Freio motor pode prejudicar?

Ao descer ladeiras, alguns motoristas acreditam que o melhor é deixar o carro na banguela, e se esquecem da importância do freio motor

mao trocando marcha freio motor
Utilizar o freio motor evita o fenômeno do "fading", que pode deixar o carro sem freio (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
27 de outubro de 2021 21:32

Usar o freio motor nas descidas pode trazer algum problema? Pelo contrário. Aliás, é difícil entender porque tão poucos motoristas se utilizam desse recurso.

Está descendo uma ladeira? Então tira da quinta marcha e joga para a quarta ou terceira. Está de terceira? Joga para segunda! E se o carro tiver câmbio automático? A mesma coisa: passar a alavanca de ‘Drive’ para “4”, ou “3” ou “2”.

O único cuidado a se tomar, no caso do câmbio manual, é evitar reduzir para uma marcha que eleve demais as rotações do motor. O que pode realmente danificá-lo.

Mas, nos câmbios automáticos de carros mais modernos isso é impossível, porque a marcha simplesmente não engata: o sistema eletrônico não permite.

VEJA TAMBÉM:

Exceto esse cuidado, deve-se sempre engatar uma marcha mais forte na descida para que o motor ajude a reduzir a velocidade (isso é o freio-motor…) poupando o sistema de freios e também para evitar o perigoso fenômeno do “fading”, um superaquecimento dos componentes que pode até deixar o carro sem freio.

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
7 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
ailton jacinto silverio junior 28 de outubro de 2021

Isso também economiza muito combustível

Avatar
Gleydson Israel 27 de outubro de 2021

Muito boa a dica, parabéns pelos vídeos, sempre muito bem explicado. Com relação a esse me ficou uma dúvida. Qual seria uma rotação aceitável para usar o freio motor? Posso considerar perigo para o motor a faixa vermelha do conta giro ou essa faixa vermelha deve ser observada apenas para a aceleração e no caso do freio motor seria uma outra rotação? Sempre uso o freio motor mas confesso que realmente tenho medo da alta rotação e por isso sempre mantenho os giros em torno dos 3000 rpm.

Avatar
Rodolfo 28 de outubro de 2021

Se o seu motor atingir a faixa vermelha numa redução de marcha existe o risco de atropelamento de válvulas, então o motor terá que ir para a retífica. Assim por segurança nunca deixe o freio motor atingir a faixa vermelha… para isso use o freio diminuindo a velocidade. O Bob Sharp do site “Autoentusiastas” já fez um artigo sobre atropelamento de válvulas, vale a pena você ver.
O meu carro (Onix 1.4-L) corta o giro aos 6.300 rpm, mas no freio motor a injeção eletrônica não consegue impedir que a rotação do motor continue a subir, por isso se deve acionar o freio nessa hora se não puder engrenar uma marcha acima (longa).
Ocorreu comigo este final de semana quando descia a serra o limite regulamentado era de 60 km/h e eu estava em 3a marcha e o carro começou a embalar e atingiu os 4000 rpm o que dá uns 80 km/h, então acionei os freios até 60 km/h e depois voltei a usar somente o freio motor naquele trecho crítico.

Avatar
Maurício 29 de outubro de 2021

A marcha ideal para o freio motor é a mesma que vc usaria pra subir o trecho.

Avatar
William 29 de outubro de 2021

Geralmente veículos mais novos, existe um limite de giro, determinado por cada montadora. Sendo assim o veículo não ultrapassa determinada rotação pré estabelecida para não acontecer danos ao motor.

Avatar
Samarone 27 de outubro de 2021

Quando aprendi a dirigir, muitas décadas atrás, me foi ensinado que se usa para descer a mesma marcha que se usa para subir, não da pra usar isso ao pé da letra mas faz muito sentido.

Avatar
Rodolfo 28 de outubro de 2021

Eu também apreendi isso e aplico essa regra até hoje! Ela sempre dá certo pra mim em descidas de Serra.

Avatar
Deixe um comentário