Só 3km? Melhor ir de bicicleta!

Esclareço aqui o por que não vale a pena ir trabalhar de carro em trajeto com distância de apenas seis quilômetros somando ida e volta

Por Boris Feldman 26/10/20 às 07h30
motorista mao volante painel para brisas transito frente carros
Motorista com a mão no volante do carro durante o trânsito da cidade (Foto: Shutterstock)

Um leitor do AutoPapo diz que trabalha a três quilômetros de casa e quer saber se vale a pena ir trabalhar de carro. Ou seja, andar três quilômetros de manhã, parado o resto do dia, depois mais três quilômetro de volta.

E a resposta é: claro que não!

Vai a pé, de bicicleta ou de ônibus. Mas esses dois percursos de três quilômetros cada só podem prejudicar muito o motor do seu carro; que jamais vai chegar à temperatura ideal de funcionamento.

Os gases da combustão vão contaminar o óleo do cárter que ainda está frio e incapaz de eliminá-los. Esta sua ida e volta é chamado funcionamento em condições severas, severíssimas eu diria!

Mas, caso você insista em rodar esses seis quilômetros por dia para ir trabalhar de carro, não se esqueça de trocar o óleo do motor a cada 12 meses; ainda que você não tenha rodado sequer 3 mil quilômetros.

Motorista com a mão no volante do carro durante o trânsito da cidade
Trajeto até o seu trabalho é curto? Melhor deixar o carro na garagem! (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Oziel 29 de outubro de 2020

    E qdo se trata de horários fora do comum, que vc chega nas madrugadas, a pé ou de bicicleta seria colocar sua integridade a risco!

  • Avatar
    Leandro 26 de outubro de 2020

    Na verdade eu disse que rodo 3km pra ir, depois 3km pra ir almoçar em casa, mais 3km pra voltar do almoço e depois mais 3km pra aí sim voltar pra casa.
    Quando sugeriram ir de a pé ou de bike até concordei, mas citei duas coisas:
    1) Em 1 hora de almoço eu perderia esse “luxo” de poder almoçar em casa, uma vez que só o trajeto de ida e volta já quase daria esse tempo.
    2) São só 3km, mas pra voltar é uma subida super íngreme, então de a pé iria chegar todo suado no trabalho e de bike eu iria andar 1km nela e na subida iria de a pé carregando ela.
    Conclusão, é claro que se fosse os 3km em um cenário ideal, apenas com vias planas, compensaria ir de a pé ou bike, mas nesse caso eu prefiro ir de carro mesmo e troco o óleo do mesmo a cada 3.000km.

    • Avatar
      Reinaldo Silva dos Santos 27 de outubro de 2020

      Quando trabalha com captação, para venda de aquecedores solares, rodava muito devagar dentro de condominios, por isso ttocava o óleo da moto com 500 km, dava uma dor no coração kkkkkkkk

      • Avatar
        Leandro 27 de outubro de 2020

        Sim, é um dinheiro que dá a impressão de que está indo pra lugar nenhum rsrs.. Mas na verdade sabemos que é um gasto que vai evitar um gasto bem maior.

Avatar
Deixe um comentário