Lavar o carro é bom, mas, se envolver o motor, pode gerar grande prejuízo

Lavar o carro é bom e pode até ser divertido. Mas se você costuma levantar o capô para jogar água no motor, poderá ter dores de cabeça

Por Boris Feldman07/04/20 às 06h15

Um dos esportes prediletos do brasileiro é lavar, ele mesmo, seu carro no sábado de manhã. Camiseta, bermuda, sandália, xampu, mangueira na mão e copo de cerveja ao alcance é o que lhe basta para deixar sua máquina limpinha e brilhando de novo.

Problema nenhum, exceto os que resolvem levantar o capô e mirar o jato d’água para lavar o motor, a fim de deixá-lo bem limpinho. E, daí alguns dias ter o carro rebocado, porque parte do jato d’água atingiu componentes eletrônicos, inclusive a central eletrônica.

E basta algumas gotinhas chegarem ao seu interior para nocauteá-la por oxidação. Jamais jogue água no seu motor, e se você quiser vê-lo limpo, use um paninho úmido ou algum xampu neutro, que não ataque os componentes eletrônicos.

Homem lavando o carro, menos o motor
Ao lavar seu carro, em hipótese alguma abra o capô para jogar água no motor (foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário