Pastilhas traseiras: olha a pi-ca-re-ta-gem!

A manutenção do freio é essencial para o bom funcionamento do veículo e muitos picaretas tentam tirar proveito dessa situação. Fique ligado!

Algumas oficinas prestam serviços que, às vezes, são desnecessários na manutenção do freio
Algumas oficinas prestam serviços que, às vezes, são desnecessários na manutenção do freio (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
27 de outubro de 2021 07:32

Como existe uma preocupação do dono do carro, por motivos óbvios, na manutenção do sistema de freios, algumas oficinas costumam abusar. E aí aparece a famosa “empurroterapia”…

Uma das pi-ca-re-ta-gens é sugerir a limpeza dos tambores dos freios traseiros. Precisa? Não! Claro que vale a pena limpar os freios traseiros no caso de se abri-los por outro motivo. Mas jamais especificamente para essa limpeza.

Outra: “Vamos trocar o fluído do freio porque ele já está aqui há um ano e o carro  rodou 30 mil km.” Precisa? Não. O prazo recomendado é cada dois anos e independe da quilometragem rodada.

VEJA TAMBÉM:

Mas agora eu ouvi uma nova: “nada de trocar só as pastilhas dianteiras. Se é para trocar, devem ser as das quatro rodas”. Nada disso! O esforço realizado pelos freios dianteiros é muitas vezes maior que o dos traseiros. O que naturalmente se reflete no desgaste das pastilhas do freio: as dianteiras exigem manutenção bem mais frequente que as traseiras.

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
9 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Carlos Alberto Meirelles 24 de novembro de 2021

Excelente texto, parabéns! Meu carro, um Peugeot 307 ano 2008, com 152 mil km está com as pastilhas e discos traseiros originais …

Avatar
Diogo Benedetti Santos 3 de novembro de 2021

Boris eu te desafio a vestir um uniforme e trabalhar em uma oficina, ouvir as reclamações dos clientes, fazer diagnostico, tudo… Pq seu jornalismo é mais criminoso do que informativo, mais desinforma a população do que informa, já fez isso com a situação da troca de rolamentos da correia dentada. Pq vc não tem a decência de falar em quais situações pode ser determinado problema? Pq vc não explica o porque o fluido de freio deve ser trocado a cada 2 anos? Pq você não explica da diferença de compostos de pastilhas? Dos problemas que o sistema de freio pode ter, pq as vezes acontece de desgastar as pastilha de um lado mais rápido do que do outro? Vamos Boris aceita meu desafio, vem meter a mão na massa, adquirir conhecimento pratico, vem que eu tenho certeza que muitos mecânicos querem ver isso…

Avatar
José Pereira da Silva 24 de novembro de 2021

Diogo Nervosetti … calma rapaz ! “jornalismo criminoso” … forçou a barra

Avatar
Diogo Benedetti Santos 24 de novembro de 2021

Jose qndo digo criminoso é pq é feito na má fé… Feito na intenção de denegrir a imagem dos profissionais na área… Este senhor já foi obrigado a se retratar sobre o que ele acusa ser errado em outras matérias… So que a retratação nunca é no mesmo nível e atinge o mesmo publico que as acusações que ele faz… Nos temos que colocar um ponto final em jornalistas e profissionais oportunistas, “causadores” que geram problemas para sociedade (pq a desinformação ou informação errada é um problema) e empresas do ramo… O trabalho q ele tem de escrever matéria causando polemica, ele teria escrevendo relatos de problemas, com informações técnicas de qualidade, sem denegrir a imagem de nenhuma classe de profissional…

Avatar
William 30 de outubro de 2021

Esse Boris só fala asneira…
O que me diz dos veículos com tração traseira? Onde o desgaste das pastilhas traseiras ocorre antes das dianteiras? Dependendo do modo de condução aos 15 mil quilômetros. Claro que é necessário realizar uma correta inspeção no sistema de freios, porém não existe isso de trocar somente as dianteiras?

Avatar
José Pereira da Silva 24 de novembro de 2021

… por falar em asneiras … trocar pastilhas traseiras aos 15 mil quilometros … antes das dianteiras … andando de ré esses 15 mil km … pode ser …

Avatar
William 24 de novembro de 2021

Tenha uma Mercedes ou BMW que verá o que estou dizendo

Avatar
Americo Ventura 27 de outubro de 2021

Só tem salafrários neste país!

Avatar
Nanael Soubaim 27 de outubro de 2021

Outra: Limpar o “chipezinho” dos carros flex cada vez que troca de combustível.

Avatar
Deixe um comentário