Depois dos SUV’s, outra boa briga

O segmento de picapes é muito forte no Brasil. Aproveitando essa boa aceitação, nome de peso deve chegar ao mercado nacional em breve

Segmento de picapes é muito bem aceito no Brasil
Segmento de picapes é muito bem aceito no Brasil (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
31 de agosto de 2021 07:32

O mercado norte-americano sempre foi apaixonado por picapes e essa paixão está chegando em outros países, inclusive no Brasil, onde, por exemplo, a Fiat Strada está entre os veículos mais vendidos.

No segmento das picapes médias, já temos uma briga entre Renault Oroch e Fiat Toro, além de mais dois players em campo, pois a Ford vai importar a  Maverick, derivada do Bronco, e a GM já vai iniciar a produção de uma Nova Montana, um segmento acima da anterior.

Tem mais. Outra boa possibilidade a médio prazo é uma nova picape que a chinesa Chery está projetando a partir utilitário esportivo Tiggo 7.

VEJA TAMBÉM:

Se a gente bem conhece o grupo CAOA, responsável pela marca Chery no Brasil, não há dúvidas de que – lançado lá – ele imediatamente viria para o nosso mercado.

Ou, quem sabe, até antes…

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 31 de agosto de 2021

Por quanto? 200mil? #PrefiroUsados…

Avatar
Deixe um comentário