Placa de carro deveria ser do proprietário, não do automóvel

"Quando você vende o seu automóvel para um terceiro, ele é que será punido e vai enfrentar a infração que você cometeu!"

emplacamento opala easy resize.com
Por Boris Feldman
28 de fevereiro de 2019 19:30

Comparando com alguns países do primeiro mundo, o sistema de placa de carro no Brasil está bem atrasado. Entenda o porquê:

[TRANSCRIÇÃO]

Já rodam no Brasil mais de um milhão de automóveis com as novas placas padrão Mercosul. E, elas ainda despertam controvérsias que nem deveriam existir, pois o padrão que o Brasil deveria seguir é o de alguns países do primeiro mundo, onde a placa não identificam o automóvel, mas sim, o proprietário.

E por um motivo muito simples: quem comete uma infração não é carro, mas o seu dono ou o motorista. Mas, esta é mais uma das aberrações brasileiras, pois quando você vende o seu automóvel para um terceiro, ele é que será punido e vai enfrentar a infração que você cometeu!

No padrão do primeiro mundo a placa é sua. Quando você vende o automóvel, ela é retirada e você a coloca no seu próximo automóvel. Mas, isso é coisa de país civilizado.

Placa de carro
Foto Shutterstock
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
38 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Francisco 13 de agosto de 2020

Mas a idéia do nosso governo é colocar dificuldade para arrecadar o máximo que puder, ter carro no Brasil é extremamente custoso o IPVA é cobrado pelo valor do veículo mas deveria ser cobrado pelo peso, imaginem o resto mas a culpa é nossa vamos protestar!

Avatar
Jefferson 27 de abril de 2019

Meu carro tem o proprietário falecido porém esta em dia eu concigo por a nova placa?

Avatar
Caio Elisei 2 de março de 2019

Essa informação é muito vaga….pois na verdade poucos são os países em que a placa pertence ao proprietário e não ao veículo. De cabeça só me lembro de Bélgica, Suíça e alguns estados dos EUA…

Avatar
Walkiria de Paula Santos 2 de março de 2019

Concordo plenamente,a placa deveria ser intransferível!

Avatar
Roberto Masao Sato 2 de março de 2019

Faltou a informação completa. Quais são os países de primeiro mundo que adotam o modelo de placa pessoal? E quais não adotam? Sem essas informações, apenas fica parecendo o característico “tudo o que é de fora é melhor”.

Avatar
Fabio Felix de Melo 2 de março de 2019

No Brasil o negócio é arrecadar, não importa como, vocês acham mesmo que o governo está preocupado com quem paga a multa, sendo o responsável pela infração ou não, o importante é o dinheiro entrar.

Avatar
Nelson tazawa 2 de março de 2019

Hahaha…aqui e fazer caixa, muito dinheiro.

Avatar
Júnior Nascimento 2 de março de 2019

Um carro já tem sua identificação, que é o número de seu chassi. Portanto, a placa seria mera identificação para a autoridade de trânsito, a fim de autuar possíveis infrações. Como a infração sempre será cometida pelo condutor, e não pelo veículo, nada mais correto que a placa acompanhe o proprietário, no entanto isso seria um enorme desfalque na arrecadação dos Detrans da vida… Aqui só se pensa em arrecadação, infelizmente…

Avatar
Diego Da Costa 2 de março de 2019

Boris, lembro-me que por volta dos anos 80 e poucos pra 90 meu avô, tinha um santana taxi, e ao trocar para um verona a placa foi junto, era assim pra todos ou só placa vermelha?

Avatar
Cesar Fontes Alberigi 1 de março de 2019

Claro que seria muito melhor assim. Se a pessoa trocasse de carro 10 vezes durante a vida dele, dez vezes ele teria a mesma placa.
Nós USA é assim.

Avatar
Maurício Silva 1 de março de 2019

Só passando pra observar a comparação de um país de 3 mundo (ai da não consolidado), sendo comparado com um país de 1 mundo!
Kkkkkkkk

Avatar
Anderson Jose alves 1 de março de 2019

Verdade.pena que estamos num país atrasado e onde leis não funcionam.talves daqui a 200 anos de evolução…

Avatar
Sergio 1 de março de 2019

A multa só vai para o novo proprietário se a lei for burlada, ou seja vender o carro sem fazer a transferência, pois, ao menos em São Paulo quando vc reconhece firma do documento de transferência no cartório o Detran já é comunicado.

Avatar
luispires 2 de março de 2019

Então se tem multa é porque o comprador não quis (é não quis, pois jeito tem e fácil de) saber a situação do carro. Impressionei muitíssimo é eu ter tido 2 carros usados na vida e o garageiro me entregar o documento certinho sem eu nunca ter ido ao cartório assinar o DUT mas na minha vez de vender um fui obrigado a estar e assinar o DUT na frente do tabelião com o comprador. Uai, dois pesos e três medidas ? Pior de tudo, quando vendi o outro a financeira depositou o dinheiro na conta do garageiro e não pra minha. Que recebi do garageiro no dia seguinte a minha reclamação no PROCON contra a financeira e a garagem.

Avatar
Jorge 1 de março de 2019

Esperar o que de um país tupiniquim, aqui a prática da vantagem e descaso virou folclore onde roubar se tornou cultura para muitos ….

Avatar
Oswaldo De Dominicis Júnior 1 de março de 2019

Quem é da década de 60 lembra que a placa era do proprietário e não do veículo. Isto quando ainda era de seis algarismos. Por que mudaram então. Não tem nada a ver com atraso do país.

Avatar
Alisson 1 de março de 2019

Infelizmente o Brasil não tem condições de ter esse tipo de placa (que pertence ao proprietário), tem pessoas que querem ganhar vantagem em tudo, vendendo carros de leilão e carros trazidos de estados com litoral, esses veículos são desvalorizados e sem a placa do veículo fica inviável descobrir a procedência do mesmo. Pior para o consumidor.

Avatar
Sérgio 1 de março de 2019

Fazendo um laudo de vistoria ( no estado do veículo resolveria )

Avatar
Fernando Serra 2 de março de 2019

E o número do chassi? Apesar da placa ser sua, não quer dizer que vc vai tirar ela e colocar em outro carro e pronto. Toda vez que fizer isso, tem que cadastrar no Detran o novo veículo. Sua placa consta no Detran sendo usado em um Corsa de chassi tal, quando vc mudar de carro, vai ter que avisar no Detran que a placa agora vai ser usada no Fusca de chassi tal… Resumindo, da pra rastrear a procedência do veículo sim. EUA funciona dessa forma.

Avatar
Júlio Sempére 1 de março de 2019

Nem as tag’s de SemParar, ConectCar, etc. são do proprietário do veículo, o que se dirá, então, da placa?
Aliás, pra que essa tag se a identificação nas passagens por pedágios podia ser feita por aplicativo no celular?

Avatar
Thiago Ap. 1 de março de 2019

Muito bom acredito que aqui tbm deveria ser assim pois muitos vão trocam de carro e continuam comentando inúmeras infrações se o msm ficasse com esse registro seria punido e proibido de dirigir vamos votar por esta causa

Avatar
Rogério Nunes Ferreira 1 de março de 2019

Boa tarde meus amigos, vamos cobrar do deputado LUIZ MIRANDA, ele e de Brasília e morou muitos anos nos EUA, e tem várias empresas lá, inclusive de carros, ele sabe como é que funciona as placas de carros, eu posso comprar 10 carros durante um ano que a placa e a mesma, eu vendo o carro tiro a placa e coloco em outro e assim que fociona, mas aqui só tem ladrão do nosso dinheiro, eles não querem perde essas mamatas que todos nós pagamos, entre em contato com o deputado, LUIZ MIRANDA, ele tem uns vídeos no YouTube!!

Avatar
Antonio Carlos 2 de março de 2019

Não se iluda, esse Luis Miranda é o maior picareta que Brasília já elegeu.

Avatar
Luiz Silva 1 de março de 2019

Em Cuba é assim. Deveríamos copiar.

Avatar
Anderson Duílio 1 de março de 2019

Nós EUA ,Texas tbm já é assim.

Avatar
ROGERIO 1 de março de 2019

Como será na terra do Maduro?

Avatar
J. Alves 2 de março de 2019

Lá o proprietário é o Estado e você um mero usuário.

Avatar
Gilberto Rocha 1 de março de 2019

Deveria ser assim já há muito tempo! E muito mais simples e civilizado. Quem já sofreu com transferência de carro com cadastro complicado por dono anterior sabe disso!

Avatar
Célio ferreira 1 de março de 2019

Aí quem vai pagar o luxo dos vagabundos políticos.???

Avatar
Sinésio 1 de março de 2019

Legal, concordo plenamente já que estas novas não tem lacre imaginei que fosse assim, minha a placa e não do carro

Avatar
Paulo matias 1 de março de 2019

Nesse país de safados além de vc trocar a placa que e de maio qualidade enchemos o bolso dos vagabundos a placa tem que ser igual um CPF

Avatar
Sandra Miranda 2 de março de 2019

É uma safadeza atrás de outra. O Detran no Brasil é enriquecido toda hora, porque a todo minuto tem alguém comprando, vendendo ou trocando um carro. E cada vez que se faz algo assim tem que pagar. SIM, placa de carro deveria ser igual CPF

Avatar
Clezio 1 de março de 2019

Sabe por que no Brasil esse tipo de placa em que o proprietário seria o dono dela igual aos estados unidos por exemplo porque aqui os governantes iria perder muito tanto no emplacamento como no imposto mas isso eles não querem o povo brasileiro tem que pagar tudo

Avatar
Cézar Boaventura... 1 de março de 2019

LÁÁÁÁÁ Mundo afora o chamado ? MUNDO carros de aluguel tem no ato do contrato(aluguel) um doc provisório em nome do contratante assim é feito com qqr tipo de veículo barco carro caminhão motocicleta jetsky avião ônibus motohome ou qqr tipo de veiculo q tem motor LÁÁÁÁ existem donos de placas e usuários de carros ao vender ou perder ou ter ele(roubado)subtraído a placa é devolvida ao proprietário dela(placa) sendo assim fica a critério dos órgãos do governo e seguradoras procurar o carro e sua placa fuca suspensa ou arquivada até ser posta em um outrol veículo a qual pode ir para qqr tipo de veículo vc sim escolhe onde por ok

Avatar
Andre 28 de fevereiro de 2019

Hoje o carro tem um proprietário.

Em breve carros serão alugados por Padrão.

. Na prática o carro vai ter de incluir um sistema biométrico para identificar o motorista. Guardar o percurso(gps) e associar ao motorista.
Se houver infração o carro notifica o piloto na hora.

– as próprias placas serão obsoletas.
As placas facilitam a vida dos bandidos, que rastreiam ou perseguem com facilidade.

– carros serão autônomos, multa direto pra fabrica!!

– os carros serão autônomos.

Avatar
C/F Miranda 1 de março de 2019

Não és verdade isso que fala da propriedade da placa no primeiro mundo. No único país que se pode solicitar és no EEUU. E isso não quer dizer nada. Só és para ter uma lembrança do carro.

Avatar
Luís 1 de março de 2019

Não és verdade isso que fala da propriedade da placa no primeiro mundo. No único país que se pode solicitar és no EEUU. E isso não quer dizer nada. Só és para ter uma lembrança do carro.

Avatar
Maurício de Freitas 2 de março de 2019

Quando a placa e sua e, a polícia em ronda, segue um veículo aleatoriamente, ao fazer a checagem mesmo com os veículos em movimento, consegue se apurar o nome completo e dados pessoais, como grupo sanguíneo, sexo veiculo possui seguro, sevo motorista tem carteira para dirigir determinada classe A, B, C, D …E etc( em casos de acidentes é uma informação impirtantissima)da proprietário, se a documentação do automóvel está em dia para poder trafegar em trânsito. É uma maneira segura e sem burocracias, caberia muito bem no nosso sistema trânsito

Avatar
Deixe um comentário