Motoristas confusos: híbrido ou elétrico?

É muito importante analisar as necessidades e condições na hora de escolher entre um automóvel elétrico ou híbrido

carro hibrido e eletrico bomba gasolina x carregador eletrico carros desfocados ao fundo
Possuir um elétrico ou um híbrido pode depender se onde você mora. (Montagem: AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
16 de junho de 2022 07:32

A dúvida hoje é: “compro um carro puramente elétrico, ou um híbrido (combustão e elétrico)? A resposta é: depende!

Em primeiro lugar, importante lembrar que o elétrico, por causa do (ainda) elevado preço das baterias, custa mais que o híbrido, apesar de ter dois motores.

VEJA TAMBÉM:

Outra questão é a geográfica: se você mora na região sul ou sudeste, é menos complicado ter o puramente elétrico, pelo volume cada vez maior de eletropostos nas estradas e cidades.

Mas, se você mora numa região pouco privilegiada com eletropostos,  poderá ter o elétrico caso seja o segundo ou terceiro da família. Porque para uma viagem longa, ou você vai com o carro a combustão, ou com o híbrido, para evitar a “pane seca”….

Essa situação vai mudar? Vai, mas não a curto prazo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Heribaldo Correa moreira 19 de junho de 2022

Eu não compraria nenhum deles, isto e só ideias metabólicas dos grandes capitalistas. Na década de 80, quando veio a ideia dos carros a álcool, era justamente devido a questão dos poliéster mentira, encherão o mercado de carros e peço do combustível alimentou, aí veio o GNV a mesma coisa, aí agora vem com os eletrodomésticos, os híbridos e combustão. Tudo uma tremenda mentira e só as versões pra poder se ter grande número de consumidores. att…..

Avatar
Geraldo 19 de junho de 2022

Elétrico é ilusão para a maioria…3 ou 4 carros na garagem não é real em 99,9% dos brasileiros. Nao tem energia para isto em nenhum lugar do mundo e nem vai ter. O futuro dirá. O carro eletrico comi é hoje no conjunto de sua produção e mais poluente.

Avatar
Marco Aurélio Lopes Moralles 16 de junho de 2022

O ideal é o híbrido plug-in, você carrega na tomada de casa e faz os trajetos mais curtos dentro da cidade, quando for viajar tem o motor à combustão ali pra utilizar.

Avatar
Alexandre 16 de junho de 2022

Eu não compraria um elétrico nem se tivesse dinheiro para tal devido às atuais limitações por autonomia, tempo e postos de recarga e mais os preços absurdos.
Outro ponto é que não há energia elétrica sobrando e os preços logo subirão com o aumento da frota, tal como o álcool e GNV um dia foram muito vantajosos e depois praticamente equalizaram com a gasolina. Por isso eu teria um híbrido não um puramente elétrico.

Avatar
Deixe um comentário