14 de maio de 2021

Na verdade o sistema trifásico não é 660V (220 X 3). É de 380V. Mas o que importa é a potência. É possível recarregar em casa a 22 kW.
Nos locais onde a rede é 110V, mudar pra 380V tem o custo do transformador

Avatar
Lúcio Silva lorentz 14 de maio de 2021

Seu cálculo está erado a estado que e rede trifásica até 720 volts sim

Avatar
Eu 14 de maio de 2021

E você está ERRADO: há estado…

Avatar
Emilio Rubens 14 de maio de 2021

As tensões para os consumidores domésticos são 110 e 220 monofasico, ou 220 e 380 trifasico. Outra tensão pode ser industrial 13 mil volts, neste caso vc pode usar um tranformador para baixar para 660 outra tensão, mas neste caso é inviavel para baixo consumo.

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

Nota dez Emílio .

Avatar
Andre Rocha 14 de maio de 2021

Na verdade na maioria dos Estados brasileiros a tensão das residências é de 127V. Algumas “poucas” localidades possuem tensão 220V, mas nada impede que as localidades que possuem 127V possam instalar 220V. Prédios já são 220V por padrão (alguns antigos ainda possuem 127V).

Em relação a monofásico/trifásico, a maioria dos lares brasileiros ainda possuem instalações monofásicas, podendo em sua maioria solicitar alterações para trifásico (antigamente havia também bifásico).

Se você tem uma tensão 127V chegando em sua residência com carga trifásica, o máximo que vai conseguir gerar é uma tensão de 381V. Em princípio pode-se “transformá-lo” em 220V (alimentado por 2 fases de 127V) para poder ter o WallBox em casa (o mesmo princípio da instalação do ar condicionado). Esse WallBox permite uma carga rápida na garagem de casa, uma vez que seu veículo vai ficar, em tese, parado a noite inteira.

Outra opção são os Fast Wallbox, estes sim com tensão de entrada de 660V, realizando carga total do veículo em até 1 hora.

Avatar
Evandro Gonçalves da Cruz 14 de maio de 2021

Falou besteira também!

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

André, a opção de tensão, é alternativa do consumidor,toda localidade em toda localidade vc tem opção de tensão 220 py 380 volts.

Avatar
Evandro Gonçalves da Cruz 14 de maio de 2021

Meu amigo,220 volts trifásico não quer dizer que vc terá 660 volts no total!
A rede trifásica é simultânea,RST rede de simultânea trifásica.
Não fale besteiras vc conhece eletricidade!
Abraço!

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

Vucyor,vc e6 un leigo,660 volts??
Onde?

Avatar
Paulo Augusto Franke 13 de maio de 2021

Tudo errado de novo. E a favor da estúpida e brasileiríssima combustão interna. Esses 20% que voltaram para a combustão não deveriam ter ido para a eletricidade. Os 20% moram em locais onde não é possível recarregar à noite. E é ridículo depender de carregamento na rua, durante a zorra do dia a dia.

Avatar
Scala 14 de maio de 2021

O sistema elétrico residencial NÃO TEM POTÊNCIA suficiente para carregar 100% da bateria de um carro elétrico.

Avatar
Caça Haters 14 de maio de 2021

Kkkkkk, quer ficar respondendo comentários contrariando e se achando inteligente? ESTUDA, nos Estados Unidos o padrão residêncial é 110V, porisso reclamam da demora para recarga COMPLETA do veículo.
No Brasil a Recarga é mais rápida visto que possuímos redes de 220V

Avatar
José 14 de maio de 2021

Tem certeza disso? Não é a potência que influencia o carregamento? Se for a potência, ela é a mesma em ambas voltagens (110-220)

Avatar
Dunha 14 de maio de 2021

Quase todos erraram, mas tem muita coisa que está nebulos

Avatar
Geraldo B S Júnior 14 de maio de 2021

O tempo de recarga em CC não depende da potência do carregador. O carro com “onbord” de 7.4 KWA não vai carregar 22 Kwa.

Avatar
Greyson 14 de maio de 2021

A rede 110 a amperagem é maior que a de 220

Avatar
João Carlos Afonso Costa 14 de maio de 2021

Eu tenho um carro elétrico e ele carrega 100% em casa…

Avatar
Ezequiel 14 de maio de 2021

Qual é o seu carro elétrico?

Avatar
Diogo 15 de maio de 2021

Deveria sair com carregador solar

Avatar
Emir Bezali 15 de maio de 2021

Deveria ter um sistema fácil e rápida para troca de uma bateria descarregada por outra carregada, vc pagaria pela carga, como numa troca de pneu em fórmula um, ou próximo.

Avatar
João Carlos Afonso Costa 14 de maio de 2021

20% não é um número grande o suficiente para que a manchete seja tão generalista.
Em 10 anos isso não será um problema, com a evolução da tecnologia e aumento da infraestrutura de recarga.
Hoje, carro elétrico não é pra todos os tipos de necessidades mesmo.

Avatar
Danilo Silva Ferreira 14 de maio de 2021

Cara, você acredita mesmo nisso? Não conseguimos solucionar nem o problema das baterias dos nossos notebooks…

Avatar
Raday 14 de maio de 2021

Olá. Boa noite .com relação as baterias de notebook. Basicamente 2 fatores … Células de baixa qualidade (amp/h)… E ciclo de vida das células de litium íon…

Além do sistema de proteção das baterias de notebook inutiliza-las caso tenham algum surto…

Pode se ter 1 célula ruim e condenar as outras …

A questão é mercado …grana …se fizer algo muito durável deixa se de vender o novo …

O satélite brasileiro está a mais de 20 anos no espaço ….a eletrônica é qualificada pra não “estragar” ..

Equipamento eletrônica de aeroespacial não estragam como os componentes de tvs e notebooks da vida ….

A questão majoritária é consumo …. Capitalismo precisa fazer o dinheiro girar …. infelizmente a custo do meio ambiente… é assim independente do que “especialista de Facebook” achem.

Avatar
Evandro Gonçalves da Cruz 14 de maio de 2021

Falam muita besteira!

Avatar
Jair g de oliveira 19 de maio de 2021

Paulo ,o problema maior,é a autonomia,que dificulta uma vialonga como exemplo sao paulo,nordeste.
Duraria um mês.

Avatar
Deixe um comentário