Mais um Nissan cai do telhado no Brasil

Modelos saem de linha, mais cedo ou mais tarde, por diferentes razões. O exemplar da vez é o Nissan Versa V-Drive. Entenda o motivo

novo nissan versa v drive 2020 seda sedan
Nissan Versa V-Drive teve sua o fim de sua produção anunciada (Foto: Divulgação | Nissan)
Por Boris Feldman
16 de setembro de 2021 21:32

A Nissan produzia aqui um hatch compacto, o March, descontinuado no ano passado. Em 2011 decidiu importar o sedã compacto Versa. Quatro anos depois, em 2015, passou produzi-lo no Brasil.

Mas no ano passado foi lançada uma nova geração do Versa que a Nissan decidiu importar do México. Bom competidor no nosso mercado pois não há tributação alfandegária.

Porém, manteve a produção da antiga geração do Versa, rebatizada de V-Drive. É essa que acaba de cair do telhado, pois os japoneses pretendem manter apenas a nova geração.

VEJA TAMBÉM:

O novo sedã então permanece no nosso mercado. E o hatch (March), vai voltar ou não? Vai, porém não será nem March e nem hatch. Em seu lugar, está nos planos da Nissan para o Brasil um SUV compacto, o Magnite (tinha que ser um SUV, não?).

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
21 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
NILTON 19 de setembro de 2021

Pois é tenho um versa não m arrependo d ter comprado 1.6 não perde.nada pros carrões. Como se diz uns aqui.

Avatar
JOÃO MARLEY Rodrigues 19 de setembro de 2021

O pessoal das concessionárias enchem a gente de esperança , acreditamos na tradição da Nissan e confiabilidade, agora um dia depois de adquirir um V Drive retiram de linha? Me sinto enganado. Traído. Confesso que não esperava isso deles. Chateado e triste.

Avatar
Marcos Vinicius de Souza Soares 18 de setembro de 2021

O Nissan Versa 1.6 ainda vai , agora o versa 1.0 foi uma porcaria que empurraram encima dos brasileiros , igualmente as outras montadoras fazendo esse motor 1.0 três cilindros , fujam desse motor , é igual a carrinho do Paraguai, mecheu cai a rodinha..

Avatar
Jerferson 19 de setembro de 2021

Rapaz eu aluguel um 1.0 sedam rodei como motorista de aplicativo por um ano achei o carro incrivel

Avatar
Abner 19 de setembro de 2021

Tenho um Versa 2017, 1.0 3 cilindros. Não concordo com a opinião de que é uma porcaria. Meu carro com 90 mil só faço revisão, nunca quebrou.Espaçoso, confortável, econômico e não é fraquinho como os 1.0 que conhecemos. Só lamento ter saído de linha. Acho que deveria ter sido reestilizado e mantido como uma opção mais barata. Mas é excelente.

Avatar
Marcos Vinicius de Souza Soares 20 de setembro de 2021

Se for para uso particular até acredito que dure mas um pouco, mas for para trabalhar com aplicativo e com GNV o cabeçote não passa dos 40 mil km

Avatar
Claudio 17 de setembro de 2021

Pois é… essa piadinha com SUV no final. Melhor coloca-la no final das matérias dos Chery que tem comprado as mídias especializadas pra vender carrinho chinês dizendo que bate carrão de grandes marcas. Esse é o único jeito de se ter um “projeto” de automóvel “brasileiro” mesmo… O famoso: quem assiste, compra(!)

Avatar
gerson 17 de setembro de 2021

Pois é!
Como Fiat que tira a melhor “Idea” em veículo familiar e econômica, excepcional!
Quem teve aguardava aprimoramento, mas mantendo a espécie de SUV muito compacta.
Agora adquiri Nissan Versa SL com tudo, excelente espaço e bagagem, desempenho e economia relativa.
Mas ok!
Carro mais do que sempre, é pra utilizar e desfrutar.
Nisso a gente Ganha!

Avatar
Diego 17 de setembro de 2021

Tive um. Feio, concordo, mas excelente carro. Econômico, manutencao zero. Mas essas atitudes da marca deixam o consumidOr com dúvidaS em sua continuidade no mercado brasileiro. Não entendo. Investem milhões numa fábrica, mas não buscam crescer no mercado. Acho que falta gerência com uma visão mais local do Brasil. Belo exemplo Ford. É muito importante ter participacão no mercado, ser vista. Belissímo exemplo disso: Stelantis e suas marcas. Esperem Peugeot e Citroen, terão uma presença mais marcante no mercado, sem contar o sucesso de décadas já com Fiat e agora com Jeep.

Avatar
Rodrigo 17 de setembro de 2021

Carro feio do CARALH@, ja foi é tarde, alias nunca deveria ter vindo !!!!

Avatar
ANTONIO JOSE DE NOVAES VIEIRA 18 de setembro de 2021

Concordo. É realmente horroroso. digo que há piores, assustadores como o novo Creta. Tenho tido pesadelos desde que o vi.

Avatar
Mauricio Silva 17 de setembro de 2021

O que estamos vendo é o início da debandada de algumas montadoras e tb fabricas de outros segmentos desistindo do Brasil onde a tributação é injusta e acaba impedindo novos investimentos. Perspectiva nada boa.

Avatar
Valdir B Filho 17 de setembro de 2021

É q antes de 2014 não havia impostos altos, ou tinha?
Agora observe que todos os docentes federais, escolas e universidades, tiveram seu último reajuste assinado por Dilma. Ai passou o Temer, nada deu, o Bolsonaro ainda arrancou parte dos proventos, principalmente dos aposentados através de sua desforma da previdência. Será que esta classe consegue comprar carro como antigamente?
As dezenas de milhares dos demitidos das fábricas de fertilizantes no Brasil, que fecharam as portas depois que o Temer e Bolsonaro venderem os gasodutos da Petrobrás, obrigando a empresa a pagar aluguel pelo que já era dela, e assim colocar no preço do gás natural, a matéria prima, usada na casa de milhões de m³ diários nesta fábricas. Preço subiu, então fecha-se as fábricas. Então será que estas dezenas de milhares de demitidos entre engenheiros químicos, soldadores, mecânicos, administradores, e que agora vendem agua nos sinaleiros tem condições de comprar carro novo?
Os milhares que foram demitidos da CEF em seus PDVs, os milhares que foram demitidos do BBrasil, terão condições de comprar carro novo.
Os milhares de pequenos empresários de lanchonetes, restaurantes, pequenos supermercados, que vêem a população cada vez mais sem dinheiro, que vêem o movimento, os clientes sumirem, tem condições de fazer dívidas na compra de um carro novo?
Então, no seu modo de ver, é a tributação. Sei, então vamos suspender todos os tributos, e pergunto quem pagará os policiais civis e militares, quem pagará as enfermeiras, os médicos, os bombeiros, os professores?
Agora, é claro, nós os pobres pagamos impostos. É revoltante. Agora te pergunto, e um banqueiro que ganhe 30 milhões por dia de dividendos, quanto ele paga de imposto?
O banqueiro não paga absolutamente nada, desde nov/1995 seus ganhos são RENDIMENTOS ISENTOS NÃO TRIBUTÁVEIS.
Então para que vc não pague imposto, basta que vc monte um banco. e tenha condições de financiar a campanha de uns 200 deputados e senadores, pois grande parte do ganho dos banqueiros é em cima dos recursos públicos. Assim, se vc tiver dinheiro em caixa, vc não precisa correr o risco para financiar a produção, basta vc informar ao BC, que vc tem centenas de bilhões parado dentro de seus caixas que o governo vai remunerar com recursos públicos esse dinheiro privado parado na república do mamatão dos banqueiros.

Avatar
Leonardo Costantini 17 de setembro de 2021

Perfeito seu comentário. Um único senão: vai reforma, vem reforma e a tal estabilidade dos funcionários públicos continua intocável. Some-se os tais funcionários comissionados (gado dos políticos) que consomem muito dinheiro e os cargos para os tais, estão sempre disponíveis.

Avatar
Mauricio Silva 17 de setembro de 2021

Acho que você não entendeu meu comentário. O que estou querendo dizer é que nossa carga tributaria é justamente isso , injusta , pagamos impostos em cascata e se não houver uma reforma ampla continuaremos a enriquecer uma minoria e o povo sempre tomando na cabeça com o agravo do desemprego e nossos parques indústrias se desfazendo e os empregos evaporando.

Avatar
Luis carlos jacomaci 18 de setembro de 2021

Minha opiniao e essa nenhum carro presta porque todas as pessoas mete o pau o segredo todo sabe e so faser as revisoes possui um gol 4 geracao basico fasia de 14 a15 km com litro na cidade motor 1.0 nunca fique na mao carro bom ano 2010

Avatar
Ozéias Ramos de Oliveira 19 de setembro de 2021

Gol? Desculpe a conversa e sobre carros…carroças.. não

Avatar
Eduardo Teixeira Kull 16 de setembro de 2021

O fato é que A NISSAN DECIDIU não fazer aqui os novos March e Versa. Dizer que os segmentos não vão bem, não cola, Ônix e HB20 que o digam. Agora, a empresa tem ainda mais capacidade ociosa, com apenas UM MODELO feito no Brasil. Ficou numa situação parecida com a Ford e até com a Citroen. Desse jeito, seu futuro como fabricante nacional parece sombrio e algo melancólico, como aconteceu com a Ford. Contribui para isso o fim dos modelos citados sem um único sinal consistente da vinda do tal Magnite ao nosso mercado. Reclamam do mercado, mas escolhem encolher, perder participação de mercado e depois, lá no futuro, renascer? DIFÍCIL…

Avatar
Eduardo Pimentel de Souza 16 de setembro de 2021

Verdade…mancada da Nissan não vender o New March, justo agora que o segmento de compactos premium está bombando e com a chegada do New City e City sedan, vai esquentar ainda mais esse segmento. A Ford tb está marcando bobeira, pois poderia muito bem importar o Fiesta europeu e lançar um Fiesta sedan de nova geração aqui, ainda teremos outro sedan dessa categoria, pela Citroen, além de Clio e Taliant que estão para chegar (pq não usar a plataforma desse futuro Clio para montar o New March? Iria baratear o custo de produção de ambos, bastando só mudar um pouco o foco de cada modelo).

Avatar
Thiago Flesch 17 de setembro de 2021

Ainda mais tendo lá fora o Micra (hatch do new versa) que cairia como uma luva, atropelando Onix, Polo e qq outro da categoria hatch…

Avatar
MARGARETH CINTRA DA SILVA 17 de setembro de 2021

Verdade não sei porque eles não lançam o Micra aqui no Brasil estive em Portugal e lá tem bastante.O carro é lindo tenho certeza que faria bastante sucesso aqui no Brasil.

Avatar
Deixe um comentário