Polo “peladão”: Gol e Fox subindo no telhado…

Com preço reduzido, mas carente de equipamentos, o lançamento da nova versão de entrada do Polo Track é confirmado

polo track frente 45 fundo deserto
Volkswagen anuncia lançamento do Polo Track (Foto: Montagem Ernani Abrahão | AutoPapo)
Por Boris Feldman
29 de março de 2021 07:30

Matriz da Volkswagen na Alemanha confirmou, conforme o Auto Papo já tinha previsto, o lançamento do Polo Track.

Nome bonitinho para mascarar um Polo “peladão”, desprovido de vários equipamentos e que tornará possível reduzir seu preço que hoje começa de R$ 63 mil para cerca de, digamos, R$ 58 mil a R$ 60 mil reais.

É claro que a Volkswagen só anunciou o lançamento – este ano – do Track, nova versão de entrada do Polo. Mas não explicou – por motivos óbvios – por que cargas d’água esta novidade.

Simples: o objetivo do lançamento é substituir – a médio prazo – Gol e  Fox, que acabam, portanto, de subir no telhado, pois são fabricados com antigas plataformas.

Enquanto o Polo tem a mesma (MQB) dos mais modernos Volkswagen. Mas, para jogá-los telhado abaixo, só equiparando aos deles, o preço do Polo.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
14 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Roberto Rudi 31 de março de 2021

Infelizmente a vw aqui ainda fábrica fusca mas com nome diferente…como disse o Collor no passado que aqui só têm carroça.

Avatar
Carlos Alberto Ramos 30 de março de 2021

Olha,os comentários q li, na maioria, parece empresários ou investidores, nada contra a opinião de ninguém, sabemos q a modernidade e suas plataformas batem na porta todos os dias; vamos aguardar esse”PELADÃO”, bem como a sua performance no mercado e no gosto do consumidor; enquanto isso não abro mão do meu MUSEU: FOX XTREME

Avatar
Fábio 30 de março de 2021

A estratégia da VWB tem uma certa lógica. O Gol e o Fox não comportam os sistemas Controle de Estabilidade e Tração previstos para vigorar em Janeiro de 2024 conforme norma CONTRAN nº 799/2020. O que restou a VWB? Colocar o POLO em condições para suprir esta situação já que o Gol e o Fox por serem modelos antigos, talvez, não compensem desenvolver e/ou instalar estes novos dispositivos. Fato análogo à Kombi e Fusca em relação aos air-bags. Foram descontinuados.

Avatar
Davi 30 de março de 2021

O Fox já teve até 2017 a versões com controle de tração e estabilidade, não seria difícil ou caro equipa-lo com esses itens novamente

Avatar
Luciano Lima Moreira 29 de março de 2021

Será que vão fazer como o gol, não existe carro mais atrasado e sem qualidade como estes dois, gol e Fox, o desespero da WV em não perder mercado fez do gol, principalmente, um carro de péssima qualidade e sem nenhuma importância nas assistências técnicas, um carro barulhento, desconfortável e muito problemático, se pudesse retirar as portas para andar seria magnífico, sem falar dos problemas de maquina de vidro e fechaduras, feitas para não resistir, esta mais doque na hora de retirar do mercado, já queimaram demais o filme!

Avatar
Claudio 29 de março de 2021

Ridícula e mercenária atitude. Mesmo com plataforma antiga , tanto o gol quanto o fox são muito melhores , mais confortáveis , mais confiáveis e muito bem aceitos no mercado . Polo peladão é para o público desinformado ,que terá uma porcaria nas mãos e que irá proporcionar maior lucro para esta empresa mercenária.Simples assim.!!! É por isso que os concorrentes mais dignos e com maior respeito ao consumidor irão nadar de braçadas, a exemplo da Chery , Fiat entre outros.

Avatar
Mauricio 29 de março de 2021

Os comentários que li não têm sentido
Ainda que eu preferisse que o Gol, ou o Fox fossem atualizados e continuassem no mercado, o Polo é superior a ambos nas plataformas atuais.
Plataforma mais moderna, maior, mais espaçosa e segura, independentemente de equipamentos.
O problema é ela chegar no mesmo preço de Gol e Fox.
Se a VW conseguir isso, com níveis de equipamentos semelhantes aos de Gol e Fox, será uma melhoria na oferta em nosso mercado
Agora, se o Polo Track ficar mais caro, a VW perderá mercado fatalmente
Então, não há espaço para ela errar nessa estratégia

Avatar
Geraldo 29 de março de 2021

ESSES CARROS PODENDO CHAMAR DE CARROCAS GOOL FOX POLO CARICIMOS ULTRAPASADOS DUROS NAO TEM COMFORTO NENHUM FRENTE AOS CONCORRENTES COMPREI UMA PORCARIA DE UM GOOL JA COMECA PELO O NOME RIDICULO SO PARECE COM POBRE GRACAS A DEUS APARECEU UM LADRAO E LEVOU EMBORA FIQUEI PREOCUPADO QUE VIESSE DEVOLVER DEUS DE MUITOS ANOS DE VIDA A ELE PELO O FAVOR QUE ME FEZ

Avatar
Eddie 29 de março de 2021

Vc está enganado, o Polo é um projeto muito superior ao Gol G7 e Fox, dinâmicamente, na segurança passiva e ativa. Óbvio que um Polo pra competir em preço com os irmãos bem mais velhos precisa sofrer uma adequação de acabamento e perfumaria, mas na essência continuará sendo o Polo MPI. Tive ou tenho os três modelos acima, carros excelentes, mas esquece pelo amor dos seus filhinhos o Gol e Fox, evolua e vá de Polo sem medo de arrepender, a começar pela direção elétrica que é outro mundo, a plataforma larga e rígida. Nem pensar em voltar pra plataforma datada de Gol e Fox, excelentes peças de museu daqui pra frente.

Avatar
Ruan Costa 29 de março de 2021

o gol já era um polo piorado (foi por muito tempo baseado naquele polo que saiu de linha no começo da década), o que custava dá uma cara própria ao polo pelado e chamar de gol?

Avatar
Jair 29 de março de 2021

Acho um absurdo tirar o gol de linha, é um dos melhores carros do país.

Avatar
Assis 29 de março de 2021

Para vocês verem o quanto somos um país atrasado e desigual. Enquanto o andar de cima faz fila de espera por carros híbridos e elétricos de mais de 500 mil reais em plena pandemia, a classe média compra carros a combustão com projetos de mais de 40 anos, pagando caro, e ainda ficando triste quando eles finalmente saem de linha. O consumidor brasileiro precisa se educar e ser mais exigente em suas escolhas pois se ele de fato não comprar o preço baixa e a qualidade sobe. Só assim deixaremos de ser um país de terceiro mundo.

Avatar
Paulo 30 de março de 2021

Concordo plenamente, tudo que tem de ruim na Europa, eles Mandam Pra cá, e ainda cobram caro! E o povo Brasileiro paga!

Avatar
Fabrício 30 de março de 2021

É mt fácil de encontrar as peças!!!

Avatar
Deixe um comentário