Conhece o famoso “Dedo de Ouro”?

No posto, o 'Dedo de Ouro' do frentista pode te enganar no momento em que ele confere o nível do óleo do motor do seu carro; entenda

Por Boris Feldman 07/01/21 às 07h30
frentista posto verificar nivel do oleo dedo de ouro vareta motor carro
'Dedo de Ouro' do frentista pode manipular o nível do óleo na vareta (Foto: Shutterstock)

Dono do carro o leva à oficina para manutenção periódica: troca do óleo, filtros, correias, revisão de outros itens. Poucas horas ou dias depois ele para no posto para abastecer. O frentista, todo solícito, se oferece para verificar os níveis dos fluídos. E volta para informar: “Doutor, o nível do óleo no cárter está baixo, é preciso completar”.

O “doutor” se assusta, pois o óleo foi substituído na oficina algumas horas ou dias antes. E o que explica é que, a menos de alguma improvável coincidência, o frentista operava o chamado ‘Dedo de Ouro’.

O que vem a ser isso?

Ao colocar a vareta de medição de volta para verificar o nível, seu “dedinho” impede que ela vá até o fundo. E assim, é claro que o nível do óleo na vareta será inferior ao real. E vai faturar desonestamente. É assim que funciona o famoso ‘Dedo de Ouro’!

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Hgodoy 9 de janeiro de 2021

Desonestidade pode haver tanto no posto concessionária ou oficina o correto seria aprender uma noção mínima para evitar aborrecimentos oleo líquido do arrefecimento se verifica com motor frio antes da partida.

Avatar
Fernando B 7 de janeiro de 2021

Insisto sempre: posto de combustível é para COMBUSTÍVEL. Só abro o capô do meu carro em posto de combustível para completar o tanquinho de partida a frio

Avatar
Joao DI Renna 7 de janeiro de 2021

Infelizmente, a desonestidade está presente em tudo. O ideal seria que o motorista tivesse o mínimo de noções sobre manutenção do veículo. E que não existisse tanta gente inescrupulosa.

Avatar
Leandro 7 de janeiro de 2021

Tem que ser doido pra:
1) Completar óleo (Exceto antes de alguma viagem);
2) Fazer esse serviço em posto ao invés de oficina de confiança em manutenções preventivas periódicas;

Avatar
Deixe um comentário