PSA confirma ‘irmão’ do Peugeot 208 no Brasil: o novo Citroën C3

Com quase duas décadas de presença no mercado brasileiro, o Citroën C3 vai ter a mesma plataforma do novo Peugeot 208, entenda:

Por Boris Feldman 01/07/20 às 07h30
plataforma modular cmp grupo psa
Plataforma modular CMP do Grupo PSA Peugeot-Citroën (Foto: PSA | Divulgação)

Olhe com atenção para o telhado: está vendo um carro subindo ali? É o Citroën C3, um glorioso francês que está há quase 20 anos no mercado e merece mesmo um sucessor.

E a PSA, que detém as marcas Citroën-Peugeot, já decidiu que o novo C3 vai ter a mesma plataforma CMP do Peugeot 208 – que está chegando brevemente ao nosso mercado e já foi eleito Carro do Ano na Europa; serão ambos importados na Argentina, onde o 208 já é produzido.

Assim como o seu ‘irmão’ da Peugeot, o Citroën C3 terá também o motor 1.6, 16 válvulas, 122 cavalos e câmbio automático de seis marchas. Mas poderão vir também os motores 1.2 aspirado e turbo. O projeto do hatch C3 prevê outras duas carrocerias: SUV e sedã.

Plataforma modular CMP do Grupo PSA Peugeot-Citroën C3
Nova plataforma modular CMP poderá complementar novo C3 (Foto PSA | Divulgação)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Faverovisk 17 de setembro de 2020

Você não vê nenhum carro francês nos EUA, porque estes carros franceses são fracos e com manutenção custosa.
Os americanos são muito exigentes para automóveis e agora vão querer enfiar goela abaixo estes carros bonitos porém fraquinhos e custosos aqui no Brasil através destas fusões.
Acho que esta fusão FCA + PSA vai ajudar muito os franceses e prejudicar parte aos italianos, que constroem carros muito melhores em conjunto com os americanos…

Avatar
Carlos 30 de julho de 2020

Espero que como o projeto do novo C3 está sendo desenvolvido na Índia para os mercados emergentes , não seja tão frágil como o Kwid que teve que ser todo adaptado, já que lá os veículos são “bateu, morreu”, que os freios sejam melhores, pois possuo a versão 1.2 e os discos de freio não são ventilados…só a versão 1.6 tem! Isso é ridículo em um veículo de quase $ 60.000,00..até o Mobi básico tem! O ar condicionado também pode melhorar pois no calor parece um ventilador , não esfria! E tirem o escorpião do bolso e invistam em marketing PSA! , principalmente TV..a primeira versão teve boa aceitação por isso. Tirando esses percalços, tenho um C3 2017 e amo o carro: confortável, ágil e econômico.

Avatar
Marcelo 2 de julho de 2020

Esperemos que a nova chegada, venha com a dinâmica das estradas e ruas urbanas desse lado do mundo pois os primeiros não foram considerados os buracos e má conservação do nosso sofrido tapete asfáltico, sendo considerado com suspensão de vidro por não aguentar o tranco dessas bandas. Digo com conhecimento de causa pois possuo um C3 09/10 e não gosto da dinâmica de sua suspensão que em tudo faz bastante barulho.

Avatar
Deixe um comentário