Além dos airbags, cintos da Takata também não protegem

Problema reportado recentemente alerta que os cintos de segurança da marca Takata não estão em conformidade com as exigências legais

Por Boris Feldman 25/10/20 às 21h31
cinto de seguranca carro automovel takata recall em cima bancos
Cintos de segurança do carro prestes a ser encaixado (Foto: Shutterstock)

A empresa japonesa Takata, maior fábrica do mundo de airbags, faliu. Teve que realizar um recall que envolveu mais de 100 milhões de automóveis com seus chamados ‘airbags assassinos’, que matam ao invés de proteger os ocupantes do carro.

Já morreram mais de 20 e se feriram centenas em todo o mundo.

Uma empresa americana, porém com matriz na China, a Joyson (ou JSS), comprou a fábrica de cintos de segurança da Takata.

Pois não é que se está noticiando agora que estes cintos não estão em conformidade com as exigências legais?

O Governo japonês já está fazendo uma auditoria para avaliar o tamanho do problema; que também chegará a milhões de cintos de segurança instalados não somente em carros japoneses, mas também de outros países.

Cintos de segurança do carro prestes a ser encaixado
Não bastasse os airbags mortais, Takata também possui cintos defeituosos (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    BENEDITO CESAR ISIDORO MARCELINO DA SILVA 26 de outubro de 2020

    Nãoi sei se entendi direito!?? Mas pelo que disse o Bóris Feldman ; os chineses compraram essa tal TATAKA que fabrica os itens de seguraça interno e depois dessa aquisição os equipamentos decairão de qualidade e com isso apresentam falhas graves colocando em risco as vidas que estao se utilizando do mesmo.Por tal razão haverá ricol das mesmas mas até lá quantos e quantas vidas já estarão perdidas!!??

    • Avatar
      Michel De Aquino Marinho 26 de outubro de 2020

      Uma empresa americana, porém com matriz na China, a Joyson (ou JSS), comprou a fábrica de cintos de segurança da Takata.

      Benedito, foi uma empresa americana.

  • Avatar
    Jorge Nicolau 26 de outubro de 2020

    Carro japonês?? Tô fora, já caí duas vezes nesta arapuca, caros e pelados, sempre menos equipados que os concorrentes diretos. Somente bons de revenda, mas como costumo ficar ao menos 3 ou 4 anos com um carro, sempre procuro um que me satisfaça pelos 4 anos e não um que me deixe feliz somente no dia da venda.

Avatar
Deixe um comentário