Cuidado: o protetor de cárter pode ser um destruidor de motor!

Nem todos os modelos de automóveis têm instalado o protetor de cárter de fábrica. Porém, alguns podem instalá-los depois, já outros não

protetor carter shutterstock 1371483356
Por Boris Feldman
23 de abril de 2019 14:25

O protetor do cárter é uma chapa de aço que se coloca sob o motor para protegê-lo de eventuais obstáculos. Pedras, lombadas, tampas de bueiro viradas, ou outros podem atingi-lo na parte inferior (onde fica o cárter, o depósito do óleo lubrificante) e danificá-lo. Pode ficar restrito a um amassado, mas pode também rompê-lo e, neste caso, deixar o óleo vazar.

o protetor de cárter
(Fabiano Azevedo/AutoPapo)

Muitos automóveis já fundiram o motor porque o cárter se rompeu, o óleo vazou até a última gota, a luz de alerta (provavelmente) se acendeu mas o motorista, distraído, não percebeu. E era-se uma vez um motor…

O protetor do cárter pode vir instalado de fábrica mas, em geral, é vendido como acessório. Por ser barato, muitas concessionárias o ofertavam durante a negociação de venda do automóvel. Entretanto, novas tecnologias aplicadas ao motor e à estrutura do carro podem inviabilizar o protetor.

Possíveis problemas

A Volkswagen, por exemplo, passou recentemente a projetar a parte inferior do cárter bem mais resistente para resistir a impactos. A montadora não recomenda instalar o acessório. Se o seu automóvel não veio equipado de fábrica com o protetor de cárter, procure saber (pelo 0800 – SAC) se o modelo pode ou não recebê-lo.

Entretanto, há modelos em que não se deve instalar o protetor: as fábricas argumentam que ele poderia desviar a água da rua para o filtro de ar e acabar danificando o motor.

Outro problema seria o protetor prejudicar a refrigeração, desviar o fluxo de ar que ventila o motor. E finalmente, existem alguns projetos em que o motor, no momento de um acidente do automóvel com impacto frontal, deveria ir para baixo, em direção ao piso. Mas o protetor pode impedir e o motor acaba avançando para dentro da cabine de passageiros.

Veja também: Protetor de cárter pode ser instalado em carros sem esse acessório?

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Renato Texeira 28 de outubro de 2020

Nos dois últimos carros que eu tive não usei protetor de cárter metálico e mesmo ficando 4 anos com cada um deles não fez falta. Acredito que a proteção plástica ou os motores recuados que vem na maioria dos carros atualmente já dá proteção suficiente para quem roda só no asfalto. Acho que o protetor de cárter metálico só faz falta em veículos que rodam mais no campo e em locais não pavimentados, tanto que muitas caminhonetes e SUVs a diesel já vem com este item de fábrica.

Avatar
Pedro Geraldo Ruas 13 de outubro de 2020

O Caráter protetor do motor, de feltron e melhor que o de ferro.

Avatar
Deixe um comentário