Nossa outra alternativa energética, além da bateria

A célula a combustível - Fuel Cell - pode gerar eletricidade através do hidrogênio presente e um combustível muito comum no Brasil: o etanol

Eletricidade é gerada a partir do hidrogênio presente no etanol
Eletricidade é gerada a partir do hidrogênio presente no etanol (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
17 de agosto de 2021 21:32

O mundo discute as alternativas ao combustível fóssil, responsável pela emissão de gases do efeito estufa. A tendência mundial é migrar para o carro elétrico. Porém, existe uma segunda opção no Brasil, baseada no nosso combustível, o etanol.

São duas as maneiras de utilizá-lo em substituição à gasolina e ao diesel.

A primeira é o carro híbrido flex, que tem um motor elétrico e outro à combustão que funciona com gasolina ou etanol. No Brasil já se fabrica um modelo com essa propulsão, o Toyota Corolla.

VEJA TAMBÉM:

Outra receita é a do carro com célula a combustível (Fuel Cell), ou seja, que roda eletricamente mas tendo a energia produzida no próprio automóvel. Como? Por essa célula alimentada por hidrogênio, que pode ser extraído do etanol disponível em qualquer posto do Brasil.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
8 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
GIOVANI MASCARENHAS SAMPAIO 18 de agosto de 2021

O que é melhor um carro com bateria+motor elétrico ou outro com célula de combustível+bateria+motor elétrico?

Avatar
Marcello 18 de agosto de 2021

Só é preciso ter um pouco de cuidado com soluções como esta. Nos anos 80, tivemos o boom do álcool como combustível, e vários carros movidos exclusivamente a álcool foram vendidos. E, no anos que se seguiram, viraram micos nas mãos de seus infelizes proprietários, pois os preços do álcool subiram, seja por ganância dos produtores, que de repente tinham a faca e o queijo na mão, seja por fatores como entressafra e quebras na produção da cana de açúcar.

Avatar
IVAN VASCONCELLOS 18 de agosto de 2021

No meu ponto de vista essa é a melhor solução para redução da poluição, não posso dizer o mesmo sobre a redução dos custos para os motoristas, afinal ainda não temos prática alguma sobre esse sistema.
Mas, considerando que os postos de abastecimento poderiam ter os equipamentos necessários para a produção do hidrogênio, a partir do etanol, e como já temos infraestrutura e know how na produção e distribuição deste, acredito que seria a alternativa mais adequada no Brasil.
O que se deve fazer ainda é pesquisar, e procurar reduzir, as emissões de poluentes na produção agrícola do álcool.

Avatar
Fernando 18 de agosto de 2021

Em um curto espaço de tempo o valor do etanol será inviável!

Avatar
MAICKEL CARLOS DE OLIVEIRA 19 de agosto de 2021

Já está inviável! Praticamente o mesmo valor da (gasolina 70% – 30% de etanol) 😒

Avatar
Nanael Soubaim 18 de agosto de 2021

Imaginem se a tecnologia híbrida já pudesse ter sido aplicada na época da grande crise do petróleo!

Avatar
ailton jacinto silverio junior 18 de agosto de 2021

Tudo ótimo, mas já combinaram com os políticos?

Avatar
Jefferson 17 de agosto de 2021

A eletrificação através da hibridos flex ( da TOYOTA e VW ) e, posteriormente, com a SOFC ( da NISSAN ) á ETANOL são excelentes opções para o BRASIL !
PS: SOFC = Solid Oxide Fuel Cell

Avatar
Deixe um comentário