Economizador: o que funciona… é um perigo!

Economizador de combustível da vez até ajuda a diminuir o seu consumo do seu veículo. Porém, danifica peças que podem custar caro ao condutor, entenda

Novo economizador de combustível pode trazer um enorme prejuízo para o seu bolso
Novo economizador de combustível pode trazer um enorme prejuízo para o seu bolso (Foto: Dinamicar pneus | Reprodução)
Por Boris Feldman
03 de setembro de 2021 21:32

Já comentei várias vezes sobre esses economizadores de combustível que são ótimos… para quem os fabrica e vende. E só, pois nenhum deles cumpre o que promete.

São dezenas deles chamados “fuel saver”, “fuel max”, “Max OBD2”, “Max Pro”, “Economax” e outros tantos. Cada um engana o dono do carro a seu jeito…

Apareceu agora um charlatão ainda mais perigoso e refinado e sua “magia” é empobrecer a mistura ar-combustível injetando mais ar. E o perigo é que há efetivamente uma redução do consumo de combustível.

VEJA TAMBÉM:

Então, qual é o perigo?

Se o dispositivo altera a relação estequiométrica entre ar e combustível e empobrece a mistura injetada no motor, são dois os efeitos:

  1. O consumo de combustível efetivamente se reduz;
  2. A mistura “pobre” aumenta a temperatura de combustão que pode derreter as cabeças dos pistões, provocar superaquecimento, empenar o cabeçote e queimar sua junta.

Em resumo, uma redução de consumo que resulta num enorme prejuízo no bolso.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
NELSON MALAGOLI 10 de setembro de 2021

Muita gente compra um veiculo por emoção ou moda e não analisa a sua real necessidade. Tenho amigos que compram SUV para a esposa levar filhos na escola e supermercado. Como um veiculo pesado desses poderá ser mais econômico do que divulgado pela montadora e testado pelo Inmetro. Concordo com o Boris não existe milagre com essas gambiarras. Consumo diferente ao divulgado somente pelo modo de condução e ambiente em que o veículo circula. No meu caso possuo um HB20 Sense 2021 e o consumo divulgado pela Hyundai é de 9,00 km/l cidade e 10,00 Km/l estrada utilizando etanol. Moro em Osasco e circulo em horário de pico e não consigo fazer mais que 8,3 Km/l na cidade com etanol. Em viagens com 4 ocupantes e bagagens e mantendo o limite de velocidade das rodovias, fiz por diversas vezes média de 14,3 Km/l com etanol.

Avatar
Guto 9 de setembro de 2021

Eu li injetar ar?? É isso mesmo Bóris?? Carro aspirado injeta ar então? E o turbo, como injetar ar eletronicamente?? Kkkkk. Comédia!!

Avatar
AASG 9 de setembro de 2021

Agora falta o “guru” Bóris dizer como é que o aparelhinho “injeta” mais ar em um carro aspirado.. kkkkk.. Bóris, vai jogar dominó!

Avatar
Sergio 9 de setembro de 2021

Gostava muito dos comentários do Boris, mas me parece que de uns tempos para cá virou um pouco de marketing e deixando de lado muitas das realidades do mundo automotivo.

Avatar
Luiz Carlos Ksyvickis 9 de setembro de 2021

Não existe mágica…

Avatar
Polvo 4 de setembro de 2021

O melhor economizador que existe é o pé do motorista e manutenção em dia.

Avatar
Deixe um comentário