Validade do óleo: quilometragem não é o único critério

Se eu rodar poucos quilômetros por ano, isso significa que eu posso realizar a troca do óleo do motor depois do prazo indicado no manual?

Por Boris Feldman 17/06/18 às 19h30
iStock 38130406 XLARGE 1

O manual do automóvel indica a troca do óleo do motor pelo tempo e, também pela quilometragem. Mas, e se eu tiver rodado só um pouquinho durante o ano? Será que a validade do óleo pode ser prolongada? Posso empurrar essa troca pra mais tarde?

[TRANSCRIÇÃO]

Se você é daqueles que rodam muito pouco com o seu automóvel, de 3 a 4 mil quilômetros por ano, por exemplo, e são muitos os motoristas nessa situação, você também deve ter aquela velha dúvida da troca do fluido lá no cárter, sobre a validade do óleo. Ou seja, tanto o fabricante do automóvel, quanto o do óleo recomendam trocar o óleo do motor a cada 10 mil quilômetros ou 12 meses, o que vencer primeiro.

Então, depois de rodar um ano o seu hodômetro está marcando 3 mil e 200 quilômetros, e você pensa: já venceram os 12 meses e eu só rodei esse pouquinho. Será que eu tenho mesmo que trocar o óleo do motor ou eu vou estar jogando dinheiro no lixo? Sabe por que que o óleo tem que ser trocado? Porque ele funciona à base de aditivos. Esses aditivos são iguais há remédios, expiram, perdem a validade. Então, troque o óleo, tenha você rodado muito ou pouco nesses 12 meses.

troca do óleo
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
12 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Marcelo 12 de novembro de 2020

Quem quiser deixar passar de 12 meses pode deixar, as oficinas, as retíficas, as lojas e indústrias de peças de reposição agradecem!
Já aos que vão seguir as trocas 10 mil KM / 12 meses, não se esqueçam dos filtros (ar, óleo e combustível). Abraços de luz!

Avatar
paulo 31 de agosto de 2020

A YAMAHA não menciona, no seu manual, que o óleo deve ser trocado por tempo, só por Km. Estarão os engenheiros querendo ver vc quebrar seu motor?

Avatar
José Bento 5 de dezembro de 2018

Muito bom esclarecedor.

Avatar
Mauricio 23 de junho de 2018

Um carro que roda tão pouco por ano significa, na maioria das vezes, que roda muito pouco diariamente, sendo assim a troca do óleo deve ser feita em um menor espaço de tempo/quilometragem, normalmente a metade do tempo ou metade da quilometragem normal de troca.

Avatar
Aldo Roberto Camocardi 12 de outubro de 2018

A regra básica é vencimento por km ou data. Se você roda 3 mil km por ano somente em média, você troca o óleo por data, ou seja, a cada 12 meses. Isso devido aos aditivos que nele contém e vencem por datas também.

Avatar
marco Aurélio 17 de junho de 2018

Esclarecimentos muito elucidativos, montadoras não orientam com tanta cleza, parabens

Avatar
Guilherme 17 de junho de 2018

Balela ! Por acaso o aditivo so entra em decomposição assim que é colocado no motor ? E o período que o mesmo fica na loja , oficina … As vezes até anos .

Avatar
Christian 27 de fevereiro de 2019

Também ninguém me convenceu ainda dessa história. Se olhar na própria embalagem do óleo diz: Validade: Indeterminada. Então porque se o óleo agora está no motor, parado, a validade passa a ser 12 meses?? E porque na embalagem não diz: Após aberto, validade de 12 meses.

Avatar
Marcelo 18 de abril de 2019

Eu também pensava assim,mais um artigo que li diz que a umidade do ar contamina o óleo ,so por ele está parado no motor sem utilização,Mois na embalagem o óleo fica bem vedadinho ,só o acondicionamento que poderia está qualidade cair

Avatar
Thiago g Lima 1 de setembro de 2019

Enquanto na embalagem o lubrificante está protegido de agentes contaminantes. Porém quando você coloca o lubrificante no motor, além de ele aquece e esfriar, ele é contaminado por combustível durante a fase fria do motor ou quando o motor está em plena carga e baixa rotação e há também a contaminação por uma pequena fração de gases do escapamento que passam pelos anéis de compressão.
Portanto sim, é verdade, a oxidação e contaminação ocorre após você colocar o lubrificante no motor.

Avatar
Thiago g Lima 1 de setembro de 2019

Na Europa, os veículos pedem troca a cada 20.000 milhas, 32.000km, 24 meses para uso normal ou 10.000 milhas, 16.000km 12 meses para uso em curtas distâncias.
Nosso combustível é tão ruim assim ou somos trouxas para termos que trocar na metade do tempo/quilometragem?

Avatar
Ciro Ferreira de Albuquerque 23 de janeiro de 2020

Totalmente de acordo. Comprei um óleo sintético com validade até 11/2021. Coloquei no motor. De imediato ele vai expirar em 01/2021? Balela mesmo!!!

Avatar
Deixe um comentário