Um salão do automóvel diferente: box ao invés de estande

O Salão do Automóvel precisou passar por uma reformulação para se tornar mais barato e mais interessante para as fabricantes participarem

Box de Interlagos será utilizado como estande para as marcas que participarem do Salão do Automóvel
Box de Interlagos será utilizado como estande para as marcas que participarem do Salão do Automóvel (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
10 de março de 2022 07:32

O salão do automóvel vem passando por crise em todo mundo, em função dos custos elevadíssimos para as fábricas. Principalmente com a alternativa da força de comunicação da internet, das mídias sociais.

No Brasil não foi diferente: o deste ano vai acontecer em agosto, entre os dias 6 e 14, mas em outro formato. Não será mais um salão do automóvel, mas o São Paulo Motor Experience (SPMX) e não num pavilhão de exposições, mas em Interlagos.

Cada marca terá um box para expor seus carros, ao invés de montar estandes. Com uma vantagem: os interessados poderão testar os carros nas pistas de asfalto ou off-road que já existem.

VEJA TAMBÉM:

Calcula-se que o custo por marca, que era de R$ 15 milhões a R$ 20 milhões, será reduzido para um terço deste valor. Dos 23 boxes, 17 já estão reservados. A primeira a confirmar presença foi a BMW, a primeira a confirmar a ausência foi a Chevrolet.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Nanael Soubaim 10 de março de 2022

Eu, em minha humilde posição de entendimento, no lugar deles faria acordos e parcerias com marcas e franquias de que o público alvo mais gosta, não necessariamente “populares”. Compras de conveniência e bons quiosques para alimentação sempre atraem o público. Isso tiraria um pouco o foco dos carros, mas se teria muito mais do que resta hoje.

Avatar
Deixe um comentário