Carro movido a água não é a invenção do século

A criação de um carro movido a água não seria a invenção do século? E por que cargas d'água ele não está por aí, rodando em nossas ruas?

Por Boris Feldman 05/11/18 às 06h15
carro agua

Ter um carro movido a água é o sonho de muitos. Ainda mais com o preço da gasolina e do etanol lá nas alturas. Mas, é bom ir colocando as barbas de molho.

[TRANSCRIÇÃO]

Dois leitores do AutoPapo contestaram a minha crítica em relação ao motor que funciona com água, ao invés de gasolina, álcool ou diesel. Um disse que viu pessoalmente, e outro pela televisão, que o carro tem um reservatório de água de onde se tira, por um processo elétrico, o hidrogênio que faz o motor funcionar no lugar de gasolina ou álcool. E um deles pergunta: Essa não seria a invenção do século?

Não, não seria pelo seguinte: dá sim para tirar o hidrogênio que é o H2 da água, que é H2O. O hidrogênio, sem dúvida nenhuma, é um combustível, e faz sim o motor funcionar. Mas, com um problema insolúvel: a energia elétrica que a bateria tem que fornecer para se tirar o hidrogênio da água é maior do que a energia que o sistema fornece para o motor. Então a conta não fecha. E o carro pode rodar um ou dois dias, mas a bateria acaba pifando.

carro movido a água
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
18 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Kelvin 18 de novembro de 2020

Não da nem para perder o tempo com um cara que fala que a bateria alimenta o sistema elétrico do carro, pois todo mundo sabe jornalista bem informado, que a conta não fecha não é por causa da bateria já que o que alimenta o carro é o alternador e não a bateria, a bateria é um simples instrumento para fazer com que o carro ligue, ou seja a sua explicação que uma bateria não duraria 2 ou 3 dias não faz sentido, já que ela não vai ser utilizada no processo, mas enfim vamos lá a conta que ele fala no vídeo é simples um carro a água não vai entrar em posto de gasolina, logo o comercio do petróleo terá uma queda, resultando assim uma menor arrecadação de impostos principalmente para o Brasil e não é isso que os grandes empresário dessa área querem já eles que fazem o mundo rodar, pois todo meio de transporte utiliza combustível a base de petróleo, não precisa pensar muito ou ser expert no assunto.

Avatar
Wendel Silv 23 de dezembro de 2020

Boa,gostei do seu comentário.

Avatar
CATITO 20 de maio de 2020

O carro movido a água já é uma realidade na Alemanha, só que ele está em fase de análise porque ele foi fabricado como híbrido de água com eletricidade e quando está no modo “água” atinge apenas velocidade abaixo de 40 Km/h.
Por este motivo que o carro a água nunca foi produzido, agora com a possibilidade de um híbrido talvez ele venha a ser viável.

Avatar
Humberto Rios Callado 5 de setembro de 2020

manda ai o nome do fabricante pow!

Avatar
Wendel Silva 23 de dezembro de 2020

Ver só ,o hidrogênio é usado em foguetes, pós sua octanagem é maior qua a da gasolina e outros combustíveis,e porque neste lá da Alemanha ele só faz 40km/h ,estranho não….

Avatar
Ronaldo 13 de dezembro de 2019

Desculpa amigo jornalista, essa sua resposta foi a pior possível. A sua conta não tem lógica! Nem vou perder tempo de escrever, pois basta olhar os comentários dos leitores abaixo. O mundo é uma farsa! Uma mentira! Tudo que vc for pesquisar a fundo, vai ver que e um jogo de interesse o qual ocultam a verdade em tudo. O que importa é dinheiro e poder. O povo é visto apenas como gado de corte. Chupinhado das mais diversas maneiras. Mas o pior é ver jornalistas surfando a mentira do sistema. Ainda bem que temos a internet o qual nos auxilia na ampliação das nossas conciencias e não mais se conformando com uma justificativa cretina como foi dada pelo jornalista.

Avatar
Wendel Silva do Nascimento 23 de dezembro de 2020

Dale, Ronaldo…..
Viva a liberdade de expressão kkkkkk

Avatar
João 12 de dezembro de 2019

Vem cá, no caso de um carro elétrico ele tb precisa recarregar a energia com eletricidade de fora do seu sistema, o carro a água é um híbrido que é muito mais econômico e talvez precise recarregar a bateria de vez em quando, certo?
Sendo que a poluição que ele solta é água e oxigênio ao contrário dos híbridos que usam etanol ou combustíveis fósseis.

Avatar
E 1 de maio de 2019

Você pega 20kg de boro coloca em um cilindro com 50 litros de água , o boro quebra as partículas da água que libera o hidrogênio, o cilindro é ligado ao motor através de um rodagas de empilhadeira, o boro vira óxido de boro que é reciclável, aí você em uma autonomia de uns 700km.

Avatar
Wendel Silva do Nascimento 23 de dezembro de 2020

Boa ,boa.
Onde tem boro?

Avatar
Vinicius 26 de abril de 2019

E se o carro tiver uma bateria exclusiva para este sistema ?

Avatar
Carlos Alberto 23 de abril de 2019

Bom dia ! Caso fosse verdade,os que sobrevivem da ganância petrolífera já teriam comprado o projeto ou dadosubmisso no inventor.

Avatar
Wendel Silva do Nascimento 23 de dezembro de 2020

Sobre (dadosubmisso), da uma pesquisada que encontrarás vários assuntos relevantes …….

Avatar
Fabio 17 de abril de 2019

Que texto mais debilóide. Quando você pensa que o autor vai destrinchar o assunto, o texto acaba.

Avatar
Denis 24 de dezembro de 2018

Bom ir colocando as barbas de molho o caramba…já existe essa tecnologia e a razão porque não está nas ruas é muito clara: Petrobrás e governo juntos tentando ferrar o cidadão médio.

Avatar
CARLOS ALBERTO DO NASCIMENTO JUNIOR 5 de abril de 2019

se problema é bateria, é só modificar o sistema de bateria(mas a industria maldita do petróleo não quer isso é claro né)

Avatar
Válber Salles 21 de abril de 2019

Amiguinho …o problema é a energia necessária e não o tamanho da bateria…o ciclo é inviável pois consome mais energia do que fornece.

Avatar
Carlos 26 de maio de 2019

Eu acho q n querem usar por que imagina so de uns 4 milhoes de pessoas usando isso a agua do planeta acabaria mesmo consumindo pouca agua e alem disso iria falir varias empressas e destruir a terra

Avatar
Deixe um comentário