Possuir ou somente usar?

Você precisa usar de um carro no dia a dia, mas não quer arcar com os custos da manutenção do mesmo? Alugar um veículo pode ser uma opção

Por Boris Feldman 14/07/21 às 21h32
Alugar um carro pode ser uma boa alternativa se você não quer arcar com os custos fixos de se ter um veículo.
Alugar um carro pode ser uma boa alternativa se você não quer arcar com os custos fixos de se ter um veículo. (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)

Cada vez tem mais gente preferindo usar do que possuir um automóvel. Dentro dessa nova filosofia, surgiu a ideia do serviço de assinatura. Você aluga um carro por um fim de semana,  um mês, ou um, dois ou três anos.

Assinado o contrato, você paga um valor mensal, combustível, e nada mais! Nada de impostos, taxas, seguros, pneus, nem sequer a manutenção. Este sistema está evoluindo rapidamente no Brasil e já se pode assinar automóveis da Fiat, Jeep, Renault, Ford, Volkswagen, Mitsubishi e Audi.

VEJA TAMBÉM:

Cada fábrica coloca alguns dos modelos de sua linha para este sistema de assinatura. Porém, a gama é ampla. E você pode decidir desde um simples e barato Renault Kwid, até um sofisticado, Audi Q8

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
28 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Gadar 20 de julho de 2021

Manutenção e impostos, alguém vai ter que pagar, será que vai ser quem aluga ou quem está alugando?

Avatar
Marcio Rocha 20 de julho de 2021

Pessoal, boa tarde. Sempre fiz essa pergunta e sempre tive dúvidas do que vale ou não à pena. Comprar um carro à vista significa descapitalizar recurso próprio num bem que não se valoriza. Já alugar pagamos por algo que evita gastos adicionais, porém nunca será nosso. Acredito que vai muito da conta bancária, salário e gosto já que se somarmos a compra de um veículo zero, com IPVA, seguro, manutenção não é fácil. A dúvida persiste.

Avatar
Jo 16 de julho de 2021

O sistema de locação é interessante pra casos muito pontuais. Pra valer a pena pra mim, teria que custar 50% menos do que os anunciados pelas montadoras e locadoras.

Avatar
IVAN VASCONCELLOS 15 de julho de 2021

Se fosse vantagem pro consumidor ss montadoras e locadoras não estariam fazendo tanta propaganda e nem comprando tantas matérias… Lembrem-se, uma mentira repetida milhares de vezes acaba “virando” verdade.

Avatar
FELIPE 19 de julho de 2021

Se fosse vantagem para o consumidor, montadoras e locadoras nem entrariam neste ramo de negócios…

Avatar
Marcelo Augusto da Rocha 15 de julho de 2021

Ainda muito cara esse tipo de locação direto com as concessionárias, o sistema de locação com 100% de Cashback, com aporte de 50% antecipado da tabela Fipe por 15 meses é mais atrativo.

Avatar
GUSTAVO 20 de julho de 2021

Como funciona esse sistema de cashback? Você fez com qual locadora? Alguma recomendação?

Avatar
Mister Gasosa 15 de julho de 2021

No meu caso, que moro em São Paulo/SP, o mais em conta é andar de Uber ou Taxi quando necessário e usar ônibus e metrô. Mas tenho um Onix 1.4 ano 2019 comprado 0-km e agora está com 4.800 km apenas. Que me fizeram ter os seguintes gastos em 2020:
– depreciação;
– prestação;
– IPVA;
– Seguro contra roubo e acidentes;
– gasolina aditivada;
– troca de óleo de motor (2 trocas);
– troca fluído de freio.
Se colocar na ponta do lápis pra mim não compensa ter um carro.

Avatar
Jeremias 15 de julho de 2021

Com 4.800 km é 2 trocas de óleo mais troca de fluido de freio? Desculpa, mas alguém está te enrolando…

Avatar
Mister Gasosa 16 de julho de 2021

Negativo!
Sigo rigorosamente a recomendação do manual do proprietário. Meu uso é severo porque geralmente só uso uma vez por semana este carro, então a troca de óleo é por tempo (6 meses) e não pela quilometragem.
Já a troca do fluido de freio é a cada 2 anos, sob o risco de estragar o ABS se não fizer isso.
É por as pessoas não lerem manuais de proprietário que os carros dão problema, pois fazem a manutenção corretiva ao invés da preventiva. Prevenir é melhor do que remediar.
E outra coisa abasteço com gasolina aditivada de qualidade, muita gente abastece no posto mais barato e caba estragando com os sensores da injeção eletrônica e até fazendo borras de óleo no motor que podem até fundir o motor dependendo da gravidade.
Por isso resolvi comprar carro 0-km, pois usado é um tiro no escuro, pois não se sabe se o dono anterior era um relapso com a manutenção.

Avatar
Mister Gasosa 16 de julho de 2021

Corrigindo: A troca do fluido de freio fiz antes do tempo, comprei este carro em 12/2019 e troquei o fluido por precaução em 01/2021. A oficinal que sou cliente é especializada em freios e disse me que os carros atuais o manual recomenda a troca do fluido de freio em 1 vez por anos, então abracei a ideia, pois não sei quando este carro foi fabricado… derrepente ficou 3 meses encalhado no pátio.

Avatar
Fernando B 16 de julho de 2021

Esse Jeremias é um daqueles brasileiros que só troca óleo na kilometragem, mesmo que demore 3 anos para andar 10 mil km. E a troca do fluído de freio somente quando o carro já está batendo pinça no disco. Por isso é duro comprar carro usado no Brasil. Miister Gasosa, você está certinho. Óleo não se brinca, antes gastar 200 numa troca de óleo anual a pagar 7 mil numa retífica.

Avatar
Chaves 20 de julho de 2021

Concordo! Carro zero por muitas vezes é pagar dobrado!

Avatar
Mister Gasosa 16 de julho de 2021

Fernando,
Muito obrigado! Eu uma vez fui na ideia de um professor de Engenharia Mecânica para passar do prazo de troca de óleo, então em 2008 o meu ex-carro Gol 1990 1.8AP aos 190.000 km, que estava na família desde 1996 comprado com apenas 40.000 km, tive que trocar todas as bronzinas de mancal e de biela porque segundo o mecânico que trocou essas peças disse que meu óleo 20W-50 para o trânsito de São Paulo/SP é troca a cada 3.000 km e eu passei disso creio que cheguei aos 5.000 km sem trocar óleo.
Paguei com o meu erro, Lição dada, lição apreendida. E não fui atrás do professor cobrar o meu prejuízo…
A propósito o manual do meu carro recomendava a troca de óleo a cada 10.000 km, não especificando o tempo.

Avatar
Fernando B 16 de julho de 2021

Troca de óleo é uma das manutenções mais baratas que um carro pode ter. Pra quem roda pouco, é uma vez por ano, gastando algo entre 200 e 250 reais (dividido por 12, daria algo como R$ 16,66/mês a 20,83/mês) . Pra se ter uma base, um simples abastecimento com gasolina que ultrapasse 45 litros já dará mais que essa troca de óleo. É a economia porca manter óleo por mais de 12 meses. Minha média de troca é a cada 9 meses.

Avatar
Mister Gasosa 16 de julho de 2021

“FERNANDO B
16 de julho de 2021
Troca de óleo é uma das manutenções mais baratas que um carro pode ter. Pra quem roda pouco, é uma vez por ano, gastando algo entre 200 e 250 reais (dividido por 12, daria algo como R$ 16,66/mês a 20,83/mês) . Pra se ter uma base, um simples abastecimento com gasolina que ultrapasse 45 litros já dará mais que essa troca de óleo. É a economia porca manter óleo por mais de 12 meses. Minha média de troca é a cada 9 meses”.
O manual do meu carro diz que a seguinte situação que eu me enquadro é de uso severo e se deve trocar o óleo a cada 5000 km ou 6 meses, o que ocorrer primeiro:
“Quando o veículo permanece, com frequência, parado por mais de dois dias.

Avatar
Cleber Félix 17 de julho de 2021

Quer vender?

Avatar
Mister Gasosa 18 de julho de 2021

Muito obrigado, Cleber!
Não pretendo vender este carro agora, pois gostei muito dele. Acho que vou ficar com ele até uns 5 anos de uso.

Avatar
Francisco Henry 15 de julho de 2021

Parece materia paga, como um sujeito vai pagar um aluguel mensal de um carro muitas vezes maior que a prestação de carro. Conversa para boi dormir.

Avatar
Leonardo Sá 15 de julho de 2021

Eu concordo com as analises dos colegas, ele estão certos em dizer que esse sistema não vale a pena para quem aluga, mas é um baita negocio para as montadoras. Baita negocio mesmo. Por isso elas estão investindo tanto na publicidade que visa convencer pessoas comuns de que esta é a melhor solução. Mais uma vez usam o termo “imposto” como vilão, para iludir os desavisados que aceitam pagar próximo do que pagariam em um financiamento para alugar um carro. Assim como na venda, a margem de lucro das montadoras nos alugueis é exorbitante.

Avatar
Erick P de Souza 15 de julho de 2021

Assunto velho esse. E ainda não trouxe nenhuma novidade.

Avatar
Rodrigo Carvalho Viana 15 de julho de 2021

O Brasileiro ainda tem muito uma visão de posse e não leva em.consideração outros fatores.

Ao comprar um carro, além dos custos com impostos e manutenção, existe a desvalorização.

Para o rapaz aí que não vê vantagens, é interessante lembrar que, para comprar um carro, se você não colocá-lo a vista, ter a que financiar e, nesse caso, ainda existem os juros.

Levando tudo isso em consideração e usando o mesmo exemplo que ele deu, de R$ 1.700,00 por mês de aluguel, se você aplicar TODO o valor que você pagaria a vista no carro ou na entrada quanto o seu dinheiro terá rendido no mesmo período?

Lembre-se desse pequeno mas importante detalhe…

Avatar
Fernando B 15 de julho de 2021

Você continua enganado. E não é pouco não. Primeiro partimos do principio que um carro zero em 3 anos é basicamente troca de óleo, ainda mais com limite de quilometragem mensal. Saindo dessa linha, passamos para o valor gasto. Gastar 61.200 reais em três anos e ficar sem nada é uma decisão extremamente obtusa. Chega a ser patético ter que discutir algo como isso, mas vou tentar elucidar o nobre colega. Quem paga 1700 de mensalidade, paga de parcela tbm. Ao final do prazo, o carro é seu e, ao contrário do que você disse, carro usado está com preços acima de tabela. Então vamos supor que com o financiamento a pessoa tenha pago 71.200 mil reais no Argo (veja bem, estou dando 10 mil reais acima). No final dos 3 anos, ela tem o carro e pode vender por o carro por 52.500 (preço médio de TABELA). Vamos acrescentar que foi gasto 12 mil reais de IPVA nesse período. 52.500 – IPVA 12.000 = 40.500,00. Pelo menos a pessoa termina todo esse processo e sai com 40 mil reais, tendo tido um prejuizo de 31 mil reais. No outro caso, ela teve um prejuizo de 61.200. Deu pra entender?

Avatar
Rodrigo Carvalho Viana 15 de julho de 2021

Amigo, primeiramente, cada um deve analisar a sua real necessidade e, acima de qualquer coisa, ninguém está te obrigando a assinar ou comprar um carro, a escolha é sua.

Neste momento, de falta de carro 0KM, se fato, o usado está valorizando, mas isso, é o momento. Na prática e por histórico, qualquer carro 0KM desvaloriza conforme os anos passam, o custo de manutenção aumenta e ainda tem Seguro, IPVA, etc.

A questão aqui e: ao invés de dar entrada ou pagar a vista, invista esse capital, dependendo da aplicacao, voce tera um rendimento de, no minimo, 6% ao ano, podendo chegar a muito mais,.dependendo do tipo de aplicacao.

No final, descontando desvalorização do carro, manutencao, IPVA, o seu ganho real de capital seea muito maior se tiver sifo atraves da assinatura ao inves da compra.

De qualquer forma a variedade de opções é ótima para o consumidor que poderá escolher o que lhe for melhor.

Avatar
André Serafus 15 de julho de 2021

Parabéns pela visão em empreendedorismo. Grande maioria não enxerga o fator de aplicação do restante do dinheiro.
Prefiro fazer um contrato de leasing e aplicar o restante em ações , que o rendimento paga tranquilamente o leasing.

Avatar
Fernando B 15 de julho de 2021

Essa é a maior ideia de jerico que eu já vi em toda minha vida. Um aluguel de um Argo, por exemplo, sai 36 vezes de 1700 reais. Ou seja, em 3 anos vc terá pago 61.200,00 reais à FIAT e terá que devolver o veículo. Por mais que vc não precise pagar IPVA ou a manutenção, vc sai com mão abanando. Comprando o carro, mesmo arcando com IPVA, no final do prazo o carro é seu, vc pode vender e recuperar boa parte do dinheiro. Ou então ter o carro e não pagar mais absolutamente nada. Eu juro que não consigo ver como um bom negócio esses aluguéis.

Avatar
Ricardo 15 de julho de 2021

Concordo o aluguel de um carro é vantajoso apenas para o locador, pegando carona com essa idéia, basta estimar alocação de um imóvel.

Avatar
luiz carlos ferreira 20 de julho de 2021

Pois então, quando a esmola é grande, o santo desconfia. E é verdade, não acredito que se fosse vantajoso pro consumidor eles fariam um negócio desse, tudo mentira

Avatar
Deixe um comentário