Mais um no telhado

Mais um veículo tem a sua produção com os dias contados. A produção do Volkswagen Fox vem decrescendo há anos e não deve durar até 2022

Produção do Volkswagen Fox dificilmente chegará até 2022
Produção do Volkswagen Fox dificilmente chegará até 2022 (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
23 de agosto de 2021 21:32

A Volkswagen está desativando aos poucos a linha Fox, até por ser produzida sobre uma plataforma antiga que nem terá sucessor.

Curiosamente, a falta mundial de semicondutores levou a fábrica a implantar uma solução meio arrevesada para o Fox. Ele tem agora no painel uma tampa de plástico no lugar da tela de multimídia. Nas duas versões: Connect, de entrada, e Extreme.

A propósito, observou o jornalista Pedro Cerqueira do jornal Estado de Minas, “a versão Connect, sem a conectividade do multimídia, deveria passar a se chamar Unconect”…

Para compensar a retirada deste equipamento, a Volkswagen reduziu o preço dos dois modelos em R$ 1.560.

VEJA TAMBÉM:

Na verdade, a empresa nem está muito preocupada com o Fox, pois ele provavelmente nem emplaca 2022. Muitos apostam que sequer dura até dezembro deste ano, de modo que ele já está no alto do telhado. Com sua produção decrescente há dois anos, já está prestes a despencar lá de cima…

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sidney Verdandi 24 de agosto de 2021

Caro Boris, gostaria que você abordasse um assunto que a “mídia” automotiva, tanto impressa quanto virtual, simplesmente não “comenta”; seria a recomendação da VW para que os seus motores 1.0 TSI não sofram alterações nas medidas originais, tanto de virabrequim, pistões, bielas, etc. Isso significa que a fabricante até a presente data não disponibilizou uma solução “técnica” de engenharia, para que tais motores sofram retífica, sendo necessária a substituição por um novo.
Pesquisando, encontrei uma postagem da VW em inglês, citando esse assunto (pistões, bielas, virabrequim e volante do motor), e fazendo menção às normas de emissões, etc.
Apenas o canal O mecânico, é que fez menção a um assunto de extrema importância para os consumidores da marca. Até que a VW mostre a solução, tais motores são descartáveis; nunca vi nada parecido em nosso mercado automotivo. E os fanboys ainda se atrevem a descerem a lenha no Fiat Marea, que andam nadando de braçadas com seus motores retificados em campeonatos de arrancada.

Avatar
Omega 24 de agosto de 2021

“O único com regulagem de altura do banco”.
Até seria cômico, se não fosse triste.

Avatar
Frederico 24 de agosto de 2021

E uma pena! Tenho um modelo itrend 1.6 e realmente não quebra fácil manutenção boa de fazer e manter, acho que o único que tem regulagem de altura do banco do motorista tbm!

Avatar
Andre Rocha 24 de agosto de 2021

Deveria pesquisar mais o mercado, meu caro. Apesar de já ter saído de fabricação, os últimos Ka de pelo menos 2015 pra cá todos têm. Os outros de entrada (Onix, Argo etc) alguns modelos tem. Os demais com preços mais elevados praticamente todos têm também

Avatar
Fernando B 25 de agosto de 2021

Tenho Um Fiesta Rocam 1.6 13/14 que já dispunha desse ajuste de altura

Avatar
Deixe um comentário