Estepe: jogue o “novinho” no lixo

Aquele estepe que está parado há muito tempo no seu porta-malas e nunca foi utilizado, pode não estar tão novinho assim. Entenda

Mesmo que nunca tenha sido utilizado, o estepe tem um prazo de validade
Mesmo que nunca tenha sido utilizado, o estepe tem um prazo de validade (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
11 de outubro de 2021 21:32

Pelas perguntas que chegam no AutoPapo, dá para perceber que a maioria dos motoristas não tem ideia de que pneu tem prazo de validade, assim como remédio.

Pneu mantém suas características durante uns cinco a seis anos e dá para continuar rodando, sem perigo, até 10 ou 11 anos. Daí para frente, o risco de estourar é grande, principalmente na estrada.

Então, são muitos os que dizem “o pneu sobressalente do meu carro de 2010 está novinho, nunca foi usado e eu vou colocá-lo para rodar”. Porém, lugar de um pneu com 11 anos de vida é no lixo, mesmo que não tenha nunca sido utilizado.

VEJA TAMBÉM:

Vai aqui então uma dica: toda vez que se fizer o rodízio dos pneus, é interessante incluir o estepe porque ele também vai sendo utilizado e não fica ocioso no porta-malas, até ser jogado “novinho” um dia no lixo.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Marcos Rosado 17 de outubro de 2021

Outro produto que pagamos caro é o combustível, temos a matéria prima em abundância, sabemos como extrair com a melhor tecnologia e produzir o melhor combustível do mundo…

Avatar
Marcos Rosado 17 de outubro de 2021

Minha opinião é que os carros eram para vir com os cinco pneus iguais, nós consumidores somos roubados o tempo todo… pagamos caro nós nossos carros… Um veículos totalmente diferentes quando vão para importação…. vai o melhor e ficava bucha para nós consumidores brasileiros…

Avatar
Sérgio Ricardo Carvalho Amaral 14 de outubro de 2021

Realmente, os fabricantes asseguram 5 anos a partir da data de fabricação, mas como normalmente (na maioria de) os carros ele fica abrigado das intempéries, esse período pode ser prolongado até uns 10 anos sem o risco de acidentes. Vale ressaltar a importância de inspecionar quanto a ressecamento, rachaduras etc, antes do uso.

Avatar
Joao 13 de outubro de 2021

O problema é esses novos modelos de automóveis que tem o estepe temporário. Aí nao dá pra botar no jogo com outros pneus. Cabe a nós sofrer.

Avatar
Luiz Carlos 13 de outubro de 2021

Tem gente confundindo prazo de garantia com prazo de validade. 5 anos é o tempo em que o fabricante é obrigado a substituir o pneu caso ele apresente defeito de fabricação. Não é o tempo depois do qual ele tem de ser descartado. Alguém descarta a geladeira ou o micro ondas depois que cessa a garantia? Eu mantenho meus pneus em uso enquanto ele apresenta a profundidade mínima dos sulcos e a integridade física dos flancos. Quem evita que um pneu estoure são suas lonas, que atualmente são feitas de fibras sintéticas. Justamente aquele tipo de material que está acabando com o meio ambiente, pois levam séculos para sedegradarem. A borracha não tem essa função no pneu. As bandas de rodagem têm, além dessas lonas,outra de aço. Claro que é recomendável usar o estepe, fazendo rodízio, por economia, já que assim você rodará mais quilômetros com um jogo de 5 pneus do que com 4 somente.

Avatar
Rodolfo 12 de outubro de 2021

Boris,
Meu Onix 1.4-L ano 2019 não permite fazer o rodízio com o estepe, pois ele é aquela roda e pneu fininho que não pode passar de 80 km/k.

Avatar
Deixe um comentário